Transferência de Cursos e Revalidação de Diplomas

Como proceder para revalidar estudos de nível fundamental e médio realizados e superior realizados no exterior

BASE LEGAL

A legislação básica sobre o sistema educacional brasileiro consiste na Lei n.° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, também chamada de Lei Darcy Ribeiro, que define as diretrizes  e bases da educação nacional. Essa lei é regulamentada por resoluções do Conselho Nacional de Educação.

  • CONCEITOS BÁSICOS

O sistema educacional brasileiro está estruturado em dois níveis distintos:

educação básica, que abrange o ensino infantil, fundamental e médio; e

educação superior, que abrange a graduação e a pós-graduação.

O ensino infantil, destinado a crianaças até os 6 anos de idade, é oferecido em creches (até os 3 anos  e pré-escolas (dos 4 aos 6 anos). O ensino fundamental, antigamente denominado de ensino de 1° grau, tem a duração de 8 anos (da 1ª à 8ª série). O ingresso na 1ª série se faz aos sete anos. O ensino médio, conhecido anteriormente como ensino de 2° grau, tem a duração de três anos (da 1ª à 3ª série). A educação superior é composta pelos cursos de graduação (com duração média de cinco anos) e de pós-graduação (com duração média de dois anos e meio para Mestrado e de quatro anos para Doutorado), sendo oferecida por instituições de ensino superior – federais ou estaduais, públicas ou privadas.

Característica importante do sistema educacional brasileiro é a descentralização da competência em administrá-lo e organizá-lo. A responsabilidade pela oferta e administração de cada um dos níveis de ensino é compartilhada entre a União, os Estados,  Distrito Federal e os Municípios, sempre organizados em regime de colaboração. Tal organização é fundamentada em legislação federal que define uma base nacional comum (carga horária e currículo mínimos, dias letivos a serem cumpridos, realização de exames finais), mas que, ao mesmo tempo, permite que sejam respeitadas as peculiaridades regionais.

Dessa forma, cabe à União coordenar a política nacional de educação, articulando os diferentes níveis e sistemas de ensino, organizando o sistema federal de ensino e financiando as instituições de ensino público federais. Os Estados e o Distrito Federal têm a competência, por meio das Secretarias de Educação, de organizar e oferecer o ensino fundamental e médio. Aos Municípios cabe a responsabilidade de oferecer a educação infantil em creches e pré-escolas e, com prioridade, o ensino fundamental.

  • PERGUNTAS E RESPOSTAS

1. Como proceder para revalidar estudos de nível fundamental e médio realizados no exterior (concluídos ou em curso) ?

Existem processos diferenciados para a revalidação de estudo dos níveis fundamental, médio e superior. A revalidação de estudos de nível fundamental e médio é feita pelas Secretarias Estaduais de Educação, enquanto a revalidação de estudos de nível superior é feita pelas instituições de ensino superior brasileiras. Em nenhum dos casos, há interferência do Ministério da Educação.

Para revalidar estudos de nível fundamental e/ou médio realizados no exterior, deve-se adotar o seguinte procedimento:

a) estar de posse do histórico escolar ou boletim (original) expedido pela instituição de ensino do país onde foram realizados os estudos, devidamente autenticado e reconhecido pelo órgão educacional competente. Tal documento deve ser, ainda, autenticado pela Embaixada ou Consulado do Brasil naquele país. Devem constar do documento, principalmente, os dados referentes à última série cursada;

b) providenciar a tradução desse documento, de preferência por tradutor público juramentado, ou escola de língua estrangeira idônea, cujo tradutor tenha o curso de Letras, com diploma registrado no MEC. Nem sempre é necessário apresentar tradução juramentada dos documentos em espanhol; portanto, aconselha-se confirmar junto à Secretaria de Educação do Estado sobre a necessidade da tradução nesses casos;

c) estar de posse, igualmente, do histórico escolar relativo aos estudos realizados anteriormente no Brasil. Reunidos esses documentos, dirigir-se à Secretaria de Educação do Estado onde irá fixar residência e solicitar equivalência;

d) obtida a equivalência, dirigir-se a uma escola para fazer a matrícula (se for o caso de continuidade de estudos no Brasil);

e) em alguns casos, a Secretaria de Educação poderá exigir a realização de estudos complementares, tendo em vista que, em alguns países, o currículo e o calendário escolar variam em relação àqueles adotados no Brasil. Por esse motivo, recomenda-se que, caso o aluno se matricule em escola de 1° ou 2°° grau no exterior que permita a seleção de matérias a cursar, não deixe de incluir as disciplinas do núcleo comum brasileiro: Matemática, Química, Física, Biologia e Educação Física.

2. Como proceder para revalidar estudos de nível superior (graduação e pós-graduação) realizados no exterior ? E no caso de cursos que não existam no Brasil ?

O procedimento para a revalidação de estudos de nível superior é bem parecido ao procedimento anteriormente descrito. A diferença fundamental é que, enquanto a revalidação de estudos de nível fundamental e médio é feita pelas Secretarias Estaduais de Educação, a revalidação de estudos de nível supeior é feita pela por instituição de ensino supeior devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação, a qual ofereça curso semelhante àquele cursado pelo estudante no exterior.

No âmbito do sistema educacional brasileiro, o tema é regulamentado pelo Artigo 48 da Lei n° 9394/96, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e pela Resolução n° 3/85 do Conselho Nacional de Educação (CNE), que estabelece o seguinte procedimento para a revalidação de estudos de nível superior:

a) para solicitar a revalidação do diploma ou certificado, o interessado deverá, primeiramente, identificar a universidade pública, autorizada pelo CNE, que ministre curso semelhante ou afim ao curso a ser revalidado;

b) o processo tramita diretamente na instituição escolhida pelo interessado, que deve apresentar, na ocasião, cópia do diploma expedido e documento oficial do estabelecimento de ensino estrangeiro contendo dados sobre a carga horária, o currículo do curso, o programa (ementa) das disciplinas cursadas e o histórico escolar do postulante. Todos os documentos devem ser autenticados pela autoridade consular brasileira no país que o expediu. Todas as firmas dos documentos devem ser devidamente reconhecidas;

c) os processos são analisados um a um, e a decisão final é tomada por uma comissão de especialistas da área, designada pela instituição. A revalidação poderá incluir a obrigatoriedade de estudos complementares, exames e provas específicas (função de arbítrio da universidade, que tem autonomia para tanto);

d) somente após esse trâmite, a universidade pode efetuar o registro do diploma. No caso dos certificados, títulos e diplomas de pós-graduação, só poderão conceder revalidação as universidades ou instituições isoladas federais de ensino superior que mantenham programa em área de conhecimento idêntica ou afim, as quais tenham obtido notas 4 ou 5 na última avaliação da Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

3. É possível obter transferência de instituição de ensino superior estrangeira para instituição brasileira, antes da conclusão do curso ?

Sim, é possível. A transferência entre instituições de ensino superior deve ser solicitada diretamente à Instituição a qual o estudante deseja freqüentar. Existem dois tipos de transferência que podem ser solicitadas nesse caso:

transferência obrigatória (ex officio): tem direito a esses tipo de transferência o servidor estudante ou o filho de servidor que tenha sido removido, a trabalho, para local diferente daquele de sua residência. A transferência obrigatória é independente da existência de vagas, e pode ser solicitada a qualquer tempo desde que o servidor removido esteja de regresso a seu local de origem, ou de partida para o local onde irá trabalhar. O interessado deve dirigir-se à universidade onde deseja estudar para solicitar a transferência e apresentar a documentação solicitada;

transferência facultativa: esse tipo de transferência é solicitada por pessoas que, independentemente de estarem prestando serviço público em local diverso do de sua residência, deseja transferir-se para outra universidade no seu país. Nesse caso, a transferêcnia está condicionada à existência de vagas e o solicitante está sujeito a processo seletivo eventualmente utilizado pela Instituição para a qual deseja transferir-se. Também é solicitada diretamente à instituição onde deseja estudar.

Em ambos os casos, os candidatos devem apresentar à universidade, além dos documentos pessoais, histórico escolar da instituição de origem, devidamente autenticado pelas autoridades educacionais do país e pela Repartição consular brasileira.

4. É possível revalidar diploma obtido em curso ministrado por instituição estrangeira na modalidade à distância ?

De acordo com o artigo 1° da Resolução n° 1, de 26 de fevereiro de 1997, do Conselho Nacional de Educação (CNE), não serão validados nem reconhecidos, para quaisquer fins legais, diplomas de graduação e pós-graduação em níveis de mestrado e doutorado obtidos através de cursos ministrados no Brasil, oferecidos por instituições estrangeiras, especialmente nas modalidades semi-presencial ou à distância.

5. Existem normas diferenciadas para o reconhecimento de estudos, títulos e diplomas obtidos nos países do MERCOSUL ?

Existem, no âmbito do Mercosul, acordos que visam facilitar o processo de reconhecimento de diplomas e aceitação de títulos em instituições brasileiras. Dessa forma, o tratamento dado aos estudos, certificados e diplomas obtidos nos países membros do Mercosul tem como base os seguintes protocolos firmados:

a) Protocolo de Integração Educativa e Reconhecimento de Certificados, Títulos e Estudos de Nível Fundamental e Médio Não-Técnico – Buenos Aires – Argentina, de 04 de agosto de 1994; em vigor desde 06 de junho de 1996: prevê o reconhecimento automático dos estudos realizados e dos diplomas expedidos pelas instituições educacionais oficialmente reconhecidas, desde a 1ª série fundamental até a 3ª série do nível médio não-técnico. Tem como anexo uma tabela de correspondência em anos de escolaridade, para apoiar a matrícula nos países membros quando se tratar de estudos incompletos;

b) Protocolo de Integração Educacional, Reconhecimento de Diplomas, Certificados, Titulos e Estudos de Nível Médio Técnico – Assunção – Paraguai,  28 de julho de 1995; em vigor desde 26 de julho de 1997: prevê o reconhecimento automático dos estudos realizados durante o ensino médio técnico e a revalidação dos diplomas expedidos pelas instituições educacionais oficialmente reconhecidas. Tem como anexo tabela de correspondência em anos de escolaridade, para apoiar a matrícula nos países membros quando se tratar de estudos incompletos.

c) Protocolo de Integração Educacional para o Prosseguimento de Estudos de Pós-Graduação nas Universidades dos Países Membros do Mercosul – Montevidéu – Uruguai, 30 de novembro de 1995; em vigor desde 07 de junho de 1999: prevê o reconhecimento de diplomas de graduação, obtidos em cursos com duração mínima de 4 anos ou 2700 horas, unicamente para ingresso em cursos de pós-graduação.

d) Protocolo de Admissão de Títulos e Graus Universitários para o Exercício de Atividades Acadêmicas nos Países Membros do Mercosul – Assunção – Paraguai, 28 de maio de 1999: encontra-se em fase de aprovação. Prevê a admissão de títulos de graduação obtidos em cursos com duração mínima de 4 anos ou 2700 horas e de pós-graduação ( especialização com carga horária maior de 360 horas presenciais ou graus de mestrado e doutorado), exclusivamente pra fins de docência e pesquisa no ensino superior.

6. Como devem proceder os brasileiros que freqüentaram escolas brasileiras no exterior ?

De acordo com o Parecer n° 11/99, do Conselho Nacional de Educação, que estabelece normas para o funcionamento de escolas brasileiras sediadas no exterior, aqueles que freqüentaram essas escolas, desde que devidamente reconhecidas e organizadas segundo as normas estabelecidas no Parecer, não necessitam submeter-se aos procedimentos de reclassificação ou revalidação de diplomas quando de seu retorno ao Brasil.

7. A revalidação do diploma ou certificado de estudos de nível superior realizados no exterior é suficiente para o exercício da profissão no Brasil ?

A simples revalidação do diploma ou certificado não é suficiente, mas é condição fundamental para a obtenção do registro profissional, que é a autorização que habilita o profissional a exercer sua atividade regularmente no Brasil. Sem este registro, veda-se o exercício da profissão, mesmo que o profissional tenha em mãos a revalidação de estudos de nível superior realizados no exterior.

O registro profissional pode ser obtido junto à entidade de classe respectiva, no Estado onde irá fixar residência. Por exemplo, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para o curso de Direito; Conselho Regional de Medicina (CRM) para o curso de Medicina; Conselho Regional de Engenharia (CREA) para o curso de Engenharia; Conselho Regional de Psicologia (CRP) para o curso de Psicologia; e assim por diante.

É importante lembrar, entretanto, que nem todas as profissões exigem o referido registro para o exercício da profissão.

8. Como deve proceder o filho de brasileiros cujo pai ou mãe seja servidor público no exterior, para efetuar transferência de instituição de ensino estrangeira para instituição brasileira ?

Ele tem direito a efetuar a transferência obrigatória ou ex-officio, conforme indicado no item a) da questão 3.

  • NÃO ESQUEÇA:

Todos os documentos, tais como histórico escolar, certificado de diploma ou boletim original, expedidos por instituições de ensino no exterior, devem ser autenticados junto à Embaixada ou Consulado do Brasil no país que os expediu.

Verifique sempre se o Brasil é signatário de Acordo de Cooperação em Educação com o país onde foram realizados os estudos.

Mesmo para os casos de transferência obrigatória, deve-se proceder à autenticação dos documentos expedidos pela instituição de ensino do páis onde foram realizados os estudos pela autoridade consular brasileira no país em que foram expedidas.

TIRA-DÚVIDAS

Ministério da Educação:
Assessoria Internacional:
Esplanada dos Ministérios, Bloco L, Sala 824 – Brasília-DF – 70047-900
Tel.: (061) 410-8836 – Fax: (061) 410-9229
Home Page: Mec
E-mail: AssessoriaInternacional@gm.mec.gov.br

Conselho Nacional de Educação – CNE
Av. L2 Sul, SGAS 607 – Brasília-DF – 70200-670
Tel.: (061) 244-0387 – Fax: (061) 244-0890
Home Page: Mec.

Conselho Nacional de Secretários de Educação – CONSED
Edifício Venâncio 2000, Bloco B-50, Sala 212 – Brasília-DF – 70312-971
Tel.: (061) 225-9289 – Fax: (061) 225-9388
E-mail: consed@zaz.com.br

Informações sobre cursos de pós-graduação no Brasil: Capes

Categoria: Estudar

Tags: , , , , ,

Matérias relacionadas:



Esta matéria foi escrita por:

- que escreveu 616 artigos para o Sair do Brasil.

Olá, Sou fundadora do site Sair do Brasil!, administradora por formação e apaixonada por vários Países os quais procuro passar informações aqui no "Sair" . Espero que gostem de minhas publicações!

34 Respostas para “Transferência de Cursos e Revalidação de Diplomas”

  1. Antonio Rosa disse:

    Sou médico brasileiro com duas pós graduações, em anestesiologia e medicina do trabalho, bem como sou advogado e gostaria de validar meu diploma de médico em Montevideo, Uruguai e agradeço qualquer orientação a respeito.

  2. handria disse:

    Ola boa noite, Estudo psicologia criminal em portugal, estou no 3º ano.
    Aqui na europa existe o acordo de bolonha em que foi diminuído o tempo de estudos. No 1º ciclo são 3 anos que corresponde a licenciatura e mais 2 anos para corresponder ao mestrado que não é integrado, ou seja, é opcional. Quero voltar o ano que vem ao Brasil apenas com os 3 anos concluídos, o que determina que não farei estágio e nem dissertação (tese). Será que no Brasil conseguirei equivalência? Ou terei que estudar mais 2 anos para concluir a graduação? Será que alguma faculdade me aceitará pelo menos no 3º ano para que eu consiga concluir o curso de psicologia no Brasil?

    Obrigada

    • Patrícia Vieira disse:

      Oi Handria tive uma colega na universidade que se eu nao me engano tinha cursado psicologia nos Estados Unidos e acho que o periodo de universidade é bem semelhante ao Europeu. Ela teve q fazer quase tudo de novo. Veja se a sua universidade tem convenio com alguma aqui no Brasil. Sei que minha universidade UNISUL te convenio com varias universidades em Portugal. Boa sorte.

  3. Sou mestrando em Administração no Paraguai.
    Abri um blog para quem quiser conhecer as experiências, os cuidados, desvantagens e vantagens de fazer pós-graduação nesse país.
    O fato é que já há profissionais brasileiros lecionando no Brasil, legalmente, com título de Mestre no Paraguai.

    Abraços,

    Flávio

  4. Augusto Cesar disse:

    Sou cirurgião geral e pretendo fazer uma especialização em cirurgia plastica na Argentina. Como devo proceder para revalidar este curso no Brasil? E durante este período pretendo trabalhar na Argentina, como devo proceder?

  5. Marina disse:

    Vivo em Espanha ha 20 anos e por experiencia, aconselho que nao se aventure a vir estudar aqui. É muito dificil convalidar estudos espanhois em Brasil. Sempre colocam obstaculos. É mais facil convalidar estudos brasileiros fora de Brasil. Com o curso primario brasileiro de meu filho era tao forte que ele ganhou 2 anos adiantados aqui em Espanha.
    O curso universitario de Engenheiro Quimico nao foi convalidado. Brasil requisitou 6 materias que ele nao teve em Espanha.
    Aconselho que para estudar fora de Brasil, acreditando que é conveniente…nao o é. Melhor utilizar melhor o tempo e prepara-se bem para entrar em uma Faculdade em Brasil, do que usar de 1 a 2 anos para completar os estudos para conseguir uma convalidaçao.
    Os estudos de Brasil sao convalidados em Espanha sem problemas, pois sao completos.
    Sorte, pense bem o que voces farao com seu futuro.

  6. Adalberto disse:

    Bom dia.
    Meu nome é Adalberto Rodrigues dos Santos Junior.
    Minha filha foi passar uma temporada com a mãe em Portugal partiu dia 04/03/2009 e retornou no dia 04/07/2011.
    Em posse de todos os documentos necessários para voltar a estudar aqui no Brasil.
    Aqui próximo a minha casa tem uma escola do SESI e estão matriculando alunos, porem tem uma meta a alcançar de alunos filhos de pessoas que trabalham na indústria.
    Tenho medo que ela fique sem a vaga e gostaria de saber se temos no Brasil uma lei que nos permita a matriculá-la nesta instituição?

  7. flavia disse:

    gostaria de terminar o ensino fundamental mas sem ir a escola como eu fasso pela a interneti

  8. Regina Silva disse:

    Bom dia a todos!
    Inicialmente gostaria de “dar um toque” a todos, antes de enviarem suas mensagens, releiam o que escreveram, há tantos erros grosseiros de português, que até faz pena.
    Como podem pedir transferência, equivalência curricular, ou seja lá o que for demonstrando um tão fraco ensino fundamental?

  9. Ana Braz Machado disse:

    Olá bom dia,

    Chamo-me Ana Braz Machado tenho 23 anos e sou portuguesa. Estou inscrita num curso de Finanças Empresariais numa faculdade em Portugal mas não concluí o primeiro ano mas permaneço inscrita. Gostaria de saber que e possivel realizar a transferencia daqui para o Brasil mas para outro Curso? Terminei os exames nacionais que são equivalentes ao vestibular com a nota total de 15,8 = 7,9(corresponde as notas do Brasil)pois em Portugal as notas de 0 a 20. Gostaria também de saber qual e a nota que é preciso ter no vestibular no Brasil para entrar em Advocacia e/ou Fisioterapia?
    Agradeço a vossa disponibilidade
    Com os melhores cumprimentos

    Ana Braz Machado

  10. Aline disse:

    Olá. Sou brasileira, e estou interessada em cursar medicina na bolivia. Gostaria de saber se existe a possibilidade de eu começar a estudar lá e depois de transferir para uma faculdade brasileira de preferencia uma publica….e se não for possivel ou for mto dificil… A revalidação do diploma…estah mais facil?

    Obrigada!!

    • bruna disse:

      aline tambem estou interesada em fazer medicina na bolivia, minha duvida e a mesma que a sua, vc recebeu alguma resposta obre isso tem como vc me passar, a minha duvida e se tem como fazer a transferencia para o brasil ou caso forma na bolivia se a carteirinha e dificil de transferir ela para o brasil?
      beijos

  11. Glaucia Freitas disse:

    Gostaria de saber quais sao os cursos universitarios que podem ser reconhecidos no Brasil. Obrigada!!!

  12. HENRIQUI disse:

    Olá sou univercitario do primeiro ano de medicina nitepc Bolivia, brasileiro gostaria obter ajuda informaçoes cuanto a como convalidar diploma no brasil apos terminar o curso e tambem se posivel como transferirme desa mesma univercidade a uma univercidade publica brasileira de medicina. tambem seria de meu enterese conhecer algum pograma de becas (bolsa de estudos) para cursar medicina no brasil.
    obrigado pela atensao espero que posam ajudarme.

    • Andre disse:

      OLA A TODOS,

      TRABALHO COM TRANSFERÊNCIA E REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS E CONVALIDAÇÃO DE DISCIPLINAS DE CURSOS DE MEDICINA ESTRANGEIRO PARA UNIVERSIDADES NO BRASIL, FAVOR ENTREM EM CONTATO, TENHO 5 VAGAS OCIOSAS, POR DESISTÊNCIA DE UM GRUPO DA BOLIVIA, INTERESSADOS ENTRAR EM CONTATO COM URGÊNCIA PELO E-MAIL rodrigueslinhares@live.com que solucionamos seu problema de forma segura e legal.

  13. ilem disse:

    Queria qi me mandase a minha trasnferecia da escola qi eu estudei , pra portugal mais n sei oque fazer , como fazer .. me ajudem ..
    obrigada

  14. Olá, boa tarde.Preciso URGENTE de uma orientação.Estou para fazer mestrado em Montevidéo, mas acabei de ler no site que não tem validação no Brasil. Não há possibilidades de haver uma modificação e validar o diploma futuramente?Agradeço desde já e aguardo uma resposta. Obrigada.

  15. heder disse:

    Gostaria de cursar Medicina, na Argentina mais tenho medo de nao conseguir revalidar o diploma no Brasil para exercer a profissao. Ja sou formado em Fisioterapia e qual seria o procedimento para transferir para o Brasil?
    Grato…………..

    • luis disse:

      a coisa nao e tao facil assim
      vai ter que cursar materias novamente sobre sanitarismo, medicina tropical e medicina social, apos vai prestar uma prova de conhecimento medico, e ja te digo que o conselho federal de medicina nao gosta de estudantes de medicina de outros paises ( entre site cfm )a prova realmente e muito dificil

  16. Leili disse:

    Ola, como faço para validar meu diploma do ensino médio do Brasil na europa para curssar universidade?

  17. maira disse:

    estou indo morar na espanha ou portugal ainda este ano tenho uma filha na sexta série, basta eu levar transferencia ou preciso de uma declaração de vaga de lá? onde tenho acesso a grade curricular destes paises?
    obrigada

  18. Leticia Ballot disse:

    Ola,

    minha irmã e eu cursamos o ensino fundamental e o ensino médio todo na Alemanha. Nos concluímos o Ensino Médio (Realschule, Mittlere Reife) em 2005 no estado de Baden Würtemberg na Alemanha. Há Anos nos tentamos a equivalência dos nossos estudos para poder freqüentar uma faculdade aqui no Brasil. Porem nosso processo nunca deu resultado nenhum. Gostaria de saber se há realmente chances de que nossos estudos serem aprovados?

    ATT
    Leticia Ballot

  19. Wanderley Moreira disse:

    Sou Psicólogo formado pela PUC Minas e Mestre pela Pucsp. Miudarei para Londres e gostaria de saber se é possível revalidar meus diplomas e exercer a profissão. Obrigado pela atenção,
    Wanderley

  20. Sebastião de Souza Pinto disse:

    Bom dia, srs.!
    Lí a matéria sobre “revalidação de diplomas expedidos no exterior”. Necessito saber se há empresa ou profissional que cuida do processo para a regularização dos diplomas junto ao MEC.
    São muitas as exigências e trâmites administrativos a serem observados e tenho a necessidade de trabalhar.
    Muito obrigado.

    Sebastião de Souza Pinto
    São Paulo – Interior

  21. rita disse:

    Minha filha tem nacionalidade uruguaia e gostaria de fazer faculdade de medicina em Montevideu, que não tem vestibular. Ela moraria em casa de estudantes e tendo 18 anos, alguns familiares ficariam encarregados de ajuda-la se preciso for.Minha dúvida é se após 1 ou 2 anos de curso eu posso pedir transferencia para o Brasil, onde temos residencia fixa. (ela tem nacionalidade brasileira tbm)

  22. gisele Vasconcelos disse:

    Gostaria de saber qual eh o proesso p/ reconhecer o diploma na Inglaterra. Sou psicologa, formada na Unesp em Assis-SP e moro na Inglaterra. Quais sao os passos p/ que eu possa exercer minha profissao aqui???

    Aguardo!!

    Obrigada

    Gisele

  23. annoni disse:

    Bom dia gostaria de saber se terminado o 3 ano de ensino medio, aqui no Brasil, tem como se trasferis para uma universidade europea; qual são as proceduras para reconhecimento do diploma?
    Aguardo
    Obrigada
    Patrizia Zannoni

  24. Gostaria de reconhecer meu diploma de MEstre Eletricista em Massachusetts tudo ja carimbado pelo consulado e traduzido por tradutora publica juramentada, o negócio é que estou a 2 anos entrando e saindo de Universidade em Universidade e sempre muita burocracia e pedem sempre mais papéis e Referencia Bibliografica e eu fico sempre na espera e ainda não saiu, por ultimo agora entrei na UFSC e a espera ja passa de um ano.
    Conclusão: quero agilizar esse processo o mais rapiudo possivel e dentro da lei, tenho diploma e experiencia no Brasil e no Exterior como MEstre Eletricista, ja fazem mais de 15 anos que trabalho na area eletrica, começei como eletrotecnico e fui para Alemanha, Estados Unidos, Inglaterra e Italia sempre trabalhei e estudei e me Formei em Mestrado PRofissional como Mestre Eletricista.
    Você pode me ajudar a conseguir meu diploma reconhecido?

    Cordial


    Anderson Collodel

    http://www.collodel.zip.net

    skype – collodel

    +55 (48) 9963-2663 / 8819-6717

    • Guilherme disse:

      Olá Anderson,
      Gostaria de saber se vc obteve sucesso na revalidação do seu diploma. Eu tbm me formei com mestrado profissional em engenharia eletrica MSEE nos EUA e estou querendo revlaidar meus diplomas de graduação e mestrado no Brasil. Se puder me fornecer informação que seja util agredeceria bastante.
      Att,
      Guilherme

      • Andre disse:

        OLA A TODOS,

        TRABALHO COM TRANSFERÊNCIA E REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS E CONVALIDAÇÃO DE DISCIPLINAS DE CURSOS DE MEDICINA ENGENHARIAS E DIREITO ESTRANGEIRO PARA UNIVERSIDADES NO BRASIL, FAVOR ENTREM EM CONTATO, TENHO 5 VAGAS OCIOSAS, POR DESISTÊNCIA DE UM GRUPO DA BOLIVIA, INTERESSADOS ENTRAR EM CONTATO COM URGÊNCIA PELO E-MAIL rodrigueslinhares@live.com que solucionamos seu problema de forma segura e legal.

  25. Dayana Duarte disse:

    Olá, curso administração aqui no Brasil, porém pretendo morar nos EUA, então gostaria de saber como poderia transefrir, visto que não domino tanto o inglês para fazer uma prova de conhecimentos.
    Obrigada.

Trackbacks/Pingbacks


Deixe uma Resposta