Dicas para não ser barrado na imigração em Londres

Vai para Londres? O que você precisa saber para não ser barrado no baile

SE VOCÊ DESEMBARCAR DISTRAÍDO no aeroporto ou chegar por terra sem conhecer os requisitos dos oficiais da Imigração, estará correndo o risco de ser mandado de volta ao Brasil sem sequer chegar a ver o Big Ben. É na chegada que o visitante ou estudante é avaliado e a decisão do oficial da imigração que o entrevista no aeroporto prevalece sobre qualquer visto que você tenha obtido anteriormente. Os oficiais da imigração podem revistar malas, traduzir cartas, verificar computadores portáteis e documentos.

Chegam até a tirar raio-x do aparelho digestivo de alguns brasileiros para verificarem se há drogas no organismo. Se você pretende permanecer no Reino Unido por mais de seis meses, é necessário contatar o Consulado Britânico do Rio de Janeiro para obter o “entry clearance”, uma autorização de entrada que funciona como uma espécie de pré-visto.

Somente turistas que pretendam permanecer por seis meses ou menos podem chegar sem o entry clearance. Turistas e visitantes não têm permissão para permanecer no Reino Unido por mais de seis meses.

Mas mesmo que você queira permanecer por menos de seis meses, existe a possibilidade de ser mandado de volta ao Brasil se os oficiais de Imigração acharem que você não é um turista ou estudante legítimo. Em 2005, uma média de sete brasileiros foi rejeitada diariamente por não preencher os requisitos da Imigração. Mas o importante é estar atento e não paranoico, pois a maioria dos estudantes e turistas brasileiros que vêm ao Reino Unido ainda não encontra problemas para entrar. No entanto, os que são rejeitados perdem o dinheiro que pagaram pela passagem, que não é reembolsado, e ser barrado é uma experiência bastante traumatizante. Seguindo as recomendações abaixo você pode minimizar as chances de passar por ela:

- PASSAGEM DE VOLTA
É a prova de que você pretende retornar e você deve estar sempre pronto a apresentá-la. Observe para quando seu retorno está marcado, pois muitas vezes eles perguntam quando você pretende voltar e se a sua resposta não condiz com a data da passagem, você terá que esclarecer a divergência e dar todos os detalhes da sua trajetória. Ainda há agências no Brasil que quando vendem uma passagem com retorno aberto, marcam uma data de volta fictícia por exigência da companhia aérea.
Por distração, muitos brasileiros disseram que voltariam antes ou depois daquela data por saber que a passagem poderia ser mudada e, não conseguindo convencer as autoridades de que o retorno estava em aberto, acabaram não sendo aceitos.

- DINHEIRO
É essencial ter dinheiro suficiente para se manter durante a sua estadia sem ter que trabalhar. Nunca diga que vai ficar mais tempo do que o seu dinheiro possa cobrir, a menos que você possa provar que irá receber ordens de pagamento do Brasil. Se não tiver como provar, é bem provável que será rejeitado, já que o método deles é “if in doubt, keep them out”. Espera-se que um turista tenha US$75 para cada dia que pretenda ficar no Reino Unido. Como na maioria dos casos, o visto é concedido por seis meses, mesmo que o turista diga que pretende ficar por menos tempo, é melhor dizer que pretende permanecer apenas pelo período que você pode comprovar que tem como se manter.

- BAGAGEM
Nunca traga nada de terceiros sem saber o que é, incluindo bilhetes e cartas. Quando decidem checar a sua bagagem, eles investigam tudo e às vezes até traduzem cartas pessoais. Qualquer menção a trabalho ou cursos (se você não disse que pretendia estudar) levantará suspeitas. No caso de drogas, a situação é mais grave. Caso encontrem drogas na sua bagagem, você vai tomar chá de canequinha por um bom tempo. Mesmo que seu vôo esteja apenas fazendo escala em Londres, o julgamento é na Inglaterra e se for condenado, a pena (de 6 a 12 anos) é cumprida em penitenciária britânica.

- ENTREVISTA
O fato de ter preenchido as condições acima ainda não garante a sua admissão. O oficial de imigração pode querer saber os motivos de sua viagem e ainda existe a possibilidade de rejeitá-lo apenas por achar que o seu comportamento não é conveniente para o país. Não existe um padrão para essa avaliação. Se o oficial suspeitar, mesmo não tendo provas, ele tem autonomia para barrá-lo. Em 2004, por exemplo, um grupo de 72 brasileiros veio à Inglaterra para um festival em homenagem aos Beatles. Os oficiais decidiram entrevistá-los sobre os Beatles e seis brasileiros foram repatriados porque não souberam responder algumas perguntas. Um deles não soube dizer o nome da viúva de John Lennon e o oficial da Imigração não acreditou na possibilidade de alguém viajar para um festival sobre os Beatles e não saber quem é Yoko Ono. Os outros cinco voltaram para o Brasil por não saberem dizer quais integrantes do Beatles ainda estavam vivos ou por não terem sido capazes de citar as músicas da banda que eles conheciam. O episódio deixa claro que contradições e indecisões sempre levantam suspeitas.
Outra pergunta comum é sobre as suas atividades no Brasil e eles esperam que elas sejam relacionadas à sua viagem. Se, por exemplo, você é estudante no Brasil e está viajando fora do período de férias escolares, eles vão querer saber por que. Antes de dizer que tem conhecidos na Inglaterra, esteja certo de que eles saibam da sua vinda, pois eles podem ser contatados para confirmar suas intenções. Ter amigos ou parentes no Reino Unido nem sempre ajuda. Muitos oficiais suspeitam de que se você tem contatos com residentes aqui, você veio para ficar e vão fazer várias perguntas sobre essa pessoa. Caso alguém vá esperá-lo no aeroporto, eles podem chamar essa pessoa para confirmar o que você disse antes de carimbarem o visto no seu passaporte. Se você disser que não conhece ninguém e tiver alguém à sua espera é bem provável que eles não o deixem entrar. Já aconteceu de um oficial da imigração chamar o nome de um recém-chegado pelos falantes do aeroporto para ver se havia alguém esperando. A pessoa foi ao guichê da imigração, o turista tinha dito que não conhecia ninguém e foi mandado de volta.

- ESCOLA:
Quem pretende fazer um curso de curta duração, ou seja, inferior a seis meses, não precisa autorização de entrada, pode obter o visto na chegada. Se você pretende estudar, é necessário comprovar que além de ter pago pelo curso, você tem como se manter durante a sua estadia. Embora os estudantes possam trabalhar até 20 horas por semana, os oficiais da Imigração esperam que você não conte com um emprego de meio período para se manter. Na prática, esse emprego seria um extra e não uma fonte de renda para pagar por transporte, acomodação e outras necessidades básicas. Se você não tem muito dinheiro mas seus pais o ajudarão no decorrer do curso, esteja preparado para esclarecer como o dinheiro será enviado. Um outro problema que alguns brasileiros tiveram no ano passado foi com matrículas em escolas muito baratas, não reconhecidas pelo British Council ou organizações do gênero. Veja bem, não há nenhuma recomendação oficial para que o estudante se matricule numa escola reconhecida, mas você tem que estudar 15 horas por semana, em horário diurno, numa escola legítima, ou seja, que ofereça cursos de qualidade e controle a freqüência dos alunos. As escolas reconhecidas pelo British Council, BAC, ABLS (the Assocation of British Language Schools), ARELS (Association of Recognised English Language Services) ou BASELT (the British Associaton of State English Language Teaching), são vistas com bons olhos.

- ENTRY CLEARANCE / Autorização de entrada: Os brasileiros recebem o visto ao chegar no Reino Unido mas para quem pretende permanecer por mais de seis meses é necessário obter uma “entry clearance” (autorização de entrada) no Consulado Britânico (www.britishembassy.gov.uk) antes de sair do Brasil, preenchendo o formulário VAF1. Trata-se de um adesivo que é colado no passaporte do viajante.
A taxa para requerer a autorização de entrada é de £85 e a solicitação deve ser feita com uma certa antecedência. Verifique as datas na etiqueta colada no seu passaporte e observe também que você não pode viajar antes da data que consta na etiqueta. Certifique-se de que ela cobre o período necessário, verificando se a “expire date” coincide com o término do seu curso. Se houver qualquer erro você pode pedir ao Entry Clearance Officer que faça as devidas correções.

- APARÊNCIA:

Na teoria, a aparência não deveria ser um quesito para a sua admissão no país. Na prática, ela conta tanto que um ex-oficial da imigração britânica até escreveu um livro sobre o assunto. O inglês Tony Saint escreveu um “romance” chamado Refusal Shoes, que tem como protagonista um funcionário da imigração que não gosta da função que exerce no aeroporto. Depois de passar três anos controlando a entrada de estrangeiros no terminal três do Aeroporto de Heathrow e sete anos no terminal ferroviário do Eurotunnel em Waterloo, Saint garante que seu livro é pura ficção, mas numa entrevista concedida à revista Trip, ele admitiu que algumas histórias relatadas no livro realmente aconteceram com ele, ou ele viu acontecer. E confirma o que muitos estrangeiros descobriram arduamente: você pode ter sua entrada negada no país se estiver usando algo nos pés que não seja considerado de bom gosto, como mocassins envernizados, ou vestindo uma roupa que não combine com o que está dizendo sobre a sua vida ou o motivo da sua viagem.
Como Henry, o personagem principal e narrador da história, Saint disse ao repórter da Trip que em certas circunstâncias se sentia muito mal em relação ao que estava fazendo: “Nunca foi o tipo de trabalho que eu gostei de fazer, mas conheci, sim, certas pessoas que sentiam verdadeiro prazer no que estavam fazendo”. Perguntado quantas entradas recusou em 10 anos de trabalho, ele diz que recusava entre 20 e 25 por ano, mas que alguns colegas de trabalho recusavam essa média de pessoas por semana e chegavam a competir para ver quem mandava mais estrangeiros de volta ao país de origem.
Um outro ex-oficial da Imigração, Mark Watson, disse numa entrevista à revista Leros que se sentia aliviado por ter mudado de profissão: “Se existe uma coisa de que eu me arrependo é de um dia ter sido oficial de Imigração, um emprego onde você tem que ser racista, machista e homofóbico”.
Não existe regra para ser aceito no Reino Unido, tudo depende do julgamento pessoal de cada agente e ele tem que acreditar se é verdade ou não a história que a pessoa está contando, como Tony Saint deixou claro na entrevista à revista Trip: “Por exemplo, você, sendo do Brasil, não precisa de visto para entrar aqui, mas tem de satisfazer o agente da imigração quando chega. O caso é que tem muito brasileiro que vem para cá sem nunca ter viajado para o exterior, chega sem falar uma palavra de inglês e diz que está vindo para passar três dias em Londres! Claro que esse vai ficar um tempão na imigração e dificilmente vai conseguir dar uma boa razão para estar vindo para Londres”.
Saint diz que ao usar um par de calçados como os que aparecem na capa do seu livro você estará “procurando problemas” (daí o título Refusal Shoes). O que conta é a primeira impressão e não é só a roupa que você está usando que é analisada. De acordo com Saint, eles observam também o modo como você anda e se está nervoso: “Dá para olhar para um cara de terno e dizer que ele, naturalmente, não usaria aquilo, que é só uma roupa para impressionar. Se um homem diz que está vindo passar férias e está de terno, vai ter problemas… Ora, se está de férias, por que o terno?”.

RESUMINDO: Embora 90% dos brasileiros obtenha o visto de seis meses sem problemas, a decisão final é sempre do funcionário da Imigração, que pode simplesmente se basear nos termos do Acordo sobre Isenção de Vistos que o Brasil e o Reino Unido firmaram em 2 de julho de 1998, por meio de troca de notas:
“As autoridades competentes da República Federativa do Brasil e do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte reservam-se o direito de negar entrada ou permanência em seus territórios nos casos em que o requerente for considerado indesejável ou inaceitável, no que diz respeito à política adotada pelos respectivos Governos quanto aos procedimentos de entrada ou permanência de estrangeiros.”

Por: Revista Leros

Categoria: Dicas

Tags: , , , , ,

Matérias relacionadas:



Esta matéria foi escrita por:

- que escreveu 616 artigos para o Sair do Brasil.

Olá, Sou fundadora do site Sair do Brasil!, administradora por formação e apaixonada por vários Países os quais procuro passar informações aqui no "Sair" . Espero que gostem de minhas publicações!

54 Respostas para “Dicas para não ser barrado na imigração em Londres”

  1. Elaine Howe disse:

    oi gostaria de uma orientação soluçada com um escocês só que não vivo com ele mais no papel ainda somos casados tive problemas com a imigração na primeira vez que fui a Londres sendo que um tempo depois voltei e por estar casada com um cidadão de lá não tive problemas nenhum retornei no período ate antes do prazo. Só que. Hoje estou querendo retornar à Londres estou pensando como seria na imigração será que vou ter problemas novamente seria melhor pedir o visto antes de ir ou ir mesmo ver no que dá . Só que quase não falo inglês e nem entendo sei escrever e entendo bem o que escrevem me de uma dica desde já agradeço .

  2. Elaine Howe disse:

    oi gostaria de uma orientação soluçada com um escocês só queniano vivo com ele mais no papel ainda somos casados tive problemascom imigração na primeira vez querei a Londres sendo que um tempo depois voltei e por estar casada com um cidadão de lá não tive problemas nenhum retornei no período ate antes do prazo. Só que. Honestou querendo retornará Londres estou pensando como serrana imigração será quedou ter problemas novamente seria melhor pedir o visto antes de ir ou ir mesmo ver no que dá . Só queimavam quase não falo inglês e nem entendo sei escrever e entendo bem o que escrevem me de uma dica desde já agradeço .

  3. laurentino disse:

    eu sou brasileiro moro em portugal desde 2005 tenho residencia a 6 anos em portugal tenho direito de igualdade, sou efetivo na empressa , com cartoes acima de 5000, fui a londres a passeio para ficar so tres dia com passagem de autocarro pago (onibus) tinha o hotel pago no dia que entraria ate o dia da saida, tinha as passagem para ir e voltar tudo pago e tudo certo, so queria tirar fotos do pais e conhecer, mesmo assim a migraçao nao acreditou em mim e suspeitou que eu iria trabalhar,e nao me deixaram entrar fui deportado para portugal estando tudo certo e legalizado, nao sei como mais vejo uma injustiça acabei perdendo o dinheiro das passagem de aviao , das passagem de autocarro e a reserva que eu ja tinha pago no hotel, nao vejo quem me reembolsará, e na questao falei toda a verdade na alfandega e mesmo assim nao acreditaram em mim,mesmo estando efetivo numa empressa em portugal,,,,,,,dizem que turista na precisa de visto, o meu passaporte foi renovado em portugal , valido ate 2015 , como tambem o meu bi de direito de igualdade ate 2015 e minha residencia até 22 de outubro de 2014,,,,,,,simplismente a senhora do interrogatorio nao acreditou, ela fez 20 perguntas para ficar escrito,, e eu respondi segundo a verdade entao, onde foi que eu falhei, mesmo assim ela nao quis acreditar com o superior dela disse que tinha decidido nao deixar,ela falou que eu tinha que pegar visto no consulado ingles em lisboa e da prova que trabalho e rendimentos entao depois do parecer do consulado em lisboa se tiver tudo ok entao eu poderia tentar uma 2º vez,,para quem nao entrar é simples eles vao: ti fechar numa sala onde fica dois deles a cuidar de voce, la dentro voce ganha lanche gratis, copinhos de sumo ou outros refrigerantes, ten batata frita , chocolate , caputino, etc, vc tambem tem livros para ler , alguns dvds para assistir um filme enfim eles decretam a sua viagem de retorno pago por eles, eles carimbam seu passaporte, voce é escoltado por mais dois agentes ate dentro do aviao , seu passaporte é entregue ao piloto do aviao com ordem de entregar tanto o passaporte como o passageiro diretamente para a policia do local de onde voce viajou,,, espero que vocês tenham sorte! fiquei mesmo chateado, pois so queria mesmo tirar fotos , mais enfim, por falar a verdade nao acreditaram, entao quem elabora entrar parece que tem que dizer uma grandee mentira, abraços
    se alguem nao sabe e nao compreender ingles la na migraçao eles ligam e atraves de uma linha telefonica alguem lhe traduz o que eles estão perguntando em ingles, e o que voce fala através da telefonista é traduzida para a agente ingles que te interroga!!!

  4. Luciana disse:

    Sou dona de casa e pretendo passar 4 dias em Londres,num tour de 23 dias pela Europa. A minha viagem é um presente do meu marido e eu não tenho como comprovar vínculo empregatício. Como devo proceder na imigração se eles me perguntarem sobre minha atividade profissional?

  5. Liliane disse:

    Se eu tiver o entry clearance eu preciso levar dinheiro? Mesmo que vá ficar por mais de seis meses fazendo curso?

  6. wellington disse:

    Voçes saõ todos idiotar e Brasil mas idiota,todo mundo chegar aqui q ficar e falar da nossa vidas,voçes chegar nesse paises vai lamber o chaõ,a fais favor mi pope Naõ preciso nada deles vaõ todos ser ferra.

  7. rodrigo disse:

    ESTIVE EM ABRIL NA EUROPA ESPANHA , E FUI PARA PORTUGAL TRANQUILO E NO ANO ANTERIOR TINHA IDO A FRANÇA! ENTRETANTO FUI BARRADO NO AEROPORTO DE GATWICK , ESTA COM UM AMIGO COMPANHEIRO DE VIAGENS E NÓS ESTAVAMOS COM DINHEIRO SÓ QUE CREIO Q O FATO DE EU QUERER FICAR UM DIA NA INGLATERRA E VOLTAR NO MESMO DIA LEVANTOU SUSPEITA…DAI FICHARAM EU E MEU AMIGO JURO NAO TINHA MENOR INTENÇAO EM FICAR QUERIA SOEMENTE FICAR UM DIA E VOLTAR PARA ESPANHA ONDE AMO DE VERDADE! VEJA VCS A ESPANHA A IMIGRAÇAO FOI TRANQUILA PRINCIPALMENTE QUANDO VIRAM MEU VISTO DA FRANÇA DO ANO ANTERIOR E FUI COM MEDO PARA MADRID E NAO ACONTECEU NADA! VOLTANDO PARA O RELATO DA DEPORTAÇAO BATERAM FOTOS DIGITAL ETC OS POLICIAIS SAO SUPER EDUCADOS E SIMPATILCOS AO EXTREMO ESTRANHEI MAIS FOI SURPREENDENTE! NAO SEI SE ELES SABIAM Q ESTAVAM DEPORTANDO ALGUEM Q ELES DE FATO NEM SABIAM TAMBEM DA ORIGEM E INTENÇAO! ADIANTARAM O VOO DE VOLTA PARA MADRID FOMOS EMBORA ESCOLTADOS! CHEGANDO EM MADRID ME FIZERAM OS COMISSARIOS ESPERAR A POLICIA DA ESPANHA PARA ESPLICAÇOES SOBRE A DEPORÇAO FIQUEI AFLITO MAS GRAÇAS A DEUS Q SEI FALAR ESPANHOL EXPLIQUEI TUDO E ELES DERAM RAZAO A NÓS E DERAM A PERMISSAO DE OUTRA VEZ ENTRAR NO PAIS POIS COMO O UK NAO FAZ PARTE DA EUROPA OCIDENTAL DERAM OUTRO CARIMBO E AI O QUE VCS ACHAM ?? IMIGRAÇAO ´E ROLETA RUSSA TENHO OTIMA APARENCIA DINHEIRO E OLA O QUE DEU !! E EU PREOCUPADO COM A ESPANHA E NO FIM ELES ME AJUDARM! POR ESSAS Q SEMPRE AMAREI MINHA ESPANHA QUERIDA!!!

  8. Leonardo disse:

    Pessoal, por favor me ajudem!

    Vou fazer um curso de inglês na Irlanda de 3 meses de duração.
    O meu voo de ida faz escala em Londres.

    Já sou formado e não estou trabalhando aqui no Brasil e sou solteiro, ou seja, não tenho nenhum vínculo no Brasil.

    Na hora da imigração em Londres, se eles me perguntarem o que eu faço no Brasil, o que eu digo?????????

    Obrigado!!!!!!

  9. Álvaro disse:

    Se alguém souber responder, ajude-me.
    Sou brasileiro, porém tenho passaporte português. Em julho/2012 pretendo ir a Londres com minha esposa e filha, sendo que minha filha também tem passaporte português, já minha esposa tem apenas passaporte brasileiro.
    A minha dúvida é se na entrevista podemos ir todos juntos, neste caso para a fila de não europeus, mesmo eu e minha filha tendo cidadania portuguesa, ou minha esposa terá que ir para a fila de não europeus e eu e minha filha para a fila de europeus?
    A minha preocupação é de que minha esposa indo só, possa vir a ser barrada, pois a reserva do hotel está em meu nome.

  10. Derick disse:

    Olá, estou na União Europeia a um pouco mais de dois meses, gostaria de saber se eu for para londres receberei um outro carimbo que me dará direito a mais tempo de estadia?
    Obrigado

  11. Marta disse:

    Pessoal, estive em Londres em janeiro de 2012 , e depois voltei em março

    1a entrada: voo low cost , entrada por Gatwick Perguntas: o que veio fazer na Inglaterra ? Conhece alguem aqui ? Faz o que no Brasil (sou autonoma, não tenho provas de renda, vinculos, etc.) ?

    Não me perguntaram de dinheiro , nem tive que mostrar reserva do hotel, mas mostrei eticket da passagem de volta ao Brasil
    Seu eu pudesse aconselhar alguem diria para não viajar pra Inglaterra sem falar o mínimo de ingles para poder responder às perguntas na imigracao , levar principalmente o eticket comprovando a volta ao Brasil, vestir-se de maneira discreta, responder com firmeza e olhando nos olhos do oficial e tentar não deixar transparecer o nervosismo (eles muitas vezes repetem as mesmas perguntas para ver se vc naum cai em contradição)

    2a entrada- saída da França, eurostar (trem) Imigração inglesa já na França, achei mais tranquilo que no aeroporto

  12. Claudio disse:

    Olá!
    Pretendo visitar Londres (4 dias) com a minha esposa em Maio e ambos não falamos Inglês.
    O nosso roteiro começa em Londres e depois iremos para Paris (EuroStar) e Roma.
    Na imigração de Londres, o fato de não falarmos a língua poderá impedir a entrada?
    Há realmente tradutores 24horas nos postos de imigração?
    Muito Obrigado

    • Val disse:

      Passei pela imigração domingo. Vamos lá, preencha corretamente o formulário, caso vcs estejam de férias, vc diga in my holiday, passei tranquila. Mulher, fui sozinha, e não tive problema algum. Ele faz as perguntas olhando nos seus olhos, responda com segurança.

    • Tiago disse:

      FALANDO A VERDADE!!!
      SE VCS NÃO FALAM INGLÊS + SÃO RICOS OU EMPRESÁRIOS COM EMPRESAS REGISTRADAS NO SEU NOME E VCS TEM MUITO DINHEIRO NA MÃO PARA MOSTRAR LÁ BLZ PODEM IR. AGORA SE SÃO POBRES E NÃO TEM AONDE CAIR MORTO E NÃO FALAM NADA DE INGLÊS,NEM TENTEM, ECONOMIZEM E USEM ESTE DINHEIRO PARA ESTUDAR INGLÊS ANTES DE IR!!!!!!!!!!

  13. Você está planejando visitar Londres? Você precisa de um táxi privado ou serviços de transferência?
    E se preocupar com como ir de um dos cinco principais aeroportos para o endereço que você gostaria de estar em Londres?
    Ou, você está procurando um serviço de táxi, que será ao seu lado sempre que você quer durante a sua estadia?
    Então você está no endereço certo. Fizemos mais fácil para você …
    Basta seguir os passos simples do nosso sistema de reservas online;
    conte-nos sobre o seu ponto atual, o seu destino e vamos encontrá-lo imediatamente.
    Independentemente da sua distância, nós prometemos para conhecê-lo na hora certa e trazê-lo ao seu destino com segurança e conforto;
    quer a partir de um dos cinco principais aeroportos de Londres, Heathrow Airport, Gatwick Airport, Stansted Airport, Luton Airport, Aeroporto London City para qualquer endereço em Londres e cidades próximas, ou de qualquer ponto em Londres para um outro endereço em Londres ou em locais próximos.

  14. Odemir disse:

    Recrutamos pessoas pra trabalhos em varias áreas em Londres , especialmente pizza chef , motoristas garçonetes , etc…. Enteressados contacta através desse mail. masiuksilva@hotmail.co.uk ate ja …

    • liliana disse:

      Olá, não está proibido trabalhar em Londres? Como estudante visitante, estudante e turista? E só com graduação é possível na área estágio e ou concorrer a vagas de emprego? Pode me responder? Nunca fui vai ser a primeira vez, mas andei lendo que as coisas mudaram e não se pode mais trabalhar. Obrigada.

  15. Bruno e Patricia disse:

    Pessoal, estou com um roteiro de turismo com minha esposa de 15 dias que começa em Paris, passa por Amsterdan e depois para londres na qual ficarei por 5 dias. Tenho hotel reservado em Londres, porem não pago, cartões de credito, carta em ingles do meu chefe declarando que eu trabalho no brasil salário e etc.
    Tenho passagem de trem de Londres a Portsmount e passagem de ferry boat paga para Sait malo-FR como roteiro de saida, cidade na qual ficarei mais 3 dias.

    A pergunta é: Se eu me der mal para entrar em Londres, eles me mandam de volta para Amsterdan ou para o Brasil?

    Os docs que eu e minha escopasa levaremos são: Seguro viagem para os 2, umas 800 libras e uns 1000 euros, 4 cartões de credito e 2 de cambio ( confidence), carta do meu chefe. Reservas do hotel que ficarei ( não paga) passagens de trem para sair de londres até o ferry boat para frança e um roteiro de viagem impresso.
    PS: Minha esposa não trabalha e não terá carta de chefe algum.

    Se alguem puder me ajudar dizendo se terei problemas e o que devo fazer para me precaver, favor me passar um e-mail (brunolopes_cross@hotmail.com )

  16. Sidney disse:

    Oi, boa noite. Eu vou pra Irlanda do Norte e vou passar pela imigração de Londres antes. Gostaria que vc me tirasse algumas dúvidas, pode ser?
    Eu vou ficar na casa de um amigo que é irlandes, ele vai fazer uma carta convite pra mim dizendo que vou me hospedar na casa dele, mesmo assim eu tenho que apresentar dinheiro pra me sustentar? Quanto em dinheiro eu tenho que apresentar pra passar 1 mes lá? Posso levar em dólar ou tem que ser em libra?
    Bom, no mais eu vou levando passaporte, cartao internacional, declaração de faculdade mostrando vínculo, passagem de volta e tenho ingles fluente. Que dica vc me daria?

    Obrigado

  17. luiz felipe disse:

    Olá! Parabens pela materia. minha duvida: vou pra Londres dia 10 com o pré visto Tier 4 student valido por 8meses. Vou ficar as 2 primeiras semanas na casa de uma brasileira que mora lá há 15 anos (ela tem cidadania italiana). Eu tenho os contatos dela celular e residencia, mas ela não me enviou nenhuma carta. é preciso uma carta convite? ela seria enviada por email? não teria de ser assinada?
    atenciosamente,
    Luiz Felipe Medeiros

  18. Mónica Ramos disse:

    Olá, boa Noite! gostaria de passar uma semana com a minha irmâ e meu cunhado que estão no Reino unido, sou Caboverdiana e residente em Portugal. tenho que ter carta chamada para entrar no RU???

  19. Guilherme disse:

    Olá! Pretendo ir no final do ano para Londres, vou ficar hospedado com uma amiga na casa da irmã dela que mora lá à 16 anos, ela vai fazer a CARTA CONVITE para nós. Trabalho em uma agência de viagens e faço faculdade, será que há possibilidades de ser barrado?

  20. plinio disse:

    esto indo para londres so nao falo ingles qual situaçao..

  21. Caio disse:

    Olá! Estou afim de fazer um curso de business english com duração de no máximo 2 meses. Existe uma maneira de tirar o visto por aqui, pra não correr o risco de chegar lá na Inglaterra e ter que voltar porque o cara da imigração não foi com a minha cara? Vou fazer tudo certinho, passagem de volta comprada, curso pago, estadia idem… mas pelo que li isso não é garantia. Obrigado desde já.

    • Guilherme disse:

      Caio, pelo que andei pesquisando na internet, não há como tirar o visto antecipadamente, creio que essa seria uma boa. Mas é questão realmente de sorte, pretendo ir no final do ano e se Deus quiser vai dar tudo certo rs.

  22. Gabriel disse:

    Tenho 16 anos, e pretendo fazer um mochilao pela europa quando fizer 18 e estar formado no terceiro ano, me bancando la trabalhando, e gostaria de tentar minha carreira musical por la. Tenho ingles fluente, pois ja morei 5 anos nos estado unidos com meus pais. Quais os procedimentos para eu fazer essa viagem ou “mudanca”? Seria possivel?

    • Francisco disse:

      Veja bem: o fato de você falar inglês fluente não vai facilitar em nada seu processo de entrada, uma vez que o que realmente conta é a opinião do agente de imigração sobre você. Se ele não gostou do seu estilo….xau

  23. Jade disse:

    Olá, gostaria de saber se eu posso entrar em Londres e nos países da europa novamente….
    meu caso é o seguinte, estou penssando em fazer um mochilão pela europa….com meu esposo e mais um amigo….
    morei em londres durante um ano e meio ilegalmente…fui presa dentro de um banco tentando sacar meu dinheiro no caixa com documento falso….resumindo fui presa e fiquei cumprindo pena por dois meses e meio na cadeia e depois deportada ou removida não sei bem…eles não pegaram meu passaporte … mais pegaram todos os meus dados ..nome de pai, mãe e irmãos….fui deportada em 26 de abril de 2007….e pretendo fazer o mochilão pela europa em janeiro de 2013….(quase seis anos depois)
    em 2009 eu me casei e acrecsente o sobrenome do meu marido, mas não tirei nenhum sobrenome meu, só acrecsentei mais o sobrenome dele……..e irei fazer um passaporte novo…….neste tempo eu me formei na faculdade e estou cursandoo novamente outra faculdade e até lá já estarei indo para 6 fase do meu curso…o que vc acha….será que poderei entrar sem problemas nós países europeus e em Londres, pois gostaria muito de voltar para passear novamente …pois sou apaixonada por Londres,………..
    por onde vc acha melhor a gente entrar…vamos viajar por tudo de trem….queremos ir á italia, espanha, frança, suiça, alemanhça, belgica ou holanda e Inglaterra.
    E se eu for direto e passar em alguns países na volta?
    O que vc acha?
    obrigada!

  24. João disse:

    Oi ! Estou indo para Londres em julho desse mesmo ano, iremos eu e minha mãe, eu ainda estou estudando no momento, e minha mãe é aposentada, com relação a minha mãe ser aposentada, terei algum problema com isso na imigração?

    Obrigado pela ajuda,
    João.

  25. Cristiana disse:

    OI! NO MOMENTO ESTOU DESEMPREGADA, FAÇO CURSO DE INGLÊS E MINHA TURMA PRETENDE FAZER UM INTERCÂMBIO DE UMA SEMANA EM LONDRES ESTE ANO; MINHA MÃE VAI PAGAR MINHA VIAGEM, VOU LEVAR TRÊS MIL REAIS, CLARO Q VOU TROCAR EM DOLARES… PELO FATO DE ESTAR DESEMPREGADA E SÓ LEVAR ESTE VALOR, VISTO Q NÃO TENHO CARTÃO DE CRÉDITO, PODE SER UM IMPECÍLIO DE ENTRAR NO PAÍS? AGUARDO! OBDA!

    • Felipe disse:

      Cristiana,
      Sao 244 dolares por dia. E o suficiente p uma semana e com folga.
      Agora se vc vai fazer um curso leve 1 comprovante da escola e hospedagem.
      Nao fale q vc esta desempregada. Eles vao querer saber como vc pagou pela viagem s vai levantad varias questoes.
      Minta e diga q vc trabalha.

  26. Flávio Beltrame disse:

    Olá.

    Farei minha primeira viagem à Europa com minha esposa, destino Londres, no mês de junho de 2011. Nós não falamos inglês, não temos filhos, porém, temos trabalhos fixos, e estaremos em férias de nossas empresas. Levaremos em torno de R$ 5.500,00 em espécie, mais dois cartões de crédito com limites de R$7.000,00 e R$ 2.000,00 respectivamente. Ficaremos hospedados na casa de um amigo nosso, e já solicitei a ele a famosa “carta convite”. Será que teremos algum problema na entrada à Europa, pois faremos um vôo com escalas em Portugal pela TAP ou em Amsterdã pela KLM (preços mais baixos). Neste caso, passaremos pelas duas imigrações (Amsterdã ou Lisboa/Porto) e Londres, ou somente na imigração de Londres. Compensaria pagar mais e fazer um vôo direto pela Britsh Airwais? Meu maior medo é não conseguir entrar. Nosso amigo estará no aeroporto nos aguardando.

    Obrigado!

    Flávio Beltrame.

    • Claudijane disse:

      Oi Acho que nestas condições financeiras, vcs não terão nenhum problema de entrada, quanto a carta de confite è bom que seu amigo faça o reconhecimento pela prefeitura, desta forma ele tbm provara que tem residencia fixa para os acolherem, Espero ter ajudado, boa sorte

  27. Filipe Rezende disse:

    Pessoal, Boa Tarde!
    Farei a minha primeira viagem para europa (londres) e estou receioso de ser impedido de entrar no país. O meu receio é pelo fato de nunca ter viajado para fora (além dos países do mercosul) e não ter fluência no inglês. Estarei de férias do meu trabalho e faculdade, tenho passagens compradas (ida e volta com escala em Paris), reserva em hotel, e seguro viagem.. Preciso de mais dicas para ficar mais relaxado! Desde já agradeço a ajuda de vocês!
    Abraço.

  28. Teacher para Ana Maria Martins disse:

    Ana, Você precisa de muita ajuda com seu português. Se entrar em Portugal falando como escreve, é bem provável que seja barrada lá também. Ainda mais por saberem que o português é sua língua nativa. Estou de boca aberta com a quantidade de erros em um texto tão pequeno.
    passaporti, impreções, françes, poço, tirarão, deveria ser escritos: passaporte, impressões, francês, posso, tiraram – só para dar alguns exemplos. Caríssima, entre em um curso de português para brasileiros. Há muitos no mercado. Quanto ao seu visto, eu poSSo (com ss) que assegurar que não terá maiores problemas. Um grande abraço e boa sorte.

  29. preciso de ajuda…alguem porde me ajudar?estive em londres em 2008 e fui barrada na alfandega por uma inglesa e ainda passei por varias humilhaçoes e ainda tive meu passaporti carimbado,fui tratada como uma criminosa,tirarão minhas impreções digitais ,fotos de frente e lado,enfim foi terrivel. e ainda tive que volta no mesmo dia que cheguei lá,foi realmente uma tortura
    mas agora em fevereiro de 2011 eu gostaria de visitar minha irmã na frança, que se casou com um françes e meu voo passara na alfandega de portugal…será que poço ser barrada novamente,por favor me ajudem me enviando um emal.

  30. João Carlos disse:

    VC FALOU QUE OS BRASILEIROS SÃO ENTREVISTADOS.ISSO ACONTEÇE SÓ QUANDO ELES CHEGAM DO BRASIL OU TB QUANDO ELES VEEM DE OUTRO PAIS DA UNIAO EUROPÉIA?EU ESTAREI EM ROMA POR UNS DIAS E IREI A LONDRES PASSAR DOIS DIAS.SE HÁ A ENTREVISTA COM TODOS,IR SEM FALAR INGLÊS É IMPOSSÍVEL?

    • Alex disse:

      Qualquer pessoa pode visitar Londres e nao tem que falar Ingles nada!
      Nao e obrigatorio falar Ingles para ir a Londres.
      Isso seria uma descriminacao total e nada haver com imigracao, eles ate tem tradutores se for precizo.

      • Denise Caruso disse:

        Olá Alex,

        Como foi sua entrevista com a imigração em Londres?, queria saber pois meu ingles é só médio, respondo só pergntas simples e tbm nunca fiz viagem para o exterior.

        Abço

        Denise Caruso

  31. Rodrigo disse:

    Aproveitando a pergunta do Renan, vc acha melhor a banda dizer que tem um show em Londres e comprovar dados da turnê pela Europa ou dizer que so esta de passagem e que o instrumento em mãos é so porque sou musico, e quero visitar uns museus de música que tem em londres?

    Obrigado

  32. Rodrigo disse:

    Aproveitando a pergunta do Renan, vc acha melhor a banda dizer que tem um show em Londres e comprovar dados da turnê pela Europa ou dizer que so esta de passagem e que o instrumento em mãos é so porque sou musico, e quero visitar uns judies de música que tem em londres?

    Obrigado

  33. RENAN MONCOSKI disse:

    olá amigo, tenha uma pergunta.

    eu tenho uma banda estaremos vindo de portugal tenho um amigo que mora em londres e é cidadão europeu, ele nos arrumou alguns shows por lá, vamos ficar por volta de 5 dias e nos hospedaremos na casa dele.
    todos temos cartões internacionais e passagem de volta na mesma data.

    vc acha que é muito arriscado de nos mandarem de volta? o meu medo é que temos um show na espanha depois desses 5 dias.

    obrigado

  34. Bruna disse:

    Boa Noite
    Meu namorado quer ir pra londres..
    Ele tem a passagem , o amigo dele q mora lah disse q nao tah facil de entrar entao mandou ele pra suiça na casa de uma amigo.
    Tah lah faz uma semana esperando pra ir para londres.
    Vc acha q hj tah muito dificil de entrar?
    To com receio de q ele seja barrado…
    ele tem cartao internacinal..
    jah conseguiu uma pessoa para mandar a carta convite..
    Suas dicas sao otimas, mas quero saber se hj em julho de 2010
    o q mudou na imigração desde essa publicação…

    Obrigada aguardo resposta

  35. Quero morar e trabalhar em Londres, sou cidadão britânico e tenho Passaporte Britânico, falo pouco o idioma inglês. O que será necessário para esta viagem, acomodação, trabalho e escola?

    Ronald

  36. Fui para Londres agora em março , li muito sobre a imigração ; mas não tive nenhum problema para entrar , cheguei na imigração mostrei minha passagem de volta , reserva de hotel , dinheiro , cartao de credito internacional , comprovante de ferias emitido pela empresa que trabalho ;

  37. bruna disse:

    oi gostaria de sabe se vc sabe alguma coisa sobre brasileiros ilegais,que estao a 10 anos em londres,gostaria de sabe se vc sabe q se depois desse tempo a condicoes de pedi algum visto,depois de morar 10 anos sem sai do pais.

  38. nivia dos santos ferreira disse:

    oi leandro espero que tenha realizado suas aventuras pois eu quero ir para londres e peguei todas suas dicas espero que me ajude obrigado tachau

  39. Leandro Prado disse:

    Estou indo para Londres em Março-2010 porém não tenho cartão de crédito internacional, eralmente é preciso ter?? estou levando somente dinheiro (Libras)

    Obrigado

    Leandro Prado
    http://www.fuiparalondres.com.br

  40. ana paula disse:

    Oi, eu queria agradecer esse comentario pois me tirou muitas duvidas.
    Eu estou querendo viajar para londres , o meu namorado reside lá legalmente , mesmo tendo a carta convite eu vou precisar fazer reserva no hote? Sou recem formada em Direito trabalho como advogada autonoma porem nao possuo a carterinha da OAB , uma Advogada que assina meus processos , por ser autonoma pode prejudicar a minha entrada ?

Trackbacks/Pingbacks


Deixe uma Resposta