Página Inicial Destaques Vagas: França e Holanda buscam trabalhadores brasileiros

Vagas: França e Holanda buscam trabalhadores brasileiros

De acordo com a Receita Federal, entre 2014 e 2016 foram entregues 55.402 declarações de saída definitiva do país, o que significa um crescimento de 82% em relação ao triênio anterior. A crise política e econômica, índices de violência fora do controle, falta de ofertas de emprego, corrupção e uma série de outros fatores estão levando os brasileiros a deixarem o país e ir em busca de melhores oportunidades no exterior.

Em paralelo, a França e Holanda estão recrutando estrangeiros para trabalhar dentro de seus territórios, com vagas de emprego para soldadores, pintores, serralheiros, tubistas, eletricistas, montadores de andaimes, caldeireiros, encanadores, mecânicos, ajudantes, dentre outros. Para ocupar uma das posições, a empresa recrutadora pede que os candidatos tenham experiência profissional e qualificações para assumir a vaga pretendida.

A companhia em questão é a Weldpro, que presta serviços para diversas indústrias como a de celulose, a petrolífera, petroquímica, siderúrgica, de energia e óleo e gás. Como grupo, deles pretendem contratar diversos profissionais estrangeiros nos próximos meses para suprir a demanda de serviços.

A área de recursos humanos da companhia informou que, para análise contratação imediata, até o final deste mês, está com oportunidades para pintores que queiram trabalhar na Holanda. Para se candidatar, é necessário ter experiência em projetos em refinaria ou petroquímica, já ter conhecimento sobre pintura em estruturas metálicas, experiência comprovada na função de pintor, certificação VCA válida, responsabilidade para o trabalho e conhecimento da língua inglesa não é um pré-requisito, mas será um diferencial.

franca e holanda

Já para a França, também com urgência, as vagas de emprego oferecidas são de ajudante, soldador e serralheiro. As exigências são as mesmas, o que muda é somente a função, porém é imprescindível que o aplicante tenha certificação e experiência comprovada na área em que almeja a vaga.

A Weldpro também já está aceitando currículos para projetos que serão desenvolvidos no segundo semestre deste ano, também na França e Holanda, para os cargos de chefe de equipe, eletricista,  electromecânico, instrumentista, montador de andaimes, montador de isolamentos, preparador de trabalho, rigger, serralheiro caldeiro, serralheiro mecânico, serralheiro montador, soldador arco submerso, soldador de eletrodo, soldador TIG, soldador de semi automática, supervisor, técnico de qualidade, técnico em segurança e tubista.

Os interessados em uma das vagas citadas acima devem enviar currículo e certificados atualizados por e mail para candidaturas@weldpro.pt, geral@welpro.pt e recrutamento@weldpro.pt. No campo “assunto” da mensagem é necessário incluir o nome da vaga almejada.   

A empresa informou que os currículos passarão por uma análise juntamente com os certificados dos candidatos e, posteriormente, os selecionados serão chamados para as entrevistas. Os aprovados já irão para a etapa de efetivação do contrato de trabalho.   

Conseguir um emprego na Europa

Duas dicas importantes para quem se candidatar e também para os que buscam emprego na Europa: a primeira é manter sempre o LinkedIn atualizado, pois muitas empresas consultam o perfil do funcionário nesta rede. A segunda é formatar o currículo no padrão europeu, o que pode ser feito utilizando o site Europass, que possui diversas dicas e ferramentas para ajudar os interessados.

Além disso, a regra de ouro é sempre pesquisar bastante. De nada adianta se candidatar a uma vaga de trabalho na França ou Alemanha, por exemplo, sem falar francês e alemão, respectivamente. No entanto, diversas empresas na Holanda, e também em outros países europeus, contratam colaboradores com fluência somente no inglês, pois a língua é amplamente falada no território.

*Para ver vagas em tecnologia da informação ofertadas em Berlin, acesse sairdobrasil.com/emprego/vagas-de-emprego-em-berlin-para-profissionais-de-ti/

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta