Página Inicial Dicas De portas abertas

De portas abertas

Alex Indigo

O Canadá atualmente é um dos países que mais atraem imigrantes em todo o mundo. Para se ter uma ideia no ano de 2006 o país concedeu cidadania “permanent visa” para mais de 250 mil imigrantes. A previsão do Ministério da Imigração do Canadá é de que o volume seja ainda maior em 2007.

Segundo o Ministério, o governo Canadense gastou no ano passado cerca de CA$ 300 milhões em programas de auxílio aos novos imigrantes. O fundo serviu, entre outras ações, para investimento em programas ensino de inglês e francês aos novos moradores. A verba do governo também foi direcionada a iniciativas de colocação de imigrantes no mercado de trabalho canadense.

A Província de Alberta é umas que mais oferecem oportunidades de trabalho. Alberta tem hoje o maior índice de crescimento econômico dentro do Canadá. Esse movimento é impulsionado principalmente pelas indústrias extrativas de gás e petróleo. “O objetivo de Alberta é receber pelo menos 10% dos imigrantes no Canadá”, disse a Ministra de Alberta Iris Evans, durante anúncio de um pacote de incentivo à imigração na Província.

O novo pacote, lançado no último mês, visa principalmente facilitar na província a emissão de vistos de trabalhos para novos imigrantes. Além disso, o governo de Alberta pretende agilizar a emissão de vistos permanentes as famosas cidadania, principalmente para estrangeiros que atuam na área de saúde.

O programa de incentivo em Alberta é reflexo da atual política do governo canadense de incentivo à imigração. Em Fevereiro, o governo anunciou um pacote para facilitar a emissão de vistos de trabalho temporário para estrangeiros. A medida, válida para todas as províncias, pretende reduzir o tempo que o estrangeiro leva para conseguir a autorização de trabalho temporário.

A atual política do governo canadense permite que empresas do país possam contratar estrangeiros sem visto permanente para posições em que não haja canadenses disponíveis para a vaga. Segundo o novo pacote, estrangeiros podem agora permanecer trabalhando no Canadá por mais de 2 anos, sem que haja a necessidade de se sair do país para renovar o visto de trabalho. “Parte de nossa estratégia é fazer alterações na emissão do visto de trabalho, fazendo isto de forma mais rápida e fácil”, afirmou Monte Solberg, Ministro dos Recursos Humanos do Canadá, durante anuncio do novo programa.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta