Página Inicial Emprego Como ir para o EUA no programa de au pair

Como ir para o EUA no programa de au pair

Como vir?

Só há um modo de ser au pair nos EUA: através de agência. Muitas trabalham com visto de estudante (ilegal e pode resultar em deportação), mas não são au pairs, apesar de se considerarem, são estudantes que trabalham como nanny.

As agências principais são: Cultural Care (CC), Au Pair Care (APC), Au Pair in America (APIA), InterExchange, EurAuPair, Au Pair Foundation (APF), Go Au Pair. No total são 12, cerca de 5 são as que não aceitam brasileiras ou não tem filial no Brasil e por isso não estão na lista. As famílias pagam à agência entre USD$ 4,990 e USD$ 6,995 por ano para ter uma au pair em casa. Já a au pair, entre USD$ 500 e USD$ 950, dependendo da agência (pagos na verdade aos representantes brasileiros das agências americanas).

Na agência, entrega-se um formulário preenchido com informações pessoais e profissionais, fotos, e carta à família escritos pela candidata, que será enviado aos EUA para avaliação e depois posto para as famílias verem e contatarem aquelas que lhe interessam mais. Se a família gostar da candidata e vice-versa, é feita a seleção, e a candidata recebe os papéis com as informações necessárias para o visto, a serem entregues durante a entrevista ao agente consular. Caso o visto seja concedido, os papéis não são devolvidos, apenas o DS-2019, que volta lacrado e assim deverá permanecer. Apenas o oficial de imigração poderá abrir.

A passagem Brasil-Estados Unidos é paga pela família, e do local do treinamento (entre 3 e 5 dias em NYC – varia de agência para agência – estudando sobre crianças e as leis e costumes americanos, Primeiros Socorros, CPR) até a casa também. A au pair só paga pelo excesso de bagagem, se houver.

Matéria feita por: Malu

COMPARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Minha filha pretende ir para os Estados Unidos no programa au Pair (ela tem 22 anos e cursa o oitavo período de Psicologia na PUCPR). Entramos em contato com duas Agencias e as informações foram as mesmas, ocorre que ela tem dupla cidadania (Brasil/Espanha) e elas dizem que não podem fazer o processo como Espanhola, somente como Brasileira onde o nível de exigências é maior. Isso está correto ou é falta de informação dessas agencias. Como proceder para efutuar o processo como Espanhola.

  2. Olá, estou mandando meu currículum, minha preferência é para o Exterior.

    Sou brasileira, solteira,40 anos, com uma ´tima disposição para trabalhar.
    Eu aguardo retorno, obrigada: Marlene

  3. ola sou a vanessa,solteira ,com 27 anos d idade.Gostaria muito d ir p os estados unidos .nova york d poreferencia p trabalhar e tentar construir um futuro.Se puderem m ajudar agradeço tenho muita disponibilidade p trabalhar. grataz desde ja aguardo um retorno

Deixe uma resposta