Página Inicial Dicas Internet, a sua agência de turismo.

Internet, a sua agência de turismo.

Dando continuidade ao artigo passado, faltou falar um pouco mais sobre o papel da internet para aqueles que, assim como eu, adora planejar cada detalhe de suas viagens.

Além dos sites das agências de turismo, temos também os sites de buscas e pesquisa. Me refiro a sites como o Decolar, Rapi10, Mundi, Hotelscombined, Expedia, Booking, Tripadvisor, Hoteis.com, Orbitz, Kayak, Agoda (português) e tantos outros.

Nesses sites é possível obter informações a respeitos de voos, hotéis e até mesmo, aluguel de carro. Uma verdadeira agência de turismo self-service. Alguns têm facilidades como pagamento parcelado e isenção de taxas de serviço.

Meus preferidos são o Decolar e o Tripadvisor. O primeiro pela possibilidade de parcelamento em até 12 vezes no cartão de crédito para passagens aéreas, hotéis e aluguel de carro. O segundo, pelas fotos e vídeos reais dos quartos dos hotéis, postadas pelos próprios hóspedes, além de seus comentários.

Mas, com tantas opções, como encontrar os melhores voos e hotéis pela internet? Tenho algumas sugestões:

Voos:

Nos sites de buscas como o Decolar ou Expedia basta digitar a origem, o destino e a data da viagem e logo aparecerá uma relação de voos de várias companhias aéreas e seus preços.

A principal desvantagem é que nem todas as companhias aéreas são parceiras desses sites e nem todos os voos são relacionados. Para contornar esse problema, devemos sempre fazer a pesquisa de voos no site da própria companhia. Pode ser que existam promoções exclusivas nesses sites.

A grande vantagem é que, de cara, você já fica sabendo quais companhias oferecem as melhores tarifas e condições de pagamento. Nos sites internacionais, o pagamento deve ser feito sempre em parcela única, mas todos os cartões de crédito são aceitos. As tarifas são em dólares e é necessário que os cartões sejam habilitados para uso no exterior. Não esqueça que, para compras efetuadas no exterior, há taxas administrativas e impostos.

Hotéis:

Na maioria de sites de buscas é possível pesquisar também hotéis ou voo + hotel, normalmente mais vantajoso.

O procedimento é o mesmo: origem, destino, data da viagem, além é claro, de quantidade de quartos e de hóspedes.

Você pode classificar os hotéis pelo preço, categoria, classificação dos usuários, etc. Além disso, é possível restringir a busca a um determinado ponto de interesse (próximo a Times Square, por exemplo) ou ainda por uma faixa de valor.

Esse tipo de busca sofre do mesmo problema dos voos, ou seja, nem todos os hotéis são listados, por isso é fundamental pesquisar nos sites das maiores redes hoteleiras.

Em relação aos hotéis ainda tem um agravante: na maioria das vezes, as fotos dos quartos são sempre muito bonitas e atraentes, mas sabemos que isso, nem sempre, corresponde à realidade. Para contornar esse problema, utilizo o Tripadvisor que traz fotos e vídeos reais de cada hotel, feito pelos próprios hóspedes. Mesmo que você tenha comprado um pacote numa agência de turismo, vale a pena entrar nesse site para conferir suas fotos e se você não ficar satisfeito, pode trocá-lo por outro que te agrade mais.

Twitter:

Não poderia deixar de mencionar o twitter, pois cada vez mais as empresas aéreas e as redes hoteleiras utilizam essa ferramenta para informar seus seguidores sobre promoções exclusivas.

Além dos favoritos @decolar e @tripadvisor, eu sigo todas as companhias aéreas nacionais, e mais: @subviagens, @acomviagens, @aquelapassagem, @passagensaereas e @voecomdesconto.

Como se vê, há uma infinidade de informações disponíveis para você montar sua viagem. Na maioria das vezes é necessário apenas disposição para encontrá-las e bom senso na hora de usá-las.

COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. concordo que a internet, hoje, é uma ferramenta de grande auxílio tanto na busca de informações quanto na compra de vôos, hotéis, serviços etc. Entretanto, não podemos esquecer de alguns pontos, como por exemplo, as multas cobradas em caso de alteração, geralmente não há um atendente em caso de atendimento, reembolso então…. sem contar que isso desmerece aquele profissional que estudou, que batalha para oferecer o serviço a seu cliente, aquele que administra toda sua viagem e que além disso está sempre disponível para auxiliar no que for necessário: o agente de viagens! Não abro mão do meu! abs

    • Oi Andressa. Vale lembra que a multa é cobrada pela companhia aerea ou pelo hotel, não pelo site que apenas hospeda o serviço. Tanto que mesmo que você compre um pacote de viagem, qualquer alteração está sujeita a multa. Não desnecereço o serviço dos agentes de viagens, apenas apresentei uma nova maneira de viajar. Obrigada pelo comentario.

Deixe uma resposta