Página Inicial Dicas Exame de proficiência em Inglês qual devo fazer? Entendendo e se preparando

Exame de proficiência em Inglês qual devo fazer? Entendendo e se preparando

exame de proficiência

Exames de proficiência em inglês: TOEFL, IELTS, Cambridge, conheça a diferença entre eles.

Uma das principais portas de saída do país é através do ingresso em uma universidade estrangeira para cursar uma graduação, mestrado ou doutorado.

E entre os requisitos solicitados no processo de aplicação para essas universidades está o exame de proficiência em inglês.

Como o nome diz, estes exames de proficiência comprovam a habilidade do estudante de se comunicar na língua inglesa. Os principais exames e os mais aceitos em universidades no mundo todo, são: TOELF, IELTS e Cambridge CPE.

As universidades podem aceitar um ou todos eles. Nesse sentido, é importante estar atento ao exame de proficiência solicitado nos pré-requisitos para admissão.

Na maioria destes exames não existe reprovação, mas sim uma nota que coloca o seu nível de inglês do básico ao avançado.

A seguir, vamos falar das particularidades de cada um dos exames e enumerar dicas para você estudar e se preparar adequadamente para as provas.

TOELF (Test of English as a Foreign Language)

O TOELF é aceito em mais de 10.000 instituições de ensino em todo o mundo, mas é mais comumente admitido em universidades norte-americanas e canadenses.

E pode ser feito no Brasil em duas modalidades: TOELF ITP (Institutional Testing Program) e TOELF IBT (Interned Based Test).

O primeiro não é indicado para quem está tentando uma vaga em uma universidade estrangeira, visto que ele só abrange duas habilidades requeridas: compreensão de texto (listening) e leitura (reading).

A melhor escolha para se aplicar a um curso no exterior no caso do TOELF é o TOELF IBT. Trata-se de um exame de proficiência mais completo que mensura suas habilidades de compreensão de texto (listening), leitura (reading), redação (writing) e conversação (speaking).

Pontuação:

A pontuação do TOELF IBT é dividida de acordo com a habilidade, sempre numa escala de 0 a 30 pontos. Somando as notas de cada modalidade, o estudante pode alcançar até 120 pontos (nota máxima do TOELF IBT).

No entanto, é importante levar em conta que cada habilidade pode ter uma pontuação de nivelamento diferente. Veja abaixo:

  • Compreensão de Texto – Alto (22 a 30), Intermediário (15 a 21), Baixo (0 a 14);
  • Leitura – Alto (22 a 30), Intermediário (15 a 21), Baixo (0 a 14);
  • Conversação – Boa (26 a 30), Satisfatória (18 a 25), Limitada (10 a 17), Insuficiente (0 a 9);
  • Redação – Boa (24 a 30), Satisfatória (17 a 23), Limitada (1 a 16).

O TOELF IBT é oferecido mais de 50 vezes ao ano e você pode refazer o teste quantas vezes desejar, tendo que aguardar apenas o período de 12 dias para prestar novamente.

Duração da Prova: 4 horas e 30 minutos
Valor do teste: USD 215
Validade: 2 anos.
Website: TOELF

IELTS (International English Language Testing System)

O IELTS é uma certificação mais aceita na comunidade europeia. Então, se você está planejando estudar no velho continente, este exame é a melhor escolha. Mais de 9.000 organizações em 140 países aceitam o IELTS.

O exame de proficiência é administrado pelo British Council e foi criado pela Universidade de Cambridge.

Assim como o TOELF, o IELTS abrange 4 habilidades principais essenciais para comunicação: Listening, Reading, Writing, Speaking.

O IELTS também é apresentado em duas modalidades: IELTS Academic e IELTS General Training.

O Academic, como o próprio nome diz, é um exame direcionado para a candidatos que estão pleiteando uma vaga numa universidade.

Já o outro exame, General Training, é mais ideal para quem está buscando um visto com outros propósitos, como imigração ou trabalho.

Pontuação:

A notas no IELTS são medidas numa escala de 1 a 9, em que 1 é considerada uma pessoa que ainda não consegue usar a língua, exceto por algumas poucas palavras isoladas, e 9 um usuário experiente com comando totalmente operacional da língua.

Como no TOELF, você também ganha uma nota independente em cada habilidade, até chegar numa média final.

Duração da Prova: O legal do IELTS é que você não tem que fazer todas as provas num dia. As provas que compreendem as habilidades Reading (60 minutos), Writing (60 minutos) e Listening (40 minutos) podem ser feitas em até 2 horas e 40 minutos. A prova oral (Speaking) pode ser marcada 1 semana antes ou depois da prova escrita dependendo da disponibilidade.

Essa prova de tem duração de cerca de 10 a 14 minutos.

Valor: R$800
Validade: O certificado IELTS não apresenta data, mas como padrão internacional, as universidades recomendam que qualquer teste de proficiência seja aceito num período máximo de 2 anos.
Website: IELTS

CAMBRIDGE CPE (Certificate of Proficiency in English)

Criado pelo UCLES – University of Cambridge for Local Examinations Syndicate, este exame de proficiência inicialmente era apenas aplicado para professores de inglês que não eram nativos da língua inglesa.

Hoje, mais de 20.000 instituições em todo o mundo aceitam o CPE como certificação de inglês, a maioria delas na Europa. A Cambridge também possui outras certificações de inglês, como FCE (First Certificate in English) e o CAE (Certificate of Advanced English), mas para ingressar numa universidade, o mais aceito ainda é o CPE.

Este exame de proficiência também tem o mesmo formato do IELTS e TOELF Ibt em habilidades: Reading, Writing, Listening, Speaking. A desvantagem do exame de Cambridge, é que ele não é aplicado muitas vezes anualmente. Este ano (2017), por exemplo, o exame teve 7 datas.

Pontuação:

Todos os exames de Cambridge têm uma escala de pontuação única chamada Cambridge English Scale, que vai de A1 – nível mais básico, ao C2 – Nível avançado. O CPE engloba os níveis C1 e C2, ambos avançados, que compreendem uma pontuação de 180 a 230 pontos.

Duração da Prova: A prova CPE é um pouco mais longa que as outras e por isso pode ser cansativa. Apenas de Reading and Writing o estudante poderá gastar até 3 horas. Já a prova de Listening, 40 minutos e Speaking, 16 minutos. Tempo total da prova: 4 horas.

Valor: EUR 188
Validade: Assim como o IELTS, o exame de Cambridge não tem data de validade, mas por padrão internacional, é importante renovar a cada dois anos.
Website: Cambridge

Dicas para te ajudar na hora de estudar

1) Você não precisa começar do básico: você não precisa estudar novamente o verbo “be”. Estude pelos guias dos exames. Cada um deles possui gratuitamente em seus sites, um conteúdo semelhante ao que é aplicado no dia da prova.
Acesse aqui: TOELF, IELTS, Cambridge CPE

2) Aumente sua exposição ao inglês: gosta de assistir filmes? Tire a legenda. Isso vai treinar os seus ouvidos para o teste Listening. Mesma dica para o teste Reading. Está pensando em comprar um livro novo? Por que não na língua inglesa?

3) Provas anteriores: nada melhor do que fazer um simulado para você mesmo, treinando a partir de provas já aplicadas. Os conteúdos você encontra nos websites oficiais dos exames.

4) Faça um curso preparatório: se você tem condições de se preparar fazendo um curso preparatório não deixe essa opção passar, pois isso pode sim fazer toda a diferença no seu exame, nestes cursos você será direcionado por professores com experiência e prática nos exames, visto que muitos deles são também os aplicadores.

5) Youtube can be your friend: Há diversas videoaulas no YouTube para estudantes que estão se preparando para exames de proficiência. Se você não está podendo pagar um cursinho, essa pode ser uma boa alternativa.

6) Faça exercícios com cronômetro: no dia da prova você terá durações específicas para realizar cada exame. Se desafie e simule o ambiente da prova. Cronometre em quanto tempo você consegue completar cada habilidade, até atingir uma duração ideal.

Anotou as dicas e já sabe um pouco de cada exame? Agora é só cruzar os dedos, escolher o seu exame, marcar a data da prova e estudar bastante. Boa sorte!

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta