Página Inicial Dicas House Sitting, se hospede de graça no mundo todo

House Sitting, se hospede de graça no mundo todo

House Sitting: uma alternativa diferente de fazer turismo

A cada ano que passa mais portas e possibilidades se abrem para quem deseja viajar pelo mundo vivendo diferentes experiências. Uma das alternativas da indústria de turismo, que segue o modelo de economia colaborativa tão disseminado ultimamente, é o “House Sitting”. Essa experiência consiste em ser uma espécie de “zelador” ou “caseiro” (o nome muda de acordo com a região de onde você é no Brasil).

No House Sitting, o house sitter se responsabiliza em cuidar da propriedade (as vezes dos animais também) de alguém que precisa ou deseja se ausentar por um tempo de sua residência, mas não quer que a mesma fique abandonada sem os devidos cuidados. É como se você fosse aquele parente disponível para cuidar da intimidade de seu familiar enquanto ele está ausente.

Vamos ver como funciona!

Como funciona o House Sitting

Assim como os sistemas de Home Exchange, Couchsurfing e Work Away, no House Sitting você também não paga para se hospedar no seu destino turístico. Porém existem algumas diferenças cruciais que o torna mais atrativo que as outras opções.

No Home Exchange existe uma “troca de casas”, no sitting não há troca, apenas você se hospeda na casa ofertada. Com o Couchsurfing você irá conviver com os outros moradores, como house sitter você terá a privacidade de estar sozinho ou, no máximo, acompanhado dos animais que tiver que cuidar. Já no Work Away você tem a obrigatoriedade de seguir horários e uma jornada de trabalho, no House Sitting há uma liberdade maior para poder organizar a sua rotina sem restrição de horários.

Benefícios de viajar como house sitter

    • Conhecer lugares, pessoas e hábitos novos.
      Economia em hospedagem e diminuição do custo da viagem em geral.
    • Experimentar a rotina local, invés de passar pelo lugar apenas como um turista.
    • Ter mais privacidade e conforto.
    • Desfrutar da companhia de animais ou da natureza, nos casos que envolvam “pets sitting” e “gardening sitting” também.

Como conseguir uma vaga de House Sitter

house sitter

Para começar, você precisa acessar um site que ofereça o serviço para poder entrar em contato com os proprietários de imóveis e se candidatar a vaga de house sitter. Normalmente nos anúncios feito pelos donos, você vai encontrar não somente as características da residência que deve ser ocupada, como também as qualidades que eles desejam ver em um candidato a ficar em suas casas e o que eles desejam que você faça na residência enquanto estiver morando no local.

House Sitting
Imagem: site Mind My House

House Sitting

Fontes sites Mind My House e site NomadorAssim como em qualquer rede social, neste caso você também vai ter que preencher um perfil com suas características, fotos, além de informações importantes tal qual se você pretende viajar sozinho ou em família. Pois sim, para aumentar ainda mais a sua economia e melhorar a sua experiência, existe essa possibilidade de você conseguir uma vaga de house sitting em conjunto com toda a sua família.

Existem diversos sites que oferecem o serviço de intermédio entre proprietários e candidatos. Normalmente eles requerem uma taxa anual, mas há aqueles que cobram por mês ou trimestre. Antes de escolher qual se enquadra melhor a sua necessidade, você deve lembrar que todo o processo de escolha e avaliação dos donos requer tempo e, portanto, cogitar a assinatura anual quase sempre é a melhor escolha.

Alguns dos sites mais conhecidos e melhores recomendados são:

  • Mind My House – o mais barato de todos, 20 dólares americanos.
  • Luxury House Sitting – taxa anual de 25 dólares americanos.
  • Nomador – site criado por franceses, oferece a possibilidade de teste gratuito e disponibiliza perfil Premium por 89 dólares americanos anualmente.
  • Trusted House Sitters – é o que oferece o maior número de opções no mercado, mas também é o com a maior taxa atualmente, 95,88 dólares americanos.

Para conseguir o seu primeiro house sitting é necessário primeiramente que você tenha paciência, e principalmente, que você preenche as suas informações de forma sincera. Não adianta encher o seu cadastro de características que não se adequam ao seu perfil, pois na primeira entrevista por vídeo você já será descoberto.

Para que qualquer aplicação seja aceita é preciso haver confiança do proprietário no house sitter, então você precisa ser completamente sincero com ele para que consiga ser visto como alguém apto para que ele entregue a própria casa.

Dicas:

House Sitting: se hospede de graça no mundo todo

1. Use fotos que mostrem você na realidade, não fotos “posadas” típicas de perfis em redes sociais. Assim o proprietário tem a imagem de quem você na realidade, e não vai imaginar que você está tentando passar a imagem de alguém que não é.

2. Se você pretende viajar com outras pessoas, disponibilize em seu perfil fotos de todos que deverão lhe acompanhar na viagem. Bem como, os mantenha disponíveis para as entrevistas via vídeo.

3. Quando você ainda não possui feedback de House Sitting anteriores, peça que seus amigos e pessoas que já conviveram com você escrevam cartas de recomendação. Assim, o anfitrião pode conhecer um pouco de você sem ser nas suas próprias palavras.

4. Seja flexível com as datas. Se você vai viajar de 1º a 30, mas só acha residências disponíveis de 5 a 30, pague por uma hospedagem nos dias que a residência ainda não estiver disponível. Não descarte a chance de aproveitar esta opção, pois nem sempre você vai encontrar opções exatamente no período que deseja.

5. Esteja atento aos alertas referentes às suas aplicações. Quanto mais rápido você der um retorno para os questionamentos do dono da casa, maiores serão as suas chances de ser escolhido.

6. Nunca esqueça que a quantidade de pessoas interessadas em house sitting é maior do que o número de propriedades disponíveis, então você realmente precisa se mostrar especial para que seja o escolhido. Então enfatize as qualidades que você acredita que possam ser diferenciais. Se a casa tem piscina e você já morou em casa com piscina, provavelmente vai saber como limpar. Se eles têm um cachorrinho e você também convive com um, vai entender as necessidades do novo amigo. Se a casa é na praia e você também tem uma casa na praia, já sabe os cuidados necessários para mantê-la conservada. Demonstre e exemplifique essas experiências quando for necessário.

O que você deve saber antes de viajar

House Sitting: O que você deve saber antes de viajar

Você fez tudo certinho, encontrou a residência ideal para cuidar e viver por um tempo, foi escolhido pelo dono e agora? Agora é tirar todas as dúvidas antes de fazer as malas e voar.

Primeiramente, cheque todas as obrigações legais para entrar no país, se precisa de visto, se há necessidade de tomar alguma vacina específica antes de entrar neste território, se há restrições em relação a medicações (caso você seja dependente de alguma) e quais locais e/ou autoridades locais você deve procurar caso venha a ter algum problema, uma vez que provavelmente você estará sozinho em um local desconhecido a princípio.

Outro tipo de informações importantes que você precisa ter, você pode conseguir diretamente com o proprietário da residência. Tais como de que forma funciona o abastecimento de água, luz e gás, quando chegarem as contas como você deve proceder, como funcionam os eletrodomésticos disponíveis na casa (muitos são completamente diferentes dos disponíveis no Brasil) e como você deve cuidar da casa(qual produto deve usar, se deve separar lixo, com que frequência devem ser feitas as manutenções, etc).

No caso de você ficar responsável também pela jardinagem, precisa saber a frequência para regar e podar as plantas, e quais produtos deve utilizar no caso de ter algum problema. E se for responsável por algum animal de estimação, o horário da alimentação, como é a rotina do animal (passeios, exercícios, etc), remédios que devem ser usados para emergências e o contato do veterinário ou clínica onde ele pode ser atendido em casos mais graves.

Com todas essas informações devidamente registradas e checadas, você está pronto para embarcar nesta maravilhosa experiência.

Como aproveitar a experiência de ser House Sitter

House Sitting

O sistema de House Sitting está longe de ser apenas uma economia em hospedagem, pelo contrário, ele é aquele que melhor traz para o viajante a realidade local. O primeiro passo para se inserir nela é manter uma boa convivência com seus vizinhos. Além dos animais da casa, provavelmente estes serão aqueles de quem você lembrará com saudade a vida toda.

Eles que serão a sua porta de entrada na vida local, aqueles que vão dizer quando alguma festa tradicional vai ocorrer, também indicarão onde está acontecendo aquela feira que oferece produtos fresquinhos e gostosos, quais os melhores supermercados da redondeza, qual o melhor meio de locomoção disponível no bairro, dentre outras coisas.

Uma vez que você já esteja acomodado e já conheça a vizinhança, tudo ficará mais agradável e natural. E ainda que os conhecidos e badalados pontos turísticos continuem na sua lista de lugares obrigatórios para serem visitados, o seu olhar já vai estar diferente. Não existe viagem mais completa que aquela onde você pode mesclar a experiência de viver a rotina local com um sonho turístico.

O que você achou deste conteúdo? Ele foi útil para você? Então deixe seu comentário no espaço abaixo, e aproveite para compartilhar essa página nas suas redes sociais.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta