Página Inicial Europa Áustria Áustria: VIENA, linda de qualquer Jeito

Áustria: VIENA, linda de qualquer Jeito

Certa vez, ao adentrar na Áustria, proveniente da República Checa, meu trem fez uma conexão em um vilarejo de nome Summerau.

Summerau

Era cerca de 11 horas da manhã, a barriga roncava, clamando pelo almoço. Esta conexão, com destino ao Salzburg, chegaria em torno das 14 horas, o que daria tempo para uma refeição. Na polícia local, pedi informações de onde, naquele vilarejo, poderia almoçar neste meio tempo, e para minha surpresa, fui informado que tudo fechava naquele horário, e a cidade mais próxima ficava cerca de 5 Km. E agora?

Agradeci a informação e resolvi me deslocar para esta cidade, mesmo sem saber se conseguiria ir e voltar a tempo de pegar a conexão. Bastaram 50 passos na estrada, quando fui interceptado por um automóvel que parou ao meu lado. Era o policial que havia me dado a informação, dizendo que me daria carona até a cidade, esperaria eu comprar o que precisava e me traria de volta à estação. Ou seja, fui apresentado à hospitalidade e educação, por que não dizer magnanimidade, do povo austríaco.

Viena, possui cerca de 1,8 milhões de habitantes e possui uma estrutura turística que permite ao visitante ficar bem alojado, tendo um centro histórico, Patrimônio Mundial da UNESCO desde 2001, com igrejas, monumentos, museus, o que possibilita que em três ou quatro dias se conheça tudo sem problemas, voltando com a máquina fotográfica recheada de belíssimas fotos. O bailes de gala, tradição que se renova dia a dia, pipocam diariamente em diversos salões, como os do Palácios Schönbrunn e Hofburg, com sua luminária, suas tradições, suas vestimentas, o que remete à época do Habsburgo, um período belíssimo que não se deixa apagar da memória.

Veja abaixo dicas de hospedagens (com preços para janeiro de 2016, fonte: Hostelworld):

  • A & O Wien Hauptbahnhof- 2 camas a € 21, sem café, entretanto ao lado da estação ferroviária, o que requer uma caminhada de 10 minutos até o centro histórico;
  • Meininger Vienna Central Station- 3 camas a 33 euros, também próximo da estação, sem café;

Viena tem uma grande vantagem em relação a outras capitais europeias: o fato de possuir um centro histórico relativamente pequeno, com uma enorme densidade de monumentos muito próximos, o que não requer muita caminhada nem dispende um número grande de dias pra conhece-los.

O que fazer?

  • Kunsthistorisches Museum, localizada no Museuquartier, é uma viagem pelo mundo das artes, com obras de Vermeer, Brueghel, Velásquez e Rafael, além de possuir uma extensa coleção de objetos egípcios, gregos, romanos, entre outras civilizações antigas, além de coleções de armas, objetos musicais, etc. Um bilhete, custando 34 euros, dá direito a visitar este e mais 6 museus;
Kunsthistorisches Museum
Kunsthistorisches Museum, Áustria. Foto: Luciano Schaefer
  • Albertina é outra galeria que merece uma visita com seu belo acervo e ótimas exposições temporárias. Não muito longe dali está a sala onde os Meninos Cantores de Viena se apresentam, bem ao lado da Escola Espanhola de Equitação, cujas disputadas apresentações encantam a todos.
  • Palácios Schönbrunn e Hofburg, com uma arquitetura genial, com jardins belíssimos, um parque e jardim zoológico anexos, possuem salões amplos e bem decorados, sendo atrações imperdíveis. O Palácio Schönbrunn, patrimônio cultural da Áustria, foi construído em 1713, com estilo barroco, se tornou a residência de verão da casa imperial. O Palácio Hofburg, com entrada a custo de 11 euros (adultos), abarca os alojamentos imperiais, com lustres, móveis, espelhos, tapetes, museus, tesouros de Éfeso, capelas, etc. Uma visita obrigatória!
Palácios Schönbrunn
Palácios Schönbrunn, Áustria. Foto: Luciano Schaefer
  • Catedral de S. Estevão, monumental obra da arquitetura gótica, construída no século XII, possui uma esplendorosa torre de 70 metros, com telhados coloridos e um sino de 21 toneladas. Parada necessária para uma visita e foto. Na Stephenplatz e ao largo do movimentado boulevar Kärntner Strasse, encontram-se dezenas de opções de compras, restaurantes e cafés onde você poderá experimentar deliciosas tortas, como a clássica de chocolate do hotel Sacher, e oschnitzel, uma espécie de milanesa que é o símbolo da gastronomia local, segundo o site da revista Viagem e Turismo.
Catedral de S. Estevão
Catedral de S. Estevão, Áustria. Foto: Luciano Schaefer
  • Rathaus e Ópera (Staasoper) localizam-se nas redondezas da Kunsthistorisches Museum. A Rathaus abriga a prefeitura de Viena, a assembleia e o governo do Estado. Foi construído no final do século XVIII, em estilo gótico, possuindo em seu interior um famoso e caro restaurante. A Ópera continua sendo maciçamente frequentada pelos vienenses, que desde cedo acostumam seus ouvidos aos acordes de Mozart, Schubert, Strauss e Haydn, velhos conhecidos daquele que é um dos teatros mais célebres do mundo.
Rathaus
Rathaus, Viena. Foto: Luciano Schaefer

Eis algumas sugestões para uma capital que está, indiscutivelmente, entre as mais belas da Europa, se tornando uma visita obrigatória para quem curte música clássica, belas artes e cultura no geral.

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Olá, adorei seu espaço!!!

    Bom, quero fazer uma viagem para Praga, Budapeste e Viena, por conta!!!
    E vi que você sempre faz as suas por conta também,,, as passagens aéreas por conta são muito mais caras que por agências… fiz cotação essa semana.. Como você faz as suas?

    Agradeço se responder também via email.

    paulatotolo.imoveis@gmail.com

Deixe uma resposta