Página Inicial Dicas A Responsabilidade é Sua!

A Responsabilidade é Sua!

Nesta semana vamos discutir alguns fatores relativos ao processo de imigração por Sponsorship* – que envolvem relacionamentos conjugais. Seguem também algumas sugestões pertinentes a esse tipo de processo.

A fim de facilitar a compreensão das informações, nos referimos a todas as formas de relacionamentos reconhecidas pelo governo do Canadá (Marriage, Common-law e Conjugal Relationships) simplesmente como “casamentos”.

Diferentemente de outros processos de Sponsorship, quando se trata de “casamento”, o Sponsor deverá assinar um termo de responsabilidade financeira que será invariavelmente válido por três anos, mesmo que o relacionamento, por qualquer motivo, termine antes deste período. Embora o cônjuge e os filhos dependentes devem ser submetidos a um exame médico (exigido pela imigração), este quesito não é reprobatório.

Existem muitas provisões na lei que favorecem uniões deste tipo, mas, ao examinarem estes processos, os oficiais responsáveis têm como objetivo estabelecer se o casamento é legítimo e não uma união cujo intuito principal é a obtenção do direito à residência permanente, ou seja, a legalização no país.

Por isso, apenas preencher os formulários de acordo com as instruções muitas vezes não é o suficiente. A principal preocupação de uma pessoa interessada em iniciar um processo deste tipo deverá ser a de provar a veracidade de seu relacionamento.

Tenha em mente que é sua a responsabilidade de prover as evidências necessárias para criar credibilidade para seu pedido. Os tipos de evidências a serem anexadas ao caso variam de acordo com o processo histórico dos candidatos, mas, a título de exemplo, podemos citar como sugestão que sejam anexados ao processo comprovante de conta bancária conjunta, fotos, e-mails, além de outros documentos.

Existem casos em que a pessoa a receber o sponsorship deve deixar o Canadá e, em outros, ela poderá receber a permissão de permanecer no país até a conclusão do processo.

O que acabamos de discutir é uma situação padrão, mas cada caso é único e, portanto, deve ser analisado individualmente. Por isso é importante que você tenha a assistência de profissionais qualificados e receba informações específicas sobre o seu caso, evitando assim transtornos emocionais e financeiros desnecessários e não previstos.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta