Página Inicial Destino Américas Capital das Tulipas

Capital das Tulipas

O longo inverno canadense que faz parte do seu imenso território não é novidade. São meses de muito frio, neve e o vento que incomoda bastante. As roupas devem ser especiais e os agasalhos apropriados para ajudarem a manter o calor do corpo e causar menos impacto do frio. As cidades ficam cinzentas e o país fica todo branco. Quem mora no Canadá sabe que tudo no inverno é mais complicado, como simplesmente ir ao supermercado, por exemplo. Do final de outubro a janeiro os dias são curtos pela pouca luminosidade natural. Em janeiro e fevereiro, em alguns lugares, a temperatura pode chegar fácil a -40°C. O frio castiga principalmente aqueles que vieram de países tropicais como sul-americanos ou africanos. Especialistas afirmam que o frio e falta de luz natural podem ser uma das causas da depressão, encontrada em alto nível na população do Canadá. Por estes e vários outros motivos a primavera é, sem duvida, a estação mais esperada no hemisfério norte.

Oficialmente ela começa no dia 21 de março, mas para quem mora no Canadá sabe que isso não significa muita coisa. É somente uma data a mais no calendário. Diferentemente do que os filmes e desenhos da Disney mostram a bela estação, em boa parte do território canadense, só começa no mês de maio principalmente para aqueles que se concentram perto da borda entre o Canadá e os Estados Unidos.

Em todo o mundo a primavera é considerada a estação da vida, das cores e das flores. Nada melhor simboliza esta mudança do que as tulipas. As tulipas encontram no solo canadense o ponto ideal para a sua curta fase de vida. Vários festivais são organizados em volta das tulipas, entretanto o maior, mais popular, charmoso e importante do mundo é o Canadian Tulip Festival, em Ottawa. Em 2011, o festival vai de 6 a 23 de maio.

Mas na verdade, o que há de tão especial no Canadian Tulip Festival? História e tradição. No outono de 1945 a Princesa da Holanda, Juliana Louise Emma Marie Wilhelmina, presenteou Ottawa com 100.000 bulbos de tulipas em forma de agradecimento ao acolhimento da cidade a família real holandesa durante a II Guerra Mundial. Os bulbos também representaram o papel do Canadá junto às tropas de libertação da Holanda no final da guerra.

Hoje o festival é muito reconhecido, respeitado e visitado. Recebe anualmente 500 mil visitantes nas 3 semanas em que ele acontece no mês de maio. Para os habitantes de Ottawa, as tulipas indicam a transição entre o inverno e a primavera. Consequentemente, para a grande maioria, significa que o frio de fato acabou. Além dos vários canteiros de tulipas colorindo a cidade, o festival ainda conta com inúmeros shows de música, cultura e arte.

O Major Hill Park, no centro da cidade, abriga o Pavilhão Internacional onde são encontradas barracas de diversos países que expõem seus artesanatos, curiosidades, informações e uma boa amostra da culinária. Há também atividades para crianças se divertirem enquanto os pais curtem um pouco e tiram bastante foto. O Park fica estrategicamente localizado entre o Chateau Laurier, a catedral Notre Dame e a Galeria Nacional de Artes. O visitante também se deslumbra com a vista para o complexo do Parlamento, as margens Rio Ottawa.

Ponto obrigatório da visita é o Comissioners Park (Parque dos Concessionários), as margens do Down’s Lake, onde se concentra a maioria dos canteiros de tulipas. Cerca de 300 mil tulipas são plantadas no local fazendo um verdadeiro tapete de tulipas de quase todas as cores. De longe parece até um mosaico. No parque também é possível encontrar artistas de rua e pequenas barracas de souvenir, além de sorvete, chocolates e comidas típicas do Canadá.

Para quem mora ou visita à parte leste do Canadá vale a pena reservar uma visita a capital canadense, Ottawa, e curtir o festival que este ano completa o seu aniversario de 59 anos de existência e tradição.

Maiores informações podem ser encontrados no site oficial em inglês e francês.

COMPARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta