Página Inicial Destino Dicas para estudar na Espanha

Dicas para estudar na Espanha

É o segundo destino mais procurado por estudantes brasileiros no exterior. Alguns motivos para isso são o ótimo nível de ensino e a mistura de culturas no país. Além disso, o espanhol é o idioma oficial de 21 nações e usado por outros milhões de pessoas como segunda língua. A economia está entre as 10 maiores do mundo.As primeiras etapas de ensino no país, Educação primária e Ensino Secundário Obrigatório (ESO), são gratuitos. No ESO, que dura quatro anos o aluno já tem que escolher algumas diciplinas seletivas, além das matérias obrigatórias. O Bacharelado, etapa seguinte dura dois anos e é apenas um preparatório para a universidade, onde o aluno se concentra em uma das seguintes áreas: artes, tecnologia, ciências da natureza e da saúde ou humanidades e ciências sociais. Nessa altura da opção é o Programa de Iniciação Profissional, que também leva à universidades, mais é mais longo e focado em práticas profissionais.

Existem muitas instituições especializadas no ensino para estrangeiros, em áreas como negócios, marketing, turismo e comunicações. Algumas até reservam cotas de vagas para estudantes de fora do país.

Duas vezes ao ano, os brasileiros podem realizar provas para as universidades espanholas sem sair do país. Esses exames são aplicados por institutos e casa de cultura hispânica no Brasil. Além dele, no entanto também são necessários mais documentos para estudar em uma universidade da Espanha: Comprovação de domínio do idioma por meio do diploma espanhol como língua estrangeira (DELE) e diploma de ensino médio homologado na embaixada ou consulado do país.

Entrada no país:

É necessário visto de estudante que pode ser obtido nos consulados do país. Além disso, a escola auxilia o estudante estrangeiro a providenciar o documento estudantil.

Trabalho legal:

Normalmente o estrangeiro não pode trabalhar legalmente no país apenas com visto de estudante. Para isso, é necessária uma permissão oficial do Ministério do trabalho mesmo assim, contudo, alunos estrangeiros só conseguem essa autorização excepcional para trabalhar por um período máximo de um ano.

Espero ter esclarecido algumas dúvidas

Amanhã irei colocar algumas instituições de ensino com endereços e dados para contato.

COMPARTILHAR

25 COMENTÁRIOS

  1. Gostaria de saber se a algum concurso, e ou prova.Para o aluno intereçado em cursar no exterior o superior.
    Desde já acradeço
    deoclecio silva (Brasil)

    • Recebi alguns e-mails perguntando sobre o processo de homologação de um curso universitário brasileiro na Espanha. O que serve para que seu título universitário tenha validade por aqui, sem este processo é como se você não fosse formado em nada!

      Agora mesmo a coisa está meio estranha, porque durante a Semana Santa o presidente alterou alguns ministérios e as universidades que estavam dentro do Ministério de Ciência e Inovação voltaram ao Ministério de Educação. Mas a parte de homologação de título continua aparecendo no ministério anterior, assim vou colocar os requisitos para convalidar títulos, mas que podem sofrer algumas alterações nas próximas semanas. Comentarei ao final a principal alteração que pode ocorrer, sob meu ponto de vista.

      Os documentos necessários são os seguintes:

      * Passaporte ou carteira de residente (NIE) – Se é residente o melhor é tramitar com oNIE, não necessita legalizar o documento!

      * Título que pretende homologar, diploma ou certificado de conclusão do curso universitário

      * Histórico escolar ou documentos que comprovem: duração do curso, plano de estudos, disciplinas cursadas com carga horária (Como as disciplinas podem ter nomes diferentesno currículo espanhol, é interessante conseguir a ementa e o programa de cada uma delas)

      Você apresenta todos os documentos originais e uma cópia, e eles autenticam a cópia durante esta apresentação, ainda deve pagar uma taxa de 80€.

      Todos os documentos devem ser legalizados, o que significa isso? Vamos a ver …

      Você necessita enviar seus documentos relacionados à universidade: título e histórico escolar (e por exemplo as ementas) para o Ministério de Educação, depois para o Ministério de Relações Exteriores, dá uma olhada neste post para saber como fazê-lo. Depois deve passar pelo Consulado Espanhol, e por fim traduzir os documentos com um tradutor juramentado em Espanha.

      O trâmite demora entre 6 meses e 5 anos, isso mesmo, depende da sorte. Eles podem pedir que você curse alguma disciplina que entendam que você não cursou no seu país, e que seria necessária para a homologação. Isto é bem comum, conheço muitos casos em que isto aconteceu. Daí você terá que procurar a universidade pública mais próxima para saber como deve proceder, em muitos casos os professores das disciplinas vão pedir que realize algum trabalho, e não necessariamente que assista às aulas.

      Quanto ao que afirmei sobre as possíveis mudanças. O Ministério de Educação exige para a homologação de títulos que não considera universitários, técnicos ou de formação artística, que a pessoa também comprove que cursou o Ensino Médio. Antes quando esta competência era deste ministério também existia esta exigência para os cursos superiores, e como pode ser que volte a ser sua competência, esta exigência pode voltar. Caso isto aconteça, além dos documentos anteriores, teria que anexar o certificado ou diploma do Ensino Médio, bem como o histórico escolar correspondente.

      Páginas que podem ser utéis:
      http://noticias.juridicas.com/base_datos/Admin/l53-2002.t1.html – O artigo 28 faz referências às taxas adminsitrativas do processo de homologação
      http://web.micinn.es/contenido.asp?menu1=4&menu2=6&menu3=&dir=04_Universidades/022EdUnSu/06@Titulaciones/031HoDeTi/001HUniv-GrAcademicos – A homologação de títulos universitários continua no site do Ministério de Ciência e Inovação
      http://www.mepsyd.es/mecd/jsp/plantilla.jsp?id=66&area=titulos – homologação de títulos de Ensino Médio, técnicos e de formação artística
      http://www.abe.mre.gov.br/legalizacao-de-documentos/legalizacao-em-documentos – Página do Ministério de Relações Exteriores do Brasil sobre legalização de documentos

  2. ola estou de ferias aqui na espanha e ouvir falar essas ºº instituições especializadas no ensino para estrangeiros, em áreas como negócios, marketing, turismo e comunicações. Algumas até reservam cotas de vagas para estudantes de fora do país. ºº estou pretendendo iniciar em agosto gostaria de saber se eu ja posso solicitar o visto por aqui mesmo , eu tenho que esperar pra ir ao brasil, e como eu estou aqui de ferias quais as vantagens que eu tenho, o que eu posso ir logo fazendo por aqui ?um grande abraço fique com Deus, espero que possa me ajudar :*

  3. olá…estou pretendendo morar na espanha para terminar meus estudos…estou cursando o 2°ano do ensino médio e gostaria de fazer meu 3° ano e a faculdade lá.Pesso apartir deste dicas de escolas e e lugar onde eu possa morar…tenho nacionalidade e espero q isso ajude!

  4. Estude num ano em Espanha, na Universidade de Navarra ainda que não sou Brasileiro agora estou em Brasil. É um muito bom lugar, se precisam ajuda dizer-me a mim 🙂

    • ei..tudo bem?estou qurendo estudar na espanha e achei um curso nessa universidade….gostaria de saber como é estudar lá…se tiver tem como vc me mandar seu e-mail ou msn?tenho algumas perguntas..valeu obrigada!

  5. Boa tarde tenho dois filhos na Espanha e estão necessitando de umas documentações que eu como pai ainda não sei nem por onde começar ,pois eles estão na espanha há 2 anos e a minha ex-mulher me pedi uma coisa e depois outra nem sei por onde começar,gostaria de uma ajuda de como e a onde procurar para fazer uma documentação que eu autorizo meus filhos estudem na espanha, eles ganharam uma bolsa de estudo e não puderam estudar este ano por está falta de um documento que eu autorizo eles a ficar com a mãe e estudar na espanha ! No mais agardeço e fico no aguardo ! Grande abç . Antoniel Franklin

  6. Queria saber quanto tempo antes posso aplicar o visto?? Meu curso começa em novembro, mas acontece que já queria ir agora, estou fazendo já todo o processo…outra coisa…caso eu nao possa ir agora, se eu fechar antes da minha pós graduação um curso de 3 meses de castellano, este curso tem limite de horas, ou este caso tem uma tregua? Pessoal já perguntei isso pra varias pessoas e ninguem me responde… 🙁 meu e-mail é tatiana.barbosa@live.com

  7. ola sou davy james gostaria de saber quais os procedimentos que tenho tomar para começar estudar no exterior o curso que gostaria de fazer é ciencias contabeis

  8. Olá, tenho muitas dúvidas em relação aos estudos aqui na Espanha, estou na Espanha e estou afim de ter um nível universitário europeu, onde e como devo encaminhar meus documentos?
    Quais os documentos necessários para ingressar
    Estou aqui e já louco para estudar…
    tenho que ter todos os históricos escolares tipo do primário ao secundarista?
    Gostaria de saber quais as universidades que esta apta para receber brasileiros?

  9. Informação real de quem já estudou na Espanha: você terá que pegar firme. Se acha que estudar no Brasil é difícil, vai se surpreender ao estudar na Espanha.

    Vejamos, no Brasil temos o sistema de 100 pontos onde temos que somar 60 para aprovar.

    No colegial e nas universidades da Espanha a nota máxima é 10, sendo 10 um 100%, vejamos:

    40% (4 pontos de 10) – PROVA ESCRITA 1.
    40% (4 pontos de 10) – PROVA ESCRITA 2.
    10% (1 ponto de 10) – PRESENÇA: HAVER ASSISTIDO 100% DAS AULAS, quero dizer, se você faltou por estar doente você não receberá este 1 ponto.
    10% (1 ponto de 10) – PARTICIPAÇÃO/ESFORÇO – Esse ponto você só ganha se o professor for com a sua cara, o que costuma ser difícil. Você deve haver tirado notas altas nas provas escritas e haver assistido a todas as aulas para o professor achar que você merece esse ponto.

    É quase impossível tirar 10.

    As provas escritas valem 10 pontos cada uma, mas cada uma equivale a um 40% da nota final, somando um 80% de prova, (Nota 8) entendeu? Os outros 20% (2 pontos) você só consegue se for um aluno exemplar e ter uma saúde de ferro, e nenhum problema em casa.

    Para aprovar uma prova de 10 pontos você deve tirar 5. Se tirar 3 em uma e 8 em outra você perde os 80% de nota, pois para fazer média entre as duas provas é necessário haver tirado pelo menos 5 nas duas. E costumam ser difíceis, pois geralmente o conteúdo é extenso e deve ser memorizado em um curto período de tempo. Nenhuma prova é de teste ou verdadeiro ou falso, e muitas não são de responder questões, em muitas é necessário haver memorizado o capítulo, pois se pede que você escreva tudo o que estava escrito no capítulo (fornecem apenas os títulos para facilitar).

    Abraços.

  10. Vestibular na Espanha:

    “Prueba de Acceso a la Universidad”
    Tempo de estudo: 1 mês. O “terceiro colegial” (segundo de bachiller) acaba em junho e a prova é em julho. Você tem um mês para estudar, só entra na prova o conteúdo do terceiro colegial.

    Materias comuns:
    – Lengua Castellana y Literatura. -> 4 livros de literatura com espanhol geralmente antigo (vocabulários medievais, palavras às vezes latinas) + 15 capítulos de teoria, + análise de orações.
    – Historia da Espanha -> 14 capítulos de 8 folhas cada um + 14 textos de época. Você deve memorizar os 14 capítulos. Na prova pode cair qualquer 1 dos 14. Você deverá escrevê-lo com o máximo de detalhes possíveis em 60 minutos. É melhor detalhar se quiser aprovar.
    – Historia da Filosofia -> 14 capitulos. Prova com textos de compreensão. Há que haver estudado bem para entender os textos.
    – Inglês -> Nível B.1.2 (Intermediario) falado e escrito.
    – Uma materia de modalidade. Se for, por exemplo, colegial artístico, poderia ser Historia da Arte, onde você teria que memorizar a análise de 190 obras de arte, desde o período clássico ao contemporâneo, e mais 20 capítulos.

    Outras matérias de modalidade, de acordo com o colegial escolhido, poderiam ser Biologia, Química, Desenho Técnico, Desenho Artístico, Física, Técnicas Gráfico-Plásticas, Matemáticas, etc. Pode-se escolher português no lugar de inglês, mas há que haver aprovado inglês no colegial. Geralmente a prova de português é mais dificil que a de outros idiomas, pois se considera uma lingua muito semelhante ao espanhol, e quer burlar alguns alunos que escolhem português sem saber o idioma, por justamente pensar que português “é muito fácil”. Eles costumam colocar palavras nos textos que ás vezes, nós, os próprios falantes da língua não sabemos o significado.

  11. hola. sou cenilde i tenho minha filha de 17 anos que veio agora conmigo do brasil para estudar aqui na españa,mas estou tenendo broblemas para entender como faço para matricular ela.porq agora estão de ferias e tambem o estorico dela ñ foi reconhecido no cartorio.e tambem precisa da autorização do pai para q ela possa viver aqui porq ela é de menor de idade.será q vc poderia me dizer como faço para legalizar tudo e ela estudar aqui?eu estou sem noção do que eu tenho q fazer.obrigada

  12. Moro no Brasil, estou cursando o segundo ano do ensino médio aqui e pretendo cursar o terceiro ano Espanha, como faço ? Alguém me ajuda por favor, gostaria de dicas sobre qual escola é a melhor, o que preciso fazer em relação a documentaçao, tanto a escolar como passaporte, e para tornar tudo isso válido, desde ja agradeço.

  13. Olá, eu quero saber como faço para concluir meu estudos na Espanha, Nao conclui o ensino fundamental e quero saber como faço para dar continuidade nos estudos

Deixe uma resposta