Página Inicial Vistos Burocracia e Imigração nos Estados Unidos

Burocracia e Imigração nos Estados Unidos

Burocracia e Imigração nos Estados Unidos.
Em minhas idas e vindas descobri que o mais importante ao sair da sua terra natal é se ter informação.

Burocracia e Imigração nos Estados UnidosNo ano de 2005 eu saí do Brasil pela primeira vez para morar no exterior. A companhia com a qual eu trabalhava no Rio de Janeiro me deu a oportunidade de mudar de filial, e eu claro, disse que sim. A outra filial ficava no estado da Flórida, nos EUA. Eu tinha meu visto de turista e eles cuidariam do resto da papelada para mim, bom pelo menos era o que pensava. Mas tinha muitas outras coisas por trás de tudo aquilo.

Se você planeja imigrar para os EUA saiba que é possível a troca de “estado migratório” uma vez que você já esteja dentro do país. O segredo é estar sempre pendente da data do seu I-94 (o formulário que você recebe antes de entrar nos EUA) e agir dentro das datas que a imigração lhe dá. Uma vez que você inicie um processo imigratório dentro dos EUA você permanece de forma legal dentro do país até que saia a resposta definitiva da imigração sobre o seu processo mesmo que o I-94 expire. Normalmente o I-94 é válido por 3 meses quando você entra com visto de turista e depois varia de acordo com o seu visto.

No meu caso, como a companhia me levou com urgência e não quiseram esperar pelo processo de visto no Brasil, eu entrei com o visto de turista, e logo na minha primeira semana em Miami fui consultar o advogado da empresa para saber o que fazer com relação aos próximos passos. Uma semana depois meu processo de visto de trabalho começou. Muita gente chega aos EUA e teima em não procurar um advogado especializado em imigração para ver quais são as possibilidades.

Erro grave! Não custa nada perguntar!

O advogado não somente me ajudou com todas as possibilidades de visto, mas também negociamos formas de pagamento. Dizem que “Quem tem boca vai à Roma”, pois quem tem boca pode garantir uma estada tranquila nos Estados Unidos ao invés de ter pesadelos com a imigração. Meu processo durou 9 meses exatamente, praticamente um parto mesmo. Neste período a pessoa que fez a requisição de troca de estado migratório fica impossibilitada de sair do EUA. São os dois lados da moeda, você está legalmente no país, porém se sair antes do resultado corre o risco de perder o processo. Em casos de saúde ou questões judiciais, a imigração dá uma permissão para que você saia do país por um determinado período.

Em muitos casos, como o de Green Card por casamento, o processo é mais rápido quando o casal já reside nos EUA de uma maneira ou de outra. Caso contrário o casal tem que esperar no seu país de origem pela resposta da imigração. Uma grande amiga minha é Americana-Colombiana, está noiva de um argentino. Os dois decidiram casar no civil e dar entrada no “visto de noiva/noivo”, que nada mais é do que um green card temporário. Infelizmente, como o noivo não tinha visto algum, eles tiveram que começar o processo nos EUA mas estando ainda na Argentina e agora esperam pela resposta. O processo imigratório requer paciência.

Nos meus meses de espera, eu deixei o desespero bater duas vezes. Cheguei a arrumar minhas malas e buscar passagens. Mas a experiência de outros amigos meus, hoje em sua maioria já cidadãos americanos, fez com que eu exercitasse e muito o auto-controle. E como a imigração tarda mas não falha, e uma resposta sempre vem, 9 meses depois eu já tinha minha permissão de trabalho na mão, número de Social Security e minha habilitação para dirigir.

Foram 4 anos, renovando, carimbando, indo ao consulado, conhecendo outros como eu. A minha frequência na imigração era tanta que eu já brincava com outros amigos dizendo que ia visitar a “Tia Mimi”.

Existe uma variedade de vistos para os Estados Unidos, informe-se antes de mais nada. A própria embaixada Americana tem programas que levam Brasileiros aos EUA seja por longa ou curta temporada. Hoje em dia não vale mais a pena arriscar ficar ilegal por aquelas bandas, se puder busque oportunidades no Brasil, seja trabalhando, estudando ou até mesmo a passeio. Nos EUA não se discute leis, se cumpre leis e ponto final.

Tudo isso tem custo, leva tempo, mas nada que não posso ser superado! É tudo uma questão de planejamento e informação.

Minha experiência é de viver o processo, não de ter estudado as leis, então procure um advogado e informe-se, acredite, a ignorância sai muito mais caro.

COMPARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Olá Leticia tudo bem???
    Li seu pos,estou para fazer um intercâmbio para Boston en janeiro,ainda não fechei com nenhuma escola,e não quero agência,você sabe me informar se caso eu entre nos EUA com visto de turista eu consiga mudar para de estudante estando lá???Vou morar com amigos que fiz aqui no Brasil e como as férias nos EUA para estudantes são de apenas um mês,eu poderia ir como turista e lá escolher a escola viajar pelo país e mudar meu visto será que isso é possível???
    Um bj grande!!!

    • Oi Gisele!
      Pode sim. Só recomendo mais uma vez que busque um advogado. Em Boston, inclusive, há advogados brasileiros especializados em imigração. Também veja isso o mais rápido possível, já que o de turista só é válido por 90 dias e depois disso o I-94 expira e você perde o estado no país e fica até mais difícil aplicar para o de estudante.
      Boa viagem! Curta bastante!!!

  2. olá Letícia, gostei do post: animador! Você poderia informar os contatos do escritório de advocacia que lhe apoiou nos EUA? Gostaria de consultar sim um advogado, mas sem boas referencias fica difícil (fiz uma busca online e alguns parecem charlatões?) Se puder informar algum confiável, ficaria muito agradecida! Obrigada e parabéns pela iniciativa de compartilhar a *valiosa* informação! Abraços, Priscila.

  3. Oi Leticia, adorei sua dica e concordo com vc., vamos fazer as coisas direito!estou indo pra Miami, mas estou um pouco preocupada com o numero de advogados disponibilizando estes servicos e com numero de pessoas que foram enganadas.Vc poderia me passar o contato do seu advogado?Muito obrigada,

  4. Olá Leticia. Obrigada por compartilhar sua valiosa informação. Vi que outras 4 pessoas fizeram a mesma pergunta que irei fazer, e não obtiveram retorno. Mas vou insistir em repetir a pergunta na esperança de um retorno. Poderia nos indicar o nome do advogado que você contratou ou pelo menos nos indicar algumas empresas confiáveis para tal? Pois pesquisando na internet realmente muitos parecem charlatões. Aguardo retorno. Abraço e parabéns pela iniciativa! Mariana

  5. TENHO INTERESSE EM MUDAR PARA EUA PARA TRABALHAR E ESTUDAR INGLES. COMO FUNCIONA O SERVIÇO PARA VISTO AMERICANO PARA CHEGAR LEGALMENTE? A CONSULTORIA OFERECE SUPORTE PARA CONSEGUIR TRABALHO E MATRICULAR EM ESCOLA DE INGLES NOS EUA? TENHO UMA GRADUAÇÃO E COMECEI OUTRA ESSE ANO, AJUDA NO PROCESSO DO VISTO E NA OBTENÇAO DE UM EMPREGO?

  6. Ola gostaria que me indicassem um advogado confiavel que me oriente na documentação para Carolina do Norte.Meu Filho Tem um tio que reside la e estamos pensando em manda-lo para la estuda é e trabalhar Mas Tudo legal,com ducumentacao legal de imigração.Desde Já agradeço

Deixe uma resposta