Página Inicial Destino Américas Parques de Orlando: Sea World

Parques de Orlando: Sea World

O Sea World é um parque onde é possível ter contato com a vida marinha por meio das suas atrações. Em todas elas, fica clara a mensagem sobre o quanto é importante a preservação dos nossos oceanos.

Este é o menor dos parques visitados, mas não menos agradável ou surpreendente. A grande atração são os animais marinhos e os shows com golfinhos, leões marinhos e orcas. A Shamu é a mais famosa delas, algumas atrações e shows levam seu nome, embora ela não se apresente mais. É um parque para relaxar e “dar um tempo” no ritmo frenético de Orlando.

Existem tanques de arraias, de jacarés (ou crocodilos, não sei diferenciá-los), tartarugas marinhas e piscinas com vários golfinhos. Nelas, é possível alimentá-los ao preço de USD 7,00. Assim, em determinadas horas, um monte de crianças se juntam de um lado da mureta e do outro lado, os golfinhos esperam, ansiosamente, pelas deliciosas sardinhas. É muito interessante observar a interação das crianças com os animais.

Outra atração do parque são os aquários: corais, peixes de todas as cores e tamanhos, pinguins, golfinhos e tubarões. O mais impressionante deles, sem dúvida alguma, é o Shark Encounter: onde somos levados por uma esteira rolante para dentro de um túnel de acrílico e, acima de nossas cabeças, inúmeros tubarões de todas as espécies: branco, martelo, espada, o nosso conhecido cação. Incrível!!!

Como em todos os parques, existem brinquedos para todas as idades, mas infelizmente, não tive tempo de observar a parte dos pequeninos, chamada de Shamu’s Happy Harbor. Lembro que as cores despertaram minha atenção e imagino que a crinaçada deve se divertir muito nesse cantinho.

No entanto, para os crescidos assim como nós, as atrações mais incrivéis são:

  • Kraken: montanha-russa suspensa, onde as perninhas ficam balançando. Nessa eu não fui, mas minha sobrinha e minha enteada disseram que ela é mais assustadora por fora do que “por dentro”.

  • Wild Artic Ride: simulador de uma viagem ao continente gelado.
  • Manta: a montanha-russa mais famosa do parque, onde a gente fica praticamente de barriga pra baixo durante todo percurso. O ponto alto vem ao final de uma queda onde se tem a impressão de os pés encostam na água (efeito do chafariz instalado estrategicamente abaixo dos trilhos).

  • Skytower: torre que possibilita a visão panorâmica de todo o parque e entorno. A vista é linda! Imperdível!!!

De todas as atrações, a que mais gostamos foi Journey to Atlantis: a gente entra num barquinho e vai passeando por um “rio” dentro do templo da civilização de Atlantis. Ao sair do templo e o barquinho vai subindo pelos trilhos, de onde se pode avistar a International Drive. Depois, a gente volta a entrar dentro do templo e surpresa!: uma queda eletrizante que espalha água por todos os lados. Quando a gente pensa que esse foi o ponto alto do passeio, o “rio” termina e começa uma mini montanha-russa, com algumas curvas emocionantes. Fantástico!!! De tirar o fôlego!!!

Dos shows que existem no Sea World, assistimos o Blue Horizons, uma história contada com golfinhos, aves exóticas e muito malabarismo humano e dos animais. Lindo!!! Vimos também One Ocean, com as orcas: show bonito, com uma mensagem correta, mas eu esperava mais. Perdeu um pouco do encanto, pois os treinadores não podem interagir com as orcas devido ao acidente ocorrido no parque em 2010 (quando uma treinadora foi morta por uma baleia).

Infelizmente, nesse dia não teve o Reflections, espetáculo de luz e projeções na água. Mas, se você tiver a oportunidade não perca, o show é lindíssimo e emocionante!!! Atração certa na nossa próxima visita ao Sea World.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta