Página Inicial Destino Américas Para onde estão indo os imigrantes?

Para onde estão indo os imigrantes?

Foi-se o tempo em que a parte Leste do Canadá era o destino preferido de milhares de imigrantes que entram no país todos os anos. Especialistas em imigração garantem que está havendo uma séria mudança e que agora as províncias do oeste canadense estão sendo beneficiadas.

Há uma década a província de Ontário era líder no recebimento de famílias de imigrantes, tendo a metade escolhendo Toronto como destino final. Ano passado, somente 42% dos imigrantes se estabeleceram em Ontário, segundo mostram as últimas estatísticas.

Em contrapartida, a procura pelas províncias do oeste aumentou significativamente, principalmente Alberta, Saskatchewan e Manitoba.

De acordo com Nick Noorani, especialista em imigração, a grande razão desta mudança é justamente o excelente momento econômico que o oeste canadense atravessa. Ele aponta o setor rural e de pesquisa como os principais fatores do crescimento econômico. “Os imigrantes vão para onde há empregos”, completa Noorani.

A mudança ainda se dá pelos programas feitos pelas províncias e incentivos dados aos recém-chegados, o que a permite escolher o número ideal de imigrantes de acordo com suas necessidades, além da seleção da área profissional. Noorani afirma que os programas desenvolvidos pelas províncias garantem que o imigrante entre no mercado de trabalho imediatamente. “O que vem acontecendo é que o imigrante já chega ao país com trabalho previamente arrumado”, diz o especialista. Isto acaba sendo muito importante pela redução da taxa de desemprego.

O sistema atual está muito melhor do que nas décadas passadas, quando o sistema federal de pontos deixava os imigrantes qualificados à espera de imigrar, além da falha de comunicação entre o governo federal e as províncias que existia.

Noorani ainda aponta outros fatores econômicos no sistema provincial. “Sempre que há novos imigrantes nas comunidades, cresce a oportunidade de negócios, por exemplo. O recém-chegado trás consigo novas ideias e conceitos, sem contar que mescla da cultura é de grande importância para a economia do país”.  E continua. “O sucesso do setor imobiliário se dá em grande parte aos imigrantes e seu sonho de possuir a casa própria, até mais que os canadenses”.

Showler, que é ex-presidente do Conselho de Imigração e Refugiados do Canadá, diz q quando há empregadores preocupados com o futuro do país a prática pode se tornar eficiente. No entanto, se a empresa ou empregador for abusivo, ele pode usar o estrangeiro para controlar o sistema na prática imprópria do mercado.

No entanto, os desafios continuam segundo Peter Showler da Universidade de Ottawa. Ele afirma que nem todos os estrangeiros com visto de trabalho ganham o mesmo suporte para se tornarem residentes permanentes, o que de fato é uma enorme responsabilidade dos empregadores.

Showler conclui que o governo deve se empenhar para reduzir o tempo de espera dos processos de imigração. O Canadá conta hoje com mais de um milhão de pessoas esperando análise e/ou resposta da aplicação.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta