Página Inicial Estudar Intercâmbio Novas rotas para se fazer um bom intercâmbio

Novas rotas para se fazer um bom intercâmbio

Os Estados Unidos era um dos países mais requisitado para intercâmbio, mas, com a alta do dólar, emprego em baixa e a burocracia para entrar no país. Com isso, novos destinos vêm se revelando muito mais atraentes.

Canadá: está sendo considerado o primeiro na preferência dos brasileiros que desejam fazer um curso de inglês, o Canadá atrai os estudantes pelo preço acessível e o custo de vida barato. O estudante pode trabalhar sem limite de carga horária nos programas de Study & Work (50% curso 50% trabalho). Você pode conferir mais detalhes sobre o assunto Canadá em nossa matéria completa.

Austrália: Clima tropical e um câmbio menor que o dólar americano são as principais atrativos do país. É o segundo na preferência dos brasileiros. O intercambista pode trabalhar até 20 horas semanais enquanto estuda, mas apenas para programas a partir de 13 horas semanas. Você pode acompanhar mais informações sobre o assunto Austrália em nossa matéria completa.

Irlanda:Para estudar até três meses no país europeu, não é necessário providenciar visto no Brasil. O intercambista tem um limite de 20h semanais, para trabalhar durante o período de aula e 40h semanais quando se esta de férias.

África do Sul:A escolha da África do Sul como destino para aprender inglês pode parecer exótica, mas o país já está entre as principais rotas educacionais. O câmbio favorável e o custo de vida acessível têm ajudado o país a se popularizar. A facilidade de entrada é um outro atrativo.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Epa, epa epa… Nao se pode trabalhar ilimitado na Irlanda nao, bem que eu gostaria…
    Mas tem um limite de 20h semanais durante o periodo de aula e 40h semanais qdo se esta de ferias…

Deixe uma resposta