Página Inicial Estudar Erasmus

Erasmus

O programa criado pela União Européia tenta aumentar o intercâmbio de estudantes dentro da comunidade.

A decisão de fazer uma faculdade na Europa não é fácil. É preciso ver a questão das disciplinas a serem estudadas, se a sua formação no Brasil será aceita, como será a forma de pagamento e, claro, em que universidade e em qual país você quer estudar.

Bem, se você tiver passaporte europeu, saiba que as coisas podem ser mais fáceis. Além de conseguir ajuda para o pagamento do curso (sistema de empréstimo fornecido pelo governo), você ainda pode acabar fazendo parte da faculdade em um outro país europeu através do programa conhecido como Erasmus.

Como funciona?

Por exemplo: se você for estudante de uma universidade britânica, pode aplicar para participar do programa. O departamento a qual sua faculdade está filiada irá (exemplo, departamento de Educação, se você está estudando Letras) lhe fornecer uma lista de instituições em toda a Europa que estão conveniadas.

Algumas das universidades envolvidas no projeto criaram módulos para os estrangeiros e, desta forma, as matérias serão lecionadas em inglês, como acontece em países como Suécia ou Polônia. Mas para alguns países, como França, Itália ou Espanha, é preciso dominar a língua local antes de se inscrever. O curso tem a duração de um semestre, onde o estudante terá que apresentar trabalhos, escrever monografias, ou seja, sem tempo para aprender uma nova língua. Se você não é fluente e quer arriscar, a dica é aproveitar um dos cursos gratuitos de língua que a universidade que irá lhe acolher pode estar fornecendo.

Linda Pazos tem passaporte espanhol. No início de 2007, resolveu deixar a Universidade de Granada, na Espanha, por um semestre na London Metropolitan, em Londres. Após cumprir um semestre, gostou tanto da experiência que resolveu transferir o curso para cá. “Uma experiência fantástica. Claro que não é fácil começar em uma cidade onde não se conhece ninguém e numa faculdade onde as regras são diferentes de onde eu estudava anteriormente. Mas depois que você se adapta, tudo fica bem mais interessante”, confessa. Normalmente o programa evita que estudantes acabem transferindo o curso para outro país, mas casos acontecem.

Pré-requesitos

Além de ter passaporte europeu, o candidato precisa estar devidamente matriculado com a universidade antes de aplicar. Após conversar com representantes do departamento responsável pelo programa, é preciso entrar em contato com a universidade onde você quer fazer o intercâmbio e começar um trabalho pessoal de pesquisa. “Nós damos a ajuda, mas é fundamental que o estudante procure os módulos que vai estudar e também saiba quantos créditos vai receber pelo semestre”, informou um representante do Departamento Internacional da London Metropolitan.

E esse é um passo muito importante. Em primeiro lugar, é preciso escolher matérias compatíveis com os módulos que você estaria fazendo aqui em Londres. Só assim, quando você voltar, as disciplinas estudadas serão contabilizadas. Outro detalhe importante é saber o número de créditos. Normalmente, as universidades britânicas trabalham com uma pontuação de cerca de 30 créditos por semestre ( no caso de estudantes full time). Se você voltar com menos créditos, terá que fazer outras matérias para atingir esse número.

Ajuda de Custo

eu_map

Após preencher todos os documentos e com todas as informações na mão, o estudante só precisa esperar uma decisão formal vinda da União Européia. Alem de não pagar pelo curso no outro país da Europa, ainda é possível conseguir uma ajuda de custo, que gira em torno de 400 euros por mês, durante o período do intercâmbio.

Saiba que fica a cargo do estudante encontrar acomodação e se manter durante o semestre feito no exterior. Também é fundamental preencher todos os formulários durante o curso para continuar recebendo a bolsa e conseguir isenção nos módulos, assim que voltar para a sua universidade.

Boa parte dos detalhes, você consegue através do departamento responsável por assuntos internacionais ou europeus da sua universidade. Mas se já quiser ir ficando por dentro do programa, acesse: Erasmus

Boa escolha e bons estudos!!

Matéria feita por: Rafael Pieroni

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Olá Caio, boa tarde
    Sua pergunta ficou um tanto ampla poderia me informar em qual país pretende fazer faculdade? e se possível qual o curso. Pois em alguns países os requisitos para entrar na faculdade variam um pouco.
    Assim fica mais fácil para lhe ajudar

    Atenciosamente,
    Tatiane Dias

  2. Olá,

    Sou brasileiro naturalizado italiano, formado em Publicidade e Propaganda, e desejo continuar meus estudos na Espanha.
    Qual o melhor caminho para eu conseguir uma bolsa?
    Já tenho idéia do curso que vou fazer, mas quero analisar todas as possibilidades antes de tomar minha decisão.

    Obrigado,

    Rodolpho

  3. oii…eu tenho 16 naos…to no primiro ano do ensino medio aqui no Brasil..Termino o ensino médio em 2010..e quero fazer faculdade na Italia;em Milao…Sou brasileira sem descendencia italiana….Gostaria de saber mais sobre estudar em milao…tenho amigos que moram lá…Quero ir para italia asim que acabar o colegial…vou estar com 19 anos..meus pais me apoiam e vao me ajudar em tudo….poderiam me informar mais em como fazer para estudar na italia??
    obrigado….

  4. Estou estudando em Paris e gostaria de obter informaçãoes a respeito de oportunidade de trabalho nos finais de semana e nas minhas horas vagas.
    Grata.

  5. Ola!
    Sou estudante de Psicologia, estou no ultimo ano, e agora fazendo estagio na Polonia, e aprendendo a lingua tambem! Pois trabalho com o ingles… Gostaria de saber se eh possivel eu fazer algumas materias na Universidade Opolskie, em Opola e ser validadas no Brasil. Estudo na Universidade Federal de Santa Catarina, obrigada!

  6. Olá !! tenho passaporte italiano …moro no brasil …terminei o primeiro semestre de musica na unisantanna…mas quero fazer uma faculdade na italia … como faço ?

  7. OLÁ SOU BRASILEIRA E VIVO EM PORTUGAL HA 6 ANOS, GOSTARIA DE SABER , SE AMINHA SOBRINHA Q TEM 18 ANOS E TERMINOU O ESTUDO ELA QUER ENTAR NA FACULDADE DE FIZIOTERAPIA , MAS NÃO CONSEGUE PAGAR NO BRASIL, EU QUERIA VER ESSE ERASMUS COMO FUNCIONA? E COMO ELA FAZ PARA GANHAR UMA BOUÇA E VIR ESTUDAR AQUI EM PORTUGAL………LUCIANA OBRIGADA

  8. Olá, sou Leonardo e estudo design gráfico na universidade federal do paraná…gostaria se posso entrar no programa erasmus mesmo estudando aqui…
    queria tentar uma universidade em portugal…

  9. Nossa! Com esse português você não consegue nem uma vaga em universidade brasileira, imagina o Erasmus! Nem o nome do programa souber escrever direito!
    Affff

  10. Oi sou brasileira,faço fisioterapia e faltam 2 semestre para terminar minha faculdade,eu gostaria de saber como faço e o que preciso para fazer uma pos graduaçao na frança ou na suiça….obrigadaa!!

  11. Olá. Gostaria de informações sobre como posso conseguir uma bolsa para cursar psicologia em Portugal através do Erasmos. Tenho em vista a Universidade do Algarve embora não saiba ao certo se o programa a abrange. Este ano termino o ensino médio e gostaria de já ir pensando na possibilidade.

    Grata.

Deixe uma resposta