Página Inicial Destino Quais são as cidades com o menor custo de vida na Europa

Quais são as cidades com o menor custo de vida na Europa

Cidades com o menor custo de vida na Europa

Quer saber quais são as cidades com o menor custo de vida na Europa com ótima qualidade de vida ? 

É muito comum pensarmos que a Europa é um lugar disponível apenas para pessoas ricas, e isso pode ser verdade considerando algumas regiões específicas, principalmente algumas capitais, mas também existem cidades em que o custo de vida é bem mais baixo, e não é preciso tanto dinheiro assim para morar.

Em 2016 uma importante empresa de consultoria divulgou uma pesquisa que revela as cidades da Europa que oferecem qualidade de vida sem cobrar muito por isso. Alguns itens como aluguel, transporte e alimentação, entre outros, foram utilizados para classificar as localidades.

Principais motivos para sair do Brasil

Os noticiários brasileiros estão cheios de motivos para justificar a decisão de sair do Brasil, como corrupção, violência, falta de saúde pública ou mesmo a crise econômica que dizimou muitos postos de trabalho no país, mas em geral todos esses motivos juntos representam a qualidade de vida.

A principal reclamação dos brasileiros hoje é sobre ter que trabalhar muito e pagar muito caro para simplesmente sobreviver, recebendo serviços de baixa qualidade, sem falar na perda de qualidade e quantidade de tempo de lazer. E por isso identificamos que nos países do continente Europeu essa realidade seja diferente.

A pesquisa divulgada traz uma relação interessante, pois não trata de salários mais altos, e sim mostra cidades onde o equilíbrio entre os rendimentos e gastos é possível, e garante tempo para aproveitar os momentos de lazer. O ranking não fala das cidades onde é possível ter uma vida de luxo, mas mostra aqueles lugares onde o custo benefício é favorável para quem quer ter uma vida simples, mas com conforto e qualidade.

Os países Portugal, Estônia e Grécia se destacam por dominarem as seis primeiras colocações e isso justifica o motivo de tantos brasileiros escolherem o primeiro para morar.

Ranking de menor custo de vida na Europa

1- Tartu, Estônia

cidades com o menor custo de vida na Europa

É a segunda maior cidade da Estônia e é considerada a capital universitária do país, pois é onde se localiza a conceituada Universidade de Tartu.

Justamente por ser um polo universitário, a cidade é a mais barata para se viver, oferecendo custos bastante baixos. Além disso, a cidade mistura história e belíssimas paisagens, e é considerada um centro intelectual da Europa, possuindo diversos museus.

2- Porto, Portugal
cidades com o menor custo de vida na Europa
Uma cidade linda e bastante turística que oferece diversas opções de lazer, boas oportunidades de emprego, e uma infinidade de ótimos restaurantes. A cidade oferece todas as vantagens de uma grande cidade, mas ainda mantem o ar de interior. Tem praias, segurança, opções de transporte público e boa educação.

3- Salônica, Grécia

cidades com o menor custo de vida na Europa

Uma cidade histórica, do Império Bizantino, também conhecida como Tessalónica, hoje é o centro urbano mais próspero do norte da Grécia. É capital da região da Macedônia Central, e possui um importante porto no norte do Egeu.

A cidade tem grandes universidades e também é um polo estudantil, por isso o seu baixo custo de vida. A alimentação, bastante diferente da brasileira, é bem barata, transporte também.

4- Tallinn, Estônia

cidades com o menor custo de vida na Europa

Uma cidade moderna, tecnológica, que recentemente se tornou berço de muitas startups no país. Com belíssimas paisagens, tem visto seu custo de vida aumentar gradativamente, mas nada que retire o seu título de uma das cidades mais baratas da Europa para se viver.

Um detalhe chega a chocar um pouco os estrangeiros, mesmo de outros países da Europa. Na cidade o transporte público é gratuito para moradores. O que ajuda a reduzir bastante o custo de vida na cidade.

5- Atenas, Grécia

cidades com o menor custo de vida na EuropaOutra cidade histórica nessa lista, Atenas oferece ótima alimentação e moradia a preços bem baratos. É uma cidade desenvolvida e de grande importância para o país nos setores de finanças, comercio, artes, turismo e cultura.

A Grécia ainda está se recuperando de uma grave crise econômica, por isso conseguir um emprego é um pouco difícil, mas quem vai estudar, ou já vai empregado, percebe um excelente custo benefício.

6- Lisboa, Portugal

cidades com o menor custo de vida na Europa

A presença de outra cidade lusitana nessa lista não é à toa. Além de ser uma das capitais mais bonitas da Europa, é também encontro de muitas culturas orientais, africanas, indianas e americanas.

O salário médio do país é baixo, se compararmos com o restante da Europa, mas o custo de vida acompanha esses valores, então os moradores conseguem viver com muita qualidade. Oferece bons serviços públicos de transporte, segurança e saúde, além de excelentes cardápios (com taça de vinho incluída), bem baratos.

7- Barcelona, Espanha
cidades com o menor custo de vida na Europa
Uma cidade muito procurada por brasileiros para turismo, também é uma excelente opção de moradia. A cidade reúne atividades culturais, oportunidades de emprego, praia, paisagens de montanha, boas instituições de ensino e uma diversidade cultural importante.

8- Marselha, França

cidades com o menor custo de vida na Europa

Essa simpática cidade é a mais barata da França para morar. Ela oferece boas opções de educação, bons serviços públicos como segurança, saúde e transporte, além de lindos pontos turísticos. Marselha é uma cidade portuária e isso a torna encontro de muitas culturas do mundo.

Como escolher uma cidade para imigrar?

Essa é uma escolha difícil que envolve uma série de situações relevantes. A primeira delas é saber qual é o seu objetivo e como você irá se sustentar, pois se você tiver recursos para se manter por algum tempo a melhor ideia pode ser você se matricular em uma universidade.

Muitos países permitem trabalhar em período parcial durante os estudos. Mas se você tiver que trabalhar para prover o seu sustento é importante considerar as oportunidades do mercado de trabalho, o salário e o custo de vida, e tentar identificar uma cidade que proporcione o melhor custo benefício possível.

Em geral as cidades da Europa oferecem altos níveis segurança, educação, e serviços, além de muitas opções de lazer e isso já é o suficiente para deixar os brasileiros encantados pela eficiência e bom funcionamento.

O outro lado da lista

Claro que também existe um ranking sobre as cidades mais caras da Europa para morar e, apesar de não ser o interesse principal desse artigo, sempre é bom saber para se preparar caso alguma proposta interessante surja nesses lugares.

As duas cidades mais caras ficam na Suíça, sendo Genebra em primeiro e Zurique em segundo. Londres, na Inglaterra, vem logo em seguida com salários médios bem elevados, mas que mesmo assim são insuficientes para suprir as necessidades do dia-a-dia das pessoas.

Em quarto e quinto lugares chegam Oslo e Bergen, na Noruega, também com alguns dos maiores salários médios da Europa, mas com alto custo de vida. A lista segue com Copenhague na Dinamarca, Paris na França, Dublin na Irlanda, Estocolmo na Suécia e Helsínquia na Finlândia.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta