Página Inicial Destino Américas Santiago do Chile, um dos mais baratos para os brasileiros

Santiago do Chile, um dos mais baratos para os brasileiros

Nesses tempos de grana curta encontrar um destino barato e com muita coisa para fazer é quase um milagre, né! Pois nós encontramos, e vamos contar tudo para você sobre Santiago do Chile, nosso destino de hoje.

Esse destino foi escolhido por ser um dos mais baratos para os brasileiros. O valor de passagens aéreas partindo de São Paulo, ida e volta, é de aproximadamente R$ 900,00, uma das mais baratas encontradas considerando voos internacionais. Além disso, as principais atrações turísticas da cidade são gratuitas ou custam até 25 reais. A alimentação também é barata, sendo possível fazer uma boa refeição com apenas 30 reais, tendo inclusive vinho da casa incluído.

A cidade

Santiago do Chile
Santiago do Chile

Santiago possui mais de 5 milhões de habitantes e é uma capital repleta de atrações turísticas. É uma cidade surpreendente tanto no inverno como no verão. Com construções em estilo europeu ela tem um charme especial que conquista quem chega à cidade. Além disso, sua localização bem centralizada no país torna o local um excelente ponto de partida para conhecer diversos lugares no entorno também, em viagens de um dia.

Como o Chile é um país muito próximo do Brasil, é bastante rápido chegar até sua capital, gastando cerca de 4h de voo, partindo de cidades das regiões Sul e Sudeste. Apesar da proximidade o clima é muito diferente e já da janela do avião dá para perceber e se encantar com as Cordilheiras dos Andes, que pode ser vista de quase qualquer lugar.

A estrutura de Santiago é ótima oferecendo muitos hotéis e hostels para todos os bolsos e muitos restaurantes excelentes.

Cordilheira dos andes
Cordilheira dos andes

Como chegar?

O Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino é por onde chegam os turistas de todas as partes do mundo. Várias capitais aqui no Brasil dispõem de voos diretos para esse aeroporto, que fica a cerca de 15km do centro de Santiago. Não é necessário alugar carro, já que o aeroporto possui ônibus executivos que levam os passageiros até o centro de Santiago.

Dica: é proibida a entrada de alimentos, sementes e alguns outros produtos, e o departamento de imigração, chamado de PDI Policia de Investigaciones, é bastante rigoroso. Declare tudo o que tiver dúvida para evitar a cobrança de multa.

Quando ir?

Valle nevado
Valle nevado

Em qualquer época do ano você encontrará excelentes opções de passeios, pois Santiago fica a cerca de 1h da estação Valle Nevado, uma das principais estações de esqui do mundo, e também cerca de 1h30 de praias bastante conhecidas como Valparaíso e Vinã del Mar. Mas não se anime muito com a ideia de nadar no mar, pois o mar tem água bem gelada até mesmo no verão.

Viña del mar
Viña del mar

Moeda

A moeda local é o peso chileno que é desvalorizada em relação ao real. A cotação pode ser verificada no site Cambios Santiago. Não se preocupe em comprar a moeda no Brasil. É mais fácil levar dólares ou mesmo reais e trocar o dinheiro em casas de câmbio por lá. Mas verifique a cotação antes de viajar para saber se vale mais a pena levar dólar ou real, pois a variação cambial pode beneficiar uma ou outra moeda dependendo do dia.

Dica 1: para pagar a sua hospedagem use uma moeda forte como dólar, euro ou então o cartão de crédito internacional. Assim você terá isenção no imposto IVA que significará uma economia de 19% do valor da diária. Economia nunca é demais. É preciso apresentar o passaporte para conseguir o desconto.

Dica 2: Se você chegar em dias úteis ou antes das 17h de sábado, prefira fazer a troca de moedas em casas de câmbio fora do aeroporto. Nesse caso a facilidade de ter uma casa de câmbio disponível logo que chegar ao país não é boa. O câmbio costuma ser bastante desfavorável. Troque apenas o necessário para chegar até o hotel. No centro da cidade procure pela Calle Augustinas, que é uma rua cheia de opções de casas de câmbio com boas cotações.

Transporte

O aluguel de carro é uma ótima alternativa principalmente para quem quer aproveitar as regiões próximas à capital, fazendo viagens no estilo bate e volta.

Mas para quem não quer ter esse custo extra, a cidade dispõe de 6 linhas de metrô que levam seus usuários ao principais pontos turísticos. As linhas de ônibus também são muitas, mas tem o detalhe de não aceitarem dinheiro, e sim um cartão de passagem, Bip! Card. Com esse cartão, que é aceito tanto em ônibus como metrô, só será cobrada uma única tarifa dentro do período de 120 minutos. O cartão pode ser comprado nas estações de metrô, em comércios parceiros espalhados pela cidade ou nos Centros bip, onde também é possível fazer recarga. A carga mínima é de CLP 1000 e a máxima de CLP 25.000 por cartão.

Alimentação

Santiago do ChileNo Chile os restaurantes mais simples são conhecidos como ‘picadas’. Normalmente oferecem refeições típicas e fartas, com entrada, prato principal, sobremesa e bebida. Mas nem sempre esses restaurantes são baratos.

A melhor região para encontrar bons restaurantes nesse estilo ‘picada’ baratos é na Plaza de Armas. São várias opções disponíveis com excelente qualidade, principalmente no Portal Fernandez Concha, no costado da praça, onde você encontra tanto aqueles que onde será possível sentar e apreciar o lugar, como aqueles onde será preciso comer em pé. A melhor dica é entrar, olhar o lugar e o cardápio e ver se agrada. Se não agradar, procure outro.

No entorno do Mercado Central também é um bom lugar para comer. Os restaurantes tradicionais são bastante caros, mas se você andar por fora do Mercado encontrará restaurantes e lanchonetes bem mais baratos e deliciosos.

Hospedagem

Para quem está com a grana curta a melhor opção é ficar em um Hostel, e existem vários pela cidade. Esse tipo de acomodação é muito procurada por brasileiros e os chilenos estão investindo cada vez mais nesse segmento. Todos oferecem café da manhã, mas são bem simples. Para grupos de amigos é uma excelente opção já que, dependendo do número de pessoas, o quarto fica praticamente privativo. Só vão ter de dividir o banheiro com outros viajantes. Essa é uma ótima opção também para quem viaja sozinho justamente por proporcionar conhecer pessoas do mundo inteiro e fazer amizades, aproveitando até para conhecer a cidade juntos.

Passeios Gratuitos

Centro Histórico e Plaza de ArmasSantiago do Chile

Todo bom viajante sabe que a melhor maneira de conhecer bem uma cidade é caminhando por ela. A região do centro histórico de Santiago une tradição e modernidade na sua arquitetura, praças e museus.

Para chegar ao centro histórico pegue o metrô linha 1 – vermelha. Desça na Estação Universidade de Chile que já é no centro. Passeie pelo Paseo Ahumada até chegar à Plaza de Armas.

Aproveite esse passeio e visite a Catedral Metropolitana de Santiago, também localizada na Plaza de Armas. É uma construção do século XVI que foi declarada Monumento Nacional em 1951.

Outro passeio bem interessante nessa mesma região é o Museu Histórico Nacional, que também fica na Plaza de Armas. A entrada é gratuita e nele será possível conhecer um pouco da história do Chile.

Palácio La ModedaSantiago do Chile

É a sede do governo chileno. Existe uma visita guiada gratuita, mas para conseguir é preciso agendar a visita antecipadamente através do site. No mesmo prédio, abaixo no Palácio La Moneda, tem o Centro Cultural La Moneda. O lugar é muito bonito e oferece excelentes exposições com frequência.

A entrada também é gratuita. Algumas exposições podem ser pagas, mas os valores normalmente são bem em conta. Ainda tem internet grátis.

Para chegar pegue o metrô linha 1 – vermelha e desça na Estação La Moneda.

Cerro Santa LucíaSantiago do Chile

Prepare suas pernas para a subida, mas vale muito o esforço. A vista é espetacular sendo possível ver a Cordilheira dos Andes belíssima.

Aproveite o passeio para comprar lembrancinhas para os amigos e familiares do Brasil na Feira de Artesanato Santa Lucía. É só atravessar a rua.

Para chegar pegue a linha 1 do metrô – vermelha e desça na estação Santa Lúcia.

Cerro San Cristóbal, a pé

Santiago do Chile
Foto: David Berkowitz

Esse mais um passeio para os adeptos às caminhadas. Existe o funicular, um tipo de bondinho, mas é preciso pagar pela viagem. Mas subindo a pé é gratuita a entrada. No topo você encontrará o Santuário Imaculada Conceição que funciona todos os dias. É outra vista espetacular da cidade e se você puder, fique para assistir o por do sol por lá, que é imperdível.

Santiago do Chile

Para chegar pegue o metrô linha 1 – vermelha e desça na Estação Baquedano, saindo pela Plaza Itália e seguindo pela Rua Pio Nono.

Com essas dicas você terá uma ótima viagem para Santiago e ainda fará uma grande economia para o bolso. Agora é só reservar as passagens, fazer as malas e boa viagem!

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta