Página Inicial Américas Canadá Dirigindo no Canadá

Dirigindo no Canadá

O turista que quiser alugar um carro vai precisar apresentar a carteira de habilitação expedida no Brasil. A regra, no entanto, é válida pelo período máximo de três meses. Em algumas províncias a validade da carteira é maior. Em Quebec, British Columbia e New Brunswick é válida por seis meses. Já na Ilha Prince Edward a validade é de quatro meses, mas em Yukon, o período válido cai para um mês. Para evitar problemas, vale a pena checar com associações como a Canadian Automobile Association (CAA), as regras vigentes, incluindo a das estradas, na província por onde o turista vai circular. Exceto na província de Quebec, onde o francês é a língua oficial, no resto do país as placas são escritas em inglês.

Para alugar um carro em geral a idade mínima é de 25 anos e os preços variam bastante, de acordo com a estação do ano, o tipo do veículo e o período de locação.

As maiores empresas oferecem ampla gama de escolhas, desde veículos menores mais econômicos aos mais luxuosos, bem como vans e trailers. Ar condicionado e rádio são itens comuns em qualquer modelo e lembre-se que a maioria das locadoras conta com veículos hidramáticos, os automóveis com câmbios manuais são raros e a maioria também oferece veículos com adaptação para deficientes físicos.

Como o Canadá tem invernos rigorosos, os motoristas devem checar as condições das estradas antes da partida. Também é aconselhável procurar orientações quanto ao material que deve ser levado no carro nesta época do ano. A informação é fundamental para o caso de ocorrer alguma emergência em decorrência de clima. Já no verão a atenção deve estar voltada para os animais, como ursos e alces, que podem cruzar a pista, sobretudo em regiões da British Columbia.

Dicas de como tirar a Carteira Internacional de Motorista

Quem pretende dirigir no exterior, é recomendado que se tire a Carteira Internacional de Habilitação, já que não são todos os países que permitem que o motorista dirija com a habilitação de seu país de origem. Além disso, o documento vem com as suas informações em vários idiomas, o que facilita a comunicação com autoridades estrangeiras.

A versão internacional da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) foi estabelecida pelas Convenções Internacionais de 1926 e 1968, que inclui ainda os documentos estabelecidos pela Convenção Interamericana de Tráfego de 1943, e são aceitas nos países que participaram desses eventos. A carteira é válida por um ano, mas não é renovável. Caso haja necessidade, é preciso tirá-la novamente.

Vantagens

  • Se o motorista cometer uma infração de trânsito ou envolver-se em um acidente no exterior, as autoridades vão exigir o documento de habilitação. Caso esteja em idioma que eles não conheçam, podem pedir a tradução do documento. Esse processo atrasa a liberação do motorista. A Carteira Internacional de Habilitação tem as informações do motorista em alemão, árabe, chinês, espanhol, francês, inglês, português e russo;
  • É o documento mais seguro para conduzir um veículo no exterior;
  • Não é necessário fazer exames.

Como Tirar

Procure o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do seu Estado e cheque os endereços dos escritórios autorizados a emitir a Carteira Internacional de Habilitação. Você terá de preencher um formulário e pagar uma taxa que varia de acordo com cada escritório.

Basicamente, os documentos necessários são:

  • Duas fotos 3X4 iguais e recentes;
  • Cópia autenticada do RG, C.N.H. e comprovante de residência;

Observações Importantes

  • O uso do cinto de segurança é obrigatório para todos os passageiros do carro, bem como as cadeiras para bebês.
  • Em algumas províncias, deve-se usar os faróis também durante o dia ou nas estradas.
  • O limite de velocidade varia de acordo com a província. Geralmente gira em torno dos 90 a 100km/h fora das cidades.
  • As distâncias são marcadas em quilômetros e dirigi-se (como no Brasil) pela direita das vias (com volante na esquerda do automóvel).
  • Gasolina (custando entre 44 e 63 cents o litro) e óleo diesel são vendidos por litro nos postos de gasolina, que são na sua maioria no sistema self-service.
  • O sistema de rodovias é excelente e inclui a Trans-Canada Highway com 8 mil quilômetros (a maior do mundo) que atravessa o Canadá de costa a costa.
COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta