Página Inicial Destino Américas Quem se decepciona com o Canadá?

Quem se decepciona com o Canadá?

Quem se decepciona com o Canadá?

Algumas pessoas não gostam do Canadá. Frase curta e simples. É um direito. A pessoa vai ao Canadá, acha a arquitetura feia, as cidades feias, o clima ruim, a comida ruim, as pessoas frias, o custo de vida elevado, o idioma desagradável e por aí vai.

Não é uma questão de argumentação, de mostrar números, de achar que essa pessoa é louca ou que é menos inteligente. É comum pessoas que chegam ao Canadá ou moram lá há algum tempo baterem no peito para falar que é uma sociedade onde as pessoas se respeitam e respeitam as opiniões dos outros. Façamos o mesmo em relação a todos os que não apreciam este grande país.

Acontece que se opinião devemos respeitar o que devemos fazer com ilusões? O convite hoje que vos faço é de refletir sobre quem adora o Canadá antes de pisar nas terras geladas e não se informa adequadamente (pelo menos podem corrigir isto ainda) e principalmente os que já foram sem se informar. Chamo estes de iludidos e são potenciais decepcionados. Por quê? Pessoal! Pais, amigos, irmãos, tios, colegas ou qualquer pessoa que conheça e converse com algum imigrante, já aconteceu de alguns dos imigrantes passarem a ideia de que tudo seria fácil?

Em algumas conversas ficou parecendo que os iludidos imaginam um tapete vermelho na chegada ao Canadá, recepção de rei e rainha, quase como da ilha da fantasia? Que no aeroporto um representante do governo pega os recém chegados e os leva para uma casa ou apartamento? Que no dia seguinte dez empresas vão disputar o maravilhoso profissional que acabou de chegar indo até a porta da sua casa e te propondo um emprego dos sonhos? Ok. Ok. Exagero, não é? Então esqueçam o tamanho dos exemplos e exclusivamente se atenham aos exemplos que vocês mesmos conhecem.

Agora indo mais além há quem não pense que vá ser tão fácil, mas ao mesmo tempo parece acreditar que mudando de país a dinâmica social e da vida mudam. O Canadá vai te oferecer incontáveis benefícios simplesmente por você ter vindo para cá. Segurança, boas estradas, carros por preços que parecem mentira, transporte público super eficiente, muitas opções de lazer, salários que sustentam minimamente uma casa para qualquer atividade que você exerça e muito mais. Por outro lado o que chamei de dinâmica social e da vida são iguais as de qualquer outro lugar e isso quer dizer que você ainda corre o risco de ter um chefe chato, um colega de trabalho intragável, ainda terá que levantar cedo para trabalhar (dependendo do seu horário) mesmo que esteja nevando e super frio, você ainda vai ter altos e baixos na relação com seu cônjuge, vai continuar tendo que pagar contas, fará bons amigos e terá o desprazer de encontrar pessoas que não valem nada, vai presenciar grosserias e gentilezas e enfim precisa estar ciente de todo o conjunto de coisas que fazem parte do ser humano em qualquer lugar que você vá. O orgulho, a humildade, a inveja, a solidariedade, a preguiça, a soberba, o amor, a indiferença, o ódio e todos os sentimentos estarão na sociedade Canadense e isso te dará uma rotina saboreando emoções que você já conhece e salvo você decidir se fechar em uma bolha ou morar em algum lugar deserto não adianta se iludir que chegando ao novo país essas coisas ficaram para trás.

No final das contas cada um de nós é o responsável por criar mais ou menos expectativas. Se alguém criar expectativas fantasiosas fatalmente entrará para o grupo dos que se decepcionarão. Os que já criaram e passaram pelo desgosto de ver a imagem de lugar ideal se estilhaçando em pedacinhos já estão nesse grupo. O bom disso tudo? Repensar sobre o que realmente dá para melhorar em nossas vidas com uma mudança tão drástica.

COMPARTILHAR

110 COMENTÁRIOS

    • Belo texto!

      AMO O CANADÁ!

      Estive em 2003…paixão! Tenho vontade de voltar pra sempre!
      O problema é convencer meu namorado que nunca saiu do Brasil e morre de medo de se arriscar! 🙁

      Abraço!

    • OI MARCELO (26/12)
      Você acertou em uma crítica… língua materna é o português e o alemão…(não inglês e francês…) me expressei errado… Quanto ao “ixperto” não me referi aos cariocas… me referi aos “ixpertos-malandros” citados também pelo Ailton Silva dia 6/01/12. Desculpa

  1. Vou completar 1 ano de Canada e nao posso reclamar da vida que tenho aqui. Lugar perfeito todos sabemos que nao existe, mas lugar onde as pessoas se respeitam, onde se eh seguro, onde os precos sao justos e onde, acima de tudo, nao existe “jeitinho” brasileiro… existe sim. 🙂

    Se vc tem vontade de imigrar para as terras gelidas do norte, esteja emocionalmente preparado para se afastar da sua familia e dos seus amigos. O resto, no meu ponto de vista, dah pra tirar de letra.

  2. So de sair de um pais onde nao se respeita nada, nao ha educacao, predomina os politicos ladrao, extrema corrupcao, a violencia tomou conta, praticamente toda populacao vive de jeitinho , malandragem e roubo mesmo, nada funciona certo, so de sair desse lixo ja esta otimo, ja morei nos Estados unidos e pretendo ir para o Canada.

    • Infelizmente Paulo, tenho que concordar com você!!!
      O Brasil é um país lindo, com paisagens, praias e lugares maravilhosos, o problema aqui é a organização… Começando pelas pessoas que administram o país… Péssimo.

      • Eu começaria pelo povo mesmo.
        Todo mundo fala de quem administra mas o povo é igualzinho. A atitude é a mesma, só os valores são menores.
        Roubam de tudo, basta não ter alguém cuidando.
        O povo e aqueles que administram são farinha do mesmo saco.

        • Marco, você tem toda razão, reclamamos da violência que não podemos ter nada, mas compramos produtos de origem duvidosa por que são mais baratos, e que na verdade não passa de fruto de furtos e assaltos que dizemos tanto temer.

  3. Are you kidding me? HAHAHA!! Canadá is beautiful…amazing…unforgettable…Passei 30 dias, fui em abril de 2010 e até agora não consigo esquecer nenhum segundo desta experiência…Moraria lá fácil fácil…Acho que sou canadense de alma…AMo Canadá…Conheçam o Canadá!!!

    • Solange: agora você colocou um ponto EXTREMAMENTE importante! CANADENSE DE ALMA!
      Há pessoas que não suportam quem anda pela esquerda no trânsito, joga lixo na rua, coloca som alto pros outros ouvirem, se indigna quando vê um político roubando, não gosta de conversa alta, odeia cair em um buraco, se sente totalmente ofendido com quem te passa (ou tenta te passar) a perna, não tem coragem de ser picareta, detesta a cultura medíocre de funk/forró(não o pé-de-serra)/axé/pagode, se sente inseguro andando nas ruas, e essas sonham em um dia morar num lugar civilizado! Se o Canadá não tiver nada disso, o resto é FICHINHA! NADA pode ser substituido pela paz de espírito.
      Agora, quem faz tudo isso aí e não se importam em viver na sacanagem brasileira certamente deve enfrentar dificuldades sérias com o Canadá. O Canadá é pra gente certinha, que gosta de tudo organizado, não é para qualquer um.
      Entendam: não estou aqui falando que TODOS que tiveram uma má experiência no Canadá são trogloditas. Certamente muitas pessoas que não conseguiram se dar bem tiveram AZAR ou não se prepararam adequadamente para viver naquele país, mas existem, sim, com toda a certeza, pessoas que não se adaptaram a organização do país, por mais incrível que pareça. Eu sei porque já vi pessoas falarem assim pra mim: “Ah! Fabiano, eu não gostei do Canadá! Lá é tudo muito certinho. É tão certinho que dá é uma coisa ruim! Gosto mais da esculhambação do Brasil mesmo!” Que dizer dessas pessoas??? Servem pra morar lá?
      Também não estou pondo em xeque a credibilidade dos artigos do autor, que está tão gentilmente nos alertando dos riscos de se dar mal no Canadá. Sinceramente, nossos agradecimentos mais profundos. Mas eu prefiro achar que no final TUDO vai dar certo, que mesmo que venham as dificuldades, sabemos que DEUS (me perdoem, eu acredito em Deus!) estará no comando e que ele nos sustantará, porque viver no Brasil, neguinha, sem condições!!!

      • Olá Fabiano. Obrigado por seu comentário. Se você puder leia o meu texto daqui mesmo do site que tem por título: O que não se compra.
        Pela forma respeitosa com a qual eitiu sua opinião não tenha receio sobre por em xeque a credibilidade dos artigos. Ao olhar o artigo que te propus vai saber que sou exatamente o brasileiro que não aceita os jeitinhos e que com coração partido e as vezes lágrimas nos olhos lamenta pela abundância de mazelas que o Brasil tem.
        A minha intenção é ajudar, aos que não compreendem isto fica difícil de me comunicar.
        Felicidades para você.

  4. Acredito que imigrar não é para todos (li isso em algum blog sobre imigração)… Totalmente válido! Quando queremos mudar precisamos sim das opiniões alheias, mas a que deve predominar em 100% é a do maior interessado na mudança/imigração.
    De que adianta nos iludirmos com tudo aquilo que lemos, que ouvimos se não vivenciamos?! Aquilo que o próximo diz pode não valer para quem ouve e vice-versa. Ouço muitos dizerem que não abrem mão de viver no Brasil, que é o melhor país do mundo, assim como também já ouvi (e li) sobre péssimas experiências e decepções de quem já imigrou ao Canadá e resolveu por retornar à terra natal.

    Enfim, imigrar não é para todos. Mas se pretende ser o próximo, vá por si mesmo e coloque ideias e expectativas plausíveis e, se puder, vá ver com seus próprios olhos.

    Abraços de um futuro imigrante e parabéns pelo post bastante sincero e verdadeiro!

  5. Olá Francisco, olá a todos

    Meu nome é Andréa e gostaria de saber como é o mercado de trabalho para quem tem experiência em ONG de direitos humanos.

    Também gostaria de me informar com os colegas de Blog que já migraram, quanto – em média – tem de ser a reserva financeira para a chegada ao Canadá – digo, qual é o tempo, em média, para uma colocação de trabalho quando se chega ao Canadá?

    Alguém poderia me auxiliar?

    Abraços

    • Olá Andréa. Não sei te informar como é o mercado para quem tem experiências em ONG.
      Colocação, emprego e qualquer outro assunto depende da história de cada um, do preparo, da pesquisa e etc. Aqui no site há inúmeros artigos que te ajudam a estar mais preparada para ser bem sucedida. Só não há uma receita infalível e nem uma história que se repita.
      Abraço e boa sorte.

  6. Acabei de chegar! Como já tenho família aqui fui tão bem recebida q só faltou o tal tapete vermelho…rs. Consigo dormir sem barulho (não tem cachorros latindo nem vizinhos barulhentos), só encontrei pessoas educadas e bons preços. Minha maior preocupação é qdo chegar a hora de arrumar um emprego. Estou olhando e as opções não estão mto boas por enquanto. Mas fome não passaremos, nem frio!

  7. Olá à todos!!

    Gostaria de dizer que adorei o blog, bem pertinente e sincero, sempre acompanho tudo que se escreve por aqui, e, estão de parabéns.
    Fui ao Canada em 2009 e passei 3 meses, num primeiro momento que cheguei queria voltar pra o Brasil (achava as coisas um pouco sem graça, monotóna), mas depois de 1 mês convivendo com pessoas bacanas de mente madura, conhecendo mesmo o lugar, sua infraestrutura, cultura,lazer, serviços…acabei me apaixonando pelo Canadá, casando com um quebencois e agora estou aguardando o momento de poder viver nesse maravilhoso país.
    Sei que dificuldades todos nóis passamos (uns mais, outros menos), mas se cada pessoa tem a decisão de ir morar mesmo em outro país tem que ter a mente aberta (aceitar as diferenças, compreender a cultura do outro e a sua própria)além disso, estar com os pés firmes no chão, para não se decepcionar ao primeiro sinal de dificuldade, obstáculos, porque problemas temos em qualquer parte do mundo.
    O importante é ter a certeza do que se quer pra vida e ir em frente, acreditar no seu potencial e correr mesmo atrás dos seus ideais, porque nada cada do céu, nem no Canada, nem no Brasil e nenhum um lugar do mundo, creio eu…

    Então, Boa Sorte aos que estão chegando ao canadá e Parabéns aos que já conseguiram uma mundança de vida!!!

    Um grande abraço à todos!!

    Andrea Francos F. Roy

  8. Estou lendo pela primeira vez o site hoje. Até o momento estou adorando todas as dicas, tanto dos autores dos posts quanto de quem deixa comentário.
    Estou pensando seriamente em sair do Brasil. Sou casada com um egípcio e morei no Egito por 7 meses. Viemos para o Brasil e eu achei que ele se adaptaria aqui … ledo engano meu. Estamos morando no Brasil há 14 meses e ele não se acostuma de jeito algum com o nosso país. Ele gosta mas eu e ele preferimos ir para o outro lugar. Queria que alguém pudesse me indicar um site ou agência para termos informações sobre como imigrar para o Canadá. Por enquanto é só especulação mesmo mas se conseguirmos uma chance não pensaremos duas vezes!!!
    Obrigado pela atenção
    Julia

  9. Muito bom o texto. O ser humano tem a tendência natural de exaltar o que é bom e positivo e não e nada daquilo que deu errado. Na maioria das vezes por vergonha. Mas tudo na vida tem dois lados e quem também informa os pontos ruins está fazendo um favor em ajudar as pessoas a ter uma opinião.

    Muito tempo é gasto no processo junto ao consulado. Ele realmente demora, dá trabalho e é complexo no que tange documentações, traduções, IELTS, etc. Porém todos se esquecem que o desafio realmente se inicia quando o agente do CBSA carimba o seu formulário de COPR e te manda seguir o seu caminho com um “Welcome to Canada”.

    No meu caso, eu não queria que coisas que não adicionam valor à sua vida ficassem interferindo e gastando o meu tempo de maneira desncessária. O tempo que passamos aqui no trânsito, eu posso usar fazendo um curso de aprimoramento. A raiva que eu tenho dos governantes corruptos aqui eu transformo em carinho junto a minha família. O medo do crime fútil e aleatório eu posso metamorfosear em caminhadas e jogging em qualquer horário da noite. Ou seja, direcionar o seu tempo (que não volta) de maneira produtiva para a sua vida e a da sua família.

    Um abraço,

    Der Doppelgänger

    • Perfeito, Der Doppelgänger!

      Um comentário perfeito!!!
      Eu realmente acredito que não deva ser nada fácil o processo de imigração e adaptação ao Canadá, mas NADA, absolutamente NADA nessa vida é moleza. Tudo tem que ser conquistado com esforço e dedicação. Sinceramente, eu ainda não fui no Canadá, sequer conheço outro país, nem o Paraguai, mas ir para lá e “sofrer” as “mazelas” de lá ainda é pior que nadar contra a maré aqui no Brasil??? Por que se lá for pior que aqui, como tem gente que tá pregando, é melhor que os Canadenses nativos venham imigrar pra cá. Pergunta pra eles se eles querem morar aqui?
      Ha, ha, ha!
      Tudo na vida passa, inclusive as dificuldades. Eu acredito que quem aguenta firme no barco acaba se dando de bem no final das contas.
      Mas qual o seu futuro no Brasil? Como será a sua velhice, mesmo que você rale que nem um condenado pra garantir uma “melhor idade” confortável? Será que você terá um bom tratamento pelo INSS? Será que o SUS (foi citado aqui explicitamente que é pior que o sistema de saúde do Canadá) vai te acolher de braços abertos?
      A pergunta é: na pior das hipóteses, o Canadá pode ser pior que o Brasil? Eu tenho minhas dúvidas e acho que quem teve uma má experiência naquele país deve ter tido AZAR mesmo, viu? Infelizmente! Lamentável! Não desejo isso nem pro meu pior inimigo.

      Boa sorte a todos (nós) e que Deus os tenha em seus planos!

  10. Adorei o texto, muito bem escrito!

    É bom para abrir os olhos de quem quer imigrar e só considera as vantagens e os exageros ditos nas palestras do governo. A realidade é outra, o texto é sincero e só pode ser escrito por alguém que teve a vivencia de vir pra cá!

    Parabéns!

  11. Alguém pode me ajudar a ao menos conhecer o Canadá?

    Sempre tive o sonho de conhecer o País. Sempre estudei a historia canadense… Nasci e cresci numa familia de classe baixa brasileira, estudei inglês por conta própria e hoje tenho nível avançado nessa lingua.

    Eu gostaria muito de ter esse sonho realizado. Mas parece que é muito dificil passar nos testes do Governo Canadense.

  12. Interessante o texto, pois aponta para uma tendência muito grande de quem não se prepara adequadamente para o processo imigratório: achar que vai encontrar seu país de origem no Canadá. O imigrante deve ter uma capacidade grande de tomar a cultura local para si, viver o país em toda a sua identidade… e nunca achar que vai encontrar um “Brasil bem brasileiro” em terras canadenses…

    • Olá Ricardo! Obrigado.
      A intenção é ajudar, informar, passar para os que estão passando por esta empreitada um pouco da experiência de quem sabe um pouco sobre o assunto.
      Desejo aos merecedores uma felicidade intensa.
      Mais uma vez obrigado.

  13. 1- O texto foi sincero sim , mas nao concordo absolutamente nem com a metade do sentido desse texto..! ! !
    Canada, Eua, Brasil, Japao, Nova Zelandia, Europa enfim qualquer lugar do mundo,
    nao te recebera com o tapete vermelho e com 10 empregos a sua porta..
    Quem imigra e tem esse sonho e louco! !
    Moro no Canada a 2 anos, aqui me realizei profissionalmente,casei, tenho uma vida que no Brasil seria duvidoso afirmar que teria igual..
    Mas pra conseguir tudo isso ralei muito, sofri logico, nada se consegue de maos beijadas,me assustei com a frieza das pessoas mas com um pais tao gelado que nao fica frio tbm, mas em compensacao o verao e maravilhoso tudo na vida tem seus pros e os contras..
    Preco acessivel,carros baratos, custo de vida melhorada coloca melhorada nisso, mas com tudo tem a saudade da familia, dos amigos, da comida que as vezes so na nossa patria existe…
    Mas para quem quer melhorias tem que estar ciente que nada se ganha se esforco…
    O Canada nao e o MELHOR LUGAR DO MUNDO, mas e o lugar ao qual eu me realizo cada dia mais! ! !

    • Melisa, tudo bem? Obrigado pelo comentário.
      Muito salutar o fato de não concordares. Principalmente pois isso não configura uma falta de respeito, ao contrário de algumas outras pessoas que não sabem fazê-lo.
      Só gostaria de te falar que eu também tenho minha experiência e igualmente conheço outras pessoas com suas respectivas histórias, mas tento com muito afinco não tratar de casos. A idéia é falar de grupos e que se as pessoas se identificam com aquele perfil que tire um proveito da informação ou do chamado para a reflexão.
      Agradeço mais uma vez teu comentário e te digo quanto é triste e frustrante quando percebemos que não somos bem compreendidos, mas nada que se compare a quando somos desrespeitados.
      Parabéns também por sua imigração bem-sucedida.

      • Ola.. tenho 24 anos e sou formada em direito, nao sou presunçosa a ponto de pensar que consiguirei algo nessa area, mas queria saber se ha alguma possibilidade de atuar nessa area. Sei que nos EUA em alhuns estados pode-se fazer uma prova equivalente a OAB e poder exercer, queria saber se por ai tem algo nesse sentido. Tambem gostaria de me informar sobre pos graduaçao, gostaria de fixar residencia em Vancouver (se me adaptar ao clima, claro.., ja que aqui em Palmas onde moro chega facilmente aos 40º), junt cm minha irmã, minha filha e meu primo.. Gostaria que pudesse me passar as informaçoes que achar validas e pertinentes.. obrigada e agradeço dsd ja.

    • Agradeço antecipadamente pela atenção.
      Sou fisioterapeuta, Acupunturista, shiatsuterapeuta e professor a nível de pós graduação em acupuntura.
      Fui informado de que algumas regiões do Canadá estão procurando profissionais qualificados, gostaria de saber se é verdade e onde posso obter mais infomações.
      Edson

    • Oi Melissa adorei o seu comentário, tenho a consciência que em qualquer lugar do mundo encontrarei dificuldades, só que aqui no brasil a violência, a saúde, a educação estão cada dia pior, estou procurando um lugar com um pouquinho de qualidade de vida, se eu tiver que batalhar o tanto que eu ralo aqui mas tiver um pouquinho desta qualidade pra mim está muito bom, tenho filhos pequenos e gostaria de proporcionar isto a eles gostaria de começar amizade com brasileiros que residam aí, se vc puder me adicionar meu email é: hellensoares@hotmail.com

      obrigada

      Hellen

    • Olá melisa eu vi seu comentário e gostaria de saber se pode me mandar seu email queria algumas informções sobre como foi todo o processo,eu só tenho 16 anos sei que é cedo,mas tenho a consciência de que sem trabalho e estudo em qualquer lugar nada vai ser alcançado,gosto do canadá pela cultura e acho que é um lugar o qual me adaptaria bem pois sou fã da cultura e do estilo de vida se puder me ceder informações fico grata

  14. Boa tarde pessoal, eu e meu marido estamos pensando em migrar para o Canada no final desse ano mas me surgiu uma (dentre varias) duvida. Iremos com visto de estudante e gostaria de saber se com esse visto conseguiriamos trabalhar tambem.
    Abs,

    • Ola Renata

      O visto de estudante nao lhe permite trabalhar no Canada. Porem, dependendo do tipo de estudos, a imigracao do Canada podera emitir um pos-graduate work permit.
      Caso voces estejam inscritos em cursos de ingles (ESL), existe um programa chamado co-op , onde voce podera estudar e trabalhar.

      por favor me envie um email caso voces ainda estejam com duvidas.

      Um abraco,
      Equipe Immi-Canada

  15. Oi, Francisco, tudo bem?

    Sou jornalista e vivo no Rio de Janeiro. Já faz um tempo que leio os textos do site, mas ainda não havia comentado em nenhum. Gosto muito dos posts, aliás, que sempre tratam de temas variados de forma super informativa, parabéns.

    Sobre o seu texto, concordo plenamente que uma mudança tão grande tem que ser pensada, repensada e analisada sob diversas perspectivas. Pra quem está de longe – como a gente no Brasil -, o Canadá parece o país das maravilhas. E pode até ser mesmo, mas é muito mais prudente também contar com imprevistos, né?

    Pelo que pesquisei, penso em, no futuro, passar um tempo trabalhando e estudando no Canadá. Já passei pela fase de querer largar tudo aqui e tentar a sorte, mas hoje acho que o melhor é fazer uma experiência de alguns meses antes, para conhecer o país e sua cultura, ver se eu me adaptaria e avaliar de perto as minhas possibilidades. É o que eu sugiro também pra qualquer pessoa que tenha o mesmo plano, pra diminuir as chances de se decepcionar.

    Beijo!

    • Oi Luanda. Tudo bem comigo. Contigo está tudo bem?

      É muito bom para mim ver os comentários aqui. No seu caso ainda tem um fator diferencial, pois somos colegas de profissão.
      Concordo com você sobre a cautela. Algumas pessoas estão num estado de nervos precário e pensam que quem quer aertá-los das dificuldades está torcendo contra. Essas pessoas não percebem que eu sou o maior defensor da imigração. Não sabem elas que eu cito dificuldades, mas acho que todas elas são mínimas comparadas as mazelas Brasileiras, mas mesmo sendo mínimas relativamente=comparativamente, ainda são enormes para uma grande parcela. Se você ler todos os comentários vai ver o depoimento de uma pessoa que deu tudo certo pra ela, mas respondi que não é um caso isolado que vai determinar o meu futuro ou o de qualquer outra pessoa.
      Obrigado por seu carinho e um beijo e um abraço pra ti.

  16. A imigração para o Canadá é antes de mais nada uma ilusão. Existe aqui uma indústria da imigração cujo objetivo é trazer 300 mil imigrantes por ano para um país onde não há emprego nem para 20 mil. A ideia parece ser criar uma vasta mão de obra subempregada ou desempregada de forma a deprimir os salários e proporcionar às corporações e empresas gente desesperada disposta a trabalhar por salário mínimo sob quaisquer condições.
    E também manter uma “Indústria da Imigração” que sustenta “Centros de Apoio ao Imigrante” (eles ganham “por cabeça”), advogados de imigração picaretas, consultorias de imigração picaretas, políticos picaretas, vendedores de carros (muito!) usados, corretores de imóveis que alugam “apertamentos” em verdadeiros edifícios-cortiços, redes de fast food e lojas (ex.: Tim Hortons, WalMart…) que estão atrás de mão de obra instruída e muito barata, etc, etc…

    A maioria dos imigrantes – com doutorado, mestrado ou bacharelado – está fritando hamburguer, dirigindo táxis, trabalhando de balconista e fazendo outros trabalhos do gênero. Esses trabalhos são em quase sua totalidade “part time”, o que desobriga o patrão de conceder férias e outros benefícios. Os horários via de regra não são fixos. Mudam a todo momento, de forma que o relógio biológico do trabalhador vai pro beleléu. Há quem chame isso de “o Escravagismo do Século 21?.

    O sistema de saúde é uma porcaria. Bem, a não ser que no Brasil você estivesse no INPS/SUS, que é ainda pior. Mas para quem tinha um planozinho de saúde aí no Brasil, o sistema médico daqui é uma piada. Os hospitais são até bonitinhos e limpinhos. Mas nâo há opção por exemplo quanto a escolha de médicos. Considere-se um sortudo se conseguir um “médico de família”, em geral uma negação. E para ver especialista, esqueça. Antes você precisará da solicitação do médico de família, que é quase certo que negará, porque a demanda por serviços é muito maior do que a oferta de médicos. Daí os médicos de família “seguram” o paciente. Nem pense, por exemplo em desenvolver um problema crônico de saúde no Canadá. Se tiver uma depressão – algo muito comum entre os imigrantes, devido ao subemprego e desemprego – aconselho a entrar no avião e marcar uma consulta com um profissional aí no Brasil. Psiquiatra aqui só pra quem está a beira do suicídio.
    A situação de segurança é a única grande vantagem (apesar de no Canadá também haver assalto, assassinato e violência, só que bem menos que no BR), mas sem emprego decente não há segurança que dê conta.
    E por falar em emprego, não há meritocracia. Esqueça concurso de conhecimentos. Tudo começa com o envio do resume (currículo), onde o imigrante já toma uma cipoada ao ter o nome estrangeiro e a instituição de ensino identificados. Em outras palavras, tal currículo vai para o triturador. E ninguém precisa te explicar nada! Observem que até o acesso às carreiras públicas se dá assim. Subjetividade total baseada no que eles chamam aqui de “networking” e que nos bons e velhos tempos aí no Brasil costumava-se chamar de corrupção mesmo.
    Há é claro algumas histórias de sucesso. Estas histórias são divulgadas pelos propagandistas pagos pelo governo e indústria de imigração canadense. O Hector Villar, por exemplo, da Rádio Canadá, é mestre em apresentar essas “histórias bonitas”. Sob essa ótica tudo é maravilhoso. Cuidado, pessoal!!! Estou aqui há muito tempo e posso garantir que 90% pelo menos dos imigrantes está comendo o pão que o capeta amassou. Muitos aguardam o “período de penitência” de mais ou menos quatro anos para tirar a cidadania e rachar fora. Outros não aguentam esperar e picam a mula muito antes. Eu próprio estou contando dias para cair fora desse inferno de gelo.
    Aconselho aqueles que desejam vir para cá a visitarem antes o país e conversarem com a maior quantidade possível de imigrantes para verem o que está de fato ocorrendo aqui. Se você é milionário, não depende de emprego, venha e curta as paisagens bonitas e a pouca violência. Talvez você até seja entrevistado pelo Hector Villar da RadioCanadá. Mas se o seu negócio é conseguir um trabalho digno na sua profissão, as chances não são boas. Pense duas, três, mil vezes antes de largar o seu emprego no Brasil e cair nessa fria (literalmente).

    • ALELUIA!!!! PARABENS J.Pereira ,ate que enfim um brasileiro informado…desculpe qual e a sua profissao?Vc manda muito bem! Gente eu tambem moro aqui e vou te dizer uma coisa provavelmente os comentarios de sucesso em sua grande maioria pode ser de brasileiras.Sim ,porque pra se da bem aqui so casando e sendo escrava do marido ou suggar Dady comendo em restaurantes chiques a custa de um velhote. Mais essa que o Canada reserva.O que nao e exclusividade so de brasileira ,pois,russas, Ucranianas ,Italianas todo mundo faz isso aqui.Enfim, atencao com o novo sonho americano ,no caso Canada..se vc for honesto e melhor ficar no Brasil mesmo e ensinar honestidade aos seus. O canada so e o Canada porque as pessoas gostam daqui apesar do sofrimento,e porque nao fazemos o mesmo com o Brasil? Agente pode aprender a gostar do nosso pais e fazer coisas simples como jogar lixo no lixo,pagar as contas em dia, e estudar a lingua portuguesa com a mesma vontade que se estuda ingles…Ai ,sim vamos formar um pais de gente educada que sabe brigar pelos seus direitos.

  17. Eu vim para o Canada como profissional qualificado e me ferrei. Não tem emprego decente não. Uma merda geral a não ser para quem vem forrado de dinheiro e não precisa trabalhar. Se arrependimento matasse. Agora espero apenas o passaporte como “prêmio de consolação”. Tentarei EUA ou Austrália, mas se a experiência for tão péssima quanto o Canadá eu voltarei para o Brasil.

  18. Olá, Francisco.
    Gostei mt do texto por tocar em pontos mt relevantes.
    Porém notei que respondeu apenas os comentarios que contem opiniões a favor da imigração. O q tem a dizer a respeito dos outros comentário? Acredito q sua resposta seja importante.
    Obrigada.

    • Olá Luci.
      Primeiramente obrigado pelo elogio. Ao escrever procuro informar e fazer do texto um prazer para o leitor.
      Sobre minhas respostas. Não respondo todas as perguntas. Não é minha função. Cada resposta aqui dou quando tenho tempo e estou com vontade.
      Fico feliz com a repercussão dos meus textos, os donos do site estão felizes com meu trabalho e dessa maneira eu também fico mais motivado.
      Quando vou responder alguns comentários com certeza tenho meus critérios pessoais. Nesses critérios não se encontra distinguir quem fala a favor de quem fala contra.
      Alguns comentários são desrespeitosos outros são em tom muito agressivo, outros são para tirar dúvidas muito pontuais e muitos mais são de pessoas que não querem ter o trabalho de fazer uma pesquisa. Quando acontece qualquer um desses casos eu não respondo.
      Há ainda inúmeros casos em que uma resposta a um leitor traz a informação que alguém está perguntando mas ainda não leu a tal resposta.
      Te convido a ler todos os meus artigos aqui no site e também a dar uma olhada no meu BLOG.
      Abraços e muitas felicidades.

    • Luci,
      Conheco bem o Canada e acho dificil o Francisco fazer comentarios pesados em um pais que tem uma taxa de criminalidade quase nula, pessoas de bem com a vida e um governo que retorna ao cidadao tudo o que ele pode precisar.
      – Como criticar um local aonde os direitos do cidadao sao prioridade?
      – Aonde voce, seu companheiro e filhos podem andar pelas ruas sem medo de um assalto.
      – Aonde as pessoas estao de bem com a vida… calmas e relaxadas na grande maioria?
      Muita gente nao gosta de ouvir isto. Ja cansei de ver gente no Brasil dizendo que os problems do nosso pais existem em todo lugar.
      Concordo…
      Mas nao na dimensao do Brasil. Aonde a VEJA consegue fazer uma materia de desvio (ROUBO) do dinheiro publico toda semana. E pode colocar isto nos ultimos 15 anos.
      Amo o Brasil mas para que o pais marche em um caminho construtivo precisamos reavaliar toda nossa estrutura politica, acabar com a impunidade, diminuir o crime e principalmente respeitar o cidadao.
      O governo existe para servir o cidadao e nao ao contrario.
      Esta é a minha visao. Mas cada um tem a sua.
      Admiro aqueles que ainda acreditam que fazem parte de uma grande nacao.

  19. Gostaria de agradecer a gentileza do escritor em postar tal texto.
    No meu conceito muito bem escrito, e que gera em quem le a dúvida de que se realmente deve de ir.
    Por na balança tudo que se pode ganhar e perder.
    Gerar essa dúvida é importante pois acompanhando os blogs que em sua grande maioria todos acabam migrando e depois somem, não dando mais notícias e deixando aquela idéia de final feliz.
    Penso também em ir pro Canada, irei passar um ano para preparar o terreno e depois volto pra levar minha filha e esposa.
    Trabalho com alimentação, e pretendo no futuro ter um negócio próprio.
    Mas deixando minha história de lado.
    O que mais me preocupa hoje no Brasil é nordestização que está acontecendo graças ao atual governo que na minha opinião, como uma doença não irá largar facilmente o poder.
    O socialismo levará a todos para um comunismo nos moldes impostos na antiga URSS, tudo isso graças ao desinteresse dos Brasileiros que aqui estão.
    Não quero condenar minha filha a viver em um país comunista.
    Farei o possível para ser a geração que irá dar um rumo certo as outras gerações futuras que me sucederem. Quero que sejam Canadenses.
    Nas eleições para presidente onde a Dilma ganhou, fui cabo eleitoral por opção do Serra e me decepcionei.
    Com o candidato que também já teve contato com comunismo no passado e pediu pra perder.
    E com os eleitores que preferiram ir viajar no feriado.
    Não tendo a capacidade de observar o problema que vem pela frente.
    Então pesando isso tudo, eu sinceramente irei me empenhar ao máximo para enfrentar todos esses desafios do processo de imigração até uma certa estabilidade em solo Canadense.
    Pois viver em um país com uma população individualista, lesada pela preguiça de pensar, com uma tremenda ignorância política e que brinca com o seu futuro é melhor se afastar e procurar outro solo para viver.
    Não busco bens materiais, busco pessoas interessadas em viver em sociedade e que são críticas com a vida que vivem.
    E principalmente se preocupam com o país onde moram.
    Tem coisas que farão sentido só depois de um tempo, a única que não é boa de fazer sentido depois de um tempo é o arrependimento de não ter tentado.
    Brasil: Ame-o ou deixe-o.
    Eu deixo e fique com a minha parte quem quiser…
    (Respeito a opinião de todos e peço que respeitem a minha também)

    • Olá Francisco, td bem?
      Excelente texto!!!
      Sou assistente social e confesso que ao ver uma matéria na Rede Globo acerca da imigração para o Canadá fiquei muito empolgada, conversei com meu marido e filhos, que também ficaram bem animados e decidi pesquisar sobre o assunto, mas ao ler seu texto caí na real!!!
      Vc faz um alerta muito pertinente, pois a mídia mostra somente o lado bom e vc mostra a realidade, nua e crua talves, mas com respeito ! Agradeço muito, pois me serviu de alerta e nos faz refletir se realmente vale a pena sair Brasil. Um abraço, Izabel.

      • O Québec tem verba publicitaria, permanente, para atrair imigrantes. Essas “matérias” sobre imigração são trabalho pago de assessoria de imprensa. Eu mandei meu curriculo para um emprego de “catador de imigrantes” aqui no Canada, para trabalhar no Brasil, naquelas conferencias de conto do vigário que o Quebec faz pelo Brasil. O anuncio foi publicado no site
        http://www3.infopresse.com/jobs/
        o salario era $110.000/ano mais “produtividade”, talvez pagem algum premio por cabeça conseguida. Não fui selecionado…
        O texto do anuncio era explicito: comunicador, para viajar, fazer palestras para oferecer imigração para o Québec, etc. O empregador era Imigration Québec

    • Olá Francisco, td bem?
      Excelente texto!!!
      Sou assistente social e confesso que ao ver uma matéria na Rede Globo acerca da imigração para o Canadá fiquei muito empolgada, conversei com meu marido e filhos, que também ficaram bem animados e decidi pesquisar sobre o assunto, mas ao ler seu texto caí na real!!!
      Vc faz um alerta muito pertinente, pois a mídia mostra somente o lado bom e vc mostra a realidade, nua e crua talvez, mas com respeito ! Agradeço muito, pois me serviu de alerta e nos faz refletir se realmente vale a pena sair Brasil. Um abraço, Izabel.

      • Izabel, tudo bem?
        Eu estou bem e feliz com seu comentário. Adorei seu elogio.
        Alertei, informei, me esforcei para contribuir de alguma forma. Há outros textos meus aqui no site e neles abordo, por exemplo, razões para imigrar. Em resumo falo que se for por dinheiro não imigre, mas se for por não suportar as inúmeras mazelas brasileiras vá em frente e principalmente quem tem filhos.
        Um pai que perde ou tem medo de perder um filho ou filha para a violência generalizada e banalizada do Brasil não precisa explicar mais nada.
        Um abraço para ti e para tua família.
        Atenciosamente,
        Francisco Braz Neto

        • Boa tarde Francisco!
          Se analizarmos as mazelas sociais existentes no nosso país fugiríamos na hora, sem pestanejar!!!
          Quando pensei em ir para o Canadá, confesso que visualizei primeiro a questão monetária ,depois a qualidade de vida e o quando seria bom para a minha família.
          Fui ingênua, já que no primeiro momento não vislumbrei também as prováveis dificuldades.
          Reafirmo que seu texto foi um alerta!!!
          Ainda não desisti do Canadá, mas analizarei todos os prós e contras com muita cautela!

    • Rogério, tudo bem?
      Primeiramente muito obrigado pelo elogio. Fico lisonjeado a cada um que recebo.
      A intenção como falei outras vezes é ajudar. Chamar para a reflexão e dar a informação, uma vez informados cada um faz o que quiser da vida.
      Eu também resolvi deixar o Brasil. Ao contrário de muitos não por ser apaixonado pelo Canadá, mas pela decepção com o Brasil.
      Só que não toparia jamais ser ou fazer algo ilegal e nisso entra o Canadá como país que me “queria”.
      Boa sorte e boa preparação para você.
      P.S.: você escreve bem também.

    • Rogerio, concordo com voce totalmente. Morei 2 anos e meio nos USA quando fui estudar com minha esposa e quando voltamos ao Brasil percebemos que haviamso retrocedido em diversos fatores e conquistas sociais que os povos de la possuem como direito “adquirido”. Só pra voce ter uma ideia, tenho um amigo que montou uma empresa de cafe no QUEBEC. Ele gastou 45 minutos em um orgao publico e a empresa estava pronta. Custo – 35 dolares. No Brasil levei 2 anos e meio para montar um comercio de cachaca. Só o bombeiro levou 30 dias para fazer a vistoria, o MInisterio da Agricultura e Pecuaria (MAPA) que julgava na epoca o rotulo levou 5 meses para dizer que o rotulo estava OK. Some a isto mais 6 ou 7 orgaos que nao primam por velocidade se voce me entende.

      Me apliquei a 5 anos atras para o Canada e ganhei o PR (Permanent Resident)que te da todos os direitos do cidadao menos o do voto e se candidatar a cargos publicos. Busque o que acredita mas saiba que nem tudo é facil no pais como disse perfeitamente o Francisco na matéria acima. Encontrar um emprego no pais se torna uma tarefa dificil devido a crise e a preferencia por pessoas ja engajadas com o local. Nao que os canadenses desprezem os estrangeiros mas te pedirao a experiencia canadense. Parece um papo de quem nasceu antes (o ovo ou a galinha) mas é assim mesmo. Outro problema que apareceu no Canada é a crise. A taxa de desemprego de Toronto esta igual ao de Sao Paulo, ou seja, 8 por cento.

      Com base na realidade, te aconselho a buscar o Canada por ser um pais extremamente serio, organizado e com grande qualidade de vida. Toda realizacao comeca com uma ideia) Sucesso, Cid

  20. Francisco…..Muito bom seu texto!!! Sou apaixonada pelo Canada. Estou tentando começar um processo de imigração, acho que como todos, tenho medo, pois tenho marido e filhos, e com certeza nao irei sem eles…. mas mesmo assim, apesar dos medos, e do que lemos (de contos de fadas ate os finais não muito felizes), se pesarmos os pros e contras, pra mim os pros para a imigraçao e contra o Brasil, pesam mais e cada dia com as noticias que temos pelas terrinhas aqui, fazem-me mais e mais querer um futuro melhor para meus filhos. e ponto. o resto, a gente vai se esforcando, e tentar uma vida melhor em favor dos filhos, para mim é investimento. espero estar certa! um abraço………

    • Olá Mayra! Obrigado pelo elogio. Desejo sucesso para você. Concordo com você, acho que é mais vantajoso sair do Brasil, não obrigatoriamente para o Canadá, mas para países com uma qualidade de vida e de educação infinitamente melhores que a do Brasil.
      Quem não concorda comigo, fico torcendo para ser educado o suficiente para respeitar minha opinião.
      Forte abraço e parabéns pela família. Acho que quem tem filhos sabe mais o valor dessa qualidade de vida.

      • Olá Francisco, adorei seu texto e muito obrigado pelas ricas informações!! Estive em Montreal ano passado e simplesmente amei! Sonho em imigrar todos os dias, agora dei entrada no processo.
        Abraços e Viva os que estão dispostos a melhorar sempre 🙂

  21. Olá tenho apenas 15 anos e moro Brasil estou no ensino médio e quero muito morar no canadá ou em outro país. Minha família me da o maior apoio e fala que daqui uns 10 anos posso conseguir meu sonho, primeiro vou ter que me formar aqui e aprender bem o inglês. Adorei o site. Parabéns!!!

  22. Gostaria de ressaltar que o Governo Canadense está diminuindo anualmente a distribuição de vistos permanentes. O motivo se dá ao grande número de pessoas que recebem a permissão, mas vão embora do Canadá. Infelizmente, são pessoas que não haviam pisado em solo Canadense anteriormente, mas sempre sonharam com o tal.
    Eu recomendo àqueles que nunca foram ao Canadá, que tentem adquirir os vistos temporários, como de estudante e de trabalho para conhecerem melhor esta nação.

  23. Olá…gostei muito do texto …Queria umas dicas sobre o país…tenho lido muito sobre o Canadá e dos países com possibilidade de intercambio foi o que mais me interessou. Viajo em março de 2012 e ficarei na cidade de Calgary, sabe me falar sobre a cidade?? Aluguéis, transporte, clima, pessoas. Meu inglês não é fluente, mas estudo inglês e , particularmente tenho muita facilidade para aprender a língua. (até então hehe). Agradeço desde já!!!

  24. Bom, ja li a respeito de quase tudo a respeito do Canada e vejo a importancia da troca de experiencia. O que me deixa realmente triste é ver o quanto as “pessoas” principalmente os brasileiros quando saem do Brasil, falam mal do nosso pais. O que mais doi sao as comparaçoes entre qualquer paìs, seja DESENVOLVIDO ou NAO. Por que é muito facil eu sair do meu paìs e encontrar um sistema todo bonitinho e ja bem estruturados por paises que passaram o que passaram ha anos ou seculos. Como atleta, ja tive o privilegio de conhecer a Asia, Europa e, vejo o quanto existe uma “desuniao entre os proprios brasileiros” que infelizmente quando se reunem é para denegrir a imagem do nosso paìs. Tiro o chapéu aos brasileiros que vivem e lutam pela melhoria do nosso paìs porque é muito facil eu ficar do outro so criticando. Que triste!

    • Comentários desses tipos de indivíduos(as) é que mostram que o brasileiro além de não ter o conhecimento necessário, de ser um povo com um país de aspecto de geográfico maravilhoso e recursos naturais abundantes, mas infelizmente com uma população hipócrita e totalmente individualista, fazem esse tipo de comentário. Segue alguns exemplos “Senhor(a) atleta experiente de viagens:
      1º O Brasil em mais demorou mais de 15 anos para ampliar a sua malha ferroviária de 60Km de extensão para 120Km de extensão, enquanto o MÉXICO em quatro anos, ampliou toda a sua malha ferroviária em 400Km, gastando em média o mesmo valor que o Brasil está investindo na obra atual(sem falar o superfaturamento). E os politicos brasileiros usam a ignorância de certas pessoas, transmitindo comercias falsos de desenvolvimento.
      2º A Irlanda do Norte na década de 90, era o país com o maior índice de analfabetos do mundo. O governo fez um investimento pesado na educação, cuja o retorno demorou cerca de 10 anos (uma década), e hoje a Irlanda do Norte é um país referência no mundo inteiro em educação, estando entre os 5 países com as melhores universidades do mundo. Já o seu país maravilhoso com uma população mesquinha, em pleno século 21, está próximo das últimas posições em nº de analfabetos por região, somente perdendo para os países africanos, como Etiópia, Congo, Somália entre outros.
      Para não extender demais essa resposta, procura saber mais sobre a nossa história e leia sobre as nossas atualidade, e compare com os outros países. “IGNORANTE”

  25. ola tenho 32 anos e estou há um ano de terminar a faculdade,queri saber como é o processo para alguem da minha idade arrumar visto?e conseguindo arrumar emprego ja que meu ingles é basico?pretendia ficar um ano em toronto.

    • Obrigado Karen pelo seu elogio.
      Eu sei que lazer é com Z e já solicitei ao pessoal do site para corrigir, mas como bem podes observar não fui atendido.
      Se achares outro erro fique à vontade para expor.
      Cordialmente,
      Francisco Braz Neto

  26. recebi o convite de ir para o Canadá agora em janeiro de 2012,passar 1 mes,estou super anciosaa,mas ouvi dizer q éssa época o frio é muito intenso, -20 graus,e isso esta quase me fazendo desistir,pois nao sou acostumada com o frio,inclusive moro no extremo norte do pais.’shuashuas

    • Ola Luna, o Canada eh frio sim no inverno, mas depende muito da regiao onde voce vai. Morei em Vancouver mais de 7 anos e o nosso inverno nao eh tao intenso assim. Mesmo nas regioes bem frias tudo esta preparado para isso. Comprando um bom casaco e boas luvas, voce vai longe no frio. Nao perca essa oportunidade…. Canada eh lindo, mesmo no inverno.

      • BOA NOITE VANDERLEI
        TUDO BEM COM VOCÊ?
        MEU NOME E CYNTIA MORO EM SP E GOSTARIA DE SABER SE VOCÊ PODERIA ME DAR UMAS DICAS
        ESTOU QUERENDO IR MORAR AI EM JULHO DE 2012 POIS APESAR DE TER UM BOM EMPREGO EU E MEU MARIDO NÃO QUERIAMOS CRIAR OS NOSSOS FILHOS NESTA CIDADE ESTRESSANTE, PERIGOSA ONDE AS CRIANÇAS NÃO PODEM BRINCAR NAS RUAS ENTÃO LI SOBRE VANCOUVER E FIQUEI ENCANTADA ENTÃO GOSTARIA DE ESTUDAR A PRINCIPIO POIS SO TEMOS O BASICO DO INGLÊS PARA PODERMOS ARRUAMR UM EMPREGO SERÁ QUE VOCÊ PODERIA DAR UMAS DICAS SE E MUITO DIFICIL ARRUMAR UM EMPREGO? QUANTO E MAIS OU MENOS O CUSTO DE VIDA AI COM CASA E TRANSPORTE? E SE MEUS FILHOS TEM DIREITO A ESCOLA PUBLICA SE EU FOR COM O VISTO DE ESTUDANDE?
        OBRIGADA DESDE JÁ SE PUDER ME RESPONDER PELO MEU IMAIL cyntiarosa78@hotmail.com
        QUE DEUS TE ABENÓÇÕE

  27. Procurei me informar mas ainda não obtive resposta quanto a minha área de trabalho. Sou formado em Téc. prótese dentária e trabalho a 13 anos na área,tenho 30 anos e moro com uma menina tambem formada em enfermagem. Será que temos chance de progresso? Agradeço imensamente pela resposta desde já.

  28. Caros leitores, amigos e usuários deste portal informativo.

    É tão triste ver que pessoas desocupadas, utilizam do nome de nosso Autor para tentar denigrir a imagem deste diante dos leitores.

    Esse nosso portal traz a ideia de ajudar e apoiar aqueles que estão em busca de informações de qualidade.

    Por tanto peço a todos que infelizmente tiveram o desprazer de acompanhar alguns “comentários” de algum “anônimo engraçadinho” que utilizou do nome de nosso jornalista Francisco Braz Neto, para ofender e criticar com palavras de baixo escalão que desconsidere tais palavras. Este nosso trabalho por aqui é muito sério e que jamais irá ofender ninguém!

    Mais uma vez peço desculpas a você leitor e ao nosso querido amigo e jornalista Francisco Braz Neto por tal fato ocorrido.

  29. Olá Pessoal. Estou em processo de tirar meu visto para estudar em Vancouver por 167 dias. Para que esse sonho seja realizado, vou sair da empresa onde trabalho à 4 anos. Devo dizer que estou profundamente preocupada com a possibilidade de não ter o visto aprovado. Sei que so quero estudar e não penso em morar no Canada, mas ainda sim acredito que o consulado pode não aceitar meu pedido pela questão de vinculo com o país de origem (Brasil). Ainda faltam alguns dias para aplicar o visto, mas estou preocupada. Abs.,
    Pris

  30. Bom dia amigos, parabéns pelo site e pelos textos.. minha dúvida é quanto ao meu trabalho, sou formado (Graduação) em Sistemas de Informação e trabalho na área faz mais de 14 anos, apesar de ter apenas 28 anos, estou pensando em iniciar um Mestrado na área tecnológica, mas queria ir pro Canadá para morar com minha família (mulher e filhos)… o que me dizem sobre essa ramo no Canadá?

  31. Adorei todos os comentários que li … os que são a favor e os que são contra a imigração. É isso aí… o Canadá não é para brasileiro “ixperto” (coloquei entre aspas para dar o sotaque que a palavra exige neste contexto!). Deus me livre deste caos que está o Brasil, detesto todos os “jeitinhos” que nós brasileiros sempre damos (me incluo, porque vivendo aqui agimos assim “Em Roma, como os romanos”). Olhem nossa cultura, está resumida em “bunda” e futebol. E para piorar nossos atletas do futebol não são nem de longe exemplos para as nossas crianças… E o pior do nosso Brasil, como não podia deixar de ser SÃO OS POLÍTICOS,!!! Jesus do céu!!! Temos palhaços (Tiririca), semi analfabetos (Lula), Dilma (que eu não consegui nomear porque a ficha criminal dela é tão grande que ficou difícil achar só um adjetivo). E todos comandam nossas vidas!!!! Moro em Curitiba, uma das “melhores” cidades do Brasil para se viver, cidade “modelo” em transporte urbano e com o maior índice de área verde por habitante… Esse rótulos são somente para quem não conhece Curitiba de verdade. Aqui há umas 50 mortes violentas por semana (incluindo região metropolitana) enquanto no Quebéc a taxa de ser de 80 morte violentas por ANO! E o frio? Dúvido que eu passe tanto frio no Quebéc quanto passo dentro da minha casa!!! Por melhor que sejam nossas casas, elas não são adaptadas para o frio. Vocês já viram as fotos das favelas do Quebéc? Não? Por que não? Simples… não tem favelas lá!!!!! Todos tem pelo menos o mínimo para ter uma vida digna! (um apertamento, que seja!) Para todos os outros que fazem algum esforço e plantam (estudam, trabalham e economizam) conseguem colher! (estudo de qualidade, faculdade barata, segurança, financiamento barato de casas, viagens para qualquer lugar do mundo que cabem no seu bolso….) Minha filha que hoje tem 3 anos vai crescer falando as línguas maternas (francês e inglês), a mamãe vai ensinar o português e o pai dela irá ensinar o alemão. Aguém tem alguma dúvida que ela terá um futuro muito melhor do que se ficar no Brasil? Eu quero esta vida para a minha família…

    • Grasiela, concordo plenamente com você. Estou morando na Turquia, e desde que sai do Brasil, nao consigo pensar em outro lugar para estabelecer minha vida senao no Canadá. Ano passado fiz a mesma experiencia que a sua de ir, ficar por 30 dias e viver o dia a dia em Montreal. Simplesmente me apaixonei. Fácil em QUALQUER lugar do mundo nao será, mas CONDIÇOES melhores com certeza e sao visivéis teremos. Boa sorte e felicidades!

  32. Gostaria de saber se existe um site para alugar uma moradia em Vancouver. Estou pensando em fazer um intercâmbio de estudo que envolve trabalho por 1 ano, porém o preço da moradia que as agências brasileiras oferecem é muito superior ao médio citado em vários sites.

  33. Olá. Primeiro quero agradecer pelo site adoro e vocês traz informações importantissímas.
    E segundo aodrei o texto, toda vez que digo a minha familia que pretendo estudar cinema no Canadá todo mundo me critica e já até soube de pessoas que foram para lá e ficaram decepcionados, igual no texto de vocês.rs.rs.rs.
    Claro que se você tem que ter em mente que é um estrangeiro e que nem tudo será perfeito.
    É isso ai pessoal adorei o site e continuem assim adoro.

  34. Amigos,
    Estou numa noite de insônia em…Montreal….lendo os posts. Vários deles bem pertinentes.
    Resolvi dividir minha perspectiva atual. Há 04 meses penso em imigrar, comecei a estudar 09h francês/sem. e tenho inglês intermediário.
    Resolvi, por vontade própria, vir por 30 dias na pior temperatura para estar aqui, novembro e dezembro. Porque não é o verão maravilhoso que todos gostam, o outono com as lindas folhas amarelas nos parques e nem o inverno com a paisagem branca. Para unir o útil ao agradável, resolvi estudar francês e entender a cidade por 1 mês e visitar cidades vizinhas.
    O tempo muda bastante, hoje choveu, ontem fez pouco frio (1ºC), estes dias nevou, a paisagem está morta, é noite completa às 3h da tarde. Tudo bem, Montreal ainda é incrível, com belos lugares, mas é bom pensar se você quer viver 06 meses do ano desta forma.
    E sim as pessoas, tem pouca paciência com a falta de domínio completo da língua. Eu por exemplo estou numa casa onde ninguém sabe nada de inglês. Eles são gentis comigo, mas na rua, em loja, em negociações e entre outros grupos, as coisas são diferentes. São educadas, mas firmes, esperam que você saiba dizer exatamente o que quer. Se cobram de você enquanto cliente, imagine no trabalho?
    02 colegas ficaram doentes e não conseguiram remédio, é diferente do Brasil onde a auto-medicação é comum, não estou incentivando isto, mas a questão é que a espera nos hospitais é enorme e sem receita médica você não toma nada aqui.
    Outra questão, sim, aqui ninguém passa frio, todo lugar tem aquecimento. A parte boa é não passar frio, a parte ruim é que você fica tirando e colocando roupa a todo momento, e no final do dia você está suada e exausta.
    Ah o metrô é maravilhoso, sim, se você morar perto dele, a maioria mora em Laval ou Longueil (cidades satélites) e precisa de ônibus. E nos domingos, por exemplo, os ônibus são de hora em hora e sim, atrasam (aqui é primeiro mundo, mas não é Londres). Além do fato que em dia de neve ele pode simplesmente não vir, e você precisará de 15 minutos congelando no ponto do ônibus para descobrir isto.
    Materiais de casa e a comida são baratos, os carros são baratos….Os estacionamentos são muito caros e quase inexistentes. A maioria deixa seus carros (baratos) em estações de metrô (caras) o dia todo e andam de metrô dentro de Montreal.
    Os salários são os mesmos do Brasil digo isto baseado em jornais que leio todos os dias. As casas são caríssimas, devido ao aquecimento necessário. Vários levam a vida toda para poder pagar uma casa, e vários tem casas grandes e alugam 01 parte (independente) para outras famílias para poder ajudar nas despesas.
    Se você quer segurança, venha! Ando a qualquer hora na rua, deixo meu material longe de mim no ônibus e metrô sem me preocupar e as casas não tem grades.
    Se você quer ser trilíngue em tempo recorde, venha! Eles realmente são bilíngues (na maioria).
    Se você quer ver outra forma de entender a vida, onde qualidade de vida é respeitada, e ser workaholic não é bem visto, venha!
    Mas se você quer enriquecer fácil, não ter dificuldades com o dia-a-dia, tem preguiça de falar 2 ou 3 outros idiomas (com perfeição), espera emprego de cara na sua área e não tolera frustrações, então aqui talvez não seja o melhor lugar para viver.

    Um abraço e sucesso a todos!

  35. Olá Francisco, tudo bem? Primeiramente nao posso deixar de comentar o quanto seu texto é bom e bem escrito. Voce tem toda a razão sobre aqueles que esperam muito e acabam se decepcionando. Agora a minha pergunta… Eu tenho 16 anos e pretendo fazer faculdade fora do país. Estudei ingles mais de 5 anos e ja me formei. Gostaria muito de ir para o Canadá, até porque os custos sao mais acessiveis. Porém apesar de eu ter a cidadania brasileira, eu tambem possuo cidadania Italiana. Gostaria de saber se voce sabe se há diferença no processo de imigração se eu a fizer com o meu passaporte europeu. Como para entrar nos EUA não é preciso visto, imagino que haja alguma diferença. Desde já, agradeço.
    Abraços
    Juliana

  36. bem, eu já pensei em imigração. No entanto, conforme informado neste blog, não acredito que as coisas são tão simples. Eu necessito de acompanhamento médico anual apenas por precaução, visto um problema de saúde que eu tive em 2005.. Estou bem agora, mas preciso sempre fazer os check ups..
    Minha área é de construção, vias.. Acredito que pelo salário talvez compensasse, mas é aquele situação: solteira, sozinho, em um local desconhecido, sem muitas referências. se algo acontece, você cai no assistencialismo ao imigrante, não tenho idéia de como isso funciona, mas é real: em qualquer lugar do mundo, para sobreviver e ser bem sucedido, tem que trabalhar e muito!!!!!!!!!!!!

    acho que você tem que ir ao local e sentir, com cautela.. não dá para fingir que tudo são flores, naõ é assim que é..

  37. Olá, meu nome é Diego,tenho 21 anos e estou me formando no primeiro semestre de 2013, e tenho vontade de viajar, conhecer outras culturas, mais precisamente a do Canadá. Enfim, eu estou pensando e ir para o Candá ao me forma na faculdade, e quero ir como estudante de inglês, porém meu inglês é bem básico, valê a pena? Penso em estudar por uns 8 meses, e depois tentar arrumar um trabalho e seguir a vida por lá, em Toronto. Isso é possivel, ou seria melhor estudar, pq apenas uns 8meses não será possivel aprender a um nível para poder trabalha?
    Desde de já, agradeço a atenção.

  38. Eu estou interessado em estudar no Canadá, onde ouvi maravilhas sobre ele e estou muito interessado para descobrir a realidade canadense.
    Quais são as principais diferenças entre Canadá e Brasil?
    Realmente um invesimento nesta aréa (estudo) no Canadá sera bem aplicado?

  39. Essa Graziela tem recalque com carioca… E língua materna não é aquela que o filho do imigrante usa na rua e sim aquela que ele usa em casa, no seu caso Graziela, a língua materna de seu filho será o português e ou o alemão. Capice, madame “ixperta”.

    • OI MARCELO (26/12)
      Você acertou em uma crítica… língua materna é o português e o alemão…(não inglês e francês…) me expressei errado… Quanto ao “ixperto” não me referi aos cariocas… me referi aos “ixpertos-malandros” citados também pelo Ailton Silva dia 6/01/12. Desculpa

  40. Moro em Montreal a 4 anos e posso falar com autoridade no assunto, isso aqui eh pura ilusao.
    Se vc nao eh da area de TI fique certo que vc vai precisar ralar e muito pra poder conseguir algo de bom….digo algo que de para sua subsistencia.
    A cada dia que passa vejo mais e mais imigrantes voltando para o pais de origem ou indo tentar a vida no lado ingles, pois o Quebec estah completamente falido. Aqui nos pagamos o imposto mais cara da America do norte e temos as piores estradas do Canada, temos os piores hospitais do pais e o trafico de drogas anda a solta em toda a cidade, soh nao ve quem nao quer.
    Em comparacao com o Brasil aqui eh um paraiso, mas lembre-se vc nao estah mais no Brasil….Se deseja vir para o Canada vah para a parte inglesa pois o Quebec nao tem nada para lhe oferecer….

  41. O Brasil é um país que não tem como dar certo, sabe por que ? A cultura não permite que o país se torne um lugar decente! No Brasil ser “esperto” é visto como uma “qualidade” e não um defeito, ou desvio de caráter…

    Isto faz com que a roubalheira campeie no país, pois os eleitores votam POR IDENTIFICAÇÃO PROJETIVA (se estivesse no lugar deles fariam o que eles fazem) nos mesmos crápulas de sempre!

    A cultura tupiniquim, do jeitinho brasileiro, das trapaças, da malandragem, do levar vantagens em tudo, do tomar partido pelos desonestos, … há quase um endeusamento dos pilantras no Brasil…

    Alguém disse que se investíssemos em educação o país mudaria, desenvolveria, e até sugeriram o exemplo da Coréia do Sul, mas se esqueceram do seguinte detalhe: A cultura do povo coreano não é semelhante á nossa tupiniquim!

    Os povos de olho repuxado, são austéros, gostam de fazer a coisa certa, enquanto que a nossa cultura é da bandalheira… por isso que nada funciona no Brasil, tudo tem que ter um toque de pilantragem por trás…

    Não adianta ter uma semente boa e semea-la numa terrá infértil, do que adianta investir em educação num país que exalta a figura do “MALANDRO” ?????

    Fazem bem quem se muda deste país que está fadado a ser esta merda que é para sempre !!!

  42. Numa piada sobre a construção do mundo, onde Deus está ensinando seu ajudante a construí-lo, a sátira está justamente nas mazelas que cada lugar do mundo possui, Por exemplo: O Japão e seus terremotos, A Indonésia e seus vulcões e assim por diante…Daí o assistente pergunta pra Deus pq. fez o Brasil tão perfeito em tudo, em clima, em geografia, enfim, e eis que Ele responde:
    Calma! Você anida não viu o POVO que vou colocar lá…descupem… é engraçado ao mesmo tempo que é trágico… a pior coisa no Brasil é justamente o seu povo…se eu pudesse escolher um lugar pra nascer, escolheria a Finlândia que é o país mais honesto do mundo, mas eu me contento muito se conseguir ir pro Canadá… Não quero minhas meninas sendo molestadas ao pegar um ônibus ou metrô em horário de pico em SP. Nem quero elas acreditando que tem uma vida decente num lugar como esse que a decência é só uma palavra careta…Quero mais… e se for difícil vale a pensa também, pq adoro um desafio!!!

  43. Bull Shitt, so marmelada o que foi escrito ai, nada de informação util, so coisas que todos já sabem e que funciona ou não para certo tipo de pessoa, muito vago este comentario…

  44. Tenho muita vontade de conhecer o canada e se possivel sair de vez do Brasil, porém gostaria de algumas dicas de como conseguir emprego. Atual mente faço faculdade de Analise de sistemas, porém não tenho frescura para trabalho. Sou casado e tenho filho de 6 anos. Gostariamos de dar adeus ao Brasil.

Deixe uma resposta