Página Inicial Dicas 10 Dicas pra Economizar na compra da Passagem aerea para a sua...

10 Dicas pra Economizar na compra da Passagem aerea para a sua Viagem

1- Antes de reservar a passagem de avião, faça uma busca na Internet para ter uma idéia do preço. Fujam das maiores empresas americanas, como Orbitz e Expedia. Elas dão preços absurdos quando o Brasil é saída ou destino. Prefira as empresas sul-americanas, como a Despegar, que fazem uma comparação de preços bem mais realista, apesar de não incluírem todas as companhias aéreas.

2- Você sabia que sites de comparação de preços de produtos como o Busca-pé também oferecem serviços? Várias agências de turismo vendem bilhetes com desconto na Internet. Algumas exigem o pagamento à vista. Outras aceitam parcelamento.

3- Se não encontrar ofertas para a cidade que você deseja, procure nas agências de turismo. Isso é uma coisa interessante. Apesar de aqui e na Europa os melhores preços estarem na Internet, o melhor meio de viajar pro Brasil pagando menos é comprar passagens nas agências de turismo. Mas como você vai estar fazendo o caminho contrário, tente primeiro o mercado online. Às vezes há vários descontos.

tickt

4- Se você conseguir comprar um bilhete só de ida (o que ainda é difícil no Brasil, já que eles cobram tão caro quanto um de ida e volta), faça isso. Não! O plano não é ficar no exterior! A ideia é comprar uma passagem de volta com uma agência internacional. Isso pode parecer complicado, mas não é. Há agências de brasileiros em qualquer lugar do mundo. Em Los Angeles, elas vendem passagens mais baratas do que qualquer empresa no Brasil. Existem empresas no Rio de Janeiro que vendem um bilhete por 900 e poucos dólares. O preço está bom, mas se você pesquisa você conseguir achar preços de passagens mais baratas ainda. Em minhas constantes pesquisas descobrir, que trajetos iniciados no Brasil têm um preço, os iniciados no exterior têm outro – que por sinal é mais barato – e isso no mesmo voo! Mas você não pode comprar as passagens de ida e volta aqui porque aí é cobrada uma taxa por estar saindo do Brasil… Mas eles vendem só voos de ida ou só volta, o que pelo menos dá pra compensar um pouco… Algumas agências na Califórnia são a BACC e a Tours to Brazil. Eles falam português.

5- A única maneira de vir para os Estados Unidos é fazendo escalas em Miami com a American Airlines e a United, em Atlanta com a Delta, Washington DC com a United ou Denver com a Continental, certo? Erradíssimo. Você já tentou procurar nas empresas que não são americanas? A escala vai ser em outro país, mas e daí? O preço compensa. Procure por escalas principalmente no Peru, no México e no Panamá.

6- Evite marcar as datas de ida ou volta entre Sexta e Segunda-feira. Os dias mais baratos para voar são Terça e Quarta. Pode comparar. E também, tente ficar pelo menos um final de semana e menos de 2 meses no seu destino.

7- Ligue diretamente para as empresas aéreas e pergunte se elas estão oferecendo algum desconto. Nos Estados Unidos isso sempre acontece. Quem sabe no Brasil também?! Vá aos sites das companhias e, em vez de simular uma compra no formulário da página inicial, procure pela sessão de descontos. Pois é… até algum tempo atrás eu nem sabia que isso existia. Pode ser um pouco mais difícil de achar, mas quase todas as companhias dão descontos em diferentes voos a cada semana.

8- Quando você faz um voo internacional com escala, você tem direito de ficar na cidade por alguns dias se quiser. Então, se você quer conhecer Nova York e Los Angeles, por exemplo, em vez de comprar duas passagens, compre uma para Los Angeles com escala em Nova York, mas com saída em dias diferentes. Assim você ganha uns dias lá sem gastar mais nada com isso. E depois segue viagem normalmente para Los Angeles.

9- Se não há escalas no lugar que você quiser conhecer como Las Vegas, por exemplo, deixe pra comprar a passagem nos Estados Unidos, ou compre pela Internet no Brasil. Você vai gastar muito menos. O mesmo princípio vale pra quem sai dos EUA.

10- Se você entende inglês, leia Save on Airfare Secrets. É um livro eletrônico escrito por um ex-agente de turismo americano, que foi despedido e, com raiva, resolveu contar tudo. É super-interessante porque ele fala sobre vários segredos da indústria e dá dicas de coisas que você nunca iria imaginar, como o melhor horário pra fazer reservas online e como conseguir reembolso mesmo em casos de passagens que são non-refundable. E ele mostra que é possível economizar até em casos de velórios! Incrível! Dá pra fazer o download do livro na hora, e você recebe um arquivo em pdf. O único detalhe é que custam 24,95 dólares.

Espero que alguma dessas dicas seja útil pra você.

Fonte: diretodehollywood.

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta