Página Inicial Europa Alemanha Um passeio pela Renânia

Um passeio pela Renânia

A Renânia é um nome genérico que corresponde à porção do oeste alemão, fronteiriço à França, Luxemburgo e Bélgica, cortada pelo Rio Reno. O Rio Reno nasce no leste da Suíça, no cantão de Grisões, a uma altitude de 2344 metros, desaguando nos Países Baixos, no Porto de Roterdã, depois de percorrer 1230 Km, um dos mais extensos da Europa.

A Renânia pode ser subdividida em Renânia do Norte- Vestfália (tendo como principais municípios Colônia, Bonn- capital da antiga Alemanha Ocidental, Dortmud Dusseldorf, Leverkusen, entre outros, no baixo curso do rio) e Renânia Palatinado (Koblenz, Trier, Mainz, etc, no seu médio curso). Dentre as várias simpáticas cidades banhadas pelo Rio Reno, selecionamos Köln, Koblenz e Heidelberg para conhecer melhor, apesar de Heidelberg, situada no estado de Baden-Württemberg não pertencer à Renânia. Mas sendo banhada pelo rio Neckar, afluente do Reno, fará parte deste ‘passeio’.

Köln (ou Colônia, em português): é a quarta cidade mais populosa da Alemanha (1 milhão de habitantes) e 16ª da União Europeia, portanto uma metrópole. Entretanto, as principais atrações turísticas da cidade são suas igrejas, em especial Dom (ou simplesmente ‘catedral’), de porte invejável. Para se ter uma noção das suas dimensões, possui 144 m de altura (a quinta mais alta do mundo), sendo um símbolo do cristianismo católico alemão.

Durante a II Guerra Mundial, foi uma das poucas construções que se mantiveram em pé, contando a lenda que a tropa aliada não teve ‘coragem’ de derrubar algo tão belo. O que marca sua arquitetura são os traços góticos. Sua construção se iniciou em 1248 e, após várias interrupções, terminou em 1880. À noite, é iluminada por holofotes de prédios ao seu redor. Ela fica em frente à Estação Ferroviária. Um dia é suficiente para se conhecer a cidade e suas igrejas.

Albergues (preços de julho, alta estação):

  • Youth Hostel Cologne-Riehl (quarto privativo, com café-da-manhã) por 33 euros/ pessoa;
  • Black Sheep Hostel (4 camas, com café da manhã) por 23 euros/ pessoa;

Koblenz: é uma pequena cidade da Renânia Palatinado a 74 km de Colônia. O trecho de trem custa cerca de 13 euros e dura 1h30min, passando por Bonn, antiga capital da Alemanha Ocidental. Koblenz possui 100 mil habitantes, localizada na confluência do Rio Reno-Mosele (conhecida como ‘esquina da Alemanha’).

Da estação central para o centro histórico, prepare-se para uma caminhada de 50 minutos. Merece um dia inteiro de visitas, como uma caminhada pelo parque que tangencia o Rio Reno, entre as árvores, um passeio delicioso. A cidade tem construções bacanas, a citar a Fortaleza Ehrenbreitstein, Palácio Electoral, a velha ‘Kauf-und Danzhaus’, a Basílica de St Castor, Museu Ludwig, a town hall, entre outras. Não possui albergues, mas pode-se conseguir um hotel simpático no centro por 50 euros a diária.

Passeio pelo Reno: subir o Rio Reno de barco até Mainz é um passeio que não pode deixar de ser feito. Existe a opção do meio ferroviário, mas é muito trivial nesta ocasião. Você pode comprar uma passagem nas docas do rio por não mais do que 30 euros, mas prepare-se para uma viagem longa e, por vezes, cansativa. Mas a paisagem é gratificante! O barco parte de manhã de Koblenz (11 h), chegando em Mainz às 20h. Neste período, cruza dezenas de pequenas cidades no caminho, a exemplo de Braubach, Bad Salzig, Boppard, St. Goarhausen, Rudesheim, nenhuma com mais de 30 mil habitantes, mas a maioria com seu castelo no alto do morro, para ‘proteger’ a cidade. Avistam-se dezenas de aviões seguindo no céu e fazendo o mesmo trajeto para o leste e encontramos uma explicação. Nas proximidades fica a cidade de Frankfurt e seu aeroporto é considerado o mais movimentado do mundo.

Heidelberg é uma cidade de porte médio (140 mil habitantes), mas com um centro histórico condensado e fácil de visitar (um dia é suficiente). É uma cidade universitária, mais antiga da Alemanha (data de 1386), famosa pela Medicina.


Caminhar pelo centro histórico é voltar no tempo, com muitas construções que datam de antes do século XII. Aconselho a visitar, inicialmente, o Castelo de Heidelberg e seus jardins (3 euros a entrada), para à tarde passear pelo centro e mercado (Igreja do Espírito Santo e dos Jesuítas são as duas maiores). No final da tarde, atravesse o rio Neckar, pela ponte Karl-Theodor, suba um caminho entre as árvores (se informe como chegar a ele) e veja a cidade antiga do alto de um morro (não faça isto de manhã, porque o sol nasce por trás do castelo em frente a você, e prejudica tirar fotos ou filmar).

Heidelberg: de Mainz para Heidelberg são 70 Km e a passagem de trem custa cerca de 20 euros (viagem de 1h). Como opção de albergues, citamos:

  • Steffis Hostel Heidelberg (sem café-da-manhã e quarto privativo) a 26 euros;
  • Sudpfane Hostel (idem ao anterior) a 30 euros.

A Alemanha é imprevisível com suas paisagens e um povo todo especial. A cada viagem para lá, conheço lugares interessantes que nunca deixam de me surpreender. Esta parte específica do país é belíssima e merece uma visita. Você não vai se arrepender!

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • Prezado Luciano, estou lendo seu blog que por sinal gostei muito.Como vou com mais três amigos para Alemanha em maio/2013.Iremos fazer um passeio que você fez- Mainz /Koblenz .Estou com algumas dúvidas que talvez vc possa me ajudar: vamos chegar em Frankfurt ás 12h e vamos pegar o S bahn -8 para Mainz e em seguida uma conexäo para Koblez.Chegaremos , talvez, ás 16h ou 17h, ficaremos final do dia e, pela manhà faremos um passeio pela cidade e depois pegaremos um barco de volta para Mainz . Nesse barco pode- se levar malas; ele para em várias cidades, nós podemos descer para fazer um pequeno passeio e retornar ao barco; tem barco que parte de Koblez âs 13h . Desculpe pelo excesso de perguntas, se puder me responder, desde já, agradeço, Moadia (moadiabayma@yahoo.com.br)

  1. Olá, Moadia
    Bem, no barco que peguei de Koblenz para Mainz podia-se levar, e eu levei, malas. Mas ele fazia o trecho direto.. assim, não se podia descer do barco. Não lembro se tem barcoàs 13h não, mas tem um site que pode te informar isto:

    http://www.kdrhine.com/

    Obs: a viagem dura umas 12h, viu!!
    Boa viagem!

Deixe uma resposta