Página Inicial Outros Notícias O hábito de mascar folhas de coca, muito comum no Peru

O hábito de mascar folhas de coca, muito comum no Peru

No Peru é penalizado tanto o consumo como o tráfico de drogas. Mas o consumo de folhas de coca é permitido.

As folhas de coca são usadas para fazer chá, que visam amenizar os efeitos da altitude da cordilheira. “Chacchar” – que no idioma local significa mascar – é de grande importância para os povos andinos.

Mascar a folha da coca também contribui para uma boa digestão e para desfazer a sensação de desconforto causada pelo excesso de altitude. Há um porém: o “chacchar” produz um sumo que deixa os dentes com a coloração esverdeada e a boca ligeiramente adormecida.

A coca é uma planta narcótica da família das Erythroxylesd, indígena do Peru (Erythoxylon coca). Ao arbusto conhecido por este nome, os peruanos chamam “ipatú”, podendo atingir de 1 a 3 metros de altura. Uma casca esbranquiçada cobre toda a sua haste. As flores são pequenas e amarelas e o fruto vermelho, oblongo e carnoso.

Em estado selvagem, abunda nos Andes até dois mil metros de altura. Os incas exaltavam excessivamente este arbusto e utilizavam a folha como moeda. Na antiga Colômbia, os sacerdotes do Sol mastigavam e queimavam folhas de coca em honra a divindades.

Os peruanos e bolivianos mascam as folhas, assim resistem à fadiga e ao sono, como também aos jejuns prolongados.

A coca já cumpriu e ainda cumpre, um grande papel em todas as práticas religiosas e supersticiosas dos peruanos. Por exemplo, quando estão para empreender uma viagem ou um negócio, recorrem a coca do seguinte modo: molham com saliva a folha inteira e a pregam à ponta do nariz; logo dão um sopro forte e olham para o lado que caiu, se para a direita, é sorte, se para esquerda é sinal de desgraça. Raras vezes empreendem algo, se a coca lhe anunciou má sorte.

Para os indígenas aymaras e quechuas, a folha da coca é sagrada, como a hóstia dos cristãos. É utilizada em cerimônias sociais e rituais.

Uma lenda conta que o Deus do Sol disse ao sacerdote Khana Chuyma:”Sobe esta montanha e encontrarás uma pequena planta com grande poder. Guarda suas folhas com amor e usa-a quando doer teu coração, ou quando tua carne sentir fome e tua mente estiver obscura.Mas quando o conquistador branco a tocar, encontrará veneno para seu corpo e loucura para sua mente.”

As folhas de coca podem ser facilmente adquiridas nos mercados. É normal criar o hábito de tomar chá de coca depois de certo tempo no país. Mas não queira levar folhas para casa; é preferível comprar o chá que se vende preparado em sachês de infusão, com registro sanitário. Desta maneira evita-se problemas com a guarda civil no caso de revista às bagagens, no país de origem ou com a própria polícia peruana na saída do país.

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta