Página Inicial Vistos Imigração Processo de imigração por sponsorship, relacionamentos conjugais

Processo de imigração por sponsorship, relacionamentos conjugais

Nesta semana vamos discutir alguns fatores relativos ao processo de imigração por sponsorship que envolvem relacionamentos conjugais. Seguem também algumas sugestões pertinentes a esse tipo de processo.

A fim de facilitar a compreensão das informações, nos referimos a todas as formas de relacionamentos reconhecidas pelo governo do Canadá (Marriage, Common-law e Conjugal Relationships) simplesmente como ?casamentos?.

Diferentemente de outros processos de sponsorship, quando se trata de casamento, o sponsor deverá assinar um termo de responsabilidade financeira que será invariavelmente válido por três anos, mesmo que o relacionamento, por qualquer motivo, termine antes deste período. O cônjuge e os filhos dependentes devem ser submetidos a um exame médico realizado por um médico credenciado pelo departamento de imigração.

Existem muitas provisões na lei que favorecem uniões deste tipo, mas, ao examinarem estes processos, os oficiais responsáveis têm como objetivo estabelecerem se o casamento é legítimo e não uma união cujo intuito principal é a obtenção do direito à residência permanente, ou seja, a legalização no país.

Por isso, apenas preencher os formulários de acordo com as instruções muitas vezes não é o suficiente. É necessário que sejam juntados – além dos documentos listados no Checklist – uma submissão e documentos de suporte.

A principal preocupação de uma pessoa interessada em iniciar um processo deste tipo deve ser provar a veracidade de seu relacionamento.

Tenha em mente que é sua a responsabilidade de prover as evidências necessárias para criar credibilidade para seu pedido. Os tipos de evidências a serem juntadas ao caso variam de acordo com o histórico do desenvolvimento do relacionamento mas, a título de exemplo, podemos citar como sugestão que sejam anexados ao processo comprovante de conta bancária conjunta, fotos, e-mails, recibos e apólices de seguro, além de outros documentos.

Vale a pena lembrar também que os pedidos de sponsorship podem ser analisados dentro do Canadá ou processados no país de nacionalidade do candidato. Existem vários fatores que podem fazer com que seja mais aconselhável um caminho ou o outro.

O que acabamos de discutir é uma situação padrão, mas cada caso é único e, portanto, deve ser analisado individualmente. Por isso é importante que você tenha assistência de profissionais qualificados e que receba informações específicas sobre o seu caso, evitando assim transtornos emocionais e financeiros desnecessários e não previstos.

Por: Brasil News

COMPARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Prezados,

    Minha namorada está tirando o visto permanente e pretendemos ir ao Canadá no final de 2010 ou início de 2011. Estamos juntos à 1 ano e pretendemos casar no final do ano que vem. Ao casar com ela recebo automaticamente o visto? como funciona? Vc tem algum conselho? agradeço a atenção.

  2. OI Tiago,
    Estou pesquisando sobre ser sponsor do meu namorado que quer vir tambem, mas nao sei qual seri o melhor metodo. Na verdade procuro o menos caro possivel. Voce saberia me dizer se o sponsor tem que pagar as mesmas taxas de passaporte e tudo mais que pagamos no processo de imigracao? Ja pesquisei no cic, mas la s’o consegui encontrar as taxas de abertura do processo e nao ‘e muito diferente do processo de imigracao. Se puder me ajudar ou me indicar algum outro link sobre o assunto de alguem que j’a passou por isso seria uma super ajuda. Obrigada e parabens pelos posts. Abs. Marilia

  3. Olá Tiago,

    Gostaria de saber a sua opnião sobre o meu caso, Meu marido é residente permanente no Canadá e nós estamos tirando o meu visto de permanente agora, só que eu estou em dúvida no que estamos tentando. Meu marido foi para o canada enquanto estavamos namorado então nós tentamos tirar um visto de turísta para mim e só depois eu estando no Canadá a gente iria dar entrada no meu processo de sponsorship assim eu ficaria esperando o meu processo no Canadá, mais meu visto foi negado por falta de vínculos com o Brasil e fora que eu não falei que tinha nehum vínculo com o meu marido que na época era meu namorado apenas relatei que era um amigo, pois bem, ele mandou uma procuração em nome da mãe dele para casar comigo e depois dariamos a entrada no meu processo. Eu já estou casada com ele e já iniciei o meu processo mais queremos tentar tirar novamente o meu visto de turista assim que eu receber a minha carta de Quebec para eu poder ficar esperando a parte final do processo com meu marido lá no Canadá, porém estou com receio de que meu visto seja novamente negado pois como eles já sabem que tentei tirar um visto de turista e agora tento de novo mais estando casada e no processo de sponsorship. Penso eu que posso ser negada novamente por eles pensarem que eu quero a todo custo entrar no Canadá. o que vc acha?

  4. Olá,
    Gostaria de saber se aplicando como esposa de cidadao canadense, será cobrada a fluência em inglês. Não domino a língua e isso me preocupa. Serei entrevistada como, se declarar que não entendo muito bem a lingua?

  5. ola meu namorado é canadense e mora em kelowna,gostaria de saber se é possivel pelas leis do canada me casar por procuração,e se apos o casamento psso ir viver com ele normalmente.eu moro em São paulo

    • Você pode se casar por procuração sim. Mas casar aqui no Brasil com estrangeiro é mais burocrático do que o contrário ( vc se casar com ele lá no Canadá ) Depois de se casar ,vc deve dar entrada na sua Residência Permanente.Mas demora, tem casos que leva até um ano pra sair.

  6. ola boa noite, eu sou a Karla moro maranhão, namoro a 6 meses com um canadense, pode se casar por procuração no Brasil e Canadá e o documento tem valor quando eu der entrada no meu processo visto(Canadá), sendo que eu meu visto foi negado como turista.

Deixe uma resposta