Página Inicial Destino Gîte na França

Gîte na França

2

Uma casa com o conforto de um hotel, mas só pra você. Essa é a ideia do “gîte”, um local que podemos alugar para passar um tempo agradável com a família ou amigos.

A maioria recebe de 2 a 15 pessoas e cobra, como preço médio, 49€ a diária por duas pessoas ou 300€ a semana. O primeiro “gîte” francês foi criado em 1951, na região de Basses-Alpes. Em 1998, o assunto entrou na Rede com um site. Os números são a prova do sucesso da fórmula : 45.000 gîtes rurais registrados em todo o território, 2.500 novos endereços criados por ano e 230 milhões de Euros usados na renovação dos imóveis em um negócio que gera mais de 750 milhões de Euros para a economia das regiões. Mas o objetivo dos “gîtes” vai muito além da economia : esses espaços contribuem à valorização e à conservação do patrimônio e do meio-ambiente, principalmente no campo. O Selo de Qualidade dos Gîtes da França (de 1 a 5 “Espigas”) garante o respeito à carta nacional. Todos eles são classificados de acordo com a natureza do local, do nível de conforto e de serviços. A cada cinco anos eles passam por uma reclassificação. Confira o que cada “Espiga” representa.

  1. Espiga – Bom espaço exterior, salão de jardim, dois banheiros (para 6 e 7 pessoas respectivamente), mini-forno, fogão, geladeira, utensílio de cozinha, produtos de limpeza, ferro e cadeira de bebê (sob encomenda).
  2. Espigas – Churrasqueira (se não houver proibição), máquina de lavar para 6 pessoas, liquidificador, cafeteira, tomada para antena de TV, roupa de cama e de mesa (toalhas sob encomenda).
  3. Espigas – Acesso independente à um jardim privado, 2 banheiros para 7 pessoas, máquina de lavar, lava-louça, forno, TV, telefone, serviço de limpeza (sob encomenda).
  4. Espigas – Meio ambiente e decoração de grande qualidade, chaminé, micro-ondas, geladeira com freezer, secadora.
  5. Espigas – Parque ou jardim privados, equipamentos de lazer (tênis, piscina, sauna ou jacuzzi), garagem, lava-louça, secadora, som e videocassete.

Alguns conselhos :nos períodos de muito movimento (fins de semana prolongados, férias escolares – julho e agosto) reserve com antecedência de várias semanas, para os menos preocupados, muitos departamentos publicam ofertas de último minuto na Internet. Para achar um “gîte” com acesso à deficientes basta selecionar o critério de busca no departamento de sua escolha ou de entrar em contato com a central de reservação por telefone. Normalmente a despesa com o aquecedor não está incluída no preço, veja como o serviço vai ser cobrado. Quiquinho insistiu para que desse essa dica : caso queira levar o bichinho de estimação verifique se eles são aceitos no momento da reserva. Fora isso, é só combinar com os amigos e arrumar as malas para descobrir uma maneira simpática, barata e convivial de conhecer a França.

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. já morei na europa , quase 7 anos; e me encantei , gostaria de ter a oportunidade de fazer um curso suoerior , na frança ou nasuiça…..meu sonho seria realizado, pois as tristezas que vimos no brasil, são muitas……

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui