Página Inicial Estudar Intercâmbio Au Pair Tive um problema com a família escolhida, e aí?

Au Pair Tive um problema com a família escolhida, e aí?

Relações humanas são sempre complicadas, todo mundo sabe… Às vezes acreditamos conhecer bem o próximo, mas não é bem assim…Algumas famílias mentem para alguma au pair aceitá-los, algumas au pairs mentem para agradarem a família, algumas vezes simplesmente ocorre de não haver empatia entre as partes. Nesse caso, existe o rematch, a troca de famílias/au pairs.

Qualquer motivo que a família tenha é motivo para fazer a troca… Se não parece muito amigável, se não toma banho ou se toma banho demais… Já a au pair deve ter motivos bons e convincentes, como:

· Ser agredida verbal e/ou fisicamente por um dos membros da familia

· Ser impedida de estudar (o agente regulador do programa é claro que a au pair deve completar no mínimo 6 créditos ao ano em instituição pós-secundária, pagos pela família – pelo menos USD$500 mais gasolina ou passe de ônibus/metrô para frequentar o curso)

· Não ter as folgas respeitadas ou estar trabalhando além das 45 horas por semana permitidas

· Não ter comida – a família tem obrigação de fornecer ao menos 3 refeições diárias, mas o comum (99% dos casos) é ter comida à disposição o tempo que quiser.

Dependendo da agência há um limite máximo de trocas, que geralmente são 2 ou 3. Mais que isso, a au pair é vista como um problema e enviada de volta ao país de origem (conta como desistência, portanto a volta será às próprias custas e não receberá reembolso).

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta