Página Inicial Destino Américas Qual é o seu Canadá?

Qual é o seu Canadá?

Há quase 2 décadas o Canadá virou destino para muita gente espalhada no mundo. Recebendo gente das mais diversas culturas, o país viu a importância do imigrante em todas as áreas e a real necessidade de povoar um dos maiores territórios do planeta. O processo de imigração sentiu várias mudanças desde sua criação e o país também mudou bastante para melhor receber os que aqui chegam. O recém-chegado já encontra bastante apoio em território canadense seja de organizações não governamentais, associações ou institutos que, muitas vezes, trabalham em conjunto com o governo. O processo de imigração do Canadá já foi muito elogiado internacionalmente e hoje carrega uma boa reputação no que se diz respeito à eficiência da seleção.

O Brasil é um dos países que mais cedem profissionais qualificados em diversas áreas como administração, gerência de projetos, educação física, engenharia e principalmente informática, entre outras. E o profissional brasileiro, de modo geral, tem obtido uma boa resposta dos empregadores e do mercado canadense. Comprometimento, profissionalismo e experiência são alguns ingredientes do segredo de quem vence em terras geladas. Segundo dados do Departamento de Imigração Canadense, comparando-se os anos de 1999 a 2008, a imigração de brasileiros aumentou 330%. Outro dado importante é que de 2000 a 2007 o Canadá recebeu mais de 8200 imigrantes vindos do Brasil, uma incrível média de mais de 2 por dia.

Mas, de fato, o que significa morar no Canadá? Morar no Canadá é viver num dos países mais bonitos do mundo. É também fazer parte de uma sociedade mais justa e ter qualidade de vida. É ter oportunidades de estudo e de trabalho. É conviver com gente de todo canto do planeta e ouvir diversas línguas na rua todo dia. É aprender o tempo todo e estar sempre aprendendo. Há também o fator segurança, o que faz uma enorme diferença para os que têm filhos ou para aqueles que sentem ou sentiram falta dela, de alguma forma, no Brasil. Morar no Canadá também significa ter a oportunidade de ver o mundo de outra forma e de outro ângulo, além de viver com as 4 estações. É experimentar coisas novas e diferentes no inverno, esperar ansiosamente pela primavera, curtir ao máximo o verão e se encantar com o colorido do outono. É ainda viver numa economia estável e saber que os impostos estão sendo usados para o bem comum, da coletividade e para a comunidade. Muitos apontam que viver no Canadá é ser valorizado e respeitado pelo que você é além de viver com dignidade. Para muitos, morar no Canadá é como viver num filme e estar realizando um sonho.

Porém, vir para o Canadá poder ser um grande erro. Para alguns o Canadá significa regresso profissional, já que não conseguem a equivalência de seus diplomas, certificados e credenciais. Esses encontram muita resistência das associações e do próprio mercado, principalmente profissionais da área de saúde como médicos, psicólogos e enfermeiros por exemplo. Para outros, o Canadá significa ter que enfrentar mais de seis meses de frio, viver trancado em casa por causa da neve e sentir depressão pela falta do sol e do calor. Muitos também não se adaptam aos dias curtos no inverno. O Canadá também pode passar uma falsa promessa e uma verdadeira baixa na qualidade de vida. Ter empregada doméstica é um luxo, salão de beleza é caro e não há vizinho que se possa contar são alguns exemplos. Viver aqui significa superação, ter autocontrole e muita perseverança. Difícil para muitos é deixar o trabalho e a carreira pra trás, assim como os amigos, cultura e principalmente a família. Ter que se acostumar com a comida, aprender outra língua e lidar com o clima são alguns desafios na nova vida dos que chegam ao Canadá. Outro fator que incomoda bastante é o sistema único de saúde: não poder ter um plano de saúde privado pode ser algo bem negativo. Faltam médicos no país inteiro e a espera no atendimento nos hospitais beira o inaceitável. Agora, para a esmagadora maioria, há uma coisa muito difícil de lidar. Pior do que já tudo apresentado. E é algo constante. Incômoda e sempre viva. Fala-se da saudade. A saudade é a parte mais difícil que o novo imigrante passa a administrar, principalmente a saudade da família. A falta física do pai, da mãe e dos irmãos é muito dolorida. A saudade é eterna. Para todos, morar no Canadá significa estar emocionalmente dividido. É aprender a se comunicar por telefone ou via e-mail e se limitar a ver sua família através do computador. Enfim, o Canadá não é pra todos e para muitos ele pode se tornar um verdadeiro pesadelo.

Para os que passam pelo processo de imigração e mudam de vez o Canadá é, acima de tudo, uma grande aventura. É fundamental que o futuro imigrante esteja preparado. Saber o que quer e o que pode ser que venha a enfrentar. É como “nascer de novo”. É enfrentar problemas inimagináveis e muitas das vezes se deparar com uma dura realidade.  É ter que conviver principalmente a saudade. Imigrar requer planejamento. Ter vários planos e segui-los. É estar disposto a começar do zero se necessário. É estar disposto a dar uns passos pra trás e saber a hora certa de dar o passo pra frente. Parte do planejamento é saber pra onde você está indo e se informar. Ler muito sobre o país, as cidades e fazer contatos com os que passaram pelo mesmo. Hoje a internet, sites de relacionamento e blogs é a melhor dica para fazer amizades e buscar informações.

Aos que estão vindo, quais são os seus objetivos? Quais os medos? O que pensa e o que quer encontrar no Canadá?

Aos que estão aqui, qual é ou foi a maior dificuldade? O que mais gostam e o que menos gostam? Algum conselho para os que estão imigrando?

Qual é o seu Canadá?

Deixe o seu recado. Participe.

COMPARTILHAR

106 COMENTÁRIOS

  1. Eu costumo dizer que o Canadá é o melhor acidente de persurso que poderia acontecer na minha vida. Há quatro anos atrás, eu decidi do nada que queria fazer um intercâmbio para aprender inglês. Long story short, fui parar numa cidadezinha no interior de BC, encontrei o amor da minha vida e hoje não tenho (ainda) tudo que quero, mas amo tudo que conquistei.

    Sim, é muito complicado se acostumar ao frio dessa terra. Quando está os termômetros marcam 6 graus no Rio, o povo corre pra Itaipava e vai comer fundue. Aqui é só o início do inverno e nem neve na montanha se vê! Mas antes que me mandem pro pinel, ainda não troco a minha nova casa pelo Brasil. Aqui tenho segurança, saúde e muitas oportunidades de crescimento.

    Nascer de novo foi uma ótima experiência. No meu Canadá, eu aprendi a ser assertive, mais profissional e amadureci horrores. O meu Canadá é frio e sim, foi difícil começar a minha vida por aqui mas, depois de quatro anos, vejo que os próximos quarenta serão tão mágicos quanto os quatro primeiros dias que vivi nessa terra!

    • Veronica, gloria a Deus porque vc esta feliz!
      Conhece, ai onde vc esta, algum abrigo para imigrantes que os ajudem a se integrar no pais? Meu filho esta no canada e nao quer voltar para o Brasil, porem esta desempregado e sem lugar para ficar.
      Deus abencoe cada dia mais!

  2. Ainda estamos indo. E tenho consciência que a chegada no Canadá não significa o fim, mas sim o (re)início do zero em relação a muitas coisas que já conquistei no Brasil. Prós e contras, é isso que conta. “Being” ao invés de “having”, é o que acredito ser mais propício no Canadá do que aqui no Brasil.

    Abraços,

    Der Doppelgänger

  3. Gostaria de comentar dois itens mencionados que acho que não são totalmente verdade:
    1. Baixa na qualidade de vida: Tenho certeza de que o escritor diz que a qualidade de vida baixou para o contratante da empregada doméstica. E a própria empregada doméstica, qual é a qualidade de vida dela hoje no Brasil? Esta é a grande diferença. Aqui, TODOS tem chance de ter uma vida digna, seu carro, sua casa, seu emprego, etc. Empregada é caro? Sim, pois aqui não se explorar o empregado. Paga-se um salário dígno para todos.
    2. Equivalência de diploma: É realmente um problema, porém conheço muita gente imigrou (fisioterapeutas, dentistas, etc) e hoje trabalham em suas profissões. É um passo a mais no planejamento.
    3. Saudade: Sim, é totalmente verdade, porém o fato de você ganhar bem aqui, ajuda no caso de ir visitar a família ou trazer familiares para passear aqui (o que eu acho melhor). Nossa casa vira uma extensão da família.

    Diria que imigrar para qualquer país exige muita preparação. Financeira, psicológica, pessoal e profissional. Tudo deve ser estudado minuciosamente e planejado. Se você é um profissional de sucesso no Brasil e fizer um bom planejamento antes de chegar aqui, seu sucesso aqui é garantido.

    Dica? Junte todo dinheiro que puder enquanto ainda no Brasil. Gaste apenas com aprimoramento do inglês. O nível do seu inglês será diretamente proporcional ao tempo de sua recolocação aqui no Canada.

    Boa sorte aos futuros imigrantes.

  4. Eu concordo que a pior dificuldade no Canada e a saudade, de resto tudo e adaptavel. O Pais tem uma excelente qualidade de vida e a questao de seguranca publica faz uma diferenca enorme. Quanto a recomencar a vida eu acredito que muitas vezes recomecamos em nosso proprio pais. Estou no Canada ha 4 anos e estou muito bem, recomecei minha vida e agora tenho otimo trabalho e uma vida confortavel. A diferenca e que aqui existe a chance de vencer e no Brasil e quase imposivel mudar seu estato social. De qualquer forma tenho saudades da familia. Abracos

    • Ola’ Denise,
      E’ verdade… aqui todos recomecam, trocam carreiras, partem para uma aventura, curtem mais e estao mais desprendidos. No Brasil e’ tudo mais dificil. Mudar e recomecar e’ algo muito duro por la’.
      Um abraco e obrigado pela participacao.

  5. Interessante a reportagem e os comentarios. primeiramente peço que nao observem os erros no Portugues ruim como fala a música do Roberto…Acho que aumentar palavras no texto seria alguma coisa desnecessaria…o autor descreve a vida no Canada com muita veracidade e, é claro tambem que é muito fácil acertar quando se fala da saudade…

    O Canada, pode ser um verdadeiro tormento…é verdade, isso é verdade se tens ideais e se sentes no peito a divida que o Brasil tem contigo e tu para com o Brasil…

    Estou no Canada a 6 anos, e, meus filhos se sentem Canadenses e tanto eu como a minha familia, amamos e defendemos a forma de governo e vida do Canadense, embora nao perfeita mas INCLUSIVE E LIVRE.

    Mas, aqui eu quero aproveitar para PENSAR no Brasil e no potencial que tem e na forma de vida que poderia ofertar aos brasileiros, entao doi…ver e ler sobre a pobreza, de Norte a Sul..embora muitos dizem que melhorou, ja que a classe media passa dos 50%…Mas, o tema é o Canada…terra boa, onde as pessoas ( emnbora exista discriminacao sim senhor…) sao tomadas em conta, na maioria das vezes, sem importar-se com a sua idade, seu sobrenome, …as crianças que aqui crescem, aprendem desde cedo que o céu é o limite….más, vai a dica…A melhor terra do mundo é aonde voce nasceu e cresceu…

    Acho que é questao entao de mudar o Brasil, vejo com muito agrado, mas, isso nao é tudo…que politicos fedorentos nao foram re-eleitos e perderam a vaga no Senado por exemplo..outros, outrora senadores, tentaram novamente ser eleitos e foram colocados no esquecimento…vejo novos nomes e novas caras surjem, novos ideais…Mas gente, a estrutura e a forma de governo nao muda..ai esta a questao…

    Temos que mudar, transformar o Brasil, lutar mais, enfrentar mais…demandar mais, entender que os politicos sao nossos empregados e nao nossos patroes….Ai sim entao amo o Canada, embora sei lá, deve existir as suas coisinhas…mas, AQUI TEM MUITA EQUIDADE, EQUILIBRIO, OPORTUNIDADES…DIREITOS E DEVERES…RESPEITO…CIDADANIA…CONSCIENCIA COLETIVA EMBORA NAO PAREçA…E MAIS…AS PRISOES SAO PARA TODOS E TODAS…DO MAIOR AO MENOR…TODOS E TODAS DECLARAM E PAGAM IMPORTOS..OS QUE MAIS MAIS, OS QUE MENOS MENOS…POR ISSO OS GOVERNANTES BRASILEIROS TEMEM TRANSFORMAR O BRASIL E DEIXAR O POVO ESTUDAR E SE ALFABETIZAR, QUE NAO SIGNIFICA APENAS LER E ESCREVER..MAS, PENSAR…PENSAR E O MAIOR PERIGO PARA OS GOVERNOS DO 3RO MUNDO, ASSIM COMO PARA O DO BRASIL…

    Entao, ai vao outras diferenças da realidade… Viver no Canada é viver com autoridades que pensam no coletivo, sao funcionarios do povo Canadense, se nao trabalha, vai pra fora…Outra diferença…o povo que eleje o Parlamento, pensa nas crianças…pensa no idoso, a sociedade nao é perfeita mas, busca-se a inclusao social…todas as forças sociais procuram a inlcusao de todos e todas…enquanto no Brasil, muitas forças sociais controlam e atrapalhmm o bem estar de muitos e até lutam para que só as élites a tenham…ou seja, em conclusao, nao tenho saudade dos coroneis nao nem dos governantes latifundiarios….tenho saudade sim da mae, das sobrinhas, sobrinhos, irmaos e irmas…dos amigos do peito…da praia, do sol, do chop, do volei, do basquete…da F1… Bom mesmo é que todos nós brasileiros e brasileiras que moramos por esas terras, pudessemos voltar e transformar e fazer do Brasil o nosso Canada, com a a sua forma e estrutura de governo…PENSE..PORQUE NAO? Abraços!

  6. A saudade é sim um grande problema, mas diferente da situaçáo no Brasil, quando a vida se estabiliza com bom emprego, visitar a nossa terra ou financiar a vinda de familiares para visitar náo fica dificil. Aqui o indivíduo é valorizado e a economia sólida permite que o páo de cada dia esteja garantido… e a preocupaçao maior fica sendo onde passar as férias, onde os filhos váo estudar, em que situaçao se aposentar… Ao passo que na terrinha varonil, o sujeito luta a vida toda prá comprar uma casa, seu carrinho, e fica endividado com juros sobre juros a perder de vista.
    Discordo do texto no que tange a saúde. O sistema é extremamente igualitário, dinheiro náo compra cirurgia nem melhor médico ou melhores tratamentos. O filho do patráo recebe o mesmo tratamemto que o filho do empregado, e para os médicos, náo existe aquela preocupaçáo de fazer escolhas de tratamento menos honerosos mas também menos efetivos, pois o paciente náo pode pagar. Sim, existe falta de médicos generalistas, mas quando você precisa ser atendido realemente, será atendido. E ninguém pergunta se pode pagar ou náo! É um sistema justo, e somente náo é melhor por falta de bom gerenciamento. Mas ninguem fica de fora!
    Educaçao indluindo o II grau completo é totalmente de graça, isso é outra coisa que é de se levar em conta no Canada.
    Saudade sim, essa sempre está presente. Mas é a opçáo pela real qualidade de vida e um futuro a familia longe da violêcia que fazsuperar aquele doído sentimento.

    • O sitema de saúde é realmente igualitário: ruim e falho pra todos.
      Na verdade o sistema é bom e justo no papel, mas a realidade é bem diferente. Ha’ uma enorme falta de médico, o que faz a fila de espera almentar consideravelmente, seja na emergência ou para consultar o especialista.
      Os que ja’ passaram pela situaçao de precisar de um especialista ou no caso de urgência sabem das grandes falhas do sistema e do fraco atendimento dos generalistas.
      Quem ve de fora acha que esta’ tudo uma maravilha.
      Alguns setores do governo, principalmente a oposição, ja’ comecam a discutir sobre uma reformulação. E a população agradece.

  7. Mais uma vez ótimo artigo Rodrigo. Relata muito bem a realidade de cada um. O Canada é bom ou ruim dependendo da experiencia de cada um. A experiencia de viver em outro país e aprender outras línguas inglês e francês é sempre válida e faz com que valorizamos mais cada segundo que vivemos. Parabéns e estou ansiosa para saber do seu próximo artigo. Luciana

    • Concordo Luciana… cada um tem sua vivencia, experiencia e isso faz com que o Canada seja diferente para cada um. Os que gostam veem facil as qualidades. Os que sofrem um pouco mais ja’ veem o lado negativo. E’ normal em qualquer situacao e lugar. Tudo depende de varios fatores.
      Obrigado pela participacao e recebo sugestoes para os proximos artigos. Fico feliz que vc tenha gostado.

  8. Rodrigo,

    Li a sua matéria e fiquei impressionado com a descrição nela contida. Você mencionou, com muita clareza, todas as informaçoes para àquelas pessoas que desejam imigrar para essa boa terra. Acredito seja de fundamental importância o planejamento para o sucesso de tudo que se pleiteia na vida, principalmente quando se pensa em largar o seu país de origem deixando para trás os seus costumes, a sua cultura e, prioritariamente, o calor da família. Essa me parece a mais difícil de se romper, mesmo com os auspícios da grande e inovadora tecnologia do computador.

    A cada matéria sua, mas entusiasmo tenho por você. Sei que você é como o céu, não tem limites.

    Parabéns e que Deus continue iluminando a sua rara inteligência.

    Beijos do seu pai, amigo e admirador

  9. Interessante artigo, mas acho que voce exagerou um pouco nos pontos negativos, talvez porque seja dificil encontra-los 😉

    O inverno aqui e’ bem pesado e realmente enfrentar -30C nao e’ facil. Mas a sobrevivencia depende de voce se adaptar. Se voce reparar, ninguem deixa de sair por causa do inverno. Nao da’ pra ficar duas horas andando na rua a noite, mas da pra voce fazer de tudo. E’ muito importante nao se trancar em casa, e aprender a fazer coisas no inverno tambem.

    Realmente o custo de mao de obra aqui e’ bem alto, e empregada domestica e’ “artigo de luxo” aqui, mas como alguem disse, isso e’ mal costume de brasileiro, ja que as empregadas do Brasil nao ganham o suficiente pra comer.

    Comida e’ realmente dificil de se adaptar, se voce depender praticamente de comer fora. Agora, se voce cozinha em casa, nao tem o que reclamar, salvo coisas muito especificas da terrinha, voce encontra de tudo por aqui.

    Saude unificada – Eu moro em Ontario, por isso nao posso dizer a respeito de outros lugares. Se voce tem um plano de saude no Brasil de primeira linha, voce vai estranhar as coisas por aqui, mas ate’ agora, minha experiencia pessoal e’ excelente. Sempre que precisei fazer algum exame ou consulta, nao tive problema nenhum. Existe falta de medico sim, mas a estrutura e’ excelente apesar disso.

    Nao poder contar com os vizinhos? Acho que isso e’ bem particular de cada um, de onde voce mora…de sorte. No Brasil, morei num condominio com 600 apartamentos e nao tinha vizinho pra poder contar.

    Agora, com relacao ao regresso profissional, voce esta’ 101% correto. Se voce nao for da area de TI, voce pode penar pra conseguir um cargo similar ao que voce tinha no Brasil. Voce tem que chegar sem orgulho e trabalhar no que der ate’ que consiga se colocar na sua profissao. O lado bom disso e’ que existe um monte de gente na mesma situacao, e ninguem vai achar que voce e’ pior so’ porque e’ um advogado trabalhando em loja.

    Eu estou aqui com minha familia a quase 3 anos e nao me arrependo em nada, e tenho certeza que jamais vou voltar pro Brasil. Desculpem os patriotas de plantao, mas apesar do Brasil ter muitas qualidades e o povo ser muito bacana, os problemas e a violencia ainda pesam muito e estao longe de serem solucionados. Aqui no Cadana’ somos mais felizes.

    • Paulo, fico feliz que vc e sua familia estejam bem no Canada. Meu filho, porem, esta terminando um curso de ingles em Montreal, nao quer voltar para o Brasil, mas nao tem trabalho e nem tera mais a casa de canadenses para se hospedar. Vc conhece algum abrigo para imigrantes que ajude a pessoa a se integrar?
      Deus abencoe!

  10. Rodrigo,

    Só quem conhece o Canadá para poder se apaixonar!

    A segurança e a qualidade de vida que tive lá foram 2 coisas que me marcaram muito.

    Amo o Canadá e assim que puder, retornarei para passear mais.

    Um abraço,

  11. Achei interessante o artigo, concordo em parte com as colocaçoes. Mas, tem algo a considerar e que é um elemento importante. Nao somente os brasileiros, mas os imigrantes em geral, chegam ao Canada e tentam fazer daqui um pedaço dos seus paises de origem. No caso dos brasileiros, vivem em circulos de brasileiros, comem feijoada, fazem carnaval, enfim, querem ter aqui a mesma vida que tinham antes. Estamos no Canada. Um pais que tem sua propria cultura, seu estilo de vida. A nos imigrantes cabe tentar se adapatar. Se nao, o caminho de volta é o mesmo da vinda.

    • Olá,
      Muito bem lembrado. Um dos grandes erros dos imigrantes é justamente ficar comparando o Canadá com o seu país de orígem e ainda achar que o Canadá deveria ser igual. Não é! O país é muito receptivo e está com as portas abertas… cabe ao imigrante também tentar fazer parte da cultura e se integrar.
      Um dos segredos: não compare! Aceite a diferença.

  12. O Brasil e um dos paises mais ricos do mundo. E um dos melhores do mundo , o problma sao os politicos que da o exenplo e e seguido pela maioria da populacao desde o mais pobre ao mais rico sempre envolvido em corrupcao e outros

    • Oi Paulo,
      Lamentavelmente verdadeiro.
      É por causa deles e outras coisas que tem tanto brasileiro saindo do país em busca de melhores condições de vida, estabilidade, qualidade de vida, melhores oportunidades, segurança e tranquilidade para criar seus filhos.
      Uma pena o desperdício do Brasil.

  13. Interessante a reportagem e os comentarios. primeiramente peço que nao observem os erros no Portugues ruim como fala a música do Roberto…Acho que aumentar palavras no texto seria alguma coisa desnecessaria…o autor descreve a vida no Canada com muita veracidade e, é claro tambem que é muito fácil acertar quando se fala da saudade…

    O Canada, pode ser um verdadeiro tormento…é verdade, isso é verdade se tens ideais e se sentes no peito a divida que o Brasil tem contigo e tu para com o Brasil…

    Estou no Canada a 6 anos, e, meus filhos se sentem Canadenses e tanto eu como a minha familia, amamos e defendemos a forma de governo e vida do Canadense, embora nao perfeita mas INCLUSIVE E LIVRE.

    Mas, aqui eu quero aproveitar para PENSAR no Brasil e no potencial que tem e na forma de vida que poderia ofertar aos brasileiros, entao doi…ver e ler sobre a pobreza, de Norte a Sul..embora muitos dizem que melhorou, ja que a classe media passa dos 50%…Mas, o tema é o Canada…terra boa, onde as pessoas ( emnbora exista discriminacao sim senhor…) sao tomadas em conta, na maioria das vezes, sem importar-se com a sua idade, seu sobrenome, …as crianças que aqui crescem, aprendem desde cedo que o céu é o limite….más, vai a dica…A melhor terra do mundo é aonde voce nasceu e cresceu…

    Acho que é questao entao de mudar o Brasil, vejo com muito agrado, mas, isso nao é tudo…que politicos fedorentos nao foram re-eleitos e perderam a vaga no Senado por exemplo..outros, outrora senadores, tentaram novamente ser eleitos e foram colocados no esquecimento…vejo novos nomes e novas caras surjem, novos ideais…Mas gente, a estrutura e a forma de governo nao muda..ai esta a questao…

    Temos que mudar, transformar o Brasil, lutar mais, enfrentar mais…demandar mais, entender que os politicos sao nossos empregados e nao nossos patroes….Ai sim entao amo o Canada, embora sei lá, deve existir as suas coisinhas…mas, AQUI TEM MUITA EQUIDADE, EQUILIBRIO, OPORTUNIDADES…DIREITOS E DEVERES…RESPEITO…CIDADANIA…CONSCIENCIA COLETIVA EMBORA NAO PAREçA…E MAIS…AS PRISOES SAO PARA TODOS E TODAS…DO MAIOR AO MENOR…TODOS E TODAS DECLARAM E PAGAM IMPORTOS..OS QUE MAIS MAIS, OS QUE MENOS MENOS…POR ISSO OS GOVERNANTES BRASILEIROS TEMEM TRANSFORMAR O BRASIL E DEIXAR O POVO ESTUDAR E SE ALFABETIZAR, QUE NAO SIGNIFICA APENAS LER E ESCREVER..MAS, PENSAR…PENSAR E O MAIOR PERIGO PARA OS GOVERNOS DO 3RO MUNDO, ASSIM COMO PARA O DO BRASIL…

    Entao, ai vao outras diferenças da realidade… Viver no Canada é viver com autoridades que pensam no coletivo, sao funcionarios do povo Canadense, se nao trabalha, vai pra fora…Outra diferença…o povo que eleje o Parlamento, pensa nas crianças…pensa no idoso, a sociedade nao é perfeita mas, busca-se a inclusao social…todas as forças sociais procuram a inlcusao de todos e todas…enquanto no Brasil, muitas forças sociais controlam e atrapalhmm o bem estar de muitos e até lutam para que só as élites a tenham…ou seja, em conclusao, nao tenho saudade dos coroneis nao nem dos governantes latifundiarios….tenho saudade sim da mae, das sobrinhas, sobrinhos, irmaos e irmas…dos amigos do peito…da praia, do sol, do chop, do volei, do basquete…da F1… Bom mesmo é que todos nós brasileiros e brasileiras que moramos por esas terras, pudessemos voltar e transformar e fazer do Brasil o nosso Canada, com a a sua forma e estrutura de governo…PENSE..PORQUE NAO? Abraços!

  14. Gostei bastante do artigo, que apresenta simplesmente a realidade existente no Canadá, eu ainda estou no Brasil, finalizando minha faculdade e meus cursos de idiomas..me preparando pra enfrentar tudo isso descrito ai em cima..é interessante que eu realmente estou disposto a lutar e a vencer em terras geladas…A começar minha vida do zero, afinal eu tenhu 20 anos ainda e realmente se nao fosse imigrar teria q começa-la aquii onde enfrentaria varias situaçoes tbm, entao por que nao começar no Canadá? quando penso que vou morar em um novo pais, nova cultura, novo clima, conviver com a saudade, o medo, as lutas me assustam as vzs mas penso em todas as coisas boas que posso viver tbm…Entao nos veremos em breve em terras canadenses..Vou em busca do meu sonho…Deus me ajude!

  15. TENHO 3 FILHOS E SE DEUS QUISER IREI EDUCA-LOS NO CANADA…UM PAIS PRATICAMENTE VIRGEM…AINDA COM APENAS 33 MILHOES DE HABITANTES A MESMA POPULACAO DA CALIFORNIA…MORO AQUI EM NEW YORK…MAS A VIOLENCIA E’ GRANDE E QUALIDADE DE VIDA ESTA CADA VEZ PIOR….NAO SE ILUDAM PARA VIR AQUI MAS NAO….O SONHO AMERICANO NAO PASSA DE UM SONHO…..QUER CONFERIR SE E’ VERDADE VEM AQUI E TENTA TRABALHAR?…ABCS….

  16. Olá pessoal!!
    Eu sou fisioterapeuta e gostaria de saber como e a equivalencia de diplomas para a aminha area ai no canada!!Alguem sabe alguma coisa??!Qto é o salario por ai?
    Espero respostas, brigada!!
    Abraços a todos!

  17. Sds Amigos;

    Satisfação em escrever à vcs. Estive em vários BLOGs e muito dos meus anseios e pensamentos acabei encontrando junto à estas experiências com brasileiros no Canadá.
    Sou de SP capital,38 anos, casado, pai de 3 filhos , sou administrador de empresas formado com pós graduação inclusive, possuo uma pequena empresa que fabrica equipamentos, possuo diversos conhecimentos gerais administrativos, comerciais e industriais que a vida me proporcionou, vivo relativamente bem para nosso país, possuo carro, casa, etc…Mas serei sincero, não tenho mais perspectivas de viver aqui, não aguento ver tanta corrupção, falta de apoio, tanto malandro se dando bem, a crise que deu em 2008/2009 nos fez quase quebrar, passei muitas dificuldades e ainda estou trabalhando pra pagar o rombo da época. Sabem, cheguei em um ponto que prefiro trabalhar para outros se for o caso, do que ser empresário no Brasil, aqui empresário é bandido, impostos e leis trabalhistas sufocantes, vida sem vida, trabalho á 20 anos sem férias, isso é vida? Após esta última crise, pensei muito em sair daqui, quero um futuro mais tranquilo para meus filhos, aqui a coisa está feia em violência e corrupção, após alguma conversa com minha esposa, pensamos muito no Canadá, pois acho que Austrália e Nova Zelândia possuem um fuso horário muito diferente para nosso organismo. Li à respeito da vida no Canadá, achei moradia cara e custo de vida bom. Estamos planejando de conhecer em Junho 2011 Vancouver e Calgary, bem como iniciarmos nosso processo de imigração agora. Não sei ainda exatamente o que fazer aí profissionalmente, não sou técnico em nada, apesar de ter muitos conhecimentos gerais e experiências com pessoas em qualquer tipo de relação comercial e industrial, tenho vontade e sou insistente e experiente. Peço desculpa aos amigos se desabafei, mas ultimamente me sinto deslocado daqui com tanta sacanagem e a falta de vislumbrar um futuro melhor e mais tranquilo. Espero que possam nos oferecer um pouco de sua experiêcnia.

    Abraços ,Atenciosamente ;

    Marcelo Brito

  18. Oi pessoal!!
    sou fisioterapeuta, gostaria de saber como está o campo por ai??Alguem sabe??Rodrigo, vc como o admnistrados da matéria, e que provavelmente morra ai no Canada, talvés possa me dizer alguma coisa!!Ou pelo menos me oriente por que caminho seguir!!
    Obrigada!
    Rúbia Faria

    • Ola Rúbia.
      A profissão de fisioterapeuta esta em alta aqui na província de B.C. Provavelmente sera fácil você conseguir um emprego na sua área.

      Att.,
      Celina

    • Ola’ Rubia,
      Toda area de saude esta’ pracisando de profissionais no Canada’. Porem, e’ muito dificil conseguir algo sem a licenca do conselho e muito mais dificil e’ conseguir a licenca com curso e experiencia adquiridos fora do Canada’. Muitos medicos e especialistas de fora fazem o curso denovo (infelizmente). E’ uma opcao e decisao de cada um. Agora, se vc esta’ disposta a refazer o curso e comecar do zero, a chance de trabalhar como fisioterapeuta e’ enorme.
      Veja o site da imigracao e a lista de profissionais em carencia.
      http://www.canadainternational.gc.ca/brazil-bresil/offices-bureaux/services_sao.aspx?lang=por

      Boa sorte.

  19. Olá amigos!

    Estou começando a me planejar para me mudar para o Canadá. Tenho 24 anos e sou da área de TI (Programador), pretendo me casar aqui no Brasil e mudar nos próximos 2 anos. Enquanto isso estou juntando dinheiro e informações sobre a imigração.

    Este site tem sido de grande valia, é muito informativo e sanou muitas dúvidas que eu tinha até então.

    Estou preocupado com o custo de vida e o aluguel de casas/apartamentos que no início, serão minhas maiores preocupações, visto que provavelmente não estarei empregado de início.

    Em relação a experiência de quem já vive no Canadá, quais os passos iniciais que devo tomar, em relação a um emprego na minha área? Qual província tende a remunerar melhor nesta área de atuação (TI)?
    É muito difícil para imigrantes conseguirem montar um negócio próprio no Canadá?

    Um forte abraço a todos!

    • Vinny, sou da mesma área que você, me formei em TI e trabalhava em SP como especialista em Telecom.

      Vim pro Canadá estudar ingles e adquirir uma carreira internacional, vim com a minha namorada, cheguei em junho e nao quero mais sair daqui. To tentando um emprego de TI em alguma empresa que seja meu sponsor e aplique minha imigracao sem eu ter de voltar pro Brasil, se isso nao acontecer eu volto e aplico por Quebec.

      O que posso te falar sobre nossa área é que tem muita, MUITAS vagas, porém, não é tão facil como pode parecer. Na regiao de toronto, montreal, ottawa e calgary sao onde estao a maioria das empresas e vagas, acredito que até mesmo pela proximidade com NY. Mas até mesmo aqui em Vancouver existe muitas vagas, muita mesmo.

      O queeu posso te recomendar é tentar fazer uma pós antes de vir, e tirar certificação de tudo que voce conseguir, tudo que for sua área, certificaçao conta muito aqui.

      Abraço!!! Murilo

      • Murilo,

        Trabalho com Sharepoint (Tecnologia de Portais-Colaboracao) da Microsoft, vc conhece algum brasileiro que esteja trabalhando com Sistemas Web em Vancouver.

        Gostaria de bater um papo
        Grande abraço
        Felipe Correa – Rio de Janeiro

    • ola vinny!meu nome e Suzete eu tenho 25 anos e moro na chapada diamantina na cidade de lencois.

      eu acho que vc nao o unico que tem dificuldades com o visto,eu tentei pegaro meu visto no ano passado mas nao consigui para minha tentativa e casando com meu mrido.

      realmente o custo de vida la e muito …caro e os alugueis tambem!
      mas dependendo onde vc quer mora no canada um ex;eu estou indo morar em nelson uma cidade pequena e muito bonita e mais facil de encontrar trabahlo para um bom comeco de quem quer ir morar no canada se vc estiver enteresado neste email entre em contato com migo!
      o meu marido tem apartamentos que custa em torno de 600 reais em canadense mais ou menos 300 dolar canadense .
      beijos e uma boa sorte!!

      • Olá, Suzate, eu e meu marido estamos fazendo o processo de imigração, e pretendemos ir para toronto. Gostaria de obter informações sobre aluguel de imóveis e tudo que possa ajudar nesse processo de mudança total. Obrigada!

  20. Tenho 42 anos, sou dentista há 20 anos, tenho vários títulos, especialização, mas tenho uma vida normal , sem muita extravagância, decidi tentar uma vida nova e dar essa chance aos meus filhos. Depois das últimas eleições… a decepção tomou conta dos meus pensamentos. Sempre amei o Canadá e sonhei conhecê-lo, agora vai ser a oportunidade de recomeçar minha vida aí.Sempre é tempo.

    • Bom dia Rogério,

      Tbm sou dentista, especialista em ortodontia 37 anos.
      Moro no Canada fazem 3 anos e estou voltando pro Brasil. Nao gostei muito daqui devido diferenças de cultura entre outros.
      Antes de se lançar no processo de imigracao, se informe muito bem quanto aos processos de equivalencia de diploma. Sao longos caros e muuuuuuito dificeis, nao digo impossivel mas sim dificeis ( media de 3 ou quatro anos antes de conseguir validar e mais ou menos um investimento total entre 20 e 30 mil dollares).
      Pense que com um CV igual ao seu, 20 anos de odontologia, sera dificil de conseguir até emprego em outras areas.
      Fiz mestrado e tenho a oportunidade de fazer um doutorado, mas nao me interessa. Fazer oque com um doutorado? Sou clinico.
      No mais, como ai no Brasil, as vagas para professor sao cartas marcadas quase em sua totalidade. Fiz o meu mestrado com o ex diretor da McGill University e com a vice diretora de pesquisa de odonto da Université de Montréal. Mesmo com esse background tenho certeza que seria muito dificil encontrar uma vaga como prof aqui. Um dos fatores que pesa é a idade. Eles nao vao investir em ninguém pra começar uma carreira de prof aos 40 anos. Conheço prof aqui brasieliros que chegaram aqui com mais de 40, mas eles a tinham uma carreira em docencia além de terem sido convidados. MEsmo pra eles exercer a docencia aqui nao é facil, sao sempre submetidos a prova todo o tempo.
      Se vc tem uma vida confortavel ai pense e se informe 100 mil vezes antes de se lançar nessa aventura.

      Renato Ferreira.

  21. Obrigada a toda a equipe do CanadaBrasileiro !
    As informações são de grande valor, tenho lido muita reportagem aqui no site !

    Sou formada em Hotelaria, tenho pós em Finanças Empresariais. E, desde março desde ano, quando assisti uma palestra sobre o processo de Quebec, em Porto Alegre, passei a focar minha vida no processo de imigração.
    Ainda não sei para onde – no Canadá – quero ir, mas já estou em busca de informações.
    Ano que vem, farei outra graduação, já que Hotelaria não faz parte das lista das 38 profissões e comecei a estudar francês este ano.
    Mesmo que eu não vá para Quebec, sei que não estou perdendo tempo com o francês.
    Já estive no Canadá em 2003 e desde então minha vontade de retornar ao país só vem aumentando a cada dia, a cada reportagem que leio.
    Esta, em especial, nos fz pensar mais nessa “coisa” de imigrar. A vida não é fácil em nenhum lugar do mundo.
    Mas o que seria de nós se não fossem os nossos sonhos e a nossa eterna batalha em torná-los realidade ? acho que a vida não teria graça.

    Abraços !!

    Visitem meu blog meetyoutherecanada.blogspot.com

  22. ola boa tarde.
    trabalhei a vida do como agricultor e quero trabalhar no Canada tenho 39 anos,bom.sou administrador,tratorista,soldador,etc,mas só na pratica de 24 anos em lavoura.ha!e sou capitão amador,velejador.
    minha esposa é massoterapeuta.
    e temos uma filha de 13 anos
    não tem parada ruim p/ trabalha.
    quais a chance de se uma boa eu ir p/ o Canada
    tenho um pouco de $ gardado p/ uns tempo não teria problema.
    minha filha e eu temos o passaporte italiano,mas a minha esposa não.
    qual a melhor epoca p /ir?
    abraços e obrigado

  23. Olá
    Achei super interessante a reportagem. Tenho intenção de tentar trabalhar fora do pais e gostaria de saber como está o mercado para o meu caso. Sou formada em Administração de empresas já trabalhei como gerente adm em um hotel durante quase 10 anos e tenho especialização em gestão estratégica…um abraço

  24. Excelente o artigo. Em muitos momentos parece até que era eu falando, muito do que está escrito aí eu falo para os meus amigos.

    Hoje estou junto com a minha namorada morando em Vancouver, chegamos em junho, eu sou formado em Análise de Sistemas e ela em Publicidade e propaganda, ambos jovens e com 5 anos de experiência profissional no Brasil.

    Realmente não é fácil vir pra um lugar onde nao se conhece ninguem, e onde ninguem conhece voce, ou ao menos alguem da sua familia. É dificil ter de recomeçar e fazer seu “networking”. Porém, apesar da saudades da familia e dos amigos, apesar de todas as dificuldades acima citadas, decidimos em ficar por aqui.

    Estamos procurando uma empresa para ser nosso sponsor ou, o plano B seria voltar para o Brasil temporariamente e aplicar a imigração pro Quebec.

    O Canadá é um pais onde voce consegue ter e realizar os seus sonhos. Aqui voce realmente consegue fazer uma viagem pra Europa, da pra ter um carro legal, tem a qualidade de vida (segurança, saude, educacao), consegue ter sua casa propria, etc.

    Nao acredito que vou morrer aqui, mas o meu sentimento hoje é que encontrei o lugar onde eu sempre quis estar pra recomeçar am inha vida e construir a a minha familia, poder ter meu filhos, criá-los com seguranças, e tambem poder aproveitar o melhor que a vida tem pra oferecer.

    É isso, nem tudo é perfeito… mas o Canadá beira a perfeição!!!

  25. A imigração para o Canadá é antes de mais nada uma ilusão. Existe aqui uma indústria da imigração cujo objetivo é trazer 300 mil imigrantes por ano para um país onde não há emprego nem para 20 mil. A ideia parece ser criar uma vasta mão de obra subempregada ou desempregada de forma a deprimir os salários e proporcionar às corporações e empresas gente desesperada disposta a trabalhar por salário mínimo sob quaisquer condições.

    A maioria dos imigrantes – com doutorado, mestrado ou bacharelado – está fritando hamburguer, dirigindo táxis, trabalhando de balconista e fazendo outros trabalhos do gênero. Esses trabalhos são em quase sua totalidade “part time”, o que desobriga o patrão de conceder férias e outros benefícios. Os horários via de regra não são fixos. Mudam a todo momento, de forma que o relógio biológico do trabalhador vai pro beleléu. Há quem chame isso de “o Escravagismo do Século 21”.

    O sistema de saúde é uma porcaria. Bem, a não ser que no Brasil você estivesse no INPS/SUS, que é ainda pior. Mas para quem tinha um planozinho de saúde aí no Brasil, o sistema médico daqui é uma piada. Os hospitais são até bonitinhos e limpinhos. Mas nâo há opção por exemplo quanto a escolha de médicos. Considere-se um sortudo se conseguir um “médico de família”, em geral uma negação. E para ver especialista, esqueça. Antes você precisará da solicitação do médico de família, que é quase certo que negará, porque a demanda por serviços é muito maior do que a oferta de médicos. Daí os médicos de família “seguram” o paciente. Nem pense, por exemplo em desenvolver um problema crÕnico de saúde no Canadá. Se tiver uma depressão – algo muito comum entre os imigrantes, devido ao subemprego e desemprego – aconselho a entrar no avião e marcar uma consulta com um profissional aí no Brasil. Psiquiatra aqui só pra quem está a beira do suicídio.
    A situação de segurança é a única grande vantagem, mas sem emprego decente não há segurança que dê conta.
    E por falar em emprego, não há meritocracia. Esqueça concurso de conhecimentos. Tudo começa com o envio do resume (currículo), onde o imigrante já toma uma cipoada ao ter o nome estrangeiro e a instituição de ensino identificados. Em outras palavras, tal currículo vai para o triturador. E ninguém precisa te explicar nada! Observem que até o acesso às carreiras públicas se dá assim. Subjetividade total baseada no que eles chamam aqui de “networking” e que nos bons e velhos tempos aí no Brasil costumava-se chamar de corrupção mesmo.
    Há é claro algumas histórias de sucesso. Estas histórias são divulgadas pelos propagandistas pagos pelo governo e indústria de imigração canadense. O Hector Villar, por exemplo, da Rádio Canadá, é mestre em apresentar essas “histórias bonitas”. Sob essa ótica tudo é maravilhoso. Cuidado pessoal. Estou aqui há muito tempo e posso garantir que 90% pelo menos dos imigrantes está comendo o pão que o capeta amassou. Muitos aguardam o “período de penitência” de mais ou menos quatro anos para tirar a cidadania e rachar fora. Outros não aguentam esperar e picam a mula muito antes. Eu próprio estou contando dias para cair fora desse inferno de gelo.
    Aconselho aqueles que desejam vir para cá a visitarem antes o país e conversarem com a maior quantidade possível de imigrantes para verem o que está de fato ocorrendo aqui. Se você é milionário, não depende de emprego, venha e curta as paisagens bonitas e a pouca violência. Talvez você até seja entrevistado pelo Hector Villar. Mas se o seu negócio é conseguir um trabalho digno na sua profissão, as chances não são boas. Pense duas, três, mil vezes antes de largar o seu emprego no Brasil e cair nessa fria (literalmente).

    • Ola! Estou te escrevendo em solidariedade por tudo isso que você relatou,e desejo que você seja forte como desejo isso a todos os imigrantes em mesma situação.
      Bem espero que de qualquer forma voce consiga rápido que deseja!
      Boa sorte!

    • Você falou toda a verdade. A grande industria da imigração que alimenta o Canadá. Morei ai alugando quartos para ajudar outros miseraveis a pagar a hipoteca da casa, lavando pratos, limpando banheiros e trabalhando na construção como servente. Eu morei 10 anos nesse inferno de mentiras e ilusões. Voltei para o Brasil em 2005 sem um centavo no bolso. Hoje, tenho um carro de 2001, uma casa no centro de uma pequena cidade onde moro e tenho uma chacará.Tenho um excelente emprego o qual fui capaz de conquistar na volta para o Brasil. No tal do Canadá mesmo que eu quissesse eles não me venderiam um lote 12 x 30. Nignuém te explica que para conseguir e segurar o emprego no Canadá se for casado tens que dividir a mulher com o chefe. Tenho a cidadania Canadense e para que ela serve mesmo? Viva o meu Brasil, aqui no Brasil é a verdadeira terra da oportunidade.

    • Ola… estou solidaria com tudo o que voce relatou e, infelizmente, meu filho ja esta ai no Canada e sem trabalho.
      Ele termina a escola dia 21 de marco e nao quer voltar para o Brasil. So que o dinheiro vai acabar… existe algum abrigo que ele possa procurar em Montreal que vc conheca?
      Obrigada!

    • Obrigado pela informação Pereira, confesso que estava interessado em ir para o Canadá em busca de emprego na minha área e em busca de um melhor padrão de vida, mas depois de ler o seu e os testemunhos dos outros imigrantes confesso que fiquei desinteressado. Logo, agradeço a informação riquíssima em detalhes e espero que tenham mais sorte e logo consigam obter êxito na saída deste país. =)

  26. Gente, tenho 20 anos, faço Direito em uma faculdade federal. Porém, tenho um ótimo curso de técnico em eletrônica e muita vontade de mudar de país. Gostaria de uma vida mais confortável, mais segurança, e gostaria de morar em um país com custo de vida mais baixo, algum de primeiro mundo, e entre os meus preferidos está o Canadá.

    Comecei o curso de Direito agora (segundo período) e, apesar de estar gostando, tenho pensado muito em voltar para a área de eletrônica e fazer uma Engenharia. Adoro estudar idiomas e sei falar inglês. Comecei somente a estudar francês esse ano.

    Eu poderia de fato fazer um plano completo para mudar: fazer engenharia e continuar estudando francês.

    O que vocês acham? A outra opção seria continuar no Brasil e prestar um concurso público qualquer na área do Direito, sem mais perspectiva de mudar de país.

    PS: Eu me adapto fácil a lugares e pessoas; frio não é um problema.

  27. Olá, tenho planos para morar no Canadá, sou formada em geologia e meu noivo em análise e desenvolvimento de sistemas, gostaria de saber como são as oportunidades de empregos nestas áreas e em quais cidades são melhores para encontra-las. Desde já agradeço. Abraços.

  28. Olá, tenho planos de mudar para outro país e o Canadá está em primeiro lugar em minha lista. Não sei qual o primeiro passo a dar, vou tirar meu passaporte, acho que já é alguma coisa, rsrs. Sou formada em Letras, trabalho na área de educação, sou professora de inglês aqui no Brasil. Já trabalhei em várias outras áreas, e não meço esforços para atingir meus objetivos, que no momento são, conhecer e vivenciar uma cultura estrangeira, aperfeiçoar meu inglês, ganhar dinheiro e aprender melhor o francês (se for para um lugar onde se fala a língua). Gostaria que me informassem da área que mais emprega hoje em dia, qual a melhor época para migrar,pretendo estudar me aperfeiçoar quais as chances dissso acontecer com o que eu conseguir ganhar aí, existe campo d trabalho para graduados em Letras, seja como professoar de inglês, português ou literatura.
    Desde já agradeço
    Quero muito poder fazer parte desta terra!

  29. olá…tenho vontade de mudar para outro país. E o Canadá está em primeiro lugar na minha lista de opções de países.Tenho 27 anos, sou formada em letras, dou aulas de inglês na rede municipal da minha cidade. Já trabalhei em diversas áreas e não meço esforços para atingir meus objetivos, que no momento são, vivenciar uma cultura estrangeira, aperfeiçoar o meu inglês, ganhar dinheiro, e se possível aprender melhor o francês. Gostaria que me informassem qual a área que mais emprega hj em dia, qual a melhor época para migrar,pretendo estudar, me aperfeiçoar, quais as chances de isso acontecer com o que eu ganhar aí, existe campo para professores, seja de inglês, português ou literatura?
    Desde já agradeço
    Quero muito conhecer o Canadá e fazer parte desta terra.

  30. faço engenharia mecânica, vi pela reportagem que o buraco e mais embaixo, por isso estou pensando mais em tentar um curso de línguas no período de verão (janeiro e fevereiro)e dar uma olhada no mercado, mais por curiosidade gostaria de saber, para quem estudar no Brasil em uma federal fazendo eng. o mercado esta ruim ae, pq dizem que na europa o mercado para o profissional de eng. ta muito bom …O que vocês acham?

    • Do jeito que a coisa está no Canadá será muito, muito, muito difícil você conseguir emprego nesta área. Para pessoas com a sua qualificação, empregos até que há, como: fritador de hamburguer, motorista de táxi, vendedor de Wal-Mart, caixa de McDonalds, etc… Mas observe que até para obter estes empregos de m#$%# existe competição, não só por parte dos outros imigrantes que são despejados em número de quase 300 mil aqui anualmente, mas também dos próprios canadenses natos. Meu amigo, o Canadá é uma canoa furada!

  31. Oi! Eu sou professor d Ed. Física, 34 anos, e minha esposa está se formando em Letras este ano. Temos uma vida boa, casa própria, sou funcionário público, ñ ganho mto, mas vivemos bem, graças a Deus. Estamos sondando essa idéia d ir p/ o Canadá, daqui a a 1 ano e 1/2. Eu já morei nos EUA por 4 anos, falo inglês e espanhol fluente. Estou pensando em aplicar pelo Quebec; o q vcs me dizem sobre as chances aí no Canadá? Por eu falar ingles tenho alguma vantagem no Quebec ou é melhor outro lugar? Obrigado.

    • Antes de mais nada lembre-se: a imigração para o canada é um business canadense. É uma fonte de renda para o canada. Se voce ja morou nos EUA vai achar isso aqui uma piada de mau gosto. No Québec ganha-se 20% menos que EUA e tudo custa 20% a +. Para ser professor voce tem que estudar 3 anos de pedagogia no Quebec, para tirar uma licença, etc, etc. Em Ontario voce só precisa de 8 meses de pedagogia e ganha mais que no qc. O bilinguismo é uma barreira enorme. Eu falo frances perfeito (morei 15 anos na França) mas não falo ingles suficiente para viver em ingles e me apresentar no mercado de trabalho em ingles. Quem fala frances é o povo mais pobre e ignorante do quebec. É mais ou menos o sergipano ou piauiense no mercado de trabalho do RJ ou SP. O mercado de trabalho local do qc está feito de acordo com a população local. Ha pouquissimo emprego qualificado de qualidade. Isso aqui só tem emprego para trabalhador desqualificado. O que a imigração quebec fala nas conferencias no Brasil é pura mentira ou é aquilo que eles gostariam que isso aqui fosse…

  32. Gostei de ver esta informação sobre o Canadá, de facto ir a um pais novo trata-se de um desafio, Eu formei-me em Contabilidade no nivel médio e o superior fiz economia, tenho experiência de mais de 15 anos, será que tenho chances de conseguir um bom emprego e melhorar a minha vida no Canadá, pois é meu sonho.

  33. Oi…sou fisioterapeuta e gostaria de saber como é o mercado de trabalho em Montreal, Vancouver e toronto; nem que seja para fazer um estágio a princípio.
    Desde já agradeço a informação,

    Angélica

  34. Olá!
    Sou fisioterapeuta com especialização e mestrado, autor de livro e atuo na área de esporte principalmente. É possível trabalhar no Canadá?

  35. Oi, tenho 40 anos, falo inglês e francês fluentemente; tenho doutorado em Letras; há empregos em alguma universidade? Qual é o caminho para conseguir esse emprego?

  36. Não há empregos para profissionais qualificados no Canadá. Ou, para ser mais exato, há pouquíssimas oportunidades. Venha para cá com o seu doutorado e você provavelmente vai trabalhar num McDonalds ou encher prateleira da Walmart ganhando de 9 a 10 dólares a hora. É triste mas é verdade. Agora, cuidado com essas “consultorias” como essa tal immi-canada que está fazendo propaganda aqui. Para se inscrever você não precisa pagar nada a ninguém. O processo pode e deve ser feito diretamente no site do Citizenship and Immigration Canada http://www.cic.gc.ca/english/index.asp. Muito cuidado”. Há centenas de advogados e “consultores” picaretas na praça arrancando dinheiro dos ingênuos e desavisados. O governo canadense, através da Real Polícia Montada, está de olho nesses “vendedores de óleo de baleia”.

  37. No Canadá tem poupança? Quanto rende mensalmente ?

    Estou com planos de ir para o Canadá.
    E com certeza, mesmo com problemas, não pode ser pior que no Brasil.

    • Caro Fábio. Aqui no Canadá há poupança. Não sei quanto rende, acho que menos que no Brasil, que tem uma das maiores taxas de juros do mundo. Mas quanto ao que você disse, que o Canadá, “mesmo com problemas, não pode ser pior que no Brasil”, preste atenção: pode ser pior sim. O Canadá tem um índice de desenvolvimento humano muito elevado em relação ao Brasil. Isso é ótimo, especialmente em questões como a violência. Entretanto, para desfrutar disso, o indivíduo necessita de um emprego digno para ganhar a vida. Mas é aí que o bicho pega. Os empregos condizentes com a qualificação profissional do immigrante são pouquíssimos. Basicamente, o Canadá está trazendo pessoas qualificadas para cá para que estas trabalhem nos empregos de pior qualidade e mais baixa remuneração. Isso é uma grande sacanagem que está gerando muita revolta. São muitos os imigrantes que estão retornando para os seus países de origem com uma mão na frente e a outra atrás. É claro que os que não têm um país decente para voltar, imigrantes que vieram da Somália, do Iraque ou de Bangladesh, por exemplo, não tem para onde correr. Para eles o negócio é engolir em seco, segurar o rojão e encarar até o fim da vida o trabalho que pintar. Há quem chame isso de a “Escravidão do Século 21”. Agora, se você tem dinheiro sobrando e pode viver de renda, o Canadá pode ser uma boa. Mas, sinceramente, se eu estivesse em tal situação iria para um lugar mais agradável, mais barato e menos frio, como a Flórida…

    • Não tem exatamente poupança. Voce precisa deixar o seu dinheiro por prazo fixo, com CDB, de 3 ou 5 ou 10 anos. Vai receber uns 2% pelos 3 anos. Antes de impostos, lógico.

    • Valterli, não faça isso! Você corre o risco de virar piloto de chapa de McDonalds ou motorista de taxi no Canada ou mesmo de ficar desempregado. O pagamento é do tipo vender o almoço para comprar a janta. Eu vim e estou no Canadá tem 5 anos, mas é uma merda, ilusão total. Conto os dias para pegar os papeis. Como compensação parcial pelo tempo e o dinheiro que perdi. Tentarei EUA e talvez Austrália, mas talvez volte para o Brasil. Cara, o Canadá é uma ilusão total!!!

      • Leandro, o que acontece é que temos que lutar por aquilo que queremos, há momentos de desilusão, mas temos que seguir em frente. Para mim, viver no Canadá é um sonho de muitos e muitos anos. E estou prestes a realizá-lo. SEM ME ARREMPENDER.

        • Pois, é Júlia. Para mim, vir para o Canadá também era um sonho de muitos e muitos anos. E eu realizei o sonho! Infelizmente, para mim e milhões de outros imigrantes, este sonho durou pouco, e transformou-se rapidamente em um pesadelo! Para uns poucos, muito poucos, a imigração valeu a pena; e estas pessoas naturalmente falarão que tudo é uma maravilha. Mas se você é daquele tipo que dá mais valor à imaginação movida por sonhos do que aos frios números da estatística, venha. Quanto ao arrependimento, demorará um pouco, mas ele provavelmente chegará e você vai se lembrar desta mensagem. Boa sorte!

        • Oi Júlia, estou tentando ir para o Canadá estudar seis meses,sei que não vai ser fácil, mas tenho vontade e sei que tudo na vida se conquista com esforço e coragem…vou enfrentar essa. bj

      • Olá Leandro S.,
        Gostaria saber onde vc mora ai no Canada e tb te perguntar se esta situação que vc relata ocorre em todo o Canada.
        Sou de Curitiba e a situação aqui esta feia, o pais parece enriquecer, porem a qualidade de vida só esta piorando. A violência esta absurdamente alta, ja fui assaltado, vitima de furto e tb ja fiquei sob a mira de um revolver por mais de uma hora, alem da corrupção sem fim e falta de “educação geral” da nossa sociedade, o que parece sobrar no Canada. Gostaria de ter boas perpectivas aqui no Brasil, talvez em alguma outra cidade. se alguem puder me aconcelhar, agradeço do fundo do meu coração.
        Abraço
        Marcelo

        • Oi, Marcelo. Moro em Ontario, mas já tentei a sorte em outras províncias, como Alberta, e posso lhe dizer que a situação é generalizada. É questão de aritmética simples. O governo canadense adotou uma política de “tsunami de imigrantes”. Só no ano passado chegaram aqui uns 500 mil! Destes, 281 mil foram os permanentes e refugiados e o resto trabalhadores e estudantes “temporários”, e escrevo entre aspas porque a maioria destes “temporários” ficará ou tentará ficar aqui.

          Por que o Canadá está fazendo isso? Vários motivos, todos eles passando basicamente por ganância, desumanidade e corrupção. Com o excesso de mão de obra qualificada, os salários são pressionados para baixo, os patrões e corporações oferecem o que quiserem e os trabalhadores desesperados tem que aceitar. Por exemplo, trabalho que aparece aqui é via de regra “part-time”, ou de meio expediente. Acontece que esse tipo de trabalho não concede nenhum benefício, incluindo FÉRIAS!!! E o pagamento é o salário mínimo! Assim, para sobreviver, você terá que arrumar pelo dois trabalhos part-times, que muitas vezes conflitam entre si já que os horários frequentemente não são fixos! Em suma, você virará um zumbi, trabalhando em turnos esquisitos, em empregos chamados aqui de “dead end”, ou “beco sem saída”, quer dizer, não há como progredir profissionalmente, receber promoções…

          Isso significa uma vida na pobreza e uma aposentadoria trágica, com um pé na indigência, caso você não tenha familiares que cuidem de você.

          Sobre a violência no Brasil, concordo com você. Este é um dos principais motivos que fez com que eu e vários brasileiros tomásssemos a decisão de migrar. Faz sentido… Só que sem emprego caímos em um dilema. É melhor morar no Brasil violento, com um emprego digno e, consequentemente com uma certa condição financeira para criar condições de defesa, ou viver em um ambiente de menor violência, mas em estado de pobreza crônica?

          Já que você pede um conselho, o que eu sugeriria, baseado na provação que tenho passado desde que vim para o Canadá, seria mudar de cidade no Brasil. Você já pensou em uma dessas cidades mais pacatas do interior de São Paulo e Minas Gerais, por exemplo? Isso pode ser uma mudança radical em relação a sua situação atual, mas vindo para o Canadá a mudança seria muito mais radical, com a desvantagem, repito, de não haver empregos nem salários dignos. A decisão é sua. Termino recomendando que você tenha cuidado com os “casos de sucesso” que se houve por aí. Estes são raríssimos e são via de regra utilizados como propaganda pela Indústria da Imigração para atrair mais incautos.

          Saudações, Leandro

      • Estou em Montreal ha 4 anos. Uma das fontes de renda do Quebec é o dinheiro que nós trazemos no bolso. Eu falo francês e espanhol perfeitamente, falo inglês decentemente, tenho bacharelado, licenciatura e mestrado na Sorbonne, França. Não consigo emprego decente nem indecente! Estou esperando receber o passaporte canadense como premio de consolação para ir embora. Imigração para o Quebec é uma espécie de estelionato de estado: um estado estrangeiro contando mentira em palestras pelo Brasil à fora para atrair imigrantes com dinheiro no bolso. Procurem no google: “Arnaque Quebec”. Voces verão que o Quebec esta fazendo no Brasil a mesma propaganda enganosa que fez na França no começo dos anos 2000.

        • Fernando, sei que não deve ser fácil ter esses títulos e não ter uma chance no mercado de trabalho. Estou querendo estudar durante seis meses, mas sei que não vai ser fácil.

      • olá leandro,meu nome é luiz paulo e gostaria de saber como estão as coisas por ai em relação a trabalho na área da saude,pois sou tec. em protese dentaria e estou me organizando pra morar ai,sera que voce poderia me ajudar?meu e-mail é lab.pontesmedeiros@yahoo.com.br desde já agradeço só em ter lido .obrigado mesmo,fica com Deus e boa sorte!

  38. Olá, pessoal.

    Pelo que ví a experiência do “sonho canadense” é particular e única para cada um. Sou Enfermeira formada, tenho 26 anos, solteira, experiência profissional de quase 02 anos, especialista em Enfermagem do Trabalho e Urgência e Emergência. Penso em ampliar meus horizontes, conhecer uma nova cultura e, quem sabe, mudar de ares. Conversando com amigos surgiu a possibilidade do Canadá. Tenddo em vista que uma das maiores dificuldades para se exercer a profissão no país consiste na equivalencia do diploma, gostaria que alguma enfermeira me orientasse nesse sentido, contando-nos sua experiência.
    Grata e boa sorte a todos que estão indo ou que já se encontram neste belo país.

    • Ola tbem sou enfermeira, e tbem gostaria de sair do brasil e tbem tenho duvidas se vc conseguir as respostas por gentileza repasse obrigada

  39. Olá, Eu tenho intenção de ir para o Canadá, especificamente para o Quebéc no segundo semestre do ano que vem …
    E gostaria de saber sobre a situação na aréa de trabalho de Turismo …

    Att, Inaíta.

  40. Olá!
    Estou estudando Educação Física (licenciatura), e gostaria de saber sobre o que precisa para trabalhar nessa área aí, e se esse mercado é “fácil” para brasileiros entrarem…
    abraço

  41. Como muitas pessoas já escreveram, a imigração é algo muito particular. Estou no Canadá há 09 meses e, estou bem dividida, ainda não sei se arrependida, mas o que sinto é ruim e, é claro o que está ruim, sempre vai piorando…saudades da família, amigos, comida, bebida, etc. Eu sempre falei muito mal do Brasil e, sei que a situação é horrível, mas ela pode piorar muito e, muito mais para que não tem fluência no idioma, mas é só vivendo, sentindo na carne que a gente entende, é o que estou sentindo agora. Uma pena, se pudesse voltar atrás, nunca teria vindo, mas agora é tarde, já perdi meu emprego, meu marido já não conseguiria o mesmo, agora é tentar sobreviver aqui, porque Viver era o que eu fazia no BR. Pense muito bem antes de vir!!! Ah minha irmã é Enfermeira no BR e, eu aconselhei ela não vir para cá, pois a volta para a faculdade é inevitável, até ai OK, eu sinceramente não acho nenhum problema, estudar sempre é bom!! O governo tem financiamentos ótimos, é barato se comprado as nossas faculdades no BR, o problema é se manter nesse período, isto tudo já considerando que vc tem uma boa comunicação…

    • Olá Melissa,
      Li seu depoimento e gostaria de tirar algumas duvidas a respeito do Canadá, para tanto poderia me fornecer seu email para contato, assim posso enviar minha pergunta.
      att e obrigado

  42. Baa mto bom o blog.. lendo oque tu escreveu, estou sentindo na pele rsrs..
    Bom estou aqui no Canadá vai faze 3 semanas, e já sinto muita diferença, comida, amizades, o povo aqui e mais frio… mas ja esperava por isso!
    Minha maior dificuldade está sendo o inglês, apesar de ter estudado alguns anos no Brasil, realmente me pego pq descobri q sabia mta pouca coisa… depois de algumas semanas, ja consigo entende mtaa coisa, mas as vezes me foge as palavras pra responder!!
    mas to gostando e mto, irei ficar 6 meses por aqui, mas ando pensando em imigrar de vez pra ca, procurar um bom emprego na parte agronômica e ver oq acontece! estou na cidade de Regina-Sk… se tiver algum brasileiro por aqui, de sinal de vida rsrs…
    abraço e boa sorte a todos!

    • Olá, vou me formar em engenharia elétrica com enfase em telecomunicações este ano e tenho muita vontade de sair do Brasil e trabalhar e morar no Canadá. Alguém saberia me dizer como é o mercado de trabalho para engenheiros no Canadá e empresas que posso mandar o currículo? Já estou me planejando pra realmente não continuar no Barsil, pois acredito que o Canadá seria a melhor opção. Agradeço pela ajuda!!!
      Abraços

    • Olá Felipe! Cara to iniciando o processo de migraçãi para O Canadá sou Eng. Agrônomo vc tb é? Se puder vamos manter contato pra vc me dá umas dicas de mercado de trabalho, vida social…Fico no aguardo. Abraço e sucesso!

      • Então Anderson, aqui as culturas são bem diferentes das do Brasil, variedades e etc, solo então n se compara, e pragas n tem mtas por causa do ciclo q é quebrado no inverno!!
        Eu to gostando bastante daqui, o trabalho é mto bom e os fazendeiros canadenses dão a vida nessa época pra cuida da lavoura, pq tem poucos meses né.
        Mas ta sendo um aprendizado e tanto, quanto ao processo de imigração, tenho pensado mto tb… mas n sei como é o processo, eu consegui visto de trabalho de 1 ano, mas meu programa é so de 6 meses, então provável q depois da colheita eu volte para o Brasil. Teria como me passar seu e-mail para mantermos contato?
        abraço e boa sorte

  43. Conheci um senhor riquíssmo que já havia conhecido todos os países do mundo. Ele me asseverou que o melhor país para se viver é o Brasil.Não conheço o Canadá, nem mesmo por viagem, mas o bom senso me segreda que um país com uma economia tão robusta e organizada,com tão alta tecnologia e com uma sociedade tão bem organizada, obviamente terá também um custo elevado para a sua manutenção e também um maior controle estatal em todos os âmbitos. Forçosamente isso gerará um maior custo para a populaçao,que mesmo tendo uma qualidade de vida superior, verá toda a sua renda investida sem a possibilidade de se poder desenvolver um pecúlio. Por outro lado o país também exerce um controle sobre as opções de vida do cidadão, por exemplo em relação aos serviços públicos que todos são obrigados a usar, pois mesmo sendo bons, permaneceria sempre a frustrAÇÃO de não se ter o acesso à uma outra opção. Nunca sairia do meu país para tentar a vida em outro, mesmo porque o Brasil é enorme, com inúmeras regiões onde é possível se estabelecer e até mesmo prosperar, dificuldades encontraremos em qualquer lugar do mundo!

    • Ei gente… Já estou vendo que esta história de mudar para o Canadá é muito tensa… Mas queria dar algumas dicas pois logo passarei por esta provação. Bom, minha necessária mudença pro Canadá vem de uma necessidade pessoal: meu namorado é canadense e pretendemos nos casar. Ponto. Ele é apaixonado com o Brasil, mas achar emprego para ele aqui parece muito mais difícil para ele do que para mim por lá. De certo fomos'”sortudos”. Nos conhecemos porque nós trabalhamos na mesma empresa SNC Lavalin (www.snclavalin.com). Dessa forma, eu consigo uma tranferência para lá. Trabalho na área de consultoria em gerenciamento de projetos e gostaria de listar algumas empresas no Canadá que tem boas oportunidades de trabalho para estrangeiros (isso porque você ainda correrá o risco de eles te contratarem para vir trabalhar para eles no Brasil, o que seria ótimo. Você ganha em dolar CAN, trabalha no Brasil e fica de folga na sua casinha no Canadá só aproveitando… Sonho né?)… Bom, isso seria MUITA SORTE. mas ainda dá para tirar algo dessas empresas que eu conheço e tenho contato e que sei que contratam com bons salários, pessoas de todo lugar do mundo. Já mencionei a SNC – onde eu trabalho, anotem aí a HATCH.com, kinross.com, worleyparsons.com, são todas empresas para as quais eu mandei meu currículo e que me deram retorno. Essa empresas são especializadas em gerenciamentos de projetos nas mais diversas áreas, da biotecnologia ao óleo & gás, e tem necessidade de todo tipo de profissional dentro desses projetos. Os contratos são normalmente por tempo determinado de acordo com o tamanho do projeto, mas a exemplo eu estou na empresa há seis anos. Ou seja, o contrato vai se renovando (lógico, com a lei brasileira de CLT, eu sou funcionária “fixa”, mas se o projeto acaba e nao tem lugar, a gente passa a trabalhar no projeto Pará… parar na rua… e assim por diante) Bom, o menor projeto que peguei teve duraçao de tres anos. O que dá um certo horizonte de planejamento aí pro empregado. Voltando a falar, basicamente se contratam engenheiros, mas os profissionais das outras áreas são muito demandados, a exemplo eu sou administradora e gerencio a área da qualidade. Bom tá aí dicas de emprego em Toronto e outras provincias. Agora sobre a qualidade de vida. É onde pega a diferença. O que é qualidade de vida para o canadense não é o que se chama de qualidade de vida pro Brasileiro. Um dos meus colegas de trabalho (canadense) e meu namorado sempre enfatizam: “nós vivemos para trabalhar e vocês trabalham para viver, e isso é fundamental”. Eles são loucos com o Brasil, com a felicidade, com a cultura, com o calor e até com a parte ruim do país. Não sei bem porque, mas são. Sempre falam que o Canadá é muito chato, que nao se tem amigos, porque todos sempre estao muito ocupados com suas vidas e tals. Agora em setembro vou lá para umas entrevistas e para conhecer o país, pois meu namorado está certo de que eu nao vou gostar de lá. Bom vamos ver. Espero poder voltar por aqui e dizer que eu gostei. Sobre o ambiente de trabalho, já digo, eles são frios e secos. A minha sorte é que sou uma brasileira meio às avessas, de modo que eu sou mais objetiva do que eles, assim eu nao tenho muitos problemas com eles. A maioria é grossa que dói e isso é só o começo. 10% das pessoas que trabalharam comigo são tragáveis e em geral eles são menos qualificados que os brasileiros e isso é duro de aguentar… (nossa será que isso foi um desabafo?). Bom, pra quem já tá aí e quer um emprego decente, indico as empresas acima. Boa sorte a nós todos!!!

    • Respeito a sua opinião mas espere um pouco, você sabia que o Basil é um dos países que mais paga imposto no mundo (muito mais que o canadá)? Controle sobre a opção de vida? E o Brasil sobre a falta de opção de vida. Concordo com o que falou sobre o Brasil ser grande e ter vários “Brasis” dentro dele, eu mesmo moro no interior de SC, é muito seguro, o Hospital da cidade tem um atendimento aceitável, a cidade é linda etc. Agora por favor, o Brasil de modo geral é simplesmente péssimo e não da pra discutir muito isso.

    • Eu penso que a experiencia de viver fora é válida. Principalmente nos dias atuais em que o Brasil está tão concorrido e cheio de gente. Mudar é bom, tentar uma vida nova é bom, conhecer lugares diferentes é bom. Não é possível viver num país só a vida inteira e pensar que isso é o melhor. Tem que pelo menos ter a experiencia de tentar.

  44. Eu estava procurando informações sobre curso de Psicologia em Universidades do Canadá. Tenho 26 anos, sou advogada há 03 anos, professora de inglês há 02 e tenho boa noção de francês. No entanto, devo admitir que o artigo me deixou um pouco decepcionada, mas, também me permitiu uma perspectiva diferente sobre as oportunidades no Canadá. Talvez eu vá conhecê-lo por alguns meses apenas!

  45. Olá, estou planejando ir para o Canadá no final do ano, para a cidade de Vancouver. Gostaria de saber a respeito das chuvas que acontecem lá. São chuvas assim muito torrenciais que impedem a pessoa de sair de casa ou é só aquela chuva fininha? Obrigada!!

    • Olá! Estive no Canada em Intercambio entre set e out/2007. Em relação às chuvas, não eram torrenciais (ao menos nestes meses), eram garoas ou chuvas normais, durante o dia todo, ou com horários “marcados” nos jornais, muito interessante a qualidade da previsão do tempo. Quanto à Vancouver em particular, é Maravilhosa, espero que consiga ver num dia ensolarado! Elá é muito bonita até chuviscando, mas em dias de Sol, é deslumbrante! Quanto ao que o pessoal tem comentado em relação à trabalho, acredito que não seja fácil mesmo, tenho alguns exemplos para mim: 01 Casal conhecido que desistiu do Brasil, após uma tentativa de assalto no transito com a consequencia de um tiro à queima roupa, logo se recurperaram, mudaram e não voltam ao Brasil nem mesmo para visitas. Um amigo em que a família, essa por sua vez ligitimamente canadense de Quebec, que não suportavam mais a escassez da época. nos anos 90 imigraram para o Brasil. Por fim, há a pediatra do meu filho que é casa há 10 anos com um cidadão canadense, eles possuem um ap lá e outro aqui em SP, e ela não migra por conta da equivalência necessária para exercer a profissão lá, o que ela se recusa, já que se trata de uma excelente Médica à 20 anos, e para exercer a profissão lá, ela teria que literalmente regredir, ou abandonar a Profissão que tanto ama.
      Eu, amei Vancouver, e para ser Gerente de Projetos, minha atuação no Brasil ou Pedagoga, minha formação, iria sem nem parar para pensar. Porém, para atuar em sub-emprego, não vale à pena, pois visto o custo de vida em Vancouver equivalente à S.Paulo (base: 2007), não seria nem mesmo para fazer “dinheiro”.
      Porém, quando me deparo com a insegurança brasileira, falta de educação e respeito na população e como também foi mencionado, a falta de opção de ter no Brasil uma “falta de opção” para escolha de Serviço Estatal na Segurança e Saúde, isso me faz pensar muito em sumir do Brasil. Estou cansada de pagar 27% do meu suado dinheiro, diretamente na fonte ++++++IPI, ISS, IOF, PIS/COFINS, IPVA, IPTU e mais uma bandalheira de impostos, convenio médico, seguro de carro, casa, vida, Sabe-se lá quantos R$$$$ para deixar o carro no Estacionamento e em Farmácias com Medicamentos para Gripe, Rinite, Tendinite, Bursite e todas as itesss causadas pela Poluição e pelas minha 04 horas diárias perdidas de minha vida em congestionamentos, voltando ao Porém, com tudo isto, sinto uma necessidade gigante de partir daqui, e voltar nas férias, com dinheiro no bolso para curtir a família.
      Isto sim, é um lenga-lenga sem saída…
      Há de se ter determinação, planejamento, oportunidade e muita força de vontade para ser feliz em qualquer lugar, mas Segurança no Brasil está fora destas 04 características, já fugiu faz décadas de qualquer boa vontade.
      Acho que a TOTAL INSEGURANÇA é ponto que MATA a possibilidade do Brasil ser objeto de Sonho de Vida, que quem o conhece de Causa (E não de Turismo) como os Canadenses que tanto me disseram: Porque brasileiro quer tanto sair do MARAVILHOSO Brasil ????!
      Eu respondia: Não sei, só sei que é assim…de vergonha de dizer, por medo e cansaço de pagar, pagar e nunca receber o Serviço!

  46. Olá futuros imigrantes, tudo bem?

    Pessoas do meu Brasil… vamos lá! Li comentário por comentário e tenho a impressão que a galera que está perguntando não está lendo os comentários anterior, porque as perguntas se repetem, as pessoas respondem com TODA CLAREZA DO MUNDO, e em seguida vem outra pergunta igual! Kkkkkkkkkkk, acho que posso ajudar quem está respondendo, leia abaixo:

  47. Vamos lá… tenho uma certa experiência fora do país ( San Diego – Califórnia), estou dando meu exemplo porque U.S e Canadá são países primos, e pelos depoimentos, tudo é muito parecido com aqui. Compreendo todos os pontos de vista, até porque já estive do lado de quem sonha e/ou está no Brasil e vê o exterior com a perspectiva de quem nunca saiu ou mora lá, e compreendo a ótica e a experiência de quem está fora. Somos todos adultos né?! Gente, hello… A CRISE É MUNDIAL, mas go ahead…
    A galera em peso está perguntando? Sou formado nisso, naquilo, sou Pós graduado e blá blá blá, tenho tantos anos de experiência na área, tenho inglês e/ou francês fluente etc…. “Quais são as chances de conseguir um emprego no Canadá?”, “Como está o mercado de trabalho na minha área?”
    Olha gente, no Brasil você pode ter Doutorado, ser formado no ITA, lá fora vc volta a estaca ZERO, sabe por que? Seu lindo diploma não tem validade, pessoas que não são formadas em países de língua inglesa tem de fazer a bendita da equivalência, entrar em uma Universidade aqui , você tem que ter créditos, para você ter créditos, você tem de voltar para o College ( equivalente ao técnico ou tecnólogo no Brasil) e fazer tudo outra vez! Sei lá quantos mil anos o sujeito fica estudando até se formar, eu nem quis pensar na idéia. Eu pensava que era só chegar com meu diploma e histórico traduzido da minha Universidade Estadual do Brasil para eles fazerem a equivalência e that’s it hahahaha, quase que o orientador falou pra mim: “querida, volta pro final da fila, tem de voltar pro College”, onde as aulas não são presenciais (a maioria), é uma porrada de classes pra fazer, tem que tirar A e B em tudo pra você disputar com os outros que também só tiram A e B a uma possível vaga na especialidade que se está estudando, onde só serão aceitos 1 ou 2. Até pra ter “Day Care” (cuidar de crianças na sua própria casa), você tem de ter qualificação deles, fazer o cursinho aqui, quem dera os empregos Top que faltam até pra eles.
    Depois disso pronto, você tem o seu diploma, agora só falta o emprego hahaha! Imigrante concorrendo com americano (como era meu caso, sonha), sub-emprego tem, mas os empregos TOP é o que está em falta até para eles, quem dirá para nós, a não ser que seu caso seja super específico, você seja convidado por uma multinacional ou empresa de seu país para trabalhar fora, ai é diferente!.
    Não me lembro o nome da pessoa que disse: “ se eu pudesse voltar atrás iria para a Flórida”, meu querido nem pense nisso, depois do 11 de setembro ( september eleven), imigrante ficou sem vez nesse país, a brasileirada tá igual a corrida maluca, salve – se quem puder! Falei que a crise é mundial! Tá igual ai, como você mesmo disse, só o clima que ajuda, de resto nothing!
    Hoje eu penso, vale a pena, bom depende do que você chama de qualidade de vida! Para muitos qualidade de vida é viver em um lugar mais seguro, para outros devido tudo aquilo que a gente está careca de saber que acontece no nosso país, morar fora é melhor, mas aqui os crimes são bárbaros ( não sei no Canadá),mas aqui já roubaram o carro do meu ex- namorado que mora em um dos melhores bairros de San Diego etc, etc… eh galera, não é tudo só flores.
    Nossas avós já diziam: “ Quando esmola é demais o santo desconfia”, isso é antigo é certo, mas eu nunca parei pra pensar na tal “Indústria da Imigração”, claro, por que não?! Agora eu entedi a historinha da Alice no País das Maravilhas, resumindo, o país perfeito não existe!!! Aqui nem imigrante eles querem, apesar de brasileiro ser super bem visto, mas só pra gastar ( spend your Money baby, rs). Já dividi o teto com home mate (companheiro de casa) que disseram que só não voltam para o Brasil por causa do bendito orgulho, outros por causa da sensação de fracasso. Gente, não quero jogar areia no olho de ninguém, vai, tenha sua experiência, mas nem tudo é só flores, quem vai com criança então, pensa direitinho! Eu sou solteira, sou eu e Deus!
    Tiro de tudo isso a seguinte experiência, o que importa e ser feliz, se você é feliz limpando chão e consegue pagar as TAXAS (impostos) que são altíssimos, e se não pagar vai preso, até os poderosos e famosos vão por sonegar impostos que são muito altos, siga em frente… Abraços meus lindos, Ká.

    • Olá a todos, vou deixar minha vivencia ate agora:
      Tenho amigos no Quebec que deixaram tudo aki em Sampa já à alguns anos,
      então liguei pra eles para saber se realmente vale a pena, o amigo só reclamava, viveu um tempão de ajuda do governo canadense pois não conseguia colocação no mercado (ele é programador de computador), aprendeu francês mas as entrevistas eram em inglês…..além de ser diferente do francês da França, deixaram casa própria aki para morar de aluguél no Quebec sem esperança de progredir tão cedo, por fim me aconselhou a não imigrar.
      Cada caso é um caso, nossa tendencia é só olhar para os casos que deram certo, penso que o ideal é ir passear primeiro e alugar um ap por um mês inteiro, viver a vida la, se inturmar para ter uma melhor noção se realmente vale a pena.
      José

    • KatteBrasil, estou no Canada ha’ quase 3 anos e sou engenheiro eletricista. Meu diploma de engenharia foi aceito pelo empregador normalmente e trabalho como engenheiro na minha area, ganhando mais do que ganhava no Brasil. E’ logico que, antes de vir pra ca’, fiz as traducoes juramentadas de historicos e diplomas, apresentei nas entrevistas, demonstrei conhecimento tecnico e..voila ! Simples.

      • Andre, você tem experiencia no que eu estou procurado. Eu e meu marido queremos imigrar para o canadá, mas ele só quer ir se puder trabalhar na área dele (engenharia civil). Até para termos uma boa qualidade de vida.
        Você poderia entrar em contato comigo para trocar alguma de suas experiências? Grata taissaftok@yahoo.com.br

  48. Olá, LOPEF2.

    Tudo jóia? Tenho a mesma linha de raciocínio que você. Você poderia me passar seu contato? Gostaria de conversar com vc!!!

    Muitooooo obrigada,

    Ká.

  49. Rodrigo, parabéns pelo texto!
    Conciso e muito apropriado. Moro em Montreal há 2 anos e meio e me identifiquei com tudo o que foi escrito. Muito boa referência.

Deixe uma resposta