Página Inicial Vistos Imigração Dicas para mulheres planejando imigrar para o Canadá

Dicas para mulheres planejando imigrar para o Canadá

Neste artigo vamos mostrar situações comuns nas quais as mulheres podem encontrar ao imigrar para o Canadá. Estamos sempre abertos a incluir novas informações. Compartilhe o que você passou, o que você conhece…

Ideias para todas as mulheres

  • Considere aprender algumas novas habilidades antes de vir para o Canadá. Pense sobre trabalhos que não exigem muitas habilidades de linguagem, tais como cabeleireira, esteticista, motorista, encanadora ou jardineira.
  • Se você tem um emprego de prestígio em seu país de origem, pense sobre o futuro e imagine-se fazendo um trabalho comum por alguns anos ou até mesmo uma mudança de carreira e pergunte a si mesma como você se sente a respeito disto. Lembre-se que as percepções que temos sobre as profissões e muitas carreiras variam de um país a outro.
  • Considere a possibilidade de trocar de carreira depois de imigrar; redescubra seus talentos.
  • Esteja pronta para um momento muito difícil depois de chegar ao Canadá, porque, em momentos de dificuldade, as mulheres pagam um preço dobrado: elas têm que lidar com seus próprios problemas e, ao mesmo tempo, confortar os membros de suas famílias que também estão experimentando dificuldades.
  • Não fique em casa sozinha. Frequentes cursos e sessões de treinamento; vá ao seu centro comunitário, biblioteca e conheça pessoas.
  • Sempre carregue seus documentos (carteira de motorista, cartão de saúde, etc). No entanto, outros documentos (como o seu passaporte) devem ser mantidos em um lugar seguro. Você pode levar uma fotocópia destes documentos com você. Nunca empreste ou deixe que outra pessoa os guarde.
  • Mulheres e homens devem ter o mesmo status. Aprenda seus direitos no Canadá e tenha certeza que você não seja discriminada ou mal-tratada.
  • Prepare uma lista de recursos gratuitos que você pode usar para procurar trabalho.
  • Tenha um médico de família e peça ajuda sempre que não se sentir bem; faça seus exames de prevenção de câncer todos os anos. As mulheres devem cuidar de sua própria saúde.
  • Cuide do seu corpo e mente: caminhar, dançar, patinar, meditar, cantar, ter um hobby é muito bom para você.
  • Se você tem uma religião, procure por uma comunidade religiosa para participar.
  • Conheça pessoas além de sua comunidade cultural. Aproveite a vida multicultural do Canadá e faça novos amigos.
  • Lembre-se que todos temos sotaque. As pessoas que nasceram em Toronto falam com o sotaque de Toronto. Isso não os faz melhores, apenas diferentes de você e de nós.
  • Acredite em si mesma e em suas habilidades; você sabe fazer muitas coisas. Mulheres de todas as partes do mundo são pessoas que sabem fazer múltiplas atividades.

Mulheres imigrando sozinhas

  • As mulheres não devem sentir medo de imigrar sozinhas. A imigração é uma oportunidade de aprender muito, fazer novos amigos e ser independente.
  • Se seu inglês não é muito bom, a primeira coisa a fazer é frequentar uma escola LINC ou ELS e fazer amizades entre os colegas de sala de aula.
  • Envolva-se em atividades onde você conheça pessoas e que promovam amizades.

Mães Solteiras

  • Educar crianças sozinha é muito difícil em qualquer país. Uma vez que você chegue no Canadá, aprenda os costumes locais e leis para interagir com os professores e membros da escola de seus filhos. Procure por ajuda no seu centro comunitário.
  • Localize todas as fontes disponíveis, tais como voluntários, lugares para as crianças ficarem depois da escola, etc para prover bons cuidados para as suas crianças e ao mesmo tempo permitir que você faça coisas sozinha para o seu próprio bem-estar.
  • Esforce-se para conhecer pessoas e fazer amigos; você precisa de amigos adultos com quem você possa trocar ideias e ter algumas atividades de lazer.

Mulheres imigrando com suas famílias

  • A primeira coisa que você deve lembrar é que a sua família pode ser um excelente sistema de suporte para você, mas eles podem também representar uma importante fonte de estresse se eles contam apenas com você para dar-lhes suporte e conforto.
  • Se antes de vir para o Canadá você tem uma empregada doméstica, uma babá ou alguém de fora ou familiar para ajudar nos trabalhos domésticos, teste sua família antes de decidir imigrar. Por um mês ou dois não use ajuda de fora, coloque seu parceiro e as crianças para fazer as tarefas domésticas, não para “ajudar”, mas para dividir o trabalho de maneira igual, claro que dependendo da idade das crianças. Se eles não fizerem as tarefas ou reclamarem sempre, pense nisso, pois há grandes chances de que nos próximos anos esta será a sua vida. Talvez você queira saber se é isso o que você quer para você.
  • É muito difícil achar um equilíbrio entre família e trabalho no Canadá. Esteja atenta porque tradicionalmente as mulheres trabalham mais horas e mais intensamente em casa e trabalham muito também nos seus empregos. Isto pode levar a um estado de estresse físico e emocional. Ao dividir as tarefas domésticas, você estará cuidando de sua saúde e manterá uma atitude positiva em relação a sua família e trabalho.
  • Discuta com seu parceiro seus novos papéis como pais e cônjuges, e tente criar algumas estratégias para promover o bem-estar de todos os membros da família (atividades coletivas de lazer, responsabilidades compartilhadas, horários individuais para hobbies, etc)
  • Embora você tenha uma família, cultive suas próprias amizades. Converse com outras mulheres imigrantes que estejam no Canadá há mais tempo e veja quais mensagens positivas você pode aprender com elas.
  • O bem estar dos seus filhos depende da consistência das regras que seu parceiro e você estabeleçam e empreguem na educação deles.
  • Na maioria das famílias imigrantes, as mulheres são as cabeças da família, porque elas são as que provêm a maioria das fontes de vida (de renda familiar à alimentação) e esta situação pode gerar tensão e criar problemas na relação com seus parceiros.
  • Geralmente, as mulheres acreditam que se elas estão deprimidas, a família inteira sofrerá, porque das mulheres se espera (e elas esperam de si mesmas) que sejam o pilar da família. Entretanto, se você não se sente bem, você deve procurar ajuda e não fingir que está bem para o bem dos outros; somente uma pessoa que está se sentido bem deve cuidar de outras.
  • Se você foi “sponsored” para vir ao Canadá, a separação ou divórcio pode prejudicar sua chance de ficar no país. Você pode não ter direito a ficar no Canadá. Você pode se inscrever para tornar-se ?landed immigrant? sozinha. Se suas crianças foram também ?sponsored?, depende da pessoa que a trouxe para o Canadá continuar ou não com o processo.

Assuntos para os pais

  • No Canadá, qualquer punição física é considerada inadequada (até mesmo um tapa na bunda) e na escola as crianças aprenderão que podem chamar a polícia para qualquer ajuda se alguém ameaçá-las (gritar, segurar o braço com força, etc). Muitos pais sentem-se confusos por esta lei e não sabem como estabelecer limites para seus filhos neste ambiente.
  • Dada esta confusão sobre como disciplinar as crianças, alguns filhos irão ao extremo de chantagear os pais dizendo “se você gritar comigo eu chamo a polícia” ou “Eu vou contar a polícia que você me agrediu”.
  • É recomendável que você faça um curso ou discuta com um conselheiro qual são as maneiras mais efetivas de educar suas crianças no Canadá.
  • Apesar destas leis, abusos contra crianças ocorrem no Canadá de muitas maneiras. Você deve educar seus filhos para que eles saibam respeitar os outros e esperar respeito para si mesmos, identificar situações de perigo e saber que eles podem contar com você para ajuda.
  • Use outras famílias imigrantes que você considere bem-sucedidas na educação de seus filhos como um modelo. Peça-lhes sugestões quando você se deparar com dificuldades.
COMPARTILHAR

26 COMENTÁRIOS

  1. Olá Salut Bonjour !! rsrs

    Puxa vida que excelente post que vcs colocaram!!
    Recentemente, enviei o dossiê para tentar imigração para Québec e o mais interessante é q a maioria das pessoas que estão tentando, é casada. E eu sou solteira e não tenho filhos, mas estou com toda a disponibilidade do mundo para mudar de vida e até mesmo ter q encarar uma outra profissão. (sou secretária e sou Formada em Letras (não adianta muito) )
    Eu realmente espero conseguir !
    Tenho uma dúvida, sei q se eu conseguir passar no processo de imigração, uma vez lá, não conseguirei trabalho imediatamente na minha área, até pq meu inglês e francês não posso afirmar que são fluente !!! Dessa forma pergunto : É possível encontrar QUALQUER emprego rapidamente ? Se sim, qual tipo de emprego ??
    Um abraço,

    Jenny

  2. @ Jenny

    Olha, existem muitos brasileiros trabalhando ilegalmente, principalmente em restaurantes brasileiros.

    Alguns ficam o dia inteiro passeando com cavalo no jocquey, outro estava se virando dando aula de rappel para peão de obra, enfim… o que vale é sua criatividade.

    Se você quer fazer pela grana, cuidado. Se o que você procura é apenas experiência de trabalho, aconselho que você procure um programa de trabalho voluntario. Existem milhares em Vancouver e é bem legal, pois você vai ter contato direto com a cultura local e melhorar muito seu inglês…

    Abraços,

  3. Muito obrigada por sua atenção.
    Na verdade não estou tentando por questão financeiras não (sei q é importante mas não é o fundamental).
    Na verdade quero aproveitar p DOMINAR outro idioma, conhecer outra cultura e quem sabe tentar outra profissão.
    Gostei muito da sua dica sobre trabalhos voluntários.

    Um abraço,

    Jenny

  4. adorei apostagem. essas dicas sao essenssiais as mulheres,nao só as que pretendem ir ao Canada,mas a todas que moram fora. Moro a 3 anos e meio na Irlanda. Ja fui bancária,vendedora , gerente de floricultura no Brasil, tinha empregada,inclusive. Hoje sou eu quem limpo a casa dos outros,sou cleaner. Meu maior desejo é poder viver e trabalhar legamente no Canadá. Nao tenho nível superior,conclui apenas o ensino secundário. Meu ingles é considerado bom e qualquer informacao a esse respeito sera muito bem vinda. Como conseguir o visto,documentos exigidos,etc… Obrigado,abracos.
    Vcs estao de parabéns pelo servico prestado!

  5. Ola eu sou brasileira e minha filha tbm mais eu me casei no japao por esta como dekassegui meu marido e canadense so k agora nw sei de seu paradeiro e ainda continuo casada no papel seria possivel k minha filha possa obter a dupla nacionalidade? e morarmos no canada? ela teria algum direito mesmo eu nw sabendo onde encontrar lo e oke eu teria ke fazer se eu kzerse morar no canada porke ele nos abandonou,seria possivel eu morar no canada e trabalhar? atualmente estou no japao com minhas filhas trabalhando aki porke minha mae e japonesa e sou nissei mas gostaria de morar fora do brasil e o japao seria so pra trabalho minha filha tem o direito de ter a dupla nacionalidade seria possivel?aguardo suas respostas atenciosamente Paula.

  6. @Anna Paula – Olha, infelizmente eu não vou saber sanar suas dúvidas. Seu caso é bem específico (pra não dizer único). Você pode entrar em contato com o consulado canadense no Japão, acredito que as informações por eles prestadas serão muito mais concisas do que eu dizer “o que eu acho”, entende??

    Bom, qualquer coisa, é só voltar aqui, ok ?

    Abraços, e sucesso pra você Anna Paula!!
    😉

  7. hola..tudo bem!espero que sim,,sou brasileira vivendo atualmente em MEXICO ,quero ir a CANADA trabalhar,so que infelizmente nao falo o idioma mas mesmo assim vou com a cara e a coragem ,nao conheço nada e ninguem,por favor da me uma dica onde viver ja que o dinheiro que levo e pouquissimo,enfim como sobreviver em um lugar toalmente desconhecido,o que fazer?? aguardo seu contato e desde ja obrigado

    • O objetivo do site é justamente este, mostrar como é a vida por aqui.

      Peço que explore com mais calma e paciência as seções de nosso site, pois sempre postamos dicas relacionadas ao assunto que você deseja.

      OK ?

  8. Apenas uma correção: se a pessoa foi sponsored e o visto já foi emitido, não há como voltar atrás. E uma vez feito o landing, a mesma pode pedir o divórcio no mesmo dia que não perderá o status de residente permanente no Canadá. É isso o que muita gente quer que mude.

    Neste site pode-se ver o caso de pessoas que foram vítimas de fraudes no casamento e abandonadas após: http://www.stopmarriagefraud.ca/ Também tem video no Youtube.

  9. Bom dia.
    Sou graduada em Estética pela Universidade Anhembi Morumbi. Você sabe se o Canadá reconhece esse curso? Como está essa área de trabalho no Canadá?

    Obrigada

  10. sou cabelereiro atuando a 1 ano no mercado com cursos em algumas areas relacionadas a cabelo,como faco para me cadastrar para trabalhar em outros paises existe alguma forma de se cadastrar?
    pois não quero só crescer e ganhar algum direinho,mas tambem aprender

  11. Oi sou Luzinete e gostaria de saber se tenho ha alguma possibilida de e trabalhar e morar no Canada,
    sou casada e tenho um filho de 19 anos seria no caso para nos tres.
    sou professora de Educacao Infantil e tenho curso de Cuidadora de Idosos. Ja meu marido e Motorista de Carreta ou qualquer outro veiculo como carro baixo, onibus, Construtor civil e trabalha tb na area de Tele Comunicoes.

Deixe uma resposta