Página Inicial Dicas Lançado novo guia eletrônico para brasileiros no exterior

Lançado novo guia eletrônico para brasileiros no exterior

Agora os brasileiros que vivem no exterior contam com um novo sistema de busca de produtos e serviços. O site “Falamos Português” (www.falamosportugues.com), um guia eletrônico que conta com uma enorme relação de estabelecimentos de língua portuguesa no mundo todo, foi lançado com o objetivo de facilitar a localização das comunidades brasileiras nos quatro cantos do planeta. O site se propõe a ser o mais completo mapa interativo da língua portuguesa no exterior, onde você possa encontrar desde uma churrascaria na Austrália, até o CD de seu cantor favorito em Nova Iorque.

A iniciativa, além de concentrar os guias de cada país em um único site, conta com um sistema de busca com mapa integrado, que facilita a localização precisa dos estabelecimentos e fornece todas as informações necessárias para que o usuário encontre rapidamente o que procura. O funcionamento de busca do site é bastante simples. Selecionando um país, o guia já apresenta a relação das categorias disponíveis para busca. Os resultados aparecerão tanto em uma lista alfabética no lado esquerdo da tela, como também em pontos demarcados no mapa.  A partir daí o usuário conta com uma gama de informações que vão desde os dados de contato, até a melhor rota para chegar até lá.

Outra vantagem oferecida é que o cadastro no site é totalmente gratuito. Ou seja, toda pessoa que possui um estabelecimento no exterior, que seja destinado ao público brasileiro, pode participar. O cadastramento no site leva menos de 10 minutos para ser feito. Em 48 horas a aprovação é realizada e as informações já vão para o ar. Assim, quem se cadastrar, além de usufruir de um espaço gratuito para divulgação de seu negócio, estará ajudando a aumentar a rede de informações disponíveis para todos aqueles que se interessam pelos produtos e serviços de língua portuguesa no mundo todo.

Por que “Falamos Português”?
Quem já morou fora do Brasil sabe que mesmo quando nos adaptamos aos costumes e à cultura do novo país, sempre existe alguma coisa da qual sentimos falta, seja da comida, da música, do futebol ou simplesmente de alguém que fale a nossa língua. Isto faz com que as comunidades étnicas cresçam significativamente nos quatro cantos do mundo.

Em muitos lugares estes estabe­lecimentos não estão necessariamente concentrados geograficamente, e o único fator que garante a unificação destas comunidades é a língua. Foi daí que surgiu o nome do site, afinal, nada melhor do que as famosas placas “Falamos Português” para sabermos que estamos “em casa”.

A idéia do site surgiu com base em uma constatação bastante simples quanto à característica das comunidades brasileiras no exterior: elas estão sempre em constate renovação. São pessoas novas chegando, com sonhos e expectativas, e outras pessoas indo embora para tentar algo melhor em outra cidade, estado ou país. Isso faz com que haja uma integração entre as comunidades, não só dentro de um país, mas no mundo todo. Foi pensando neste fato que o “Falamos Português” desenvolveu toda sua estrutura de uma forma que possa, não só atingir usuários dos mais diversos países, mas também incentivar esta integração.

Com todas estas informações, organi­zadas e centralizadas em um único site, o usuário pode encontrar o que procura de forma fácil, sendo ele imigrante, estudante, turista ou até mesmo alguém que só queira matar a curiosidade e conhecer um pouco mais sobre a comunidade em outro local.

Esta é exatamente a proposta do Falamos Português, disponibilizar um espaço gratuito na internet onde todas as pessoas que tenham um produto ou serviço a oferecer se comuniquem mais facilmente com aquelas que estão procurando, interagindo e fortalecendo as comunidades de língua portuguesa.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Excelente dica! Moro na Australia e uso este website regularmente. Eles possuem uma revista chamada Falamos Portugues Magazine tambem, destinada a comunidade brasileira.

    Grande abraco,
    Joao

Deixe uma resposta