Página Inicial Estudar Au pair na Dinamarca como funciona?

Au pair na Dinamarca como funciona?

Au pair na Dinamarca

Eu deveria começar esse artigo com aquele bla  bla bla todo do que é Au pair. Mas aqui mesmo no site já tem um artigo bem explicadinho sobre o assunto. Quem ainda não conhece o programa, clique aqui.

Au pair na Dinamarca é um programa de intercâmbio como outro qualquer. Tem gente que acha que é vir pra Europa/Eua/Canadá e trabalhar como empregada doméstica. Infelizmente pessoas que pensam assim existem no Brasil, na China, nos EUA e na Dinamarca. Ou seja, everywhere.  Portanto, não dê importância pra esse tipo de comentário.

Antes deu comentar os detalhes do processo de visto de Au pair na Dinamarca, vamos deixar algumas coisas claras entre nós.

Au pair na Dinamarca1)      Au pair NÃO É empregada doméstica. Em teoria o programa significa ”ao par” ou seja minha gente, o intercambio tem que ser legal, interessante PRAS DUAS PARTES. Limpar vidro, corrimão, ladrilho, janela NUNCA foi função de au pair. Se a família quiser pagar extra e você concordar, beleza. Mas como au pair, o trabalho se resume as crianças e ajudar (leia bem AJUDAR) com as coisas da casa.

2)      Não se deixe levar por aqueles lindos olhos azuis que as crianças que vocês venham a olhar tenha. No fim são só crianças e querem te levar a loucura! Hahaha

3)      Seja uma au pair esperta.

4)      Tudo mas tudo mesmo tenha documentado. E-mail, cartas, ”bilhetinhos” com as atividades que você precisa fazer. Nunca se sabe o dia de amanha.

5)      Sempre pense em você primeiro. Não conheci ate hoje uma família de au pair que pensasse na au pair como parte da família quando a situação não é favorável pra eles. Não caia nessa ladainha.

6)      Aproveite seu ano de au pair. Viaje, conheça pessoas de diferentes países (não vá ficar enfurnada só com brasileiros, afinal se fosse pra ficar rodeada de brasileiros, você iria fazer intercambio em São Paulo né não?), aprenda o idioma, conviva com as pessoas do país que VOCÊ ESCOLHEU morar.

7)      Fuja dos “pre-conceitos”. Alemão não toma banho, dinamarquês só bebe cerveja e bla bla bla.

8)      Não caia na besteira de falar mal de outros estrangeiros (turcos na Alemanha, indianos no reino unido e muitos outros). Eu não entendo ate hoje como tem brasileiro que não se vê como estrangeiro.

9)      E o principal, não acredite em tudo que você lê (isso inclui esse artigo)

10)   E por ultimo: google. O melhor amigo da au pair esperta.

Bom, depois da situação clara entre nós, vamos lá.

Condicoes para ser Au pair na Dinamarca:

Tudo na Dinamarca é caro. Inclusive o visto da pobre da au pair. Desde janeiro desse ano, todo mundo que quer tentar visto na Dinamarca tem que pagar uma taxa. A taxa pra au pair é de 2125 coroas dinamarquesas (287 euros). Ah, a extensão do visto também vai ser paga. Ou seja, se for pedir visto de au pair já faca o pedido pros 18 meses de uma vez. Mesmo que você não tenha interessa de ficar os 18 meses, again – nunca se sabe o dia de amanha. Mais informações sobre as taxas podem ser lidas acessando o site da imigração.

  • Idade entre 17 e 29 anos (as duas idades estão incluídas)
  • Não ser casada.
  • Não ter filhos (muito logico né não!)
  • Saber um desses idiomas: inglês, alemão, sueco, dinamarquês ou norueguês.
  • Não ter sido au pair em mais de 2 países europeus
  • Ensino médio completo
  • Como regra geral, não se deve ter a mesma nacionalidade que a família que vai te hospedar (mas já vi varias brasileiras au pair de brasileiras)
  • E não pode ser parente da família que vá te hospedar.

Au pair na DinamarcaObrigações a serem cumpridas pela família:

  • Ter crianças menores de 18 anos
  • Um dos pais tem que ser dinamarquês (ou ter passaporte dinamarquês). Caso não tenha, o visto de au pair entra numa regra lá para quem é da União Europeia.
  • Família não pode receber ajuda do governo
  • Obedecer as regras estipuladas com relação ao horário de serviço, tipo de serviço a ser feito, “mesada” e condições de moradia.

Condicoes de trabalho:

  • Máximo 5 horas por dia/ 6 dias na semana. Total de 30 horas semanais. A maioria das famílias que conheço, a au pair não trabalha no fim de semana.
  • Valor minimo estipulado por lei: 3050 dkk (Ano de 2011)
  • Ferias: Eu acho que são 5 semanas de ferias pra quem trabalha os 18 meses. Mas mais informações podem ser conseguidas aqui oh: feriereglerne for au pair-personer
  • Comida, moradia incluído

Como conseguir família na Dinamarca?

Existem várias agencias especializadas em au pair na Escandinávia. Mas a maioria que eu conheço encontrou as famílias em sites de au pair. Os dois melhores sites pra achar família na Dinamarca são:

http://www.aupair-world.dk/

http://www.ung-i-huset.dk/dk/default.aspx

E depois?

Depois de ter recebido o sim da família (pode ser que demore pra achar uma família – não tenho ideia de quanto tempo em media demora) chegou a hora de dar entrada no visto. O que acontece aqui é que agora existem duas possibilidades. Dar entrada no visto do Brasil ou da Dinamarca.

Caso 1) Visto do Brasil

  1. Preencher o formulário. Faca o download aqui. Fique atentos que tem uma parte que você preenche e tem a parte que a família preenche.
  2. Apos preencher (e assinar é claro) a família envia o documento pra você aqui no Brasil.
  3. O futuro au pair preenche sua parte, inclui as fotinhas (não se preocupe. Você vai sair horrível como todos nós! haha), copias do passaporte e assina a papelada.
  4. Entregar os documentos pra embaixada NORUEGUESA da Dinamarca no Brasil – PESSOALMENTE (só pessoalmente, acreditem ou não, eu sai da Dinamarca pra entregar documento no Rio de Janeiro)
  5. Criar a tal da Online ID que tão pedindo agora. Para mais informações (e registo) clique aqui.
  6. Pagar a taxa. Eu não estou por dentro do valor, mas barato não é. (Se eu fosse ser au pair, eu iria negociar com a família pra pagarem essa taxa. Believe me, vai doer mais no SEU BOLSO que no deles).
  7. Esperar. O processo dura em média 3 meses, contados somente quando todos documentos tiverem sido entregues.

Para informações mais detalhadas, visite o site do Serviço de Imigração Dinamarquês, disponível em inglês ou então o site da Embaixada norueguesa www.noruega.org.br.

Ah, e a visita é agendada viu. Não vá achando que é a casa da mãe joana. Haha na verdade é um lugar cheio da frescura lá no Rio de Janeiro. Precisa ser autorizado, mostrar documento com foto, se descer pro shopping que tem no prédio, quando retornar a embaixada, tem que fazer esse trem de registro TUDO DE NOVO. Um saco. A embaixada não faz copia, portanto já leve tudo em ordem.

Caso 2) Visto na Dinamarca

Resolveu vir antes né? Não aguentou

Então, o procedimento é quase o mesmo. Mas pra ser valido, tem que entregar a papelada antes de vencer o seu “visto de turista” que é de 90 dias. Ou seja seu processo de visto não vai ser considerado caso esteja ilegal por aqui.

A vantagem é que a pessoa ganha o direito de “esperar” na Dinamarca. Mas isso não significa que você possa fazer qualquer outra coisa alem disso. Não pode trabalhar, não pode estudar, não pode frequentar academia, conta em banco também não.

A diferença mesmo é com relação a taxa que o consulado norueguês cobra pra “enviar” seus documentos a Dinamarca. Na Dinamarca, os documentos devem ser entregues na Imigração. Caso não more na capital, os documentos devem ser entregues na policia local.

Os passos a serem seguidos a partir daqui são os mesmos do caso anterior.

Vamos então a algumas dicas:

1)      Seja sincero com você mesmo com os motivos que te trouxeram a Dinamarca. Já vi gente vindo morar aqui pra aprender inglês. Eu escrevi uma vez no meu blog que eu simplesmente não entendo. É a mesma coisa de querer ir aprender alemão na Itália. É claro que muita gente aqui fala inglês BEM. Mas depois de um tempo, ninguém mais quer falar em inglês com você. Afinal, você veio morar na Dinamarca e esperam de você o minimo de interesse com relação ao idioma.

2)      Se seu principal objetivo é estudar (o idioma, o namorado, culinária, ou qualquer outra coisa que desperte o seu interesse), questione bem a família sobre seus horários de trabalho.

3)      Se a família já teve au pair antes, peca o contato e encha a menina/o de perguntas.

4)      Fuja de famílias que só querem au pairs da filipina, china.

5)      Olha o Google ai de novo. Pesquise a família, o trabalho da família, a cidade, a distancia ate as cidades grandes (a Dinamarca tem uma quantidade absurda de cidades pequenas.) Já vi gente no orkut perguntando se Esbjerg fica perto da Copenhangen. Gente, evitem pagar esses micos Google ta ai pra isso.

6)      Pergunte sobre transporte. Se moram perto da estacão de trem, ônibus. Quem paga o transporte.

7)      Pergunte sobre suas ferias. E diga seus planos de viagem. Pra já saberem se “passa” com a ideia deles de au pair.

8)      Relembre – sempre que necessário – que au pair NÃO É EMPREGADA.

Fuja de famílias como essas:

– Famílias que morem bem longe do centro. Quando a família fala em fazenda, é porque é bem no meio do mato mesmo.

– Família que te peca ajuda com cavalos (sim existe.), longas caminhadas com os dogs da casa e olhar os felinos (Lembrem-se que animais ficam em casa quando as famílias viajam – ou seja, Você ficará em casa)

– Família com 4, 5 crianças.

Exemplos retirados dos sites que postei acima.

“Estamos à procura de uma au pair calma e responsável de participar na sessão de fraldas, dia ou noite, tarefas domésticas, como limpar, lavar, passar, compras de alimentos ou cozinhar. Last but not least estamos à procura de alguém que iria desfrutar de fazer longas caminhadas com nossa cães e é um cão pessoa amorosa em geral. “

“Nós prefere uma au pair que gosta de cães. Nós temos 2 cães. Você precisa ter experiência em limpeza. “

Noel, por favor, conte-nos sobre sua família Apenas 3 crianças está em casa agora, mas nós trabalhamos muitas horas todos os dias e querem mais relaxar, quando chegarmos em casa.

Noel, O que você espera do seu au pair? Nossos cavalos é de Island. e em casa nós gostamos de você pode tomar um pouco de cuidado “

Pra você ver que o caso dos cavalos existem mesmo!!!

 

Exemplos do que eu considero ser boas famílias:

Vou colocar o link das famílias, por que assim não é somente um motivo que me faz achar a família uma boa família para au pair.

http://www.aupair-world.dk/index.php/aupair_detail/?a=1121789

http://www.aupair-world.net/index.php/aupair_detail/?a=1299909

http://www.aupair-world.net/index.php/aupair_detail/?a=1170132

Eu acho que a maioria das pessoas quando optam fazer intercambio é para aprender algo. Trabalhar como au pair é uma forma barata de fazer intercambio e ao mesmo tempo te proporciona a chance de aprender um novo idioma, uma nova cultura, fazer novas amizades e porque não encontrar um grande amor.

Meu conselho final é: Não deixem outras pessoas fazer do seu ano um ano ruim. Reclame quantas vezes for necessário, mude de família caso seja necessário. Mas não se perca no meio do processo e muito menos aceite fazer coisas que não são de sua responsabilidade.

Aproveite bem o seu ano de au pair!

Ah, e boa sorte!!

Au pair na Dinamarca“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”.

Amyr Sounds

Até a próxima!!!

COMPARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. ooi ! gostei muito do post , mas tenho uma duvida , Au pair , é restrigido apenas para mulheres ? imagino que a família dê preferencia a mulher , mas fico na duvida…

  2. Ei, Ludmila, tudo bem?

    Tentei acessar seus blogs particulares, mas não consegui, eles são restritos :/ Então vou entrar em contato por aqui mesmo!
    Faço faculdade em Juiz de Fora e estou indo pra Aarhus amanhã! Vou fazer um intercâmbio de 6 meses e gostaria muito, além de dicas suas, de me encontrar com você aí! Seria ótimo ter uma brasileira tão simpática me mostrando a cidade! Você acha que rola?

    Aguardo um retorno seu,
    abraço!

    • Oi Nathalia,
      Acho que vc ja me escreveu no face nao?
      Entao, eu acabei de me mudar de Aarhus e quando vou a Aarhus agora é sempre com horarios certos e pra algumas coisas ja marcadas..

      Mas podemos combinar mais pra frente. Por agora ando bastante ocupada.

      Aarhus é bem legal e tem muitos brasileiros. Imagino que venha da UFJF e que va estudar estudos brasileiros haha nao? Nao tera problema algum de encontrar outros conterraneos no mesmo curso ou dinamarqueses que falem portugues.

      Ate mais
      Ludimila

  3. Boa Note, Ludimila!

    Fui selecionada para realizar minha graduação na escola de Moda da Noruega, mas estou tendo alguns contratempos e dúvidas sobre o processo…
    Queria te perguntar uma coisa: Caso eu viaje para a Noruega (sem visto; pelos 90 dias permitidos) qual o procedimento para solicitar o visto estudantil e qual o prazo médio que isso deve levar? Achas viável realizar todo o processo de habilitação já no país? Lembrando que já possuo a documentação, carta de aceite da escola e demais requisitos comigo.

    Desde já agradeço a atenção.

    Carinhosamente,

    Oluyiá França
    (oluyia@gmail.com)

  4. Olá! Adorei o seu post e respondeu algumas de minhas dúvidas, mas ainda tenho outras questões, vê se você saberia me ajudar… encontrei uma família bem interessante norueguesa e estamos em contato acertando os trâmites, ocorre que eu gostaria de saber se seria possível eu ir com o visto de turista e resolver a questão do visto de au pair lá, depois que chegar. Vi que na Dinamarca é possível e também sei que é bem mais seguro (já que estou indo sem agência). Além disso, seria necessário eu ir com uma carta convite e contrato de au pair, mesmo sem esse visto? Poderia falar um pouco sobre essas questões? Te agradeço imensamente. Outraaaaa, só queria resolver isso lá pq queria economizar essa grana aqui e pq moro em Fortaleza e estou sem emprego então viajar pro Rio não é uma possibilidade :/ Beijos! :*

Deixe uma resposta