Página Inicial Outros Notícias Impostos sobem na Grécia

Impostos sobem na Grécia

Está tudo mais caro na Grécia. Atenas começou a aplicar, esta segunda-feira, o aumento dos impostos, incluindo o IVA, previstos no plano de austeridade. O objectivo é reduzir em 4% o défice só este ano.

As subidas variam entre os 0,5 e os 2%, com o calçado e a roupa a sofrerem a maior subida (21%). O aumento do IVA vai permitir recuperar 1,3 mil milhões de euros, ou seja, 0,5% do PIB, enquanto a subida do imposto sobre os produtos petrolíferos vai permitir arrecadar mais 1,1 mil milhões de euros, o que corresponde a 0,4% do PIB.

Os gregos, esses, queixam-se.

Um reformado conta que já era afetado mas agora a situação vai ficar pior, pois vive apenas com uma pensão.

Outra grega explica: “Vai influenciar a minha forma de fazer compras. Provavelmente não afetará em termos de produtos alimentares, pois a subida é de um por cento, mas nos outros produtos vai”.

As grandes empresas anunciaram que não vão aumentar ou vão limitar as subidas dos preços dos produtos, mas Constantine Mihalos, presidente da Câmara de Comércio de Atenas, garante que as pequenas e médias empresas não o poderão fazer: As PME’s “não se podem dar ao luxo de baixar os preços, pois nos últimos dois anos, com o despoletar da crise a nível mundial, chegaram a um ponto em que não se pode mesmo falar de lucros”.

A subida do IVA é apenas umas das medidas previstas. Os gregos contestam o plano de austeridade, mas uma sondagem recente mostra que um em cada seis gregos reconhece que o governo não tinha escolha.

Por: euronews

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta