Página Inicial Oceanía Austrália Acomodações na Austrália

Acomodações na Austrália

Acomodação não é problema na Austrália, tem muita oferta para todos os bolsos, seja durante uma viagem, para estudar por uns tempos, ou até mesmo para morar e investir.

As acomodações são de alto padrão, e mesmo as mais simples são limpas e bem apresentadas. Negociar preço não é comumente usado (e algumas vezes interpretado como falta de educação), mas de uns tempos para cá devido a grande presença Asiática e de outras culturas na Austrália, essa prática tem sido cada vez mais aceita. Sempre pode-se tentar.

  • Para Estudante

A maioria das universidades oferece várias acomodações no campus ou próximas como apartamentos da universidade, colégios residenciais ou residência universitária.

As residências universitárias são geralmente mais baratas e uma opção popular com estudantes internacionais em período integral. O custo varia dependendo do tipo de acomodação.

Os Colégios Residenciais fornecem acomodação com refeições. São ligeiramente mais caros do que as residências universitárias.

O Colégio empreende tarefas de limpeza e cuidado da casa. Estruturas esportivas e sociais, aula particular, bibliotecas e (geralmente) acesso a computador também são fornecidos.

As Residências universitárias são encontradas no campus ou próximas da universidade e geralmente são mais baratas do que Colégios Residenciais. Os estudantes internacionais as consideram uma opção atrativa. Estudantes geralmente têm refeições e alguns serviços da limpeza fornecidos.

Somente estudantes de período integral são aceitos. Estudantes precisam aplicar cedo por causa da elevada demanda.

  • Homestay na Austrália

quarto Como o nome diz, é a pessoa ficar na casa de uma família australiana com um quarto somente para ela (ou dividindo), incluindo refeições diárias, e um local para estudo.

Na verdade, a família está lhe alugando um quarto na casa dela, e irá lhe hospedar durante o período combinado (entenda pago).

Você poderá escolher algumas peculiaridades da casa como, ter ou não crianças e animais antes de fechar o negócio, e se não gostar, poderá mudar de casa tão logo apareça outra disponível, porém, dinheiro pago em adiantado dificilmente será reembolsado.

Algumas vezes o fazem parcialmente, mas na maioria dos casos não, afinal, a família se preparou e se programou para ter você por aquele período, e com certeza houve despesas extras para eles.

Note que a família somente lhe hospeda, não sendo responsável por você e suas ações.

O tempo mínimo para você ficar em uma homestay na Austrália é de 15 dias, ou seja, você paga 2 semanas em adiantado, e se quiser pular fora do negócio com 7 dias, você perde a  semana restante.

Do mesmo modo, se quiser continuar nessa casa, você pode pagar mais 15 dias ou 1  mês, e assim sucessivamente.

Mas, se outra pessoa reservar o seu quarto para a etapa seguinte, a família pode declinar o seu pedido para continuar, principalmente se a outra pessoa estiver querendo ficar muitos meses, o que é bom para a família financeiramente.

Se você desejar viajar, mas quiser retornar para aquela casa, você pode negociar com eles o chamado Holding Fee, que como o nome diz, é uma taxa para Segurar a vaga para você.

Normalmente quem agenda, contrata e fiscaliza a homestay são as instituições de ensino que oferecem os cursos, e o fazem ou através de subcontratados, ou pelo seu próprio pessoal.

Algumas Agências independentes especializadas em Homestay, têm listas diferentes que as escolas. De qualquer forma, ambas cobram uma taxa única, que eles chamam de taxa de procura (placement fee), cujo valor é equivalente a uma semana de estadia, e pode variar de acordo com o custo de vida na Austrália.

Algo entre A$ 110 e A$ 220. O pagamento inicial da hospedagem é feito para a escola ou para o agente, e pagamentos subseqüentes, serão efetuados diretamente para a família. Existem algumas homestays que aceitam negociar sua estada sem a comida incluída, o que barateia um pouco, especialmente se você não gostar da comida.

Por outro lado, comer na rua fica bem mais caro.

  • Ficando na Casa de família Australiana:

As famílias Australianas são como famílias em qualquer parte do mundo, e diferem uma das outras de muitas maneiras. Especialmente por ser a Austrália um país multicultural com pessoas do mundo inteiro, incluindo Europa e Ásia.

A liberdade de religião é completa e não pode ser lhe imposta ou reprimida.

Os Australianos vivem em Núcleos Familiares Isolados, ou seja, pai, mãe e filhos, ao invés de com avós, tios e primos, mantendo contacto eventual com esses parentes. Recentemente, o número de famílias de mães solteiras, pais divorciados, e famílias sem filhos, têm aumentado consideravelmente.

Na Austrália as famílias não têm empregados domésticos para ajudar na casa, e normalmente ambos os pais trabalham. Por isso, é esperado que todos os membros da família incluindo os hóspedes ajudem nas tarefas diárias que incluem preparação de comida,  lavar louças, manter o quarto limpo e arrumado, lavar e passar suas roupas, etc.

Em muitas famílias Australianas, os filhos preparam o próprio café da manhã e também o lanche para a hora do almoço, e o pai ou a mãe prepara o jantar.

A comida oferecida em uma Homestay na Austrália depende do background cultural que essa família tiver. Por exemplo, famílias de origem Europeia cozinham principalmente comida Europeia, e famílias de origem Asiática irão oferecer comida Asiática.

Atualmente, se varia muito o cardápio devido às centenas de influências culinárias que a Austrália tem. Uma outra coisa, a saber, é que esse hábito cultural irá implicar também na hora de sentar à mesa.

Famílias de origem Italiana gostam de falar e gesticular durante a comida, enquanto as de origem Europeia gostam de comer em silêncio. Algumas famílias Australianas sentam-se à mesa para comer, e conversam sobre como foi o dia e os problemas ocorridos.

O café da manhã normalmente é composto por cereal ou torrada, fruta ou suco de frutas. O Lunch (almoço) é composto por um sanduíche, um bolo, ou uma torta de carne (meat pie).

O Australiano tende a mostrar suas emoções abertamente, e não ficam com vergonha de mostrar na frente dos outros que ele esta com raiva, triste, ou alegre.

Também aceitam discordar de um ponto de vista ou opinião, desde que isso seja feito de maneira não agressiva.

Em alguns casos, é considerado aceitável discutir problemas pessoais com outras pessoas, mas normalmente isto fica restrito ao âmbito familiar. Os pais Australianos encorajam seus filhos a falar e pedir sempre: Por Favor, (Please), responder Obrigado (Thank you), e a pedir desculpas (I am sorry ou Pardon).

cozinhaUma casa Australiana tem uma cozinha acoplada a sala de estar, quartos de dormir, banheiro, e lavanderia.

O banheiro pode ter banheira e chuveiro separados ou  juntos. O vaso sanitário muitas vezes fica separado da parte para banho. Normalmente não gostam quando alguém deixa o banheiro molhado após o banho, ou demora-se muito, gastando-se toda a água quente do aquecedor (em geral existe um papel escrito com as regras da casa). Como consequência da falta de chuvas, os banhos são restritos a 4 ou 5 minutos no máximo.

Os jovens Australianos são bastante independentes. De qualquer forma, os pais esperam ser informados sobre onde os filhos estão indo, com quem, o que vão fazer, e que horas irão voltar.

É extremamente importante para quem estiver hospedado na casa de uma família Australiana fazer a mesma coisa. Também é educado avisar à família, de preferência um dia antes, se você não virá para jantar em um determinado dia.

Uma das atividades preferidas do jovem Australiano é falar no telefone, e normalmente os pais impõem um tempo para que outros da família também tenham acesso ao telefone. O mesmo será esperado de você, sendo que os telefonemas locais na Austrália são pagos por ligação e não por tempo, com a chamada em torno de 25 centavos.

É esperado que você pague por cada telefonema, e normalmente eles colocam um pote ao lado do telefone, para que você deposite o dinheiro, ou, você pode negociar com eles outra forma de pagamento.

Você pode trazer amigos para lhe visitar em sua homestay, mas primeiramente obtenha consentimento para tal, e mantenha-os informados por quanto tempo vão ficar, e não se esqueça de apresentar seus amigos para os donos da casa se eles estiverem presentes.

Muitos que chegam pela primeira vez em uma homestay, ficam um pouco nervosos nos primeiros dias. A melhor coisa a fazer é expor suas preocupações e suas dúvidas, pois assim a família irá lhe conhecer melhor e vice-versa.

Se seu inglês não for suficiente para explicar, use um dicionário, desenhos, mímica, ou ligue para alguém que possa servir de interprete. (sua escola poderá lhe informar de intérpretes em sua língua naquela área).

Se você passar grande parte do tempo trancado em seu quarto com a porta fechada, a família poderá pensar que você não gosta deles.

Procure passar algum tempo do dia, assistindo TV juntos, conversando, ou ajudando a família em tarefas domésticas. Conte para eles sobre a sua cultura, e também faça perguntas sobre a deles.

  • Vantagens de ficar em uma Homestay na Austrália:

· Apreender mais rápido sobre a cultura.

· Fazer amigos Australianos.

· Obter mais facilmente informações sobre a cidade em que esta morando.

· Melhorar consideravelmente o seu Inglês.

· Difundir sua cultura e se ajustar a um novo país mais rapidamente.

· Baixo custo

  • Desvantagens de uma Homestay na Austrália:

· Liberdade relativa

· Privacidade relativa.

Nota: Se a casa tiver “pets”, ou seja, que tenha animais, não é esperado que você cuide deles.

Albergues na Austrália ou Backpacker’s Hostels in Austrália para os íntimos, servem para estudantes, mochileiros e viajantes.

São encontrados em qualquer cidade em grande número e com diversas instalações diferentes. Os Backpackers cuja tradução quer dizer mochila nas costas, ou mochileiros, é a preferência número 1 dos milhões de jovens de todos os países do mundo que viajam à Austrália anualmente.

É a mais barata opção depois de um Camping, sem a necessidade de se carregar uma tenda e respectivos equipamentos para acampar. Os backpackers são usados por viajantes a partir dos 16 anos de idade, sendo predominante o pessoal na faixa dos vinte e poucos.

Também não é raro ter pessoas acima dos 40 hospedadas. Os Backpackers são literalmente multiculturais, e podem ser uma das experiências mais incríveis de viagem na Austrália. São excelentes para estudantes internacionais que não querem ficar em uma homestay, mas que precisam de uma acomodação provisória, até encontrar um apartamento para dividir com outros estudantes.

jovens As acomodações básicas são em quartos coletivos, onde dormem de 3 a 8 pessoas, sendo que muitos estabelecimentos possuem banheiro dentro do quarto, televisão, escrivaninha e ventilador de teto.

Dormir bem vai depender de sorte e azar com relação aos companheiros de quarto, mas todo os backpackers hostels têm normas internas rigorosas com relação a barulho após as 10 da noite. Se você não estiver se entendendo bem com algum deles, você pode pedir para trocar de quarto, desde que haja vaga em outro.

Existem quartos somente para mulheres, quartos somente para homens, e quartos mistos. Em alguns estabelecimentos, a roupa de cama está incluída no preço, em outros, alugam por uma merreca.

Como você vê cada estabelecimento difere do outro na maneira de operar, e dependendo das instalações, o banheiro pode estar no corredor, e os armários com cadeado para guardar seus valores também.

Alguns albergues possuem a opção de quarto individual, com cama de casal, porém o preço encosta muito no de um Motel, e só vale a pena mesmo, se você estiver se sentindo um tanto que solitário (a) durante sua viagem pela Austrália.

Os  Backpackers em geral possuem uma área social com bar e restaurante, onde comida e drinks são servidos. Os preços sempre são bons, e a comida também, com um ou dois pratos diferentes por dia.

A maioria dispõe de uma cozinha comunitária onde você poderá preparar seus sucessos culinários. Alguns possuem salão de jogos com mesas de bilhar e sinuca, ping-pong, televisão a cabo com programas de esportes e turismo. Na recepção, geralmente são organizados passeios aos atrativos turísticos do local, formando-se grupos de hóspedes, o que fica mais barato, do que fazer um passeio por conta própria.

Pergunte se fornecem transporte grátis da rodoviária ou estação de trem para o albergue, pois muitos oferecem este serviço. Até mesmo “do” e “para” o aeroporto, caso o mesmo não seja distante.

A mais barata de todas, é dividir um apartamento com outras pessoas. Enquanto alugar sozinho sairia por A$ 350, e considerando que esse apartamento seja de 3 quartos, com 3 pessoas e cada uma ocupar um cômodo, o custo de aluguel por semana para cada um seria de A$ 116,66.

Claro que existem outras despesas extras, como energia elétrica que é cara na Austrália, e cujo consumo médio por semana custa mais ou menos A$ 20 por pessoa. Também existem outros gastos comunitários, tais como, sabão de lavar louça e roupa, papel higiênico (vulgo material náutico) e outras coisitas mais.

O gasto total para cada um seria algo em torno de A$ 140 por pessoa por semana. A comida não está inclusa, e em média uma pessoa gasta em torno de A$ 70 por semana (com economia). O total geral vai à cerca de A$ 210 por pessoa por semana.

Outra coisa importante, diz respeito à escolha dos parceiros para dividir a moradia. Isso é tão ou mais fundamental do que quanto se vai gastar, ou quantas pessoas vão dividir.

Para um curto período ainda vai, mais para um período mais longo brigas por louça suja na pia, comida estragada na geladeira, e arrumação da casa podem acabar na polícia, além de uma possível inadimplência de pagamento por parte de uma das pessoas que está dividindo o aluguel.

Barulho e som alto, certamente irão provocar reclamação dos vizinhos. Australianos no início de vida profissional adotam muito esse sistema de dividir a moradia, e existem muitas companhias especializadas em encontrar parceiros para morar junto. Nos jornais (o de sábado é o melhor) tem uma sessão só de pessoas procurando “flatmates” ou parceiros para dividir o aluguel, e em quadros de avisos de Universidades e cursos também.

Um dos problemas de se dividir aluguel, é que tem-se que estar já na Austrália para então procurar.

  • Para Turista

 

acampamento Um Camping ou Caravan Park é quase a mesma coisa, ou seja, a maioria dos Camping tem uma área para Caravans, Campervans,  Motohomes, e vice-versa. São divididos em 5 setores: o primeiro é uma área gramada para as tendas ou barracas, normalmente divididas com ruas, calçadas e número de identificação.

Dentro desta ala existem os Sites Non-Powered (sem energia elétrica) e os Powered Sites (com tomada de energia, e uma bica d’água). Esse último custando um pouco mais caro. O segundo setor, é o das Cabins que são cabines com banheiro e cozinha, para abrigar até 8 pessoas. É composto por um quarto com cama de casal, e outro com camas beliches.

carro acampamento O terceiro setor é o de Caravans, Campervans e Motohomes. São plataformas de concreto onde você estaciona o seu veículo, conecta-o na eletricidade, e na água corrente. O quarto setor é o de entretenimento, com piscinas, quadras de esporte etc. O quinto setor, e que geralmente fica no centro do camping, são os banheiros, cozinhas, e lavanderias comunitárias. Todos em geral, são tão limpos, que dá pra comer macarrão diretamente do chão.

Camping na Austrália – Para melhor entendimento, vamos explicar a nomenclatura usada. Camping: não precisa muita definição, pois é dormir ao relento usando barracas ou tendas. Caravan: é aquele treco monstruoso que se reboca atrás do carro, e que por uns tempos você chamará de casa.  Campervans: são Vans adaptadas para você dormir dentro, em geral com cama para 2 pessoas, pequena cozinha, e sem espaço para quase mais nada. Motohome pode ser chamado de Campervan metida a besta, pois já tem cozinha, banheiro, e uma bela cama de casal, além de 2 outras de solteiro, armário para guardar comida, cozinha, TV, Vídeo.

Na Austrália, vende-se ônibus novos em folha, completamente transformados numa residência de luxo com absolutamente tudo dentro. De qualquer forma, e qualquer que seja o equipamento que você tenha ou alugue, uma das coisas mais fantásticas e deliciosas que você pode ter na Austrália é pegar a estrada e sair para acampar.

Camping na Austrália é uma paixão nacional, casais de todas as idades, pessoas sozinha ou em grupo e até famílias inteiras com várias gerações, sendo que 11 entre 10 Australianos acampam pelo menos uma vez por ano. ( Acampar em qualquer dos tipos acima).

Os Caravan Parks Australianos são considerados os melhores do mundo, não somente pela localização, na maioria em lugares espetaculares e prístinos, como também pela infra-estrutura que oferecem e pelo tipo de clima que a Austrália oferece.

albergue Albergues na Austrália ou Backpacker’s Hostels in Austrália para os íntimos, servem para estudantes, mochileiros e viajantes. São encontrados em qualquer cidade em grande número e com diversas instalações diferentes. Os Backpackers cuja tradução quer dizer mochila nas costas, ou mochileiros, é a preferência número 1 dos milhões de jovens de todos os países do mundo que viajam à Austrália anualmente.

Escolher um Hotel na Austrália é tarefa difícil. Não por não ter hotel suficiente, mas exatamente o contrário. Tem mais hotel que gente pra ficar neles.

Também não é por isso que cobram barato, pois a ocupação é constante, e só lotam quando há algum evento importante na cidade como Fórmula 1 em Melbourne, Olimpíadas em Sydney, ou Indy na Gold Coast.

A gama de preços é bastante variada, desde um muito simples por A$ 60 por dia, até um cinco estrelas ou Resort, de causar danos múltiplos em meu cartão de crédito.

A diária média de um Hotel de boa categoria está na faixa de A$ 150 para um casal. Na internet existe muita oferta, e basta procurar na Google que vão aparecer um monte delas, incluindo reserva on-line.

Se você quiser deixar para escolher um Hotel na medida que viaja na Austrália, o melhor é ir nos Postos de Informações Turísticas de cada cidade (Aeroportos e Rodoviárias costumam ter um por perto). Hotéis na Austrália são iguais a qualquer outro em qualquer parte do mundo, exceto que são em geral bem mais novos, e super bem conservados.

Mesmo um hotel simples é limpíssimo e tudo funciona dentro do quarto. A típica configuração é uma cama de casal, com banheiro pequeno, frigobar, e normalmente uma chaleira elétrica para ferver água e fazer chá ou café.

hotel 01 australia Existem resorts na Grande Barreira de Corais que são espetaculares, porém caros. Uma opção alternativa aos Hotéis, são os Apart-Hotéis, que contém um apartamento totalmente mobiliado, incluindo cozinha e banheiro de tamanho normal e muitas vezes estão dentro de uma estrutura de hotel.

Os preços se equivalem, mas um apart-hotel cobra pelo apartamento, não interessando o número de pessoas o que faz dele uma opção bem atrativa. Em cidades pequenas da Austrália é bastante comum encontrar belíssimos Hotéis em estilo Victoriano, com piso de tábuas corridas, e varandas com grades de ferro fundido.

São ultra-conservados  e espaçosos, além de preços bons. A grande vantagem dos Hotéis em cima dos Motéis, é que os Hotéis quase sempre estão localizados no centro da cidade, ao passo que os Motéis ficam na periferia do centro.

motel Os Motéis Em primeiro lugar vale lembrar que Motel na Austrália não é local de casal fazer sexo como o nome tornou-se popular no Brasil. Famílias em férias, donos de empresa que vem realizar negócios na cidade, representantes comerciais, e pessoas que viajam pela Austrália de carro, são os tipos de clientes desses estabelecimentos.

Os Motéis são de 1 ou 2 andares, limpíssimos, e as instalações muito boas, sempre em ótimo estado de conservação. O carro fica normalmente estacionado na porta do quarto. Cada Motel tem apartamentos com quantidade de quartos diferentes. Há Motéis com apartamentos de 1, 2, ou 3 quartos, que chegam a comportar até 8 pessoas.

A cozinha é em tamanho normal, com geladeira grande, fogão, micro-ondas, cafeteira e torradeira de pão, pratos, talheres, panelas, e todos os utensílios normais de uma cozinha. A sala é composta de mesa com 4 cadeiras, sofá (reversível para cama extra) e televisão. Muitos Moteis oferecem gratuitamente aos clientes TV a cabo. O conforto é excelente, os quartos maiores que em Hoteis, e os preços são bons, pois o custo em geral não é por pessoa, mas sim por quarto, ou seja, para pessoas ou famílias viajando em grupo fica muito em conta.

Às vezes cobram só um pouco a mais por pessoas extras de um casal. Para estadas mais longas, certos Motéis aceitam negociar descontos na diária, e chamam de Long Term Stay.

Alguns têm piscina e outros não. Motéis dentro de cidades grandes tendem a atender uma clientela mais de negócios, enquanto os de cidades menores e turísticas recebem mais viajantes. Os centros de Informações turísticas de cada cidade têm uma lista enorme dos Motéis na área. Se estiver viajando economicamente, você pode chegar lá e perguntar qual é o Motel mais barato na cidade, que eles vão te indicar e reservar para você, sem custos adicionais.

Os preços variam de A$ 60 por dia até A$ 120 (para Motéis com piscina, parquinhos, e de certas cadeias de Motéis de luxo). Também economiza-se bastante com uma cozinha completa, o que permite preparar lanches saudáveis para levar para os passeios e economizar em besteiras na rua, além claro de poder preparar seu próprio café da manhã, almoço ou jantar.

Outra opção aos Motéis, no mesmo patamar de preço seriam as Cabins dos Campings e Caravan Parks em geral preferidas por famílias com filhos pequenos que precisam de espaço. Os quartos não são muito grandes e em geral são casas pré- fabricadas, mas possuem quase que as mesmas coisas que um Motel, incluindo TV.

A diária é cerca de A$ 10 a 20 dólares mais barata que o Motel, principalmente na baixa estação de turismo. Existem vários tipos de Cabins, sendo que as que chamam “Ensuite” (com banheiro) é a melhor.

O preço começa-nos A$ 50 e vai até A$ 90 na alta temporada, para uma suíte que comporta 8 pessoas em dois quartos, sendo um quarto com cama de casal, e o outro com camas beliche (de dois andares). O preço da diária em geral se refere ao quarto e não ao número de hóspedes.

Tal como um Motel, possui cozinha toda equipada e a grande vantagem e poder usar todas as facilidades do Carvan park.  .

hotel 02 australia Hospedar-se em fazendas na Austrália é uma alternativa para aqueles que gostam da vida e paisagens rurais, ou que vivem hoje em fazendas em seus respectivos países, e querem ter uma ideia de como uma fazenda na Austrália funciona. Existem dois tipos:

TIPO 1: Uma fazenda de verdade, onde a principal meta é a de produção de alimentos. Nesse tipo, ter um hóspede na fazenda é só uma fonte de renda a mais, ou para ter alguém diferente para conversar de tempos em tempos. Algumas dessas fazendas ultimamente, passaram a dar mini-cursos, e organizar atividades nas quais os hóspedes podem se integrar no cotidiano diário da fazenda, inclusive fazendo trabalhos para aprender. Existem fazendas que oferecem esse tipo de atividades em várias áreas, como criação de gado, porcos, cavalos, produção de vinhos, frutas, vegetais, etc.

TIPO 2: Sítios, Chácaras, ou antigas fazendas que não produzem nada mas foram adaptadas para receber turistas ou pessoas que queiram relaxar em meio rural com conforto. Algumas oferecem atividades leves como passear a cavalo, tomar banho de rio, etc. São similares as que no Brasil chama-se Hotel-Fazenda, mas não tem nada a ver com o estilo Australiano. Nessas “fazendas”, fica-se em uma casa ou quartos de uma casa de chácara, como se fosse um sítio de fim de semana. Normalmente são oferecidas por australianos que já se aposentaram ou estão semi-aposentadas, e o objetivo maior é de oferecer os serviços e a hospedagem em troca de remuneração.

Bed & Breakfast na Austrália tornou-se muito popular entre australianos e turistas. Muitos australianos que compraram casas para a família, e agora com os filhos crescidos e fora de casa, ficam com quartos sobrando em casa.

Porque não alugá-los para viajantes por alguns dias, e faturar um dinheiro a mais? A maioria não aceita hóspede por períodos longos, por exemplo, mais de duas semanas, mas não quer dizer que não possa ser combinado. Essa é uma das maiores diferenças para uma, homestay, que ao contrário do Bed & Breakfast aceita por meses ou até  mesmo anos.

café da manha Bed & Breakfast significa ao pé da letra, Cama & Café da Manhã, mas na verdade vai muito, além disso, sendo que a pessoa normalmente tem um quarto com banheiro (suíte) só para ela. Também a refeição não fica restrita só ao café da manhã, pois muitos deles aceitam por um pequeno aumento na diária, fornecer refeições completas.

A maioria dos usuários de um Bed & Breakfast, são pessoas que gostam de ambiente familiar e de um papo com os donos da casa, sobre o local ou história do lugar. É muito popular com mulheres viajando sozinhas que sentem mais segurança tendo “amigos” no local, mas há homens que se hospedam também.

Os casais de idade já aposentados, constituem um tipo de grupo típico, que prefere ficar na casa de pessoas ao invés de num hotel ou motel, cuja chance de conhecer pessoas e conversar demoradamente é bem menor. Famílias usam este tipo de acomodação em fazendas pela opção de espaço e conveniência

campo Existem muitos tipos de Bed & Breakfast, desde pequenas casas até mansões de estilo e em pequenas fazendas.

A localização também é bem variada, desde nos principais centros urbanos, até em praias e montanhas. Muitas pessoas que às vezes têm uma casa em local especial belíssimo são incentivadas pelos amigos e conhecidos a abrir um Bed & Breakfast no local, e assim mostrar a outras pessoas o seu pedaço de paraíso.

Donos de B & B com habilidades culinárias se deliciam em oferecer suas invenções para os hóspedes. A decoração interna de algumas B & B chegam a ser até uma atração turística .

 

 

  • PARA IMIGRANTE

 

Quem está prestes a imigrar para a Austrália vai ter que se preocupar com a moradia, mas tudo vai depender da situação, ou seja, se é uma pessoa só, um casal, ou uma família.

Também importa muito o quanto de dinheiro que a pessoa vai trazer, ou se já tem emprego garantido. Vários fatores vão influenciar o planejamento e as decisões que irão fazer  na escolha do lugar para morar e o estilo de vida.

Para novos imigrantes, nós só temos uma recomendação a fazer: Tão logo possível compre um imóvel, seja uma casa ou apartamento.

O motivo é simples, nada valoriza tanto e têm tanta liquidez na Austrália quanto os imóveis. Só mesmo dinheiro vivo. O outro motivo, é que o valor de um aluguel bate mais ou menos com a prestação da casa.

Todo e qualquer dinheiro que se colocar em aluguel, mesmo que seja por um par de anos, é dinheiro que nunca mais será recuperado, ao passo que colocar numa casa seria como tê-lo em uma poupança que rende com certeza 10% ao ano por baixo (sem levar em conta que a valorização de imóveis varia entre 20 e 80 por cento, dependendo do ano e da cidade).

Quanto mais tempo passar para se comprar uma casa, mais dinheiro joga-se fora, e ao fazer uma mortagem bancaria, as prestações serão mais altas porque como você já envelheceu um ou mais anos, o prazo de financiamento diminuiu, fazendo com que as prestações fiquem mais altas para compensar.

  • NOVIDADE

 

AU PAIR é uma palavra francesa que define um par ou parceria, e é exatamente isso que muitas empresas oferecem.

Ou seja, a pessoa vai trocar a acomodação e comida por serviços domésticos, seja ele na cozinha, limpeza, jardinagem, compras, cuidando de crianças ou tudo isso junto. Na Austrália isso é coisa nova, tanto que ainda não há um visto específico para isso, e a pessoa interessada terá obrigatoriamente que fazê-lo  através de um visto de estudante ou através de um Working Holiday Visa. (Brasileiros não tem direito a esse último visto – só se tiverem passaporte Europeu).

Uma agência de AU PAIR trabalha da seguinte forma: ela faz a ponte entre os interessados de forma que as ambas as partes fiquem contentes uma com a outra, e atinjam os objetivos esperados.

Normalmente uma entrevista, ou troca de cartas ou e-mail é efetuada. Assim as pessoas podem se conhecer e definir os detalhes sobre acomodação, comida, e tarefas a serem desempenhadas.

O tempo de trabalho diário varia de empresa para empresa, ou do que for combinado entre as partes. Por exemplo, uns contratos são para 4 horas de trabalho diários, com os fins de semana livres. Outras já podem exigir mais ou menos da pessoa, inclusive com plantões eventuais nos fins de semana (pagos à parte ou conforme previamente combinado).

Para portadores de visto de estudante, claro que o horário de trabalho terá que levar em consideração o período do curso. Nas horas vagas, a pessoa pode fazer o que bem entender, seja passear, trabalhar fora, ou qualquer outra coisa.

A idade mínima para se fazer um AU PAIR é de 18 anos, e não precisa ter experiência de trabalho ou qualificação. O tempo do programa varia, mas normalmente é a partir de 3 meses.

A vantagem para o Au pair é que ela irá trocar a moradia e a comida pelo trabalho em casa, e dependendo do arranjo efetuado, a pessoa recebe algum dinheiro para gastos pequenos ou não.

Outras vantagens além de economizar um bom dinheiro com hospedagem e comida, é que a pessoa desenvolve o Inglês muito mais rápido por causa do contato diário com a família Australiana, além de já chegar à Austrália com a acomodação já garantida.

Algumas empresas cobram taxa de administração, outras não. Para as famílias cadastradas, essa ajuda em casa ou com as crianças facilita muito a vida deles, além de poderem ter contato com outras culturas. Para ambos o AU PAIR é uma excelente opção.

 

  • DICAS

 

Arranjar uma acomodação na A primeira diz respeito ao preço, e para tal deve-se evitar viajar na alta temporada.

Para os que vão morar por uns tempos, deve-se saber que quanto mais perto da praia ou do centro comercial da cidade, os preços ficam mais salgados. Tudo  gira em torno do tal do Location, Location, Location, como as imobiliárias adoram anunciar. A localização é o que importa.

Uma das tarefas mais difíceis é encontrar para comprar um colchão decente que não pareça uma cama elástica, tal qual dormir em braços de Orfeu, e não vire uma atividade restrita ao pessoal do Cirque du Soleil.

Em Hotéis, Motéis e afins você com certeza vai dormir num colchão de molas, em cima de uma base também de molas. Quanto mais barato for a dita da diária, mais chances você terá de encontrar um colchão no qual o chão torna-se uma opção extremamente atraente.

Não tem jeito, e a única saída é se acostumar. Na Austrália os travesseiros são finos e muito moles, precisando de uns 2 ou 3 para livrar do fatal torcicolo. Considero que os travesseiros trazidos do Brasil, seja o mais valiosos bens que possui-rá.

Outra grande diferença da Austrália na Austrália, o contrário se passa, com um verão que pode ser escaldante, e a temperatura beirar os 44 graus.

Ar-condicionado, além de motores de avião soprando em sua direção, são muito necessários para se tentar um bom sono.

No inverno, dependendo da parte da Austrália em que se estiver, a temperatura de dia é tranquila, mas à noite pode encostar nos 5 graus.

A dica no caso acima, é o caso de sempre procurar por acomodações na Austrália que ofereçam ar condicionado (ou ventiladores) durante o verão. Durante o inverno, um cobertor dará conta do recado, e em geral o período de frio não dura muito tempo.

Para quem está viajando, os postos de Informações Turísticas em praticamente todas as cidades, são um ótimo ponto de referência para localizar uma acomodação dentro do seu calibre financeiro.

Eles fazem a reserva para você sem cobrar pelos serviços. Já para quem esta ficando por um período mais longo, o Real Estate é o lugar certo para procurar imóveis para dividir, ou para temporada, para alugar, ou comprar.

Existem muitos deles, praticamente em cada bairro de cada cidade. Os jornais, também oferecem muitas outras alternativas, tanto para moradia temporária ou permanente, como também para locação para férias e feriados, à beira mar, ou na montanha. Os jornais de sábado, são os mais recheados de ofertas de imóveis e se estiver on-line vale a pena dar uma olhada na internet.

Eletrodomésticos bem como aparelhos que não funcionem em 240 volts nem adianta trazer para Austrália. 110-120 Volts só para barbeadores em hotéis.

Além do mais, a tomada aqui é de 3 pinos chapada (as lojas Dick Smith vendem tomadas tipo conversores por cerca de A$ 12, e também vendem conversores de voltagem, mas esses são muito caros).

Na Austrália a maioria dos hotéis, motéis, caravan parques e outros tipos de acomodações, sempre cobram em adiantado pela diária, e se você quiser sair cedo, basta deixar a chave dentro do quarto caso a recepção não esteja aberta.

Qualquer outra forma, combine antes como deixar a chave, principalmente no caso de você ter pago um “bond” por ela, (alguns estabelecimentos cobram cerca de A$ 20 pela chave, e ao devolvê-la te dão o dinheiro de volta).

Por: Laura Cacau

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Prezada Tatiane, em primeiro lugar, parabéns pelo site é ótimo. Havia algumas opções de cursos de inglês onde podíamos baixar as lições (audio e apostilas) mas foram retiradas do site. Gostaria que retornassem está opção
    ficará melhor para muitos, obrigado.

Deixe uma resposta