Página Inicial Destino 3# Você pergunta e eu respondo – Irlanda

3# Você pergunta e eu respondo – Irlanda

Depois de um tenebroso outono/inverno eu voltei para a rodada de perguntas e respostas mais aguardada dos últimos tempos! Feche o facebook, pegue caneta e papel e se prepare pois a terceira edição do “Você pergunta e eu respondo – Irlanda” está para começar!

1. Estou indo para a Irlanda e como procedo se no guichê (conexão ou Irlanda) o oficial me barrar?

Essa é uma questão que terei um imenso prazer em responder pois dos seis países para os quais viajei (incluindo Brasil) já fui barrada em cinco – como em nossa terra brasilis não temos imigração, não pensem vocês que escapei do carma, pois o destino me remanejou para a sala da alfândega – esse é um capítulo que farei à parte contando os papelões que os oficiais fizeram e algumas reações inesperadas de minha parte.

Voltando ao assunto, por alguma razão ele duvidou de você e te pediu sua documentação. Este é um ponto importantíssimo pois é imprescindível que a sua documentação seja a mais correta e limpa possível, portanto leve todas as cartas originais, o seguro de viagem de alta cobertura (GTA, mapfre, etc), extrato do seu cartão de crédito, se estiver levando dinheiro em mãos, diga o quanto e mostre se preciso.

É importante que você não tenha dúvida do que está mostrando, pois se você estiver com a menor das inseguranças – Caramba, eu deveria ter tirado xerox da carta da acomodação – você não irá passar segurança e se você não acreditar no que está tentando convencer, o oficial  o fará muito menos.

Portanto, mantenha-se calmo e responda o que for perguntado com muita clareza, pense antes de responder e se você não souber falar inglês, ensaie no google translate algumas frases como “I don’t speak english”.

Não dê sorrisinhos, é difícil eu sei, mas tente não ficar nervoso, não dê chilique, não se exalte e respire fundo se as perguntas se tornarem cada vez mais incisivas, não se preocupe, um dia elas acabam. Tenha em mãos também o telefone de quem irá te buscar, de onde for ficar e saiba fazer uma ligação internacional caso dê uma zebra daquelas e você queira/tenha que ligar para o Brasil.

2. Como é o clima em Dublin?

É frio, ventoso e úmido! Aqui na Irlanda as estações não são completamente definidas, portanto durante todo o ano contamos com essas mesmas características, às vezes mais, às vezes menos.

Os verões são amenos, média de 18 graus. Ano passado, nós tivemos até 21 graus, quando todos colocaram as havaianas para fora do armário, juntamente aos biquínis exibidos nos parques espalhados pela cidade.

Quanto à neve, a pergunta preferida dos amigos e parentes, sim, ela existe! Mas não é rotineira. A Irlanda teve uma generosa camada de neve nos últimos dois anos, mas já ano passado, ela sequer deu as caras.

Temperatura média?
Janeiro, 8 graus.
Julho, 19 graus.

3. Roupas, quais devo levar?

Essa é fácil e já foi respondida nesse texto aqui juntamente às dúvidas sobre preços de eletrônicos. Mas aproveitando que você já está com a caneta na mão, vamos relembrar a dica que diz: NÃO COMPRE NADA PARA VIAJAR, somente se for algo de uso imediato, do contrário compre todo o resto no exterior, os preços são bem melhores, a qualidade também não é de se jogar fora e só a Irlanda sabe o casaco que aguenta a Irlanda.

4. Como está a crise?

Está aí a pergunta campeã de pedidos. Bem ,a crise está cessando e as coisas estão caminhando para melhorar aos pouquinhos. A preocupação dos brasileiros geralmente é em relação aos empregos que foram afetados também. Em um ano e meio morando em Dublin, nunca vi ninguém voltar pra casa porque não conseguiu emprego, geralmente quando alguém decide voltar com essa desculpa, há sempre mais coisas por trás disso, saudade do pai, da mãe, dos amigos, uma faculdade pra terminar ou um concurso pra passar. Eu como intercambista somente notei a crise me afetar em dois quesitos, alta dos preços (ônibus e supermercado) e a demora em arrumar emprego.

Agora, quanto à alta dos preços, eu vejo em maior frequência e agressividade em minha cidade natal, São Paulo.

5. É melhor eu alugar casa ou apartamento?

Essa é uma questão pessoal sobre custo x benefício.

A maioria dos apartamentos em Dublin são ou estão muitíssimo perto do centro. Morando em apartamento, saiba que você terá que limitar um espaço já limitado com outras pessoas – pagando mais do que você pagaria em uma casa – . A maioria dos apartamentos em Dublin tem dois quartos. Dois quartos que podem ser divididos entre 4, 5 ou até mesmo 6 pessoas. Sem contar uma pequena cozinha e um banheiro de mesma simetria, em compensação são ambientes mais quentes e o uso de aquecedores, menos frequente. Agora se você é uma pessoa que gosta de espaço, alugue uma casa. As casas são bem mais espaçosas, contam com dois andares, quintal, às vezes dois banheiros e têm pelo menos três quartos. O ponto negativo é que elas geralmente estão um pouco mais afastadas do centro e às vezes as instalações não são tão novas.

Aí vai de você decidir.

Gostou? Continue acompanhando o nosso quiz e fique de olho, pois contaremos com uma participação especial na próxima edição respondendo perguntas capciosas. Ainda “duvidoso” com a viagem? Pois é só mandar um email para tamara.lorena@hotmail.com com o título “Você pergunta e eu respondo” que a sua pergunta logo logo aparece aqui!

Abraço e até a próxima!

COMPARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Olá, Tamara! Tenho 03 perguntinhas e agradeço se vc puder e quiser respondê-las.
    1) Há muitos brasileiros em Dublin. Isto “prejudica” o aprendizado da língua inglesa, uma vez que a necessidade de falar o idioma (inglês) para sobreviver torna-se menor? Na sua opinião e experiência, o intercâmbio em Dublin, para quem deseja aprender e desenvolver a fluência do inglês, é interessante?
    2) Quanto tempo é suficiente para sair com a fluência no inglês?
    3) Como vc avalia o custo de vida em Dublin (comparando com Brasil e EUA)?

    Obrigada pelas dicas!
    *Vou te add no FB, pode?
    Abraço!

  2. Olá queria saber sobre visto minha filha foi chamada pra jogar bola no canada ,tirei o passaporte dela o tReinador falou que els que vão resolver sobre o visto ,isso pode ou eu que tenho que resolver o visto aqui no Brasil .outra perguntainha ela volta em só em dezembro to enviando o historio da escola em ingles ,pra estudar lá ,podia me passar mais informação ,to meia perdida nao quero que ela prega essa oportunidade e um sonho ela tem 14 anos muito obrigado quem puder me ajudar meu mail karinakaue@gmail.com

  3. Olá Tamara, quais as vacinas necessárias para entrar na Irlanda??
    Vi um post seu sobre as agencias de intercâmbio. Por qual agência você foi?? Estou pesquisando e ainda estou em duvidas entre 2.

    Abraço!

  4. Sou leitor e aadormdir de Marcelo Gleiser desde o lane7amento de seu A Dane7a do Universo (1997), autografado por ele em uma de suas palestras. O tedtulo de seu livro Criae7e3o Imperfeita me deixou intrigado, ne3o pela Imperfeita, mas pela Criae7e3o. Ora, se Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma, a rigor ne3o poderedamos falar em criae7e3o, no me1ximo Natureza Imperfeita. Mas quem sou eu para recusar o tedtulo do livro de um cientista-escritor te3o brilhante! De qualquer maneira nehum cientista disse que a Lei de Lavoisier foi revogada pela Teoria Que2ntica, sobretudo porque os achados dessa, segundo o prf3prio Gleiser, se3o apenas possibilidades. Surpreendi-me tambe9m com sua pouca eanfase e0 Teoria do Universo Eterno, alie1s inteiramente compatedvel com a descoberta de Lavoisier. Ainda mais que essa nova Teoria, defendida pelo nosso cosmf3logo Mario Novello e alguns outros, e9 muito mais elegante do que o Milagre do Big Bang, que teria sido cunhada alie1s por um tef3logo-mateme1tico, George Lamaeetre. Novello foi publicar seu livro da Teoria do Universo Eterno na Frane7a. Este fedsico considera uma enorme imprudeancia afirmar que tudo comee7ou no Big Bang e, ao contre1rio de um comee7o, o que ocorre e9 um processo. Meus personagens em O Garoto Que Queria Ser Deus inspiraram-se em Gleiser e ve1rios divulgadores de cieancia para fazer suas indagae7f5es: Deus existe ou Ele e9 uma invene7e3o de homens primitivos conservada pelo homem moderno por razf5es de convenieancia: Os livros santos de todos os credos se3o a fonte da verdade ou se3o apenas mitologias, lendas e fe1bulas milenares? c9 possedvel nos desvencilharmos do Deus recebido no colo da me3e?

Deixe uma resposta